História Lovers of chance - Capítulo 43


Escrita por: ~

Visualizações 56
Palavras 1.383
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Harem, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


QUEM AI TA AFIM DE UMA MARATONA DE BU AND THEIR PROBLEMS ??
eu to aksdjksjdkjs
capitulos pequenos. maaaas diversos capitulos
ao todo, serão uns....8 ? quem ta afim de 8 capitulos ??
ahusdhasuhdauhs sim eu to surtando
<3
vamos la ?

1/8

voa leitura <3

Capítulo 43 - Bu and their problems - Capitulo 10


Fanfic / Fanfiction Lovers of chance - Capítulo 43 - Bu and their problems - Capitulo 10

 

~ Point of view ~

 

- Adrian

 

 

Sorrio me aproximando dela e ela sorrir toda fofa brincando com seus dedos, percebo que ela tomava soro na veia e tinha a cor da pele muito pálida.

Suspiro fraco e me sento de lado na cama observando ela, acaricio sua bochecha e ela olha pro meu pulso

- garotas...vamos deixa La a sós – escuto a voz da Lucy e olho pra ela vendo ela sorrir para nós duas, sorrio pra ela e as outras garotas concordam saindo do quarto começando a encher a Lucy de perguntas

 

Volto  minha atenção para a loira e ela continuava me observando com seus olhinhos verdes, me aproximo dela encostando minha coxa na sua perna e ela desvia o olhar de meus olhos para olhar minha coxa. Prendo uma risada e ela sorrir travessa olhando ora pros meus olhos e ora pra minha coxa.

- a gente não comeu aqueles biscoitos né...- mordo meu lábio inferior querendo ouvir sua voz ela

- hmm...não...a oba san não pode saber que eu briguei no colégio! se..se ela souber ela ficara triste !! – me fez um bico fofo. Solto uma risada baixa e concordo, nego com a cabeça e sinto meus olhos lacrimejarem de leve – Andy....seus pulsos...- ela fala mais baixo que o normal me chamando a atenção, olho pros pulsos e sorrio fraco

- não foi nada. Não precisa se preocupar

- você ta com um cheiro estranho...alem do cheiro de álcool...- pisco os olhos rapidamente e abro a boca mas não consigo falar nada – hmm...cheiro de feromônio feminino...alem do seu claro – engulo em seco arregalando os olhos lentamente

Alem de gênio ela virou um cachorro super dotado ?

Mds quem em santa consciência fala feromonio ???

- co...como...você...- gaguejo e ela me encara com uma cara extremamente fofa. Olhos curiosos biquinho e bochechas inchada

- você tava com outra garota....andy...- desvio o olhar dela sentindo meu rosto corar de vergonha, encolho os ombros e tento falar algo mas nada saía

- v...v...vo-você ta...desapontada...? – não conseguia olhar para a cara dela. Se ela estivesse chorando ou com raiva nos olhos ou chorando de raiva, eu morreria aqui mesmo.

- hm....não...eu só...estou me sentindo estranha...parte de mim quer matar você e outra parte quer matar a garota...e a duas partes querem te dar um banho. Pq ficar sentindo cheiro de outra garota em você e tão frustrante que me deixa sem ar – engasgo com a saliva e começo a tossir engasgada

Como assim ???

Como assim meu deus ???

Essa garota não pode ser normal !!

 

Me afasto dela aos poucos fitando ela com uma cara assustada

- você...não estava brincando né...- ela nega com a cabeça totalmente seria

- não – a vi respirar fundo e abaixar a cabeça – mas....volta aqui...eu quero sentir você...- pude ver um bico enorme se forma nos lábios da loirinha. Abri um sorrisão e quase me joguei em cima dela

Sento do seu lado e volto a praticar minhas caricias inocentes, ela levantou o rosto sorrindo sem mostrar os dentes, sorrir da mesma forma sentindo aquelas famosas borboletas explodirem em meu estomago. Sim explodirem, elas explodem ! elas não voam ou embrulham, elas explodem tudo!!

- desculpe por isso...eu...eu me senti tão mal por saber que você tinha ido pro hospital...eu me senti uma inútil...uma completa inútil – ela me interrompe com nada mais nada menos que um selinho.

ELA ME DEU UM SELINHO DESGRAÇA !!! A BRUNA ME DEU UM SELINHO PORRA !!! AAAAAAAAAAAAAAHHHHHHH !!!

Meu coração acelerou como se eu tivesse andando em uma montanha russa, sabe quando a adrenalina e o desespero bate e seu coração parece que vai voar de dentro de você ai vem aquela dor de barriga desgraçada ?? mano não chega nem perto do que eu to sentindo

Sinto minhas mãos tremulas e pisco os olhos diversas vezes olhando pra ela de boca e olhos arregalados. Acho que a ficha ainda não caiu...

Ela me beijou...

- você....você não gostou ? – tremo os labios e nego freneticamente com a cabeça balançando as mãos

- esta louca !!! claro que eu gostei !!! eu amei !! eu..eu...e....eu adorei...eu...- engulo em seco e abaixo o rosto mais vermelha que um pimentão morrendo de vergonha, sinto meu rosto ser levantado e olho pra ela a vendo sorrir relaxada

- olha...nunca mais me diga que é inútil ok ? você não é isso. Nunca vai ser isso. Ok ? você é muito importante pra mim para ficar se achando isso. – concordo ainda desacreditada

Quando foi que a buh ficou tão...matura...confiante...adulta ? mds...eu to pensando de mais...ela ainda é só uma criança...que me beijou..

Sinto meu rosto aquecer gradativamente e me pego imaginando ela tirando a roupa na minha frente.

Para adrian...você não é assim...pelo menos não com a buh...

- Andy...pq seu rosto esta vermelho ? – engulo em seco e nego com a cabeça balançando a mesma afastando os pensamentos insanos da mente

- eu...eu...ta calor aqui...sabe...- sorrio amarelo e ela sorrir. Fecho e abro os olhos me virando diretamente pra ela

- agora. Me diz o que foi aquilo loirinha...eu não...eu não sei como você conseguiu mas você arrombou aquela porta. Eu nunca ti vi daquele jeito bruna...o que foi aquilo ? – ela se encolheu e me olhou com os olhinhos brilhando. Meu coração acelerou outra vez, e a vontade insana de beijar e transar com ela me fez pulsar

- eu não sei Andy...eu ouvi aquelas vozes...aquelas vozes me diziam que você ia ser tirada de mim...eu...eu ouvi você gritar...voce chorar...voce se desesperar...eu senti seu desespero...eu...eu não sei...eu só sei que quando percebi eu já estava naquele terraço socando e arranhando aquele garoto...eu senti tanto ódio e nojo que não consegui me controlar...eu tive que bater nele...eu...eu...-seus olhos começaram a lacrimejar e meu coração se quebrou em pedacinhos vendo aquela cena

Puxei seu corpo pra mim e abracei-o mesmo sentindo ela engatar num choro desesperado

- e-eu ti-tive t-tanto medo de te perde!! A-andy...eu...eu...eu tava de-de-sesperada!! – soluçou continuando a chorar me abraçando como uma criancinha assustada

Fecho meus olhos com força e suspiro fazendo carinho em suas costas e cabelos

- tudo bem meu amor...eu to aqui...eu to aqui...e não vou te deixar...nunca...- levanto seu rosto e limpo suas lagrimas, sorrio e encho seu rosto de beijinhos ate encontrar sua boca

Ela se arrepiar com o selinho, sorrio toda boba sentindo aquelas abelhas terroristas se explodindo pela minha barriga, ela fez um biquinho e eu beijei seu biquinho. Uma duas três vezes ate ela começar a rir e se grudar em mim me abraçando, sorrio deitando na cama com ela grudada em mim.

- eu to aqui...

- você cheira a outra garota Andy- travo o maxilar engolindo em seco, olho pra parede nervosa e sinto ela me olhar fazendo um bico – com quem você tava ?

- eu..eu eu...eu tava...eu tava. Ahn...sozinha ? ahn...eu fui...beber num bar...ahn...- rio nervosa e ela estreita os olhos me encarando com uma cara “raivosa”. Mano do céu essa menina é fofa ate com raiva!!

- hm...sei...- revirou os olhos, e isso me deu uma vontade louca de beijar ela

E foi o que eu fiz. Eu beijei ela e ela mordeu meu lábio com uma força desnecessária

- Ai!! – resmungo e faço uma cara de choro

- nananão. Você tava com outra garota. Não vou beijar você sentindo esse cheiro imundo – é impressão minha ou ela esta com ciúmes ? ou isso é bipolaridade ? em uma hora ela ta toda infantil e em outra parece uma adolescente de 15 anos com raiva do crush por ele ta com outras garotas

Sorrio de canto ao perceber que mesmo ela recusando meu beijo ela ainda não se afastou de mim, muito menos se desgrudou e ainda fica cheirando meu pescoço.

- mesmo reclamando eu sei que você adora meu cheiro...na verdade você adora tudo em mim- vejo ela corar e esconder o rosto na curva do meu pescoço.

Dou uma risadinha vitoriosa e sinto seus dentes afiados se enfiarem em minha pele

- AH !! buuuuh !! isso doooi...- resmungo me arrepiando dos pés a cabeça sentindo ela mordiscar meu pescoço

- hmm...sh...se não eu paro – engulo em seco calando a boca e fecho um olho me entregando a dorzinha gostosa de ter seus dentes maltratando meu pescoço...


Notas Finais


prontos pro proximo ??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...