História Lover Fighter - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~LadyRakuen

Postado
Categorias Agents of S.H.I.E.L.D., Capitão América, Doutor Estranho, Gavião Arqueiro, Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Formiga, Inumanos, Os Vingadores (The Avengers), S.H.I.E.L.D., Viúva-Negra (Black Widow)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), James Rupert "Rhodey" Rhodes, Jemma Simmons, Maria Hill, Natasha Romanoff, Nick Fury, Pantera Negra (T'Challa), Personagens Originais, Phillip Coulson, Sam Wilson (Falcão), Scott Lang, Sharon Carter (Agente 13), Stephen Vincent Strange / Doutor Estranho, Steve Rogers, Visão
Tags Amor, Anaya, Anony, Anthony Mackie, Dinamo Escarlate, Falcão, Garra Sonica, Homem De Ferro, Hydra, Jamie Chung, Kim, Kim-sam, Natchalla, Normani Hamilton, Normani Kordei, Pantera Negra, Pantherwidow, Referencias, Revelaçoes, Robert Downey Jr, Romance, Sam Wilson, Shield, Shipps, Starkhill, Starkill, T'challa, Teamcap, Teamironman, Teamrogers, Teamstark, Tonaya, Tony Stark, Treinador
Exibições 64
Palavras 2.028
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Super Power, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey people!
Eu e @DoutoraEstranha voltamos com mais um capitulo.
Espero que gostem <3
Boa Leitura

Capítulo 4 - Freaks


Fanfic / Fanfiction Lover Fighter - Capítulo 4 - Freaks

T'Challa voltou até a mina procurando novamente alguma pista. O rei já tinha voltado há algumas semanas ao reino e não tinha encontrado qualquer indício que pudesse levar ao lugar que Ulysses levou todo o vibranium daquela caverna.  

Aquele que roubou, trouxe sérios problemas à Wakanda, pelo fato do metal fazer parte da economia local e o povo sentiu-se abandonado pelo rei que deveria estar protegendo o reino. Para agravar os problemas de T'Challa, os governos aumentaram a pressão referente sua possível ajuda ao Time do Capitão América e ter escondido Bucky, antigo Soldado Invernal no sua cidade. Ele não se arrepende do que fez, foi o mínimo pela sua participação numa luta que não deveria ter ocorrido.  

Seu celular apitou, pegou do bolso e sorriu ao ver uma mensagem da sua irmã. A única que conseguia animá-lo nesses tempos de crise. Tê-la deixado no complexo dos Vingadores foi a melhor decisão que tomou. Sabia que se permanecesse em Wakanda nesses tempos difíceis, seria complicado para ela. 

“Sinto sua falta. Quando você volta?” – Anaya perguntava na mensagem. 

“Não tenho previsão de retorno, irmã. Mas fique tranquila, está tudo sob controle.” – o rei sentia muito em ter de mentir para a garota, porém, sabia que se lhe contasse a verdade, ela entraria em desespero e correria para Wakanda. “Vai ficar tudo bem.” – T’Challa finalizou e mentalizou essa frase para si mesmo. 

  

Sam estava sentado, assistindo TV. As coisas estavam um pouco mais calmas, mesmo eles tendo se mudado de esconderijo várias vezes, estavam agora num lugar em que Natasha conhecia. Depois de ter traído o Time Homem de Ferro, a ruiva foi atrás do Steve, onde se integrou à equipe. No começo, tanto ele, como Scott e Wanda, estavam um pouco desconfiados da Romanoff, porém, tanto Steve quanto Clint garantiram que ela estava ao lado deles. Com o tempo a confiança foi recuperada juntamente com a amizade.  

Sam mudou novamente o canal, estava procurando noticiários que falassem algo diferente, referente a algum ataque. A equipe tinha resolvido alguns acometimentos e sempre conseguiam escapar antes de serem pegos. Parou numa reportagem onde comentava sobre o Treinador, comentando mais uma maldade do vilão e que ninguém tinha conseguido detê-lo.  

O Falcão levou sua mão até o queixo onde coçou seu cavanhaque em irritação. Capitão América tinha ficado irritado em ver o Treinador causando maldade por onde passava, porém, ele sabia que só sua equipe não conseguiria derrotá-lo.  

Naquele momento, entrou Natasha no cômodo. Ela se aproximou e sentou-se na cadeira perto de onde estava Sam. Estava tomando um suco, enquanto seus olhos estavam fixos na televisão. Logo a notícia mudou sobre um roubo de banco com reféns.  

A reportagem mostrava cenas de um grande banco e os policiais em volta, cercando o local. De repente, escutaram-se barulhos de tiros vindos de dentro e logo em seguida todos os vidros estouraram e os reféns foram liberados. A imagem mudou para a repórter que estava ao lado de fora do lugar.  

- O responsável da polícia não quis se pronunciar sobre o caso. - Natasha gritou, chamando Steve. - Nenhuma das vítimas quis gravar uma entrevista, entretanto, uma delas nos contou o que ocorreu. - Sam aumentou o volume, assim que Capitão América entrou. – Segundo ela, uma moça apareceu de algum lugar e tentou conversar com um dos sequestradores, porém, este, nervoso, apontou a arma na direção dela e a ameaçou. Essa mulher, a quem chamou de heroína, derrubou não só esse sequestrador, como os outros que atiraram nela. - Sam olhou para o amigo esperando que suspeitasse o mesmo que ele, mas este estava concentrado no que assistia. – Quando perguntei sobre a causa de todos os vidros do edifício terem quebrado, ela respondeu que foi assim que ela usou um tipo de poder para derrubar todos os homens. - Contou seriamente. - Não conseguimos uma descrição precisa dela, além de ter tamanho mediano e usar roupas escuras e capuz, escondendo sua face. Isso indica que essa mulher é uma inumana.  

- Precisamos dela do nosso lado. - Comentou a ruiva colocando seu copo vazio no chão. - Ela pode ser a chave em nos ajudar a derrotar o Treinador.  

- Sim, precisamos recrutá-la. - Concordou o líder do grupo. - Não só para isso, como o que vier a seguir. A H.Y.D.R.A. tem muitos aprimorados ao seu lado e precisamos de ajuda para detê-los. - Completou. - Vocês dois vão até essa cidade e a encontrem, ela ainda pode estar lá. 

  

- (...) Isso indica que essa mulher é uma inumana.  

A tela foi desligada, Anaya apoiou o queixo na mão. Maria Hill se levantou e ficou na ponta da mesa e encarou os heróis. Sua expressão estava séria, como sempre.  

- Essa informação pode causar um pânico na cidade. - Comentou Rhodes. – A situação dos Inumanos ainda não foi resolvida e estamos tendo problemas por isso. - Completou apoiando as mãos na mesa. - Essa repórter não tinha de ter dito isso.  

- A testemunha que deu informações já foi identificada e já é o problema. - Comunicou Hill  

- Alguém vai sumir do mapa. - Brincou Stark rindo e cutucou Anaya, que estava ao seu lado. Recebeu um olhar sério da morena. - Docinho, mostre os vídeos das câmeras de segurança do banco. - Pediu para a namorada, mudando de assunto.  

- Não me chame assim enquanto estou em serviço Tony. - Avisou irritada – Com os vídeos, conseguimos identificar o seu tipo de poder. - Apertou no controle e na tela apareceu a imagem da câmera. - Eu coloquei alguns minutos antes de ela aparecer.  

Na tela mostrava os reféns sentados e alguns dos sequestradores em volta das pessoas, alguns segundos depois, nota-se um movimento de uma sombra em um dos cantos da sala e então a moça surge. Não dá para ver seu rosto ou algo que a identificasse.  

- Ela tem algum treinamento. - Comentou a princesa de Wakanda. – Ela esta numa posição que não permite que nenhuma câmera pegue seu rosto.  

- Bem observado, Aninha. - Concordou o playboy. 

Voltaram a assistir aos acontecimentos, o vídeo não tinha som, mas podiam ver pelos movimentos da mão que ela tentava argumentar com os bandidos. Um deles parecia nervoso e atirou em sua direção, mas ela desviou e logo seguida os outros homens que estavam nos cofres retornaram à sala e juntamente estavam prontos para atirar na direção da moça, porém, ela juntou os braços à sua frente e em seguida jogou seus membros. Nesse movimento, pôde-se ver um tipo de onda de energia empurrada para todos os cantos, derrubando os homens e quebrando os vidros. Logo depois ela se retirou da sala, na mesma direção que ela apareceu. 

- Acreditamos que ela tenha poder de energia cinética. - Contou Hill, desligando novamente a tela. 

- Matrix! – Comentou Stark. 

- O que a torna uma ótima aliada. – Disse Anaya. 

- Uma ótima inimiga também. – Contrariou Rhodes. 

- Por isso quero que a tragam para a S.H.I.E.L.D. – Avisou Hill. – Precisamos interrogá-la e saber realmente suas intenções.  

- Mas ela salvou àquelas pessoas, suas intenções devem ser as melhores. – Argumentou a princesa não gostando da sugestão  

- Princesa, não sabemos nada dela e esse acontecimento pode ser um truque. – Explicou a diretora batendo os dedos na mesa – Se ela for uma aliada, será muito bem vinda, se não, terá problemas. 

- Anaya, chegou sua hora... Pegue um traje da S.H.I.E.L.D., vamos buscar essa garota! – Tony ordenou se levantando. Maria Hill deu um sorriso orgulhoso pela atitude do namorado, enquanto a princesa o olhou, confusa. 

- Mas será que estou pronta...? – antes que ela pudesse concluir a frase, Tony ergue sua mão direita no ar. 

- Por favor, né... Já nasceu pronta! Você é irmã do T’Challa, rei de Wakanda e um exímio lutador. Como pode perguntar se está pronta? – Tony apertou um botão de seu relógio, chamando uma de suas armaduras. 

Um sorriso se formou no rosto de Anaya, que se levantou e foi ao vestiário da agência, onde trocou de roupa e vestiu um uniforme da S.H.I.E.L.D. 

Ao sair, avistou a diretora, que lhe apontou à saída, onde o Homem de Ferro já estava em posição, esperando-a. 

Ela correu e o alcançou ligeiramente. Efeitos que o ritual de tomar o chá de erva-coração havia feito em seu corpo. 

- Tem medo de voar? – Tony indagou. 

- V-Voar? – ela gaguejou, confusa pela pergunta. 

De dentro da armadura, Stark soltou um sorriso de misto deboche com diversão e levantou voo com seus repulsores, agarrando Anaya pelas costas e partiu. 

Maria observou ainda de dentro da agência a cena, um tanto enciumada. O jeito que a garota olhara para seu namorado, não lhe agradara nenhum pouco. Todavia, sabia que ela não seria um empecilho, afinal, ela não fazia o tipo do gênio. 

Ouviu-se os gritos de Anaya em desespero. Ela fechou os olhos amedrontada, mas depois de um tempo, resolveu abri-los e para sua surpresa a vista de cima era muito mais bonita. Resolveu apreciar as nuvens e tentou tocá-las, numa tentativa falha de tentar matar sua curiosidade desde a infância de que possivelmente elas fossem feitas de algodão. 

Porém, sua calmaria durou pouco, pois Stark começou a descer freneticamente com sua armadura. A morena poderia jurar que iriam colidir com o chão, mas por sorte, ele pairou no ar e pousou lentamente, deixando-a com as pernas bambas no chão. 

- Gostou da vista? – ele debochou. 

- Nunca mais faça isso! – ela ordenou, séria. 

- Vamos logo procurar a poderosa! – ele fez um sinal de “vem” com as mãos. 

 

Kim observava um grupo de revoltados, em frente à prefeitura, protestando com placas “Abaixo aos inumanos” e “Vocês são Aberrações da Natureza”, e berravam blasfêmias. Aquilo magoou a jovem, sentiu que as pessoas nunca a aceitariam. 

- Você deveria ter trocado de casaco se não quisessem que a identificassem. – Comentou uma voz masculina. 

A jovem se virou, pensou em ser alguém da Hydra ou do Ullysses, mas respirou um pouco aliviada ao reconhecer Viúva Negra e Falcão. 

- Olha, eu não fiz nada de errado. – Disse dando passos para trás – Eu só salvei as pessoas. 

- Sabemos e agradecemos por ter evitado uma tragédia. – Disse Sam sorrindo 

- O que querem comigo? – Questionou não entendendo 

- Queremos você na nossa equipe. – Respondeu a ruiva sem paciência. – Você pode fazer mais diferença no mundo. 

- Olha, eu não quero me meter nesse lance de herói e tal. – Explicou nervosa – Só quero viver em paz, longe disso tudo. 

- Garota, você nunca vai ter uma vida normal. 

- Natasha tem razão e mais ainda depois pelo o que fez. – Concordou o moreno – Depois do que fez, pessoas viram atrás de você e está na hora de escolher um lado. 

Antes que pudesse discordar, uma voz feminina chamou atenção de todos 

- ALI! 

A coreana se virou e viu o Homem de Ferro e uma jovem correndo em sua direção. Ficou surpresa ao ver a guerreira pulando e empurrando alguns dos civis e isso mostrou o quanto ela devia ser forte. No mesmo instante, as pessoas se aproximaram dos três, Sam e Natasha se viraram e falaram algo, mas a coreana não escutava. Os flashes dos celulares e câmeras a estavam assustando e automaticamente acuava cada vez mais na parede. Os berros dos civis aumentaram e se aproximaram mais ainda, os dois ex-vingadores tentavam afastar as pessoas, mas era muitas pessoas para os dois segurarem. 

- Senhorita, deixe-me ajudá-la! – Anaya expressou, chamando a atenção para si. 

Ao escutar a voz, a Viúva Negra se virou e encarou a jovem que chegou. No mesmo instante, a reconheceu como a irmã de T’Challa. Sentiu seu estômago revirar de remorso. A morena tentou se aproximar, mas Falcão a impediu. 

- Seja lá quem você for, saia daqui. Isso não é da sua conta! – ele colocou a mão em sua frente, mas ela o empurrou e continuou caminhando para mais perto da jovem. 

Kim pensou em sair voando, mas logo abandonou a ideia ao ver as pessoas abrirem espaço e Tony Stark pousar em sua frente. 

- Garota dos poderes incríveis... – Tony dirigiu-se à Kim. – Você está sob custódia da S.H.I.E.L.D.!


Notas Finais


O que será que vai acontecer agora?
Pedimos que comentem no que acharam no capitulo e suas teorias.
Beijos da Titia Rakuen e da Mamy Doutora Estranha<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...