História Lovin' Can Hurt - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Austin Mahone, Demi Lovato, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Austin Mahone, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren Gip, Camrengip, Trolly, Vercy
Exibições 197
Palavras 1.642
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Primeiramente: fora Temer
Segundamente quero me desculpar pela demora. Eu fiquei sem criatividade e ainda estou, o cap tah meio chato, mas eu não queria demorar mais.
Então, me desculpa!

BOA LEITURA!!!

Capítulo 35 - Capítulo Trinta e Cinco


Camila POV

Já fazia três horas que estávamos ali, sem notícias da Lauren. Tio Mike já tinha chegado e estava desolado. O rosto vermelho, os olhos inchados e a expressão de desespero. Ninguém falava nada, todos estavam em seus pensamentos.

A mídia já estava sabendo do acidente. Algumas pessoas que presenciaram o acidente postaram na internet o que aconteceu, e logo todos estavam sabendo e querendo notícias. Os Jaguars estavam desesperados, subiram tag no Twitter. Eles estavam sofrendo, mas se uniram pra desejar melhoras para a ídola que eles tanto amam.

Vários paparazzis estavam na porta do hospital. Tiveram que chamar mais três seguranças pra evitar que algum dos paparazzis entrem e invadam nossa privacidade. Eu e as meninas já tínhamos entrado nas redes sociais e falamos superficialmente o que aconteceu, pedimos para os fãs que fizessem orações pra Lauren.

Uns cinco minutos depois vimos tia Clara, Chris e Taylor entrarem desesperados no hospital. E assim como nós, eles estavam desesperados.

- C-cadê minha filha?- Tia Clara perguntou com a voz embargada.


- Está na sala de cirurgia.- Jenni respondeu.

Clara começou a chorar, Mike a puxou e fez ela sentar na cadeira ao seu lado. Os dois se abraçaram e se permitiram chorar, Chris foi abraçado por Jenni e Tay sentou ao meu lado. Ariana tinha ido ao banheiro a pouco tempo. Puxei Taylor e abracei a mesma, ela desatou a chorar no meu pescoço, mas não me importei. Eu sabia o que ela estava sentindo, era sua irmã que estava naquela maldita sala de cirurgia.

Taylor continuou chorando no meu ombro, Ari voltou e sentou ao meu lado. Ally acariciava o cabelo castanho da Jauregui mais nova, enquanto eu acariciava seu braço lhe transmitindo um pouco de conforto. Ela estava tão vulnerável. Mas não era pra menos, Lauren é um modelo de pessoa para Taylor.

Mais meia hora até que um homem com aparência cansada apareceu. Ele suspirou e se aproximou da gente, rapidamente todos estavam de pé.

- Parentes da Lauren Jauregui?- Perguntou nos olhando.


- Sim, somos os pais.- Tio Mike respondeu aflito.


- Como ela está?- Chris perguntou.


- Bem, Lauren chegou aqui em um estado grave. Ela foi bruscamente atingida. Ela quebrou o braço esquerdo, sofreu escoriações pelo corpo todo, sofreu também luxações no pé e na mão, e bateu a cabeça no chão antes de desmaiar de tanta dor. Realmente o acidente foi feio. Mas fizemos tudo que podíamos.- O médico disse e todos prestavam atenção em suas palavras.


- Onde ela está? Ela está bem?- Clara perguntou desesperada.


- Acabamos de finalizar a cirurgia, foi um sucesso. Lauren está agora no quarto dormindo, não irá acordar agora, a cirurgia foi desgastante para seu corpo. Ela está bem, não tem risco de sofrer algo pior ou risco de sequelas.- Ele disse sorrindo e nós suspiramos aliviados.- Mas Lauren pode ter uma perda de memória recente...


- O que?- Perguntei assustada.


- Ela pode esquecer o que aconteceu nos últimos dias... Não estou dizendo que isso vai acontecer, mas é uma possibilidade já que ela bateu a cabeça e desmaiou.- Ele explicou.


- Ela está bem e é isso que importa.- Ally disse e nós concordamos.


- Duas pessoas podem vê-la hoje, mas ela está dormindo e vai acordar só amanhã. As outras pessoas só poderão vê-la amanhã- O médico disse e assentimos ainda contrariados. Queríamos vê-la.


- Nós dois vamos.- Mike disse apontando pra ele e Clara.

- Certo! E meu nome é Sebastian Moore.- O homem disse sorrindo.

Clara e Mike seguiram o médico, enquanto nós sentávamos. Eu estava perdida em meus pensamentos. Ela pode esquecer tudo que eu disse, esquecer que eu confessei estar apaixonada por ela. Não sei se isso é bom ou ruim.

Ela esqueceria que brigamos, mas também esqueceria as minhas palavras. God! Não sei o que é pior.

Mas o que importa é que ela está bem, apesar dos machucados, mas isso se resolve.

Lauren POV

Acordei em um quarto totalmente branco. Isso é um hospital? Olhei assustada para os lados e não encontrei ninguém. Eu realmente estava em um hospital. Tentei me levantar, mas parei assim que meu corpo todo reclamou de dor.

O que aconteceu?

- Hey! Calma!- Um homem entrou no quarto.- Deixa eu te ajudar.

Ele veio até meu lado, pegou um controle, apertou em alguns botões e logo a cabeceira da cama foi subindo lentamente.

- Obrigado!- Agradeci.


- De nada! Como se sente?- Perguntou pegando uma prancheta.


- Com dor no corpo todo.- Respondi frustrada.


- É normal depois do acidente e da cirurgia.- Ele disse anotando algo no papel, enquanto eu arregalava os olhos assustada. Acidente? Cirurgia?


- Como? Acidente? Cirurgia?- Perguntei desesperada.


- Ohh, você não lembra de nada?- Perguntou.


- Não!- Respondi rápido.


- Você teve perda de memória.- Ele falou mais pra si mesmo.- Eu vou chamar seus pais e já venho pra lhe explicar tudo.

Assenti atordoada e ele saiu do quarto. Por que eu não lembro de nada? Alguns segundos depois a porta foi aberta e de lá passou meus pais, meus irmãos e as meninas, inclusive a Ari.

- Filha!- Mama exclamou com cara de choro.


- Oi, mãe! Não chora, estou bem.- Pedi abraçando ela com um pouco de dificuldade.


- Eu fiquei tão preocupada.- Ela disse fungando e se separando de mim.


- Você está bem mesmo?- Meu pai perguntou. Taylor e Chris ficaram ao meu lado e cada um pegou nas minhas mãos.


- Só algumas dores no corpo.- Respondi.


- É normal depois de tudo que aconteceu.- O médico disse. Nem tinha visto que ele estava ali.


- Doutor, o que aconteceu?- Perguntei e todos menos o médico, me olharam de olhos arregalados.


- V-você não lembra de nada?- Ari pronunciou receosa.


- Não, só lembro que passei a manhã com as meninas, aí eu e Camila conversamos, mas essa parte é um borrão pra mim.- Falei tentando lembrar de algo. Ouvi Camila fungar e a olhei, seu olhar triste doeu.- E depois disso só lembro de ter empurrado a Ari e mais nada.


- Lauren, você teve perda de memória porque bateu a cabeça e depois desmaiou.- O médico disse.


- Ela pode voltar a lembrar de algo?- Mani perguntou curiosa.


- Pode ser que sim, pode ser que não.- Ele respondeu e eles suspiraram.


- Quando ela vai ter alta?- Meu pai perguntou.


- Ela ainda precisa fazer uns exames e depois lhes responderei isso, mas provavelmente depois de amanhã.- Ele respondeu calmo. Suspirei aliviada. Odeio hospital.


- Ari, você está bem?- Perguntei lhe chamando pra ficar ao meu lado.


- Sim, obrigado por me empurrar.- Ela disse beijando minha bochecha.


- Eu não deixaria você se machucar.- Falei acariciando seu rosto inchado pelo choro.


- Você não lembra de nada mesmo? Nem da nossa conversa?- Ela perguntou e naquele momento todos nos encaravam.


- Não, que conversa?- Perguntei confusa.


- Esquece, depois eu te explico.- Ela disse e assenti concordando.

Dinah e Ally me abraçaram apertado, enquanto Mani e Camila me deram um singelo beijo na bochecha. Elas pareciam cansadas, mas aliviadas. Porém, Camila parecia estar muito vulnerável, triste, angustiada.

- Camz, está tudo bem?- Perguntei calma.


- S-sim, só estou... Com dor de cabeça.- Respondeu sorrindo fraco.


- Tudo bem!- Falei mesmo não acreditando naquilo.

Ficamos mais alguns minutos conversando até que uma enfermeira pediu pra eles saírem porque eu tomaria banho e alguém serviria meu almoço. Me despedi de todos, a enfermeira me ajudou a levantar e seguimos para o banheiro.

Confesso que estava com vergonhar por ela me ver apenas de boxer, mas ela parecia não se importar. Descobri que seu nome era Scarlet e tinha 24 anos, bem nova, não? Scarlet me ajudou a vestir uma roupa e me sentei na cama. Almoçei, deitei e dormi.

Camila POV

Saímos do quarto onde Lauren estava e eu suspirei triste.

Ela não lembra do que falei

Acho que a vida realmente quer que eu sinta tudo que Lauren sentiu esses meses. Não tem outra explicação.

Eu estava planejando tentar conquistar ela, apesar de saber que Lauren não me queria mais. Eu estava disposta a abrir mão do meu orgulho e fazer tudo pra tê-la. Mas ela esqueceu... Esqueceu do que confessei, esqueceu todas as minhas palavras. E eu não poderia estar mais machucada e magoada.

Sei que não é culpa dela, mas sim de algum imbecil que lhe atropelou. Porém, dói de qualquer forma.

- Mila?- Ouvi Ari me chamar e balancei a cabeça saindo dos meus pensamentos.


- Oi!- Sussurrei.


- Você está bem?- Perguntou preocupada.


- Sim!- Respondi simples.


- Ok! Estou indo embora, acho que a noite eu venho de novo, mas você deveria ir pra casa e descansar.- Ari disse carinhosamente.


- Vou fazer isso.- Falei suspirando.


- Tchau!- Ela disse beijando minha bochecha.


- Tchau...- Falei vendo ela se afastar depois de dar um aceno para minhas amigas.


- Mila, vamos?- Dinah perguntou.


- Vamos!- Falei.

Entramos na limusine e o motorista seguiu para nossa casa. Eu encostei minha cabeça na janela e novamente me perdi em pensamentos.

Eu a amo tanto...

Ariana POV

Ver Camila daquele jeito me fez ter certeza de que essas duas estão destinadas a ficarem juntas. E se o destino quer isso, quem sou eu pra discordar, não é mesmo?

Eu conversarei com a Lauren depois que ela sair do hospital. Explicaria tudo que aconteceu no dia do acidente, exceto da conversa dela com a Camila, isso era Camila que explicaria.

Daria um fim à nós.... De novo para juntar o casal mais shippado do momento. Camren. Confesso que shippo as duas e por isso eu vou juntá-las... Ou não me chamo Ariana Grande-Butera.

Eu vou unir essas duas cabeças duras e fazê-las ver que elas serão felizes apenas uma ao lado da outra... Como deve ser.


Notas Finais


Desculpem os erros!
Espero que tenham gostando!
E desculpa a demora novamente!

⭐FAVORITEM⭐
🔊DIVULGUEM🔊
💬E COMENTEM BASTANTE💬

Amo vcs💕
Até logo😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...