História Love's Perfume de Algodão - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruhina, Naruto
Visualizações 83
Palavras 2.124
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Quero agradecer de coração a todos que estão lendo e comentando a minha fanfic, embora ela não seja algo tão fascinante.
Dedico esse capitulo a todos que comentaram e colocaram ela em favoritos<3

Capítulo 2 - In the face of the past ...


Fanfic / Fanfiction Love's Perfume de Algodão - Capítulo 2 - In the face of the past ...

“Vez ou outra é preciso cutucar

a ferida para perceber se ela

cicatrizou ou ainda dói.”

                                                     – Jey Leonardo

 

Konoha, Japão – Mansão Uzumaki

 

A semana havia passado mais rápido que o normal, sem nem ao menos perceber já chegava o dia da entrevista de Naruto, Hinata direcionava-se ao local da entrevista, que não seria na empresa Uzumaki, pois a mesma ainda estava nos acabamentos finais, ainda faltavam algumas coisas para colocarem no lugar, e o mesmo optou por um local mais calmo, ela teria que ir até a mansão dele para fazer o seu trabalho, pelo visto Naruto continuava o mesmo humilde e gentil de sempre, pois disponibilizou uma entrevista em sua própria casa, quando poderia ter feito ela em qualquer outro lugar.

Hinata estava chegando ao local com sua equipe, a mesma trajava uma saia acima do joelho na cor preta, uma camisa social sem mangas com gola na cor branca, uma blazer na cor preta num tom um pouco mais chamativo que a sua saia, e completando o look, ela usava um scarpin vinho, o seu cabelo estava feito um coque mal preso. A azulada a cada passada sentia que o seu coração tremia, sentia pequenas alfinetadas, estava quase arrependida de está ali, ela sentia um misto de sensações, era como se o seu coração estivesse a doer, mas ao mesmo tempo estivesse aliviado por encontrar novamente o seu amor de infância.

Naruto a aguardava em seu escritório para fazer a entrevista, ele já sabia que seria Hinata a entrevistá-lo e estaria mentindo se dissesse que não estava ansioso para reencontrá-la, o nervosismo dele acabou quando o mesmo foi tirando do seu transe ao ouvir alguém dando leves batidas em sua porta.

– Senhor Uzumaki, a senhorita Hyuuga, jornalista e editora chefe da Love’s, chegou para começarmos a sua entrevista. – Dizia a secretária de Naruto.

– Acompanhe ela até aqui Temari, já estou pronto. – Dizia Naruto ainda de costas para Temari.

– Sim senhor! – Temari retirou-se da sala e na volta trouxe Hinata e sua secretária que a acompanhava e um fotógrafo da empresa, já que seria algo mais calmo, Naruto optou por não ter muitas pessoas em seu escritório, segundo ele não se sentiria a vontade.

Hinata adentrou o local onde o mesmo encontrava-se, e logo iria cumprimentá-lo, mas antes não pode parar de perceber que o loiro estava mais lindo que antes, usava óculos de grau, que combinavam com os olhos dele, ela lembrava nitidamente que Naruto jamais havia usado óculos, estava trajando uma camiseta slim sem mangas com capuz na cor preta, a qual deixavam os seus músculos bem visíveis, uma calça jeans na cor cinza e um tênis nike branco, realmente Naruto continuava o garoto simples de sempre, Hinata já estava a suspirar, como ele ainda podia causar tantos efeitos sobre ela, aconteceu justamente o que ela pensou, metade do seu coração guardava uma mágoa sobre ele, enquanto a outra metade estava feliz em vê-lo ali, mas a Hyuuga estava ali com um único intuito, provar para ela mesma que não o amava mais e mostrar para ele, que ele não fez falta nenhuma, ela estava em seus devaneios mais uma vez, quando foi quebrado todo o silencio.

– Hinata. – Ele dizia ao puxar uma cadeira para ela sentar-se, e dando um sorriso lindo, que somente ele tinha.

– Sim, podemos começar? – Dizia ela ao sentar próxima a ele.

– Então, continua bonita como sempre! – Disse ele a fitando enquanto ela corava. – O que quer saber sobre mim?

– Bom senhor Uzumaki! – Fingiu que não ligou a ouvi o elogio do loiro. – Tenho uma série de perguntas, que tanto os fãs da Love’s e do senhor, gostariam de saber. – Disse ela enquanto pegava alguns papéis e o seu gravador, ele apenas assentiu esperando as perguntas.

– O que levou o senhor a sair do Japão? – Hinata fez a pergunta com o olhar de vitória.

– Como todos sabem, meus pais possuíam uma empresa que desenvolvia sistemas, aplicativos, novas tecnologias como aparelhos de celulares, gps e tudo mais, e há oito anos eu os perdi em um acidente de avião enquanto viajavam para o Japão. Esse com certeza foi um dos momentos mais difíceis da minha vida, lidar com a morte deles... Tenho que agradecer aos meus amigos e a melhor amiga da minha mãe, Kurenai que também é minha madrinha por me apoiarem e cuidarem de mim, pois sem esse apoio eu teria ido para o fundo do poço. Eu decidir me formar em engenharia da computação e continuar o que meus pais construíram. Então a minha madrinha estava no Brasil, eu fiquei sob os cuidados dela, assumi a empresa e hoje estou aqui. – O olhar do Uzumaki estava desviado, falar sobre os pais dele parecia doer muito.

– Eu sinto muito pelo ocorrido, ninguém está preparado para passar por isso. –Hinata sentia muito pelo que aconteceu aos pais de Naruto, ela mais do que ninguém sabia o quanto ele sofreu. – O senhor se tornou sem dúvidas nenhuma, um dos homens mais cobiçados do mundo, e não vimos rumores algum de você ter ou não arranjado alguma paixonite pelo Brasil, como anda a vida amorosa? – Hinata havia caprichado nas perguntas.

– Eu não me envolvi com ninguém no Brasil, parece até clichê se eu dissesse que estou me guardando, mais foi exatamente isso que fiz. – Naruto não parava de olhar para como a Hyuuga estava vestida, Hinata estava ainda mais sexy, ele não via a hora da entrevista passar e ele poder conversar com ela, ou pelo menos tentar.

– Então podemos dizer a suas fãs que seu coração está disponível e que está recebendo currículos? – Hinata emitia uma risada gostosa há qual ele muito tempo não ouvia.

– Não quero iludir as minhas fãs, mais o meu coração não está disponível, na verdade senhorita Hyuuga, eu só aceitaria currículo de uma em especial. – Naruto respondia Hinata, e a encarava, vindo do loiro, com certeza se tratava de uma indireta.

– Algum arrependimento em todos esses anos senhor Uzumaki? – Parecia realmente que Hinata havia puxado as perguntas para ela mesma.

– Talvez um, talvez eu tenha magoado alguém antes de partir, mais eu vim para ficar, com certeza a esse alguém eu devo desculpas, e mesmo que não venha a me escutar, só estarei com a mente limpa quando explicar tudo a esse alguém – Naruto falava enquanto a Hyuuga o encarava e pigarreava, será que ele poderia está falando da mesma?

– Enquanto aos amigos, manteve algum contato com algum deles? – A azulada continuava a fazer as perguntas enquanto olhava para os papéis.

– Sim, com meus melhores amigos de infância, e algumas outras pessoas, em questão, estou ansioso para vê-los. – Naruto sorria animado.

– Seus fãs falam bastante sobre você, mais gostaríamos de saber do senhor, como se descreveria? – Só faltavam mais algumas perguntas e a entrevista estava para acabar.

– Me diga você senhorita Hyuuga, como me descreveria, afinal somos amigos de infância, ninguém melhor do que você para me descrever. – Naruto realmente estava apelando, e a pergunta irritou a Hyuuga.

– Senhor Uzumaki, isso está sendo gravado, eu não estou aqui como sua amiga, e sim como uma profissional. – Hinata parecia está irritada, e acredite Naruto adorava quando ela ficava assim.

– É uma entrevista, eu posso falar o que eu quiser, cabe a você mostrar ou não para o público e além do mais, você devia ver a sua cara, você fica muito fofa quando se irrita. – Naruto era especialista em saídas, e conseguiu ganhar dela nos argumentos.

– Tudo bem! O senhor gosta de joguinhos então? Última pergunta. Como um homem no auge da fama, engenheiro computacional e também modelo pode está solteiro? – Hinata arqueou as sobrancelhas aguardando a resposta.

– Pergunto o mesmo senhorita Hyuuga, como uma mulher tão linda como você, uma jornalista e editora de renome, ainda está solteira? – Naruto respondeu Hinata com outra pergunta.

– Uma pergunta um tanto constrangedora para uma jornalista. – Disse ela soltando uma risada. – Opção! Senhor Uzumaki, mais isso não significa que eu não tenha alguém em mente ou algo do tipo. – Para Hinata ela havia ganhado a batalha, e realmente o Uzumaki não havia gostado da resposta. – Ficaremos com duas respostas pendentes, mais sem problemas as fãs gostam de homens misteriosos, dou por encerrada a nossa entrevista. – Hinata continuava, assim liberando seus funcionários e despedindo-se de Naruto.

– Senhor Uzumaki, a Love’s agradece ao senhor pela entrevista. – Disse Hinata apertando a mão de Naruto, enquanto os outros já haviam saído.

– Foram quase seis anos longe de você, e tudo que eu recebo é um simples aperto de mão? – Naruto perguntava ainda segurando as mãos de Hinata.

– Como eu poderia esquecer, na verdade de mim... – Hinata pensou um pouco antes de escolher uma resposta. – Você receberia menos que isso, mais não sou uma garota má, ainda somos amigos afinal. – Hinata sabia que tinha que mostrar a Naruto que ele não causava mais nenhum tipo de efeito sobre ela, e que já era outra mulher, ela colocou suas mãos em volta da cintura de Naruto dando um abraço no mesmo, enquanto ele sentia totalmente o cheiro dela.

“Como a Hinata poderia continuar a mesma, o cheiro que ela exala continua o mesmo de antes, os cabelos macios, eu poderia ficar o dia inteiro colado nela, sentindo essa sensação de está completo.” – Pensou consigo mesmo.

Naruto e a Hyuuga estavam compartilhando um abraço de saudades, até serem interrompidos por Mei Terumi, uma antiga admiradora de Naruto e colega de classe dos dois, Mei era uma morena muito bonita, a mesma passou anos tentando conquistar o loiro, até chegou a ficar com ele algumas vezes, sempre foi louca por Naruto, e podemos dizer que ela teria sido um dos motivos da separação dos dois.

– Senhorita Terumi, o senhor Uzumaki não está disponível no momento. – Dizia Temari tentando expulsar ela dali, mais Mei adentrou o escritório como um furacão, fazendo com que Hinata e Naruto desfizessem o abraço.

– Narutinho, você não avisou que iria chegar essa semana, não respondeu meus e-mails, fiquei com tanta saudade, não via a hora de te ver. – Dizia ela segurada ao braço do loiro.

– Menos Mei! Bem menos, não ver que estou ocupado?– Naruto falava em um tom arrogante.

– Ahh!!! Hyuuga não vi que estava aqui. – Mei olhou Hinata com desdém.

– Bom Naruto, obrigada mais uma vez pela entrevista, tenho que ir, até qualquer dia. – Hinata saiu digamos que num ar triste e Naruto até tentou fazer com que ela ficasse mais com Mei ali, nem se a Sakura ficasse morena a Hinata ficaria no mesmo local que ela.

Naruto tratou de colocar Mei para fora de sua mansão, com certeza aquela mulher era louca, ela sempre arrumava um jeito de acabar com algo e Naruto só queria relaxar e pensar no seu amor de infância, em cada detalhe que ele conseguia lembrar, do seu reencontro com ela e como seria daqui para frente.

 

Konoha, Japão – Revista Love’s Konoha Days

 

Já havia se passado dois dias depois da entrevista de Naruto, a mesma já havia sido editada e publicada, foi mais que um sucesso, além de vender bastante nas bancas e ter atingindo em tempo recorde a melhor venda, a azulada ainda disponibilizou no blog da revista, algumas curiosidades sobre o engenheiro e modelo Naruto Uzumaki, fazendo assim os fãs do mesmo delirarem. Hinata estava orgulhosa de sua entrevista e de quebra não parava de receber ligações do loiro a convidando para sair e conversarem. Mais como seu ego ainda se mostrava ferido, ela sempre tinha uma desculpa para fugir dele.

– Senhorita Hyuuga. – Chamou Hana, e Hinata rapidamente a olhou.

– Sim Hana!

– A revista bateu recorde de vendas em tempo recorde, haha. ­– Hana riu orgulhosa de sua chefe. – Senhor Sarutobi pediu para eu parabenizá-la, e disse que embora a Love’s esteja no topo de melhor revista, que abrange todos os assuntos e ainda ser a mais vendida, segundo ele, vocês precisam conversar. – Hana havia mudado de expressão. – Ele já está muito velho e nenhum dos filhos dele quer assumir a revista, embora a senhorita o ajude bastante e tenha trinta por cento da revista, ele não quer mais está à frente e não quer mais dirigir a revista, então ele pensou em vender sua parte que é equivalente ao restante, setenta por cento. – Concluiu Hana.

– Tudo bem Hana, diga a ele que conversamos depois sobre isso, eu preciso pensar em algo que não coloque as Love’s em mãos erradas. – Hinata estava preocupada com seu futuro e o da revista, enquanto isso Hana retirava- se a sala.

 

 

Konoha, Japão – Mansão Uzumaki

 

“Porque não falar no efeito que ela causa sobre mim, do cheiro que ela exala, das orbes peroladas que hipnotizam, porque não dizer a ela que ela será exclusivamente a única mulher que conseguiu meu coração,  que se não for ela, eu não serei mais de ninguém.”  – Sr. Uzumaki

 

 

 

 


Notas Finais


Desculpem mais uma vez pelos erros ortográficos e de pontuação...
Espero que tenham gostado, beijos no coração de vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...