História Loved by Winchester - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Dean Winchester, Personagens Originais, Sam Winchester
Tags Dean, Dean Winchester, Sam, Sam Winchester, Supernatural
Visualizações 33
Palavras 880
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - I need help


Fanfic / Fanfiction Loved by Winchester - Capítulo 1 - I need help

Margo andava pela casa de um lado para o outro. Queria entender o que havia acontecido com seus pais. Anne e Derek estavam sumidos há uma semana, e por mais que todos os policiais de Detroit estivessem atrás deles, não houve resultado. Antes de desaparecer de vez, Derek ligou para a filha e suas últimas palavras foram: "Ligue para John".

"Quem era John?" , Margo estava surtando por não saber a resposta para essa pergunta. "Por onde começar?", ela pensou. Por fim decidiu-se que o escritório do pai era o melhor lugar para começar. Fuçou, fuçou, fuçou e nada. Passou semanas procurando e então, deparou-se com um livro diferente na estante de seu pai. Não havia nada escrito na capa do livro, apenas um pentagrama desenhado.

Margo começou a folhear o livro, mas não entendeu nada, estava em latim. Em seguida algumas imagens estranhas e desenhos começaram a aparecer. "O que era tudo aquilo? Será que tinha a ver com o sumiço dos pais?", isso se repetia na cabeça da jovem.

No fim do livro, na parte de dentro da capa estava escrito um nome "John Winchester" e um telefone. Era esse John, ela tinha certeza. Não pensou duas vezes, pegou o telefone e ligou.

CAIXA POSTAL.

"VOCÊ LIGOU PARA JOHN WINCHESTER, NO MOMENTO NÃO POSSO ATENDER, MAS SE PRECISAR DE AJUDA LIGUE PARA MEU FILHO DEAN. 5550692208"

A garota discou o número da mensagem e esperou.

-Alô. -Uma voz masculina falou do outro lado da linha.

-Dean? Eu preciso de ajuda. -A garota disse sem hesitar.

-Sim, sou eu. Quem está falando?

-Margo Rivers. Meus pais sumiram. -Ela fez uma pausa. -Meu pai disse para ligar pra um tal de John, seu pai, mas a mensagem dizia que se eu precisasse de ajuda era para te ligar. EU PRECISO DE AJUDA. -A jovem enfatizou.

-É alguma pegadinha? -Dean disse. -Quantos anos você tem, menina? 

-Não é pegadinha, eu juro. -Ela disse com uma voz suplicante. -Tenho dezoito. EU PRECISO DA SUA AJUDA.

-Ok Margo! Seu código de área é de Detroit, certo? Estarei ai em três horas. -Ele disse por fim. -Me encontre na cafeteria da rua doze.

-Ok. -Margo disse aliviada e desligou.

...

Margo colocou a primeira roupa que viu (descrição) e foi de metrô até a rua 12. Chegando lá, estava um pouco perdida, jamais havia visto Dean, como saberia quem é ele?

Foi ai que ela sentiu alguém segurar em seu braço.

-Você é Margo? -Um homem alto de cabelos castanhos claro e olhos claros perguntou.

-Dean? -Margo respondeu.

Margo pov

Dean Winchester era lindo, basicamente o sonho de consumo de qualquer mulher. Ele vestia uma jaqueta, botas e calça jeans. Fiquei encarando-o por alguns instantes.

-Então menina, porque me chamou aqui? -Dean me perguntou.

-Meus pais sumiram há duas semanas e as últimas palavras do meu pai no telefone foram: "Ligue para John". -Comecei a explicar e ele estava atento. -Algo muito estranho aconteceu. Passei uma semana procurando esse tal de John e então achei isso. -Entreguei o livro com o pentagrama para ele.

Dean pov

Margo era uma garota baixa, com cabelos escuros e longos, olhos escuros e marcantes. Ela era simplesmente a mulher mais linda que eu já havia visto.

Peguei o livro que ela me entregou e comecei a folhear. Seu pai era um caçador, eu tinha certeza disso, mas no que será que ele se meteu. Tudo indicava que era algo grande. Meu pai não estaria envolvido nisso se não fosse.

-Você tem alguém com quem ficar? -Perguntei, pois sabia que ela não deveria ficar sozinha.

-Na verdade não. -Ela respondeu o que eu temia. -Toda a família que restou mora no Brasil. -Ela me encarou e arqueou a sobrancelha. -Você sabe me dizer o que aconteceu com os meus pais? Porque pela sua expressão, você sabe.

-Escuta, Margo... -Tentei ser o mais direto. -Eu faço uma ideia, é uma longa história para te explicar, então vá para casa, arrume uma mala e eu te explico no caminho.

Ela apenas assentiu. Fomos até o meu carro, que ela encarou impressionada, na verdade, admirou. Isso me deixou feliz. Chegamos em sua casa, que estava uma bagunça. Ela realmente deve ter revirado o mundo para achar o telefone do papai.

Margo pegou uma mala, enfiou algumas roupas la dentro, sem ao menos olhar para o que estava fazendo. Era nítido em seus movimentos que ela não via a hora de cair na estrada para ouvir a história.

...

-Então você está me dizendo que criaturas sobrenaturais, monstros e lendas são reais? -Ela me perguntou incrédula.

-Sim, Margo, não me faça repetir. -Disse já um pouco impaciente, já que era a décima vez que ela perguntava.

-E você e seu irmão Sam caçam essas coisas? -Ela perguntava franzindo o cenho.

-Sim.

-E meus pais estão envolvidos com isso, por isso sumiram? -Ela perguntou, mas dessa vez, triste.

-Eu acredito que sim, mas vamos achá-los. -Garanti, mas não tinha tanta certeza.

Margo encostou a cabeça no banco e dormir. Ela dormir serenamente, parecia um anjo e tudo o que eu conseguia pensar era em beijá-la e mantê-la segura. Estávamos indo para o Bunker, onde eu e Sam estamos morando. Lá ela estaria a salvo de qualquer perigo. Eu a protegeria com a minha vida.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...