História Loves and Lie - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Sehun
Tags Baekyeol, Chansoo, Exo, Kaihun, Kaisoo, Lemon, Loves And Lie, Sekai
Exibições 100
Palavras 1.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei! Olá amores, hj foi uma boa manhã kkk

não li todo o cap, então...

Boa leitura!

Capítulo 25 - Ciúmes


4 A noite dos Cines havia sido um sucesso.

Sehun estava junto a Chanyeol, Kyungsoo e Chanyeol enquanto esperava Jongin voltar. Este último foi falar com os pais de seus alunos. Eles manterá a conversa acesa na espera dele voltar e comiam aperitivos que tava sendo servidos.

‘’Quem é aquele?’’ indagou Kyungsoo ao ver Jongin abraçar um moreno de tez clara.

‘’Não sei, deve ser um dos alunos dele. O da hora extra.’’ Respondeu o que deduziu.

‘’Hm! Quero ir pra casa, minha cabeça ‘ta explodindo.’’ Falou baixo.

Chanyeol enlaçou sua cintura e discretamente selou o topo da cabeça do menor.

Sehun riu com a cena. Achava o casal tão fofinho juntos. Buscou Jongin com os olhos e viu-o conversando com o rapaz de forma empolgada demais, sentiu algo lhe incomodando.

‘’Já volto.’’avisou aos amigos e seguiu entre as pessoas para alcançar o namorado.

 

 Jongin viu o namorado se aproximar e sorriu, avisando a Jongdae quem era.

‘’Sehunnie...’’ puxou ele pela cintura quando ele chegou próximo o suficiente.

 Sehun corou tanto pelo contato quanto pelo apelido em publico.

‘’Esse é Kim Jongdae’’ disse apontando para o rapaz a sua frente. ‘’Meu aluno! E esse é Oh Sehun, meu namorado.’’

Sehun estendeu a mão e apertou em seguida se curvando como respeito. Os três interagiram por alguns segundos até Jongin se despedir do mais novo e eles voltarem para perto de Chanyeol e Kyungsoo.

‘’Os pais de Jongdae me convidaram para ir com eles jantar em um restaurante aqui perto.’’

‘’E você vai?’’

‘’Disse que estava acompanhado. Os outros dois alunos da turma do Jong também vão, fiquei tentado.’’

‘’Jong? Ele tem apelidinho também?’’

‘’Menos Sehun-ah.’’

‘’Ele é muito bonitinho. Tem rostinho de gente levada.’’

‘’E é meu aluno.’’

‘’Sei bem... Se quiser ir pode ir, agora, cuidado na sua vida Kim Jongin.’’

‘’Relaxa meu amorzinho, não vou sem você. E nem há motivos para você desconfiar de nada... Kyungsoo para de te bater Chany?’’

Os dois riram e começaram a interagir. A conversa morreu quando se juntaram aos amigos, mas ao voltarem para o estacionamento Sehun tocou nele novamente.

‘’Jongin, é sério, vá com seus alunos.’’   

‘’Você não vai ficar com gracinhas quando eu voltar?’’ Sehun deu língua. ‘’É sério anjinho, não tem do que ficar com ciúmes, pra outro homem me conquista tinha de ser loiro ter 24 anos e se chamar Oh Sehun...’’ aproximou do ouvido alheio e disse: ‘’E gemer bem roquinho enquanto eu fodo ele... Ai!’’ recebeu um soco no braço.

‘’Você vai ou quer que eu te bata lindinho?’’ recebeu um beijo em seus lábios, bem rapidinho.

‘’Chanyeol leva o Sehun em casa pra mim? Se quiserem dormi lá fique a vontade, só não vão transar no meu sofá.’’ Disse brincando.

‘’Claro! Acho que o Kyung vai querer dormi por lá mesmo, ele ta com dor de cabeça.’’

O mais velho já estava dentro do carro no banco de passageiros. Sehun despediu-se do mais velho e deu a chave do carro deles a ele.

‘’Boa noite anjinho.’’

‘’Divirta-se!’’

 

              ♠♠♠

Jongin gargalhou alto jogando a cabeça pra trás, os olhos quase fechando e o nariz enrugadinho. Jongdae achou um dos sorrisos mais lindo que já vira vindo do moreno. Seu pai também ria sobre algo.

Há alguns minutos haviam voltado do restaurante e ficado na casa dos Kim batendo papo e bebendo um bom whisky importado. Jongdae via o pai levar a conversa numa boa com o seu tutor. Admirava. O seu progenitor nunca para pra lhe ouvir ou bater um papo. Mas também nunca reclamou, sabia que não adiantava.

‘’Querido vamos? Preciso de sua ajuda lá em cima. Para trocar meu curativo.’’

A mãe dele surgiu na sala. Sua mãe tinha feito uma pequena cirurgia recentemente e era seu pai que sempre trocava, por isso sempre se recolhiam juntos. Isto é, quando paravam em casa.

‘’Bom, foi um prazer Jongin. Novamente lhe agradeço por toda ajuda dada, passe aqui amanhã às nove horas para acertamos nossas contas.’’

Jongin assentiu se colocando de pé e reverenciando o mais velho.

‘’Boa noite Sr. Kim.’’ Com isso a mulher também deu despediu-se, antes agradecendo.

 Por restou apenas os dois jovens na sala.

‘’Seu namorado é muito bonito.’’

Jongin riu.

‘’Ele disse o mesmo sobre você. Antes de cobrar ciúmes.’’

‘’E ele tem razão em cobrar?’’

‘’Por seu assanhamento sim. Eu sou um santo!’’ gargalhou tomando mais um gole de sua bebida antes de colocar no centro.

‘’Hm, e então, como me sair?’’

‘’Excelente! Você teria ganhado se tivesse uma postura original. As táticas de seus concorrentes eram muito boas no solo. E seus pés vacilaram na dança em grupo.’’

‘’Você é muito bipolar. Diz que fui bom e me aparece com trocentos errinhos. Argh!’’

‘’E você foi bom. Mas eu já fui jurado, sei ser critico. Não basta ser bom, Jong, tem de ser o melhor. Contudo, seu pai está muito feliz com você.’’

‘’Em alguma coisa ele tinha de ter orgulho de mim. Pelo menos agora poderei trabalhar naquela droga de empresa, não agüento mais ficar de enfeite. De casa pra curso, do curso pra aula de bale, do bale pra casa.’’

‘’Você não é do tipo anti-social é?’’

‘’Tenho alguns amigos e gosto de festa.’’

‘’Hm.’’

‘’Sabe, pretendo continuar com as aulas, decidi que quero me apresentar com a turma mês que vem.’’

‘’Noticia ótima, Jong’’ disse puxando o outro para um abraço apertado.

Jongdae retribuiu, amando o contato.

Quando seu hyung foi embora, alegando que provavelmente seu Sehun lhe esperava, o cheiro bom dele ficou em sua camisa. Talvez ele tivesse cometendo o maior erro ao se encantar pelo moreno que já tinha com quem compartilha amor e alegria. No fim a amizade dele já era o suficiente.

              ♠♠♠

 

Sehun acordou com o pé esquerdo naquela manhã. Lembrava de ter discutido com Jongin antes de dormi e irritou-se ao acorda e ver que ele já tinha saído. Foi até o quarto onde os amigos dormiam, para ver se eles tinha ido embora, e pela porta está fechado viu que provavelmente ainda estavam lá.

Voltou pro quarto escolheu uma roupa confortável e foi tomar um banho relaxante para em seguida ir preparar o café para quando seus hyungs acordassem.

 

Já na cozinha ficou pensando na noite passada. Era 2hr quando o seu namorado chegou em casa, já havia dormido um sono. Tudo bem que tinha liberado ele ir, sem ressentimentos, mas chegar de duas horas? Era um absurdo! Não quis muito ouvir e mais reclamar. Afinal tinha direito. 


Notas Finais


Agradeço do fundo do core aos que tem me dado apoio, estou feliz!

sobre isso... ai ai, primeira briguinha de mts que virão nesse couple q nos faz sofrer e alegra nosso ♥ fazer o que ne? ser trouxa por sekai é pedir pra ver melosidade no final das contas.

Enfim, acho que de noite posto outro *acho*, porq tô pensando em voltar as escrever minha outra fic q tbm tem sekai e outros couples... Bye bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...