História Lovely Girl - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Melanie Martinez
Personagens Justin Bieber, Melanie Martinez
Tags Clichê, Drama, Melanie Martinez, Romance
Visualizações 86
Palavras 4.185
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hellooooo Manolooooos
Olha eu aqui com mais um cap ^^
Peço mil desculpas pelo atraso pessoal, não estava conseguindo escrever ;^; , mas agora estou me sentindo melhor e fiz um cap bem grandão pra compensar vocês :)
Espero que vocês gostem

Capítulo 5 - I Wait


Fanfic / Fanfiction Lovely Girl - Capítulo 5 - I Wait

Terminei de arrumar meu cabelo e me encarei no espelho sorrindo satisfeito, caminhei para fora de meu banheiro e peguei minha jaqueta preta jogada sobre a cama a vestindo em seguida. Peguei meu celular e as chaves de meu carro saindo, finalmente, do meu apartamento acompanhado de apenas dois seguranças- nos últimos dias o ódio das pessoas contra mim parece ter diminuído, então não vejo mais tanta necessidade em andar com tantos seguranças a minha volta- fui até o estacionamento e adentrei o carro acompanhado dos outros dois brutamontes.

Tenho que participar num programa de tv famoso “Teen On”- um programa ao  vivo transmitido semanalmente- junto à esquisitinha e tenho total certeza de que Braun irá me matar caso me atrase. Dirigi até o local e revirei meus olhos ao ver a quantidade de paparazzi, jornalistas e fãs bloqueando a passagem, incrível o quanto essa gente é insuportável.

Estacionei meu carro e saí sendo protegido pelos seguranças, várias garotas histéricas correram até mim estendendo cartazes e dando gritinhos agudos. Sorri tentando parecer gentil e acenei para as mesmas, no entendo, pior que garotas histéricas e irritantes são as perguntas cretinas que os repórteres e paparazzi fazem.

Dei um suspiro de alívio quando finalmente me vi livre de toda aquela multidão e passei a caminhar a procura de Braun, ao encontrá-lo , caminhei até o mesmo e perguntei pela anã.

-Melanie está resolvendo alguns assuntos pessoais e logo volta, espero que não estrague tudo hoje. A participação nesse programa será muito importante para ambos e se fizer algo de errado eu irei esganá-lo.

-Quem garante que eu vou estragar tudo? A esquisitinha pode muito bem fazer alguma merda e acabar com tudo, você é sempre tão desacreditado de mim- cruzei meus braços e revirei os olhos.

-Sou desacreditado de você por que sei o quanto você é irresponsável e imbecil. Tente não fazer nenhuma besteira dessa vez, fui claro?- ele perguntou.

Fiz uma careta e assenti em seguida, Braun consegue ser bem chato e autoritário quando quer. Em poucos minutos a esquisitinha apareceu, usando um vestido amarelo de pregas e um casaquinho felpudo rosa-bebê , o cabelo- ainda com a outra metade loira- ondulado   e solto. Ela nos cumprimentou sorridente com um breve aceno, eu sorri de lado e me aproximei dela, a morena ergueu uma das sobrancelhas e me encarou confusa e envergonhada quando passei meu braço por seus ombros.

-Qual o problema? Estou apenas demonstrando afeto- disse sorrindo irônico.

-Suas “demonstrações de afeto” são duvidosas para mim- se distanciou ainda me fitando.

-Bom, garotos, vamos tirar umas fotos e divulgar para os fãs. O celular, Bieber- Braun estendeu sua mão e eu desbloqueei meu celular o entregando em seguida.

Melanie sorriu de lado e fiz o mesmo, toquei sua cintura e pude a sentir estremecendo de leve. Após Braun tirar a foto ela distanciou-se de mim, na segunda foto ambos fizemos caretas, ela dando língua e eu fazendo biquinho, na terceira nós sorrimos abertamente.

 -Acho que temos fotos o suficiente por enquanto. - Melanie falou caminhando até o moreno e pedindo para olhar as fotos. - Ficaram boas.

Postei as fotos no instagram e guardei o celular, caminhamos todos até o lugar onde seria realizada a entrevista. Já haviam inúmeras câmeras espalhadas pela sala e a equipe de produção caminha de um lado para o outro ajustando microfones ou então conversando sobre os assuntos que seriam discutidos  durante o programa.

Sentada num grande puff rosa a frente de todas as câmeras estava uma loira de curtos cabelos ondulados, a garota lia atentamente umas folhas, provavelmente contendo os assuntos do programa. Braun caminhou até a loira e a cumprimentou cordial, ela sorriu e o deu um curto abraço, conversaram brevemente sobre algo e em seguida a loira caminhou até mim e a esquisitinha.

Conforme ela caminhava até nós, fora impossível não reparar nos seios grandes balançando. O top branco os marcava perfeitamente e fica ainda melhor com a curta saia de couro rosa, já estou gostando dessa tal entrevista. Ambos nos encaramos sorrindo maliciosos, mordi meus lábios e continuei a encarar o generoso decote de sua blusa.

-Meninos, essa é a Kimberlly ela é a apresentadora do programa- Scooter a apresentou sorridente enquanto a loira sorria para nós.

-É uma honra poder ter vocês no programa de hoje, vocês nem imaginam o quanto fiquei feliz de saber que viriam aqui- sorriu simpática e colocou uma mecha de seus cabelos atrás da orelha.

A fitei mordendo os lábios e em seguida sorri de lado, a loirinha correspondeu a meu sorriso e aproximou-se de mim dando dois curtos beijinhos em cada uma de minhas bochechas fitando-me maliciosa.

-A honra é minha por estar na presença de uma princesa como você- sorri galante fazendo a loira rir brevemente e Melanie revirar os olhos.

-O programa irá demorar alguns minutos para começar, podem ir até o camarim fazer a maquiagem ou então comer alguma coisa se desejarem. Eu tenho que repassar o script do programa de hoje,  se estiver interessado você pode me fazer companhia, Jus . Dessa forma podemos conversar um pouco sobre o programa – ela disse me encarando.

-Seria um imenso prazer- sorri malicioso e caminhei junto à loira até o enorme puff rosa.

Melanie me fitou incrédula balançando negativamente a cabeça, enlacei a cintura fina da loira e pisquei para a anãzinha que revirou os olhos e saiu andando em direção aos camarins. Sentei-me junto a Kimberlly no puff, o corpo dela estava praticamente colado ao meu e ela aproveitou-se disso para tocar meus braços e coxas algumas vezes.

-Não tem nenhum lugar aqui onde nós possamos ficar a sós?- perguntei próximo a sua orelha.

A loira arrepiou-se e virou-se para mim negando com a cabeça.

-Infelizmente não, sem contar que o programa irá começar em poucos minutos, talvez  a gente possa se encontrar mais tarde- mordeu o lábio inferior.

-Acho que essa é uma excelentíssima ideia- acariciei seu rosto.

Eu e Kimberlly continuamos  conversando até que um dos maquiadores a chamou para alguns últimos retoques, assim que a loira deixou o set Braun caminhou até mim com os braços cruzados.

-Faltam 10 minutos para o programa ir ao ar, vá chamar Melanie no camarim.

-Não sou babá dela, porque não faz isso você mesmo?- perguntei revirando meus olhos.

-Justin, não me irrite , vá logo chama-la e seja breve. – bufei e levantei-me do puff caminhando a contragosto até o camarim em seguida, odeio quando Scooter fica no meu pé.

Ao chegar acabei sorrindo minimamente e encostei-me ao batente da porta, a esquisitinha assistia distraidamente algo em seu celular e não notou minha presença, Melanie apoiava o rosto em uma das mãos enquanto a outra segurava o aparelho. Eu poderia simplesmente chama-la, mas resolvi implicar com ela um pouquinho. Caminhei silencioso até a mesma me abaixei na altura de sua orelha e soprei a mesma, a reação de Melanie não poderia ter sido melhor.

A morena deu um grito agudo e jogou seu celular para longe, comecei a rir de forma escandalosa e ri ainda mais ao ver a expressão emburrada da anãzinha. Ela me empurrou de forma brusca e foi à procura do celular que jazia próximo a alguns figurinos, enfiei minhas mãos no bolso e caminhei até Melanie sorrindo.

Ela abaixou-se para pegar o celular e suspirou aliviada ao constatar que o mesmo não tinha nenhum estrago.

-Você é um imbecil!- murmurou levantando-se – Por que não volta para sua loirinha e me deixa em paz?- ela disse ainda emburrada.

Aproximei-me mais de Melanie e a pus contra a parede, ela me fitou envergonhada e tentou me empurrar, mas eu a impedi agarrando seus pulsos sem muita força- não é muito necessário devido a fragilidade da anãzinha. Sorri ao vê-la irritar-se com minha proximidade, ela debateu-se mais um pouco tentando me afastar e ri anasalado ao notar o quanto a morena ficou nervosa com meu ato.

-Está com ciúmes, anãzinha?- perguntei largando seus pulsos e levando minhas mãos uma de cada lado na parede, assim cercando a esquisitinha com meus braços.

“Apenas diga que você não me quer
Diga para nem sonhar com isso
Diga que não vamos mais nos encontrar
Diga”

-É claro que não, você é a última pessoa por quem eu sentiria ciúmes nesse mundo- me empurrou, porém, voltei a encostá-la contra a parede.

-Tem certeza? Pra mim você parecia bastante irritadinha com a proximidade entre mim e Kimberlly.

-A sua arrogância é tão absurda que você está começando a ver coisas que simplesmente não existem- sorriu irônica e cruzou os braços.

Ri novamente e peguei em sua cintura, Melanie encarou meus olhos enquanto mordia o lábio inferior.

-Não tenho tanta certeza de que é apenas a minha arrogância, algo me diz que você está mais interessada em mim do que se permiti assumir, esquisitinha- apertei sua cintura a observando ofegar com satisfação.

Melanie me empurrou levemente, mas continuou a me fitar com vergonha.

-O que te leva a pensar isso?- ela sussurrou.

Nada respondi, apenas aproximei meu rosto do seu. Melanie arregalou os e mordeu os lábios com ainda mais força, eu até riria se não estivesse sentindo uma enorme vontade de beijá-la no momento.

“Diga que você não está sequer interessada
Peça que eu vá embora
Diga, sério
Diga”

 

-Você ainda não me afastou- sussurrei em resposta e sorri vitorioso.

Quando a morena fez menção de afastar-me, eu segurei seus pulsos e puxei seu corpo de encontro ao meu. Assim que nossos corpos se chocaram, ela suspirou baixinho  e arregalou os olhos surpresa, voltei a aproximar nossos rostos ansiando por sentir pela primeira vez o toque de seus lábios contra os meus.

“Sempre (o que você está fazendo?)
Quando você responde (o que você está fazendo?)
Apenas uma vez (o que você está fazendo, por quê, por quê, por quê?)
Sempre (o que você está fazendo?)
Faça (o que você está fazendo?) sem ser enigmática, oh não”

 

Ao menos, eu tinha certeza absoluta de que a beijaria, isso até ela morder meu lábio inferior com extrema violência.

-Ai porra! Ficou maluca sua aberração?- perguntei tocando meus lábios com as pontas de meus dedos e a encarei com ódio.

“Eu nunca fui (o que você está fazendo?)
Capaz (o que você está fazendo?)
De deixar você (o que você está fazendo, por quê, por quê, por quê?)
Mexer com (o que você está fazendo?) meu coração”

 

Meus lábios latejavam doloridos e acho que se ela mordesse por mais tempo eles acabariam sangrando. A morena sorriu e arqueou uma das sobrancelhas, voltei a aproximar-me dela dessa vez violentamente a colocando contra a parede, ela não desviou os olhos dos meus nem um segundo sequer, é como se essa anã estivesse me desafiando.

-Quer levar outra mordida, Bieber? Ou prefere um chute no saco dessa vez?

“Agora estou perdido (eu espero)

Estou no mesmo lugar (oh, por que?)
Esperando você segurar minha mão
Eh eh”

 

-Eu prefiro é te dar uma liçãozinha, sua anã atrevida- agarrei sua cintura tendo meu toque repelido pela mesma.

-Não sou um brinquedinho seu e muito menos pertenço a você, não me confunda com as garotinhas histéricas que o veneram pra pensar que pode simplesmente me agarrar quando tiver vontade- comprimi meus lábios e cerrei meus punhos ao ouvi-la falar dessa forma.

“Estou preso a você (eu espero)

Estou no mesmo lugar
Ou você me desamarra ou me puxa
Eh eh
Estou esperando o dia todo”

Eu a encarei sem saber ao certo o que dizer a ela, minha vontade é voltar a empurrá-la contra a parede e mostrar a ela que posso agradá-la de inúmeras formas, mas se o fizer ela provavelmente irá me afastar novamente. Estou completamente perdido , sem ideia de como agir.

-Interrompo?- Kimberlly perguntou apoiada na porta.

A loira nos encarava não parecendo muito satisfeita, ela cruzou os braços e arqueou uma das sobrancelhas como se esperasse por uma resposta. Revirei os olhos e suspirei longamente na tentativa de me controlar para não esganar a loira, Melanie afastou-se de mim e colocou o celular- que apenas agora notei estar com ela todo esse tempo- sobre a bancada repleta de maquiagens e perfumes.

-O programa começa em 2 minutos, vim chamar vocês já que estavam demorando- continuou a nos fitar acusatoriamente.

-Obrigada Kimberlly, nós já estávamos indo até lá- a esquisitinha sorriu envergonhada e deixou o camarim praticamente aos tropeços já que saiu correndo.

Sorri minimamente com a cena e voltei a fitar Kimberlly irritadiço, nos nem ficamos ainda e ela já está agindo como uma namoradinha ciumenta, eu mereço. Passei por ela sem dirigir-lhe a palavra e caminhei de volta ao set de filmagem, meus olhos percorreram o lugar a procura da esquisitinha e não demorou muito para que eu a encontrasse. Ela conversava com um dos produtores do programa, me aproximei da mesma sorrindo malicioso e assim que cheguei perto o suficiente o produtor sorriu para mim.

-Justin, ainda bem que chegou vocês dois precisam ir logo, o programa já vai começar.

Kimberlly estava em pé sorrindo de forma artificial para a câmera, Melanie ficou do lado esquerdo da loira e eu do direito. Coloquei minhas mãos nos bolsos e encarei a câmera com uma expressão neutra, o câmera realizou uma contagem até 10 assim que terminaram uma música soou por todo o estúdio e Kimberlly iniciou a apresentação do programa.

-Olá pessoal, sejam bem-vindos a mais um episódio de “Teen On”. Hoje estamos acompanhados dos ilustres Justin Bieber e Melanie Martinez, que andaram causando grande especulação nas redes sociais devido ao inesperado sentimento de amizade que nutrem um pelo outro.

Eu e Melanie acenamos para as câmeras, ela sorria minimamente com aquele seu jeito tímido e eu mantive minha expressão neutra. A loira virou-se para nós e nos explicou a dinâmica do programa, nós teríamos que basicamente participar de alguns jogos, o vencedor receberia o troféu especial do programa.

-O primeiro jogo é bem simples, pessoal. Tudo o que vocês precisam fazer é ver quem acerta mais dardos no alvo, quem obter a maior soma de dados acertados será o vencedor- o pessoal da produção trouce o alvo e entregaram sete dardos para cada um de nós, os meus amarelos e os de Melanie verdes.

-Prepare-se para perder, anãzinha- sorri desafiador para a de cabelos coloridos e mesma apenas me deu língua.

Melanie mirou de forma concentrada no alvo e atirou o primeiro dardo, ao ver o mesmo passar a metros de distância do alvo eu comecei a gargalhar copiosamente. Melanie me encarou com um cenho franzido e seus lábios se contraíram num biquinho, ela me mandou calar a boca e disse que acertaria o dardo no meu olho se continuasse.

-Como se as ameaças de uma baixinha como você me fizessem sentir medo- sorri de lado.

Ela voltou a me ignorar e novamente tentou acertar outro dardo, um após um ela foi errando, até finalmente acertar um em sua última tentativa. Lágrimas escorriam pelo canto dos meus olhos e eu sentia minha barriga doer, acho que nunca ri tanto em minha vida e ver o quanto ela irritou-se me deixou ainda melhor. Amo irritá-la

 Após minha sessão de gargalhadas terminar, me aproximei da morena e apertei sua bochecha dizendo a ela que ela devia aprender a perder.

-Espero que você não acerte nenhum dardo, seu idiota- ela disse cruzando os braços e me fitando irritadiça.

Mandei um beijinho no ar para a morena e voltei minha atenção ao alvo, Melanie dizia  que eu iria errar e me vaiava, Kimberlly ria de nós dois dizendo que parecíamos crianças. Joguei o dardo e sorri para a morena ao ver que consegui acertar, ela arregalou os olhos e em seguida bufou murmurando “sorte de principiante” sorri ao vê-la irritadinha e voltei a mirar no alvo.

 Acertei mais três dardos e senti um imenso sentimento de vitória ao ver Melanie me encarar incrédula por ter tido uma derrota tão humilhante, mandei, novamente, um beijinho no ar para ela e a anãzinha me mandou ir à merda.

-Que grosseria, Mel, você deveria aprender a ser uma perdedora melhor. Na vida temos de nos alegrar pelas vitórias de nossos amigos- fiz uma falsa expressão de desgosto e balancei negativamente minha cabeça.

-Cala essa boca, Justin!

-Não precisa ficar assim Melanie, ainda temos mais dois jogos pra você dar a volta por cima- Kimberlly tocou o ombro da mais baixa que sorriu.

-Isso se você conseguir ganhar a próxima, o que eu duvido muito que vá acontecer-cruzei meus braços e ri nasalmente ao ver que novamente ela irritou-se com minhas palavras.

-Eu vou ganhar na próxima, seu arrogante.

-Veremos...- sorri.

-Bem pessoal, vamos ver quem irá ganhar o próximo jogo após os comerciais, não saiam daí- Kymberlly sorriu para as câmeras e acenou.

Uma música ecoou pelo recinto e o pessoal da produção anunciou que poderíamos fazer uma pausa, Braun correu até nós junto a alguns produtores.

-Qual o motivo de tanta felicidade?- perguntei encarando o de olhos azuis sem entender a razão de seu sorriso imenso.

-A audiência do programa está imensa e não param de fazer comentários sobre vocês nas redes sociais. O programa está sendo um verdadeiro sucesso, continuem indo assim garotos- Scooter sorriu e os produtores assentiram.

-Os comentários mais frequentes são sobre as provocações mútuas de vocês, ao que parece o publico acho vocês “shipáveis” seja lá o que isso signifique- disse um dos produtores.

Acabei rindo com o comentário do homem baixinho de cabelos grisalhos e Melanie fez uma careta, conversamos durantes alguns minutos enquanto a equipe do cenário organizava tudo para o próximo jogo. Eles colocaram uma grande piscina de bolinhas azuis e  após terminaram a organização do cenário chamaram Melanie para alguns “retoques no figurino”.

Assim que anunciaram que tínhamos apenas mais um minuto até a volta do programa a anãzinha apareceu, mordi meu lábio inferior ao ver que ela já não mais usa seu vestidinho e sim um macacão curto- porém nada vulgar- na cor azul-bebê e uma blusinha branca por baixo, o macacão é justinho e marcou, deliciosamente, o corpo dela. Ao notar meu olhar lascivo sobre ela, a morena desviou o olhar tímida e caminhou até o cenário observando curiosa a piscina de bolinhas.

-Justin! Me escuta, o programa já vai começar, venha logo- Kimberlly disse me chacoalhando levemente e afastando minha atenção da esquisitinha.

Assenti e caminhei junto a loira até a frente da piscina, realizaram uma contagem até 10 e o programa voltou ao ar.

-Bem vindos de volta, pessoal. Como vocês podem ver temos uma imensa piscina de bolinhas aqui, nessa piscina, está o objeto que irá garantir a vitória de um de nossos jogadores no próximo desafio.

A loira passou a explicar o que teríamos de fazer e nesse momento entendi o porquê de Melanie precisar mudar sua roupa, o objetivo do jogo é encontrarmos uma chave vermelha escondida na piscina, quem a encontrar primeiro, ganha.

-Podem retirar os sapatos e entrar na piscina pessoal, eu farei uma contagem até três e assim que terminar vocês podem começar- a loira disse sorrindo.

Retirei meus sapatos e observei com um pequeno sorriso a esquisitinha fazer o mesmo de forma desastrada, ela quase caiu algumas fezes o que me fez dar algumas risadas e debochar dela recebendo alguns xingamentos da mesma em resposta. Quando Melanie finalmente terminou nós adentramos a piscina e Kimberlly realizou a contagem até quatro. Quando a loira chegou ao quatro, várias bolinhas tomaram conta de todo o lugar, Melanie procurava pela chave de forma desesperada e eu teria rido se não estivesse tão concentrada quanto ela em encontrar a chave.

Ambos estávamos concentrados em encontrar o pequeno objeto, até eu resolver implicar um pouquinho com ela. Ela estava de joelhos tateando tudo a sua volta a procura da chave com grande parte do corpo coberto pelas bolinhas e eu me aproveitei de sua distração para empurra-la de leve a fazendo cair pra trás.

-Foi sem querer, anãzinha- disse com dificuldade devido a minha risada.

A morena franziu as sobrancelhas e voltou a ficar de joelhos, sem dizer nada ela jogou algumas bolinhas contra meu rosto, ela riu de minha expressão raivosa e eu fui para cima dela.

Melanie continuou a rir e eu a encostei contra um dos apoios da piscina, eu aproximei meu rosto do dela e passei a certar algumas bolinhas contra ela enquanto ela fazia o mesmo comigo, esquecemos completamente o objetivo do jogo e continuamos em nossa guerra de bolinhas azuis.

Eu a agarrei e sorri vendo-a gargalhar, Melanie me empurrou e voltou a procurar a chave dizendo que eu a estava distraindo. Continuamos nossa busca pela chave e após alguns minutos a esquisitinha finalmente a encontrou, Melanie pulou alegremente e ergueu a chave.

-Eu falei que iria ganhar de você, seu convencido- ela sorriu vitoriosa e cruzou os braços.

-Bem, vitória para Melanie- a loira anunciou batendo palminhas.

Levantei-me rapidamente da piscina e continuei a sorrir ao  ver a euforia da esquisitinha com sua vitória. Tivemos mais uma pausa de alguns minutos para os comerciais, Melanie voltou a vestir suas roupas anteriores e o pessoal do cenário retirou a piscina e as bolinhas do cenário, não demorou para que o comercial chegasse ao fim e nos voltássemos a apresentar o programa.

-Bom, para o último desafio preparamos algo especial- a loira disse animada. – Melanie, soubemos que você gosta bastante de doces, é verdade?

-Sim, nossa, eu amo doces- a morena sorriu animada.

-O último desafio é vocês  decorarem a maior quantidade de bolos que conseguirem  em dois minutos.

Mesas foram postas a nossa frente, cada uma com cinco bolos e uma enorme quantidade de guloseimas para os decorarmos.  Ambos recebemos aventais brancos e ficamos atrás das mesas.

-Podem começar- Kimberlly falou.

Comecei a decorar os bolos apressadamente despejando chantilly sobre os mesmos de forma desajeitada e  alguns granulados e chocolates, fitei Melanie que os decorava atenta a cada detalhe do que fazia, mas ainda assim de forma rápida. Assim que os dois minutos chegaram ao fim, Kimberlly passou a analisar os bolos minuciosamente, Melanie acabou ganhando de três bolos a dois meus.

-Bem feito seu grande convencido, eu disse a você que ganharia – sorriu convencida e socou levemente meu ombro.

Entregaram o troféu a ela e ela sorriu animada, peguei um dos bolos que decorei e aproximei-me dela e parabenizando.

-Já que você aprecia tanto assim doces, acho que merece esse bolo. Você ganhou afinal- sorri e estendi o bolo para ela que sorriu minimamente me encarando.

Assim que Melanie fez menção de pegar o bolo eu derrubei sobre o rosto dela e gargalhei alto, a loira me encarou incrédula colocando a mão sobre seus lábios e Melanie retirou o excesso de bolo do seu rosto. A anãzinha caminhou até a mesa apoiando seu troféu dourado sobre a mesma e pegou um dos bolos, antes que pudesse desviar ela o acertou em mim sujando completamente minha roupa. Logo estávamos em uma guerra de bolos e acertado chantilly um contra o outro, rindo e correndo como crianças travessas.

Não acho que seremos convidados a participar de uma programa tão cedo após isso.

。♫❤❆♫ 。♫❤❆♫ 。Lovely Girl 。♫❤❆♫ 。♫❤❆♫ 。 

Já passa das 23:00 e eu já estou de volta a meu apartamento após um dia cheio, deitado em minha cama ouvindo algumas músicas e mexendo no twiter.

 Braun passou cerca de uma hora brigando comigo e Melanie por nosso comportamento no programa enquanto voltávamos para casa e apesar de odiar ouvir o longo sermão do moreno conosco, eu faria tudo novamente, foi um dia divertido. Eu e Melanie voltamos para casa completamente sujos e rindo dos acontecimentos no programa, o que  enfureceu ainda mais a Braun, mas eu sei que por trás de toda aquele irritação o mais velho provavelmente divertiu-se tanto quanto nós.

Após terminarmos o programa cada um teve de seguir para seus afazeres, eu fui realizar a gravação de algumas músicas e ela compor algumas. Não a vi o resto do dia e resolvi provoca-la um pouquinho antes de dormir ao ver que a mesma estava online.

Você definiu o apelido de Melanie Martinez como Anãzinha Estranha

Anãzinha Estranha (23:24): Ha ha há! Como você é engraçadinho, não tem mais nada pra fazer não?

Anãzinha Estranha definiu seu apelido como Idiota Narcisista

Sorri com sua resposta e tratei de respondê-la.

Idiota Narcisista (23:25): Te irritar é algo que me trás grande alegria, sem contar que estou curioso pra saber algo.

Anãzinha Estranha (23:25): O que seria?

Idiota Narcisista (23:25): Se Kimberlly não tivesse nos interrompido hoje. Você teria me deixado beijá-la? ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Melanie demorou alguns minutos, mas logo sua resposta veio.

Anãzinha Estranha (23:30): Acho que essa pergunta não merece resposta (¬-¬) (¬_¬"), boa noite, convencido.

Idiota Narcisista (23:30): Não precisa responder, sei que você está doidinha pra ganhar um beijinho meu (¬v¬) (づ ̄ ³ ̄)づ<3 boa noite.

Sorri fitando a tela do celular e bloqueei o mesmo indo dormir em seguida.

Pode se fazer de difícil o tempo que quiser esquisitinha, eu vou te fazer mudar de ideia sobre mim logo, logo. Até que este dia chegue, eu espero pacientemente.


Notas Finais


É isso aí gente, Melanie e Justin se aproximaram ainda mais nesse cap *^* :v, deve até aquele texting básico xD e bolos :p
Pessoal, a música que inspirou o cap é essa aqui https://youtu.be/O3nFopIjmjI :3 o nome é "I Wait" da banda Day6 :3 :3
Espero que tenham gostado ^^
Pode ser que alguns dos emojis que usei no cap acabem não aparecendo, me descupem caso isso ocorra :(
Comentem :B e me desculpem qualquer erro, não importa quantas vezes eu corrija, algo sempre acaba passando por mim Y^Y
Até o prox


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...