História Loveless or lovely? - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 37
Palavras 741
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Escolar, Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Não sei se vai ficar bom >_<

Capítulo 5 - Will he remember?


Haru p.o.v

Ele me puxa pela camisa e me beija. Foi tão inesperado que eu fiquei sem reação. Me soltei do beijo e tentei sair de cima dele, mas ele me puxou de novo, começando outro beijo. Ele me joga para o lado e fica em cima de mim prendendo os meus braços e me beijando. O beijo estava tão bom que eu nem reparei no cheiro de álcool. Dou passagem para a língua dele. O beijo estava ficando mais quente e profundo. Min passa a mão por debaixo de minha camisa, sentindo todo o meu abdômen e eu passo a minha pela camisa dele também. Ele tira a camisa dele, amostrando seu corpo magro e com alguns machucados, depois ele me ajuda a tirar a minha. Nos ajeitamos mais na cama e ele tira meu cinto. Eu seguro sua mão e o olho sério.

-Você quer mesmo fazer isso? - Pergunto, e ele apenas sorri e me beija de novo.

Ele tira minha calça, e em seguida tira a dele. Ele já estava duro, foi alguma bebida que ele bebeu que o deixou daquele jeito. Ele estava se roçando em minha perna, ele não poderia estar daquele jeito sem ter ingerido algo pesado. Ele tira minha cueca, tirando a sua  logo depois. Eu começo a pensar como eu faria aquilo. Em toda a minha vida eu nunca fiz nada com homens, nem mesmo um beijo, isso tudo é novo para mim. O jogo para debaixo de mim e pego sua perna, subindo-a. Para ser sincero, eu estou com um pouco de vergonha, mas com isso eu não devo me importar muito. Ele já estava gemendo antes mesmo de algo acontecer. Penetro nele devagar e ele começa gemer mais alto. A  medida que eu entro mais fundo ele geme mais alto, querendo mais. Ele agarra minhas costas me puxando mais para perto dele e me beijando. Sinto seu pré gozo vindo junto do meu, já estávamos sincronizados.  Ele goza e sente o efeito da bebida passar aos poucos. Ele está ofegante e "saio" de dentro dele. Me jogo ao lado dele, ainda respirando rápido. Ele se vira pra mim, parecendo aliviado.

-M-me d-desculpe, Haru - ele tenta desviar o olhar - Eu bebi algo pesado na festa - ele tapa o rosto com suas mãos. - Eu não consegui me controlar, até falar estava difícil - Ele fala rápido, estava nervoso.

-Tudo bem, Min.- Falo calmo - Vá dormir

Ele se vira para o outro lado e pega no sono ainda sem roupas.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

(outro dias de manhã)  

Min p.o.v

Acordo em um quarto que não é o meu. Ah, é mesmo, aqui é o quarto do haru. Me viro para o lado e não o vejo, onde ele poderia ter ido? Me sento e uma tontura forte me afeta, eu devia ter bebido muito ontem a noite. Olho debaixo da coberta e vejo que estou pelado. Coro no mesmo instante. Eu não lembro de nada que aconteceu, mas posso imaginar. Vejo minha cueca no chão e a visto de novo, junto com a minha calça e vou para sala. Vejo Haru colocando comida na mesa. Hoje é sábado, provavelmente ele não vai trabalhar. Olho para baixo e ando mais para perto dele.

-Haru... bom dia - falo meio sem jeito e passo a mão em meu cabelo - Eu... não lembro o que aconteceu.

-Você ficou bêbado, não aguentou nem duas horas na festa que você tanto queria ir. Você bebeu algo com afrodisíacos que te deixou com uma tesão incontrolável a ponto de começar a roçar em minha perna e... 

-Eu entendi - interrompo ele, eu estava com o rosto queimando de vergonha - Desculpa... não era a minha intenção

-Tudo bem - ele fala se sentando na mesa para comer - Coma também - Ele fala já colocando a comida na boca - A tarde, eu tenho um cliente para atender - ele fala reclamando - Só vou atende-lo porque ele disse que vai pagar o dobro. Você quer ir comigo?

-Sim... - me sento e começo a comer também - Mas, Haru... não é como se estivéssemos tendo algo mais sério, né? - Ele olha para mim e ri

-Esqueça isso, está tudo bem - ele continua a comer e eu faço o mesmo.

O resto da manhã eu assisti televisão em sua sala enquanto ele desenhava o desenho que o cliente que ele atenderia estava pedindo. 


Notas Finais


Olha, eu nunca escrevi um lemon, então perdoem ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...