História LOVEtale - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne
Tags Drama, Le Esse Lixo, Romance, Undertale, Vida Loka
Exibições 14
Palavras 807
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Spoilers, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hoiiii FOFUCHOS E FOFUCHAS q qui eu to fazenu?
Fiquem com o cap.... (뮤-뮤)

Capítulo 7 - Mudando as coisas


Fanfic / Fanfiction LOVEtale - Capítulo 7 - Mudando as coisas

         P.O.V.Angel

    Decidi ver a altura da entrada do subsolo denovo, chegando na entrada do monte Ebott um cara me viu e apontou uma arma pra mim

- É proibida a entrada no monte Ebott - aquele ser falou sem se mexer
- ..... - não respondi nada, e fui lentamente indo em direçao ao monte
- Estou avisando.... - falou como quem queria ser calmo, mas sua voz vinha como um som amedrontador a mim, por conta do medo que eu sentia

    Sem mais nem menos, comecei a correr, o homen viu que iria me perder em meio as arvores entao correu atras de mim, na corrida ele atirou, por sorte não me acertou, eu corria em meio as arvores fazendo curvas assim se ele atirase, nao iria me acertar, cheguei no buraco de entrada (a altura é mais ou menos de um penhasco que nem da pra ver o chao) olhei pra tras, o homen havia sumido, me aliviei, virei para a direção do gigantesco penhasco tentando tomar coragem para pular, mas a mesma nao vinha, e só ouvi um barulho de tiro..... O homem acertou bem no meu braço esquerdo, sorte que eu sou destra, com o impacto cai e com a dor desmaiei

    Acordei, era um lugar escuro, tinham umas flores onde eu estava, acho que só não morri por conta disso, elas haviam amortecido a queda, assim como Sans tinha me dito

  Tentei me levantar, e foi a pior escolha possivel, olhei para o meu braço esquerdo, estava sangrando muito a dor que eu sentia era como se estivese algo queimando o local, não conseguia me mecher, entao só fiquei sentada pedindo a Deus para que a dor diminuise, presisava de algo para parar o sangramento, eu sei que se continuar sangrando assim eu vou morrer

  Me levantei com muita dor e caminhei lentamente pela escuridao, Sans havia me contado sobre as ruinas, e nas historias dele não eram assim, algo deve ter acontecido e não era bom

      P.O.V.Chara

  Eu e Flowey demos um jeito nas ruinas, alias acho elas muito mais interesantes agora, são poucos os monstros que conseguiram fugir, dentre eles Toriel, eu ia matar aquela cabra quando ela me empurrou para a porta que da fim as ruinas me fazendo ficar presa ao outro lado..... Flowey veio junto comigo, tivemos que continuar caminho e agora iria ser mais interesante, Frisk se prepara porque eu estou chegando

    P.O.V.Sans

   Eu cheguei em Snowdin, Papys quase teve um chilique quando me viu, me sufocou de tanto me abraçar, todos pareciam tao felizes

- Sans ainda bem que voce esta aqui - Frisk falava enquanto me abraçava, ela chorava muito e usava meu casaco, nossa acho que realmente estavam preocupados...

- Relaxa Kiddo, eu to bem - a abracei de volta tentando a reconfortar
- NUNCA MAIS ME ASSUSTE ASSIM - Ela falou extremamente brava
- Eu achei que você ia morrer - ela falou me apertando mais ainda
- K-kiddo não me aperta tanto - falei e ela diminuiu a força
- Quase que voce quebra ate meus ossos - Sorri e ouvi uma risada tao boa, eu conhecia bem aquele jeitinho de rir tao suave
- eu estsva com saudades das suas piadas - me soltou do abraço

    Depois de um tempo em casa, me contaram como as coisas tinham acontecido, perguntei por Toriel e por Asgore que nao estavam la, e me disseram que a Tori tinha ido pra casa fazer uma torta pra gente se sentir melhor, e o Asgore tinha ido resolver os problemas junto a Alphys ja que iam voltar a morar no subsolo

   Me perguntaram como eu sobrevivi, eu contei a eles tudo, e contei tambem a historia da Angel, e falando nela, sera que ela esta bem? Espero que sim, e que desida vir pra ca, ela seria bem aceita porque ela é uma boa menina, tenho certeza que a Alphys iria querer estudar ela e assim a garota poderia aprender a usar seu lado monstro

- Darlings, nos temos que fazer uma festa pra comemorar isso - Mettaton falou toda animada
- VERDADE - Comcordou Papyrus
- Eu acho uma otima ideia - Frisk tambem concordou
- Entao eu vou pra casa arrumar as coisas vai ser amanha a festa avisem todo mundo queridinhos - Mettaton falou fazendo uma posse dramatica
- Eu vou chamar a Alphys e o Asgore - Undyne falou
- Eu vou junto - Papys disse animado
- entao eu vou nas ruinas avisar a mamae cabra - Frisk falou contente
- Eu vou tambem - Falei
- ok - Ela sorriu muito feliz

    Cada um foi para o lugar combinado, quando eu e Frisk chegamos a porta das ruinas Frisk digitou a senha que tinha para abrir a porta e quando vimos as ruinas entramos em desespero, tudo estava horrivel.


Notas Finais


Allllôôô

Oque acharam em?

Brigadeirinhos
Beijinhos
A ate la


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...