História LoveSchool - University ( 3 Temporada ) - Capítulo 50


Escrita por: ~

Visualizações 41
Palavras 1.528
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey babys, olha eu aqui dnv <3
Espero que gostem do capítulo, confesso que o capítulo está interessante.
Espero que vocês gostem
Boa leitura.

Capítulo 50 - Segredo Eterno


LoveSchool 3° Temporada - University - Segredo Eterno

Yara Pov’s

*Sábado

Era sábado, e eu e Blake já estávamos preparando o almoço para celebrar minha gravidez e contar a todos.

Depois de uns dias, eu estava me acostumando com a ideia de manter esse segredo para sempre. Isso salvaria meu casamento e… minha futura família, afinal, como cresceria essa criança se soubesse que nem sou casada com seu verdadeiro pai. Eu arrastei esses pensamentos negativos da minha cabeça e deixei que os bons e positivos entrasse e ficasse ali pro resto da vida.

- Amor, eu vou comprar refrigerante, logo logo o Escoth tá por ai.

- Ta, eu os recebo então. -ele me deu um selinho-

- Já volto.

Minutos depois que Blake saiu, Chloe e Nathan chegaram.

- Ooi, linda! -Chloe me abraçou-

- Oi, Chloe. Oi Nathan.

- E ai, Yara. Como vai?

- Ótima, e vocês?

- Igualmente. -Chloe disse entrando- Onde está o Blake?

- Foi comprar refrigerantes.

Nathan sentou no sofá e relaxou. Chloe me entregou um pote de sorvete e me levou para cozinha.

- Então quer dizer que contou mesmo ao Blake? -ela sussurrou-

- Mas é claro. -sussurrei de volta- Esse almoço é nada mais nada menos que… uma celebração da minha gravidez. Blake pretende contar a todo mundo.

- Poxa, mesmo?

- Sim. -suspirei- Todos iriam saber de qualquer forma.

- Continuo achando arriscado, mas…

- Chloe… já conversamos sobre isso. Será assim e pronto.

- Ok, ok. Já entendi.'

Em seguida, ouço duas batidas na porta. Ao abrir encontro Lisa e Escoth sorridentes ao me ver.

- E ai, cunhadinha! -Escoth disse e me abraçou- Como você está? E o Blake?

- Blake já volta, entrem.

- Oi, Lisa. -eu abracei ela-'

Ela sorriu satisfeita comigo, pela minha decisão, que apesar de tudo não iria tirar esse filho e seguir em frente. Parecia que já imaginava o que aconteceria hoje aqui.

- Hmmmm, o cheiro está ótimo. -disse Escoth entrando- E ai, Nat. -ele cumprimentou Nathan na sala-

- Fala, Escoth.

Lisa e eu entramos, eu ajudei Lisa com suas coisas e a levar um dos pratos que ela insistiu em trazer.

- Uau, Lisa! Como sua barriga tem crescido. -Chloe disse surpresa-

- Sim. -ela acariciou sua barriga- Vai ser um meninão.

- Já escolheram o nome? -digo sorrindo-

- Ah! Escoth não se decide, e muito menos eu… -rimos- Mas e então Yara? Como Blake reagiu a notícia? -ela sussurrou-

- Muito bem. Ele adorou. -digo simplesmente-

- Hm, que ótimo. ‘Fico feliz que… -ela sussurrou- mesmo apesar de tudo, resolveu seguir em frente.

- Eu sei. Fico feliz também, afinal… é só uma criança, não tem culpa do que fiz. -abaixei a cabeça-

- Sim, agora sorria. Mostre esse lindo sorriso e bola pra frente, hm?

- Certo. -abro um largo sorriso-

Chloe escutava a conversa sentada no balcão ‘saboreando seu suco de laranja natural. Blake chegou logo em seguida e foi recebido por Escoth e Nathan na sala.

- Hey, papai. -Blake disse ao irmão-

- Irmãozinho! Quanto tempo. -eles riram-

- Não exagera. -Blake disse-

- Mas é claro que exagera. -Nathan começou- desde que se casou nunca mais’ saímos.

- Sou casado há duas semanas. -Blake riu-

- Isso é uma eternidade, amigo. -Nathan disse dramático, eles riram-

Blake parecia tão feliz, como eu nunca o vira antes. Seus olhos brilhavam, seu sorriso era radiante, onde ele estava esbanjava alegria. Isso me deixava feliz. O mais importante para mim era te-lo feliz comigo.

- Aqui está os refri, amor. -ele colocou em cima do balcão da cozinha- Ah, Ken e sua turminha acabaram de chegar.

- Ah, mande-os entrar. -digo indo para a sala-

- Ela convidou o Ken? -vi Lisa sussurrando para Chloe-

- Foi o Blake… -Chloe respondeu e as duas fizeram uma careta-

Eu respirei fundo e fui até a porta. Abri antes que eles batessem na porta. Seth riu e me abraçou.

- Oi, Yara, como vai?

- Ótima. -sorrio- Entrem.

- Ai, amiga! -Jess me abraçou- Eu sabia que logo iria nos chamar para comer aqui. -ela riu-

- 'É… Jess, é… -eu deixei passagem para que eles entrassem-

- Oi. -Ken disse pouco depois de entrar.

Eu fechei a porta em seguida. Demorou cerca de meia hora para que o almoço ficasse pronto. Eu e Chloe preparamos a mesa, e todos se serviram.

- Eu amo a comida da Yara. -Escoth disse de boca cheia- Sabe… é saborosa.

- Eu também ajudei, irmão. -Blake disse convencido-

- Não importa. Lisa, amor… quero que aprenda a cozinhar assim. -rimos-

- Ai, Escoth… não exagera. -digo sorrindo-

- Está ótima mesmo. -Lisa disse-

Depois foi servido a sobremesa, sorvete, pudim e meu famoso mousse de chocolate.

Blake então, depois de comer. Pediu silêncio a todos na mesa. Minhas mãos soaram, e surgiu um frio em minha barriga.

- Bem.. eu… convidei vocês aqui, amigos próximos e família, para este almoço… -ele se levantou- Para lhes anunciar algo muito importante para mim e para Yara e certamente para vocês.

Todos se calaram e prestaram muita atenção. Curiosos. Blake sorriu e olhou para mim, eu sorri para ele e assenti.

- Yara está grávida. -ele disse de surpresa-

Escoth foi o primeiro abrir um largo sorriso, se levantou e abraçou a mim e o irmão. Jess ficou boquiaberta e seus olhos se encheram de lágrimas. Seth sorria surpreso e Nathan também. Ken foi o único que permaneceu sério e confuso, buscando uma explicação.

- Mas, mas… como? Já? -Jess disse e me abraçou-

- Sim. Eu sei. -sorrio-

- Eu nunca estive mais feliz em toda minha vida. -Blake pronunciou- Sei que ainda é muito cedo, mas… nossa família já começou e esse filho vai ser muito bem recebido por todo mundo!

- Ahh ehhh! -Escoth e Nathan comemoraram-

-Nossos filhos terão quase a mesma idade. -Escoth disse- Poxa, irmão. Parabéns.

-Meus parabéns, Yara e Blake. -Seth disse-

- Obrigada, Seth. -apertei sua bochecha-

Eu olhei para o Ken esperando algum comentário ou parabenização. Mas o que ganhei foi um olhar triste e confuso. Ele me olhou… eu sentia que ele queria me falar algo, mas não conseguia. Todos riam e comemoravam… menos ele. Permanecia em choque com a notícia, até que Seth chegou até ele.

Nós fomos para a sala. Eu e Chloe arrumamos a cozinha e comentavamos sobre o ocorrido. Ken apareceu na cozinha pouco tempo depois.

- Ah, eu… vou assistir o jogo com a galera. -Chloe disse-

- Ok. -digo baixo-

Ele ficou em silêncio por uns segundos e depois sorriu pra mim. O que me aliviou mais um pouco.

- Desculpa. -ele disse finalmente-

- Tudo bem, deve ter sido um choque para você. -digo-

- Claro. Eu só… não esperava que fosse acontecer tão rápido. -ele sorriu sem humor-

- Nem eu. -digo baixo-

- Mas Blake ele é... rápido. -Ken disse mais para ele mesmo, eu sorri-

- Aconteceu… Ken.

- É, óbvio. -ele coçou o queixo- Vocês são casados… logo teriam uma família mesmo.

Eu permaneci calada. Desconfiada. Será possível que Ken nem imaginou que esse filho pudesse ser dele? Será que nem passou por sua cabeça?

- Enfim… desejo felicidades a você e...o Blake. Parabéns.

- Obrigada. -abaixei a cabeça-

Seu olhar penetrante em mim estava acabando comigo. Ele buscava respostas. Respostas que para quem não sabia da verdade eram óbvias, mas para mim eram desastrosas, tanto que eu não poderia revelar jamais. Apertava o coração ter que mentir não só para o Blake, mas para o Ken também.

Eu me virei de costas e respirei fundo.

- É melhor você ir. -digo- Não quer perder o jogo né? -forcei um riso, que não convenceu nem um pouco-

Ele não disse nada. Somente ouvi seus passos se distanciando de mim. Meus olhos se encheram de lágrimas, eu forcei para que elas não caíssem em meu rosto. O peso da mentira as vezes vinha com tanta força que precisava sair de alguma forma, e essa era as lágrimas.

Kennedy Pov's 

Eu voltei para a sala, mas não consegui mais me concentrar no jogo. Eu não conseguia saber o que estava sentindo agora e nem o que senti quando ouvi Blake dizer aquelas palavras. Aos poucos tava tentando aceitar que Yara não era minha e que estava casada, mas um filho? Isso era… era o fim. Eu sent raiva. Inveja. Yara e Blake já estavam prestes a construir uma família. No momento eu odiei a notícia, eu odiei aquele bebê. Mas depois… só tristeza profunda.

Assim que acabou o jogo, peguei Seth e Jess e fomos embora. Seth me perguntou por que eu estava estranho, eu não queria contar. Não era mais da minha conta a vida da Yara. Aliás, nada que envolvesse Yara agora era da minha conta.

Chegando em casa, eu subi pro meu quarto. Depois de dormir quase o resto da tarde inteira, acordei. Acordei pensando em algo muito importante pra mim, algo que precisava ser resolvido, algo que mudaria a minha vida e que talvez… mudasse o rumo das coisas e finalmente eu poderia seguir em frente.

 

Continua…

 


Notas Finais


GENTE! Que isso! Olha onde nossa fic foi parar hein? Duas grávidas... uma bem problemática. Como o Blake ta feliz ;-----' mdss e o Ken tadinho ficou péssimo, nem sabe que o neném é dele ;-;
O que será que ele ta pensando hein? Não perca os próximos capítulos <3
Bjusss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...