História Love Yourself - Jeon Jungkook - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Cadeirante, Ficção, Jeon Jungkook, Jungkook, Love Yourself, Song-fic
Visualizações 96
Palavras 1.187
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais uma OS (One Shot) com o nosso maknae de ouro ^^

Serão três músicas temas, porém uma delas será a mais especial e será a *tradução*

Músicas:
BTS - Just One Day
BTS - Two! Three! (Música tema)
Justin Bieber - Love Yourself (Título da fic)

Boa leitura e espero que não chorem♡

Capítulo 1 - Dois! Três! (Esperando Por Mais Dias Bons)


Fanfic / Fanfiction Love Yourself - Jeon Jungkook - Capítulo 1 - Dois! Três! (Esperando Por Mais Dias Bons)

"Você só vive uma vez, mas se você souber viver bem, uma vez é o suficiente. - Joe E. Lewis"

Sabe quando você quer morrer?

Sabe quando você quer levantar de uma cadeira de rodas e sair pelo mundo viajando sem precisar de ajuda?

Eu não gosto do meu corpo

Eu me odeio

Queria ter morrido no lugar da minha mãe

~*~

Seul - 2017

Há alguns anos sofri um acidente de carro com minha mãe, que morreu assim que o carro colidiu com o poste, e minhas pernas ficaram presas nas ferragens, pois estava no banco da frente.

Desde esse dia ando de cadeira de rodas e por isso que eu me odeio. Não quero ficar dependendo de ajudar para tudo, não quero pessoas me dizendo para fazer fisioterapia, eu queria ter ido no lugar da minha mãe.

- Jungkook, vou ao mercado. Não saia de casa sem ninguém, pode se machucar!

- Tudo bem tia. - digo cabisbaixo.

Quando ela fecha a porta, peço para minha prima trocar a minha roupa.

- Jungkookie, sabe que não pode sair sozinho.

- Por favor Sophie, eu só quero sair, ir até o parque.

- Mas Jungkookie...

A interrompo - Pode trocar a minha roupa?

Ela respira pesado - Sim, mas não me responsabilizo por você.

- Tudo bem. Eu sei me cuidar. - sorrio.

~*~

Enquanto andava pelo parque percebi uma menina, bem bonita por sinal, sentada no banco desenhando. Mas, ela era "especial", em sua perna direita havia uma prótese.

Fico a obsrvando, mas percebo que uma pedrinha havia fincado na roda da cadeira e não conseguiria tira-la.

- Deixa que eu tiro para você. - a garota levanta do banco deixando seu material de lado - Pronto.

- Obrigado. - sorrio

- Porque você anda de cadeira de rodas?

- Acidente de carro com minha mãe.

- Puxa...

- Quer me acompanhar em um passeio?

- Pode ser. - sorri - Segure por favor, vou empurrar sua cadeira. - me entrega o material dela.

- Você não é de sorrir muito né Jungkook?

- Como sabe meu nome?

- Eu te conheço a um tempo, você vinha aqui no parque e eu ficava sentada no banco te observando.

- Porque me observando?

- Queria desenhar você, pois é lindo.

Coro com o que ela disse - Eu não me acho bonito.

- Ah Jungkook, você é lindo! Admita para você mesmo.

- Você que é linda. - sorrimos

- Nem tanto. - olha para sua perna - Ele queria ter evitado o acidente, mas não conseguiu.

- Que acidente?

- Meu irmão e eu voltávamos de uma festa e já era madrugada, eu havia saído do carro mas estávamos morrendo de sono. Até que ele cochilou no volante com o pé no acelerador e antes de abrir a porta para ele, o mesmo me atropelou e perdi os movimentos da perna direita tendo que colocar a prótese.

- Nossa...pode parar aqui, por favor.

- Aqui é lindo não é?

- Muito, mas não se compara a sua beleza.

- Para de me deixar sem jeito, Jungkook! - ela cora sorrindo.

Semanas depois já havíamos criado mais intimidade um com o outro.

- Jungkookie!

- Anne! Como você está?

- Bem e você? - pergunta enquanto empurra minha cadeira

- Ótimo!

- Parece que está voltando a sorrir!

- É, resolvi seguir seu conselho. Tome essa flor como agradecimento.

- Obrigada. - sorri - Fico feliz em ajudá-lo.

- Anne, vamos na praia para ver o pôr do sol?

- Claro! Lá da para ver direitinho e é lindo.

Assim que chegamos na praia, ela para minha cadeira e senta na areia.

Começo a cantarolar enquanto vejo o pôr do sol:

Eu só queria fazer você sorrir

Eu só queria fazer bem

(Então obrigado) Acreditando em alguém como eu

Lidando com essas lágrimas e feridas

(Então obrigado) Por se tornar minha luz

Por se tornar a flor no momento mais bonito da vida

- Obrigado Anne. - sorrio depois de cantar.

- Eu que agradeço. - sorri - Obrigada Jungkook.

Percebo que estou completamente apaixonado por ela, pela garota que ela é, pelo sorriso dela, por tudo dela.

- Anne?

- Sim Jungkookie?

- Você pode, por favor, ficar comigo?

- Sim. - vejo ela sorri abertamente e logo a puxo delicadamente para um beijo.

Dois! Três! (Esperando Por Mais Dias Bons)

Tenho tentado te dizer isso

Eu preciso te dizer isso

Isso tudo é para você

Vamos andar apenas nos trilhos de flores

Eu não consigo dizer aquilo

Vamos ver apenas coisas boas

Eu não consigo dizer isso também

Dizer que lá apenas haverá coisas boas a partir de agora

Dizer que você não vai se machucar

Eu não consigo dizer isso

Eu não consigo mentir assim

Porque todos vocês são ídolos, é um saco mesmo que eu não ouça

Eu não gosto das suas letras, é um vídeo mesmo que eu não veja

Porque vocês não têm poder

Vocês provavelmente fizeram coisas sujas, observando como vocês agem, rapidamente vão deixar de existir

(Muito obrigado) Por causa de toda sua autocensura, eu fui capaz de me provar algo

Eu não fui capaz de fazer isso na escola

Mãos aplaudindo, sim, continue, continue

Nós vamos ser felizes com nós mesmos, bom, yeah, eu sou bom

Tá tudo bem vir aqui quando eu falo: Um, dois, três, esqueça

Apague todas as memórias ruins, segure minha mão e sorria

Tá tudo bem vir aqui quando eu falo: Um, dois, três, esqueça

Apague todas as memórias ruins, sorria segurando a mão de todo mundo

Esperando por mais dias bons

Se você acredita no que eu digo, então um, dois, três

Se você acredita, então um, dois, três

Esperando por mais dias bons

Se você acredita no que eu digo, então um, dois, três

Se você acredita, então um, dois, três

Um, dois, três

Por um dia melhor

Porque nós estamos

Juntos

Eu, uma sombra atrás do palco, eu, na profundeza da escuridão

Eu não queria mostrar tudo incluindo minha dor

Apenas porque continuo não-acostumado

Eu só queria fazer você sorrir

Eu só queria fazer bem

(Então obrigado) Acreditando em alguém como eu

Lidando com essas lágrimas e feridas

(Então obrigado) Por se tornar minha luz

Por se tornar a flor no momento mais bonito da vida

Tá tudo bem vir aqui quando eu falo: Um, dois, três, esqueça

Apague todas as memórias ruins, segure minha mão e sorria

Tá tudo bem vir aqui quando eu falo: Um, dois, três, esqueça

Apague todas as memórias ruins, sorria segurando a mão de todo mundo

Esperando por mais dias bons

Se você acredita no que eu digo, então um, dois, três

Se você acredita, então um, dois, três

Esperando por mais dias bons

Se você acredita no que eu digo, então um, dois, três

Se você acredita, então um, dois, três

Se você acredita, então um, dois, três

Se você acredita, então um, dois, três

Se você acredita, então um, dois, três

Se você acredita, então dois, um, diga!

Tá tudo bem vir aqui quando eu falo: Um, dois, três, esqueça

Apague todas as memórias ruins, segure minha mão e sorria

Tá tudo bem vir aqui quando eu falo: Um, dois, três, esqueça

Apague todas as memórias ruins, sorria segurando a mão de todo mundo

Esperando por mais dias bons

Se você acredita no que eu digo, então um, dois, três

Se você acredita, então um, dois, três

Esperando por mais dias bons

Se você acredita no que eu digo, então um, dois, três

Se você acredita, então um, dois, três

Tá tudo bem vir aqui quando eu falo: Um, dois, três, esqueça

Apague todas as memórias ruins, segure minha mão e sorria

Tá tudo bem vir aqui quando eu falo: Um, dois, três, esqueça

Apague todas as memórias ruins, sorria segurando a mão de todo mundo


Notas Finais


Gostaram? Se sim, podem comentar, compartilhar, favoritar...etc♡

Minha fic nova com o Mark do GOT7:

https://spiritfanfics.com/historia/just-right--mark-tuan-9896846

Outras fics minhas do Jungkook:

https://spiritfanfics.com/historia/dona-do-meu-coracao--jeon-jungkook-9734351

https://spiritfanfics.com/historia/you-belonge-with-me--jeon-jungkook-9568800

Até a próxima♡

Mari♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...