História Lovin So Hard - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Zendaya
Personagens Justin Bieber, Zendaya
Tags Amor, Jerin, Mudanças
Exibições 85
Palavras 1.322
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu sei que eu demorei, mas, tive um bloqueio. Espero que gostem desse capítulo que eu quase (olha o exagero) sufoquei ao escrever as partes finais. Quero agradecer a Carol (crybabydream_) por me ajudar com partes desse cap e dedicar esse cap pra Thalyse, porque amanhã é aniversário dela e ela me implorou pra postar hoje.

Capítulo 16 - What You Say ?


Fanfic / Fanfiction Lovin So Hard - Capítulo 16 - What You Say ?

Erin P.O.V.

 

"Você tem aquilo que eu gosto

Você tem aquele olhar

Você me faz pensar em tentar mudar tudo

Me dizem que você perigoso

Não pode ser tão complicado

Eu serei quem vai mudar isso"

Fifth Harmony - Change The Bad Boy

 

Um mês depois...

 

 - Que foi, já ta cansado Bieber ? - Eu disse ofegante também.

 

 - Gata, eu só to começando ! - Ele disse correndo pra tentar fazer a cesta e eu entrei na frente roubando a bola.

 

  -  Começando a perder né ? - Eu disse antes de arremessar a bola numa jogada perfeita. - Quem é o rei da quadra ? Ou devo dizer rainha ? 

 

  - Ta bom, você ganha tudo ! Disputa de dança, jogo de basketball e o meu coração. - Ele disse abrindo a garrafa d'água. 

 

 -   Seu coração ? Acho que não. - Disse me sentando na cadeira da área externa da casa do Justin.

 

 - Por que você acha isso ? - Ele perguntou sentando ao meu lado.

 

 - Até parece que eu sou digna de ter  algo tão precioso assim.

 

 - Precioso ?  - Ele me olhou com a sobrancelha erguida.

 

 - Ah, é que... - Alguém me interrompeu.

 

- Hum, será que eu estou atrapalhando o casalzinho aí ? -  A mãe de Justin apareceu na porta da cozinha que dava pra varanda e eu vi o mesmo revirar os olhos.

 

- Oi dona Patricia! - Sorri a olhando. 

 

- Não, não, por favor me chame de Pattie. - ela abriu um sorriso. - Devem estar com fome, acabei fazer um bolo de chocolate. Vão querer um pedaço?

 

Olhei o relógio e mordi meus lábios, estava na minha hora de ir.

 

 - Eu adoraria, mas, já está na minha hora. Na próxima eu prometo que fico. - Nós rimos e eu me levantei pegando minha mochila. 

 

- Eu te levo até em casa. - Justin disse enquanto levantava.  

 

- Tchau querida. Até qualquer dia. - Pattie se aproximou me dando um abraço apertado.

 

- Tchau Pattie. Sua mãe é muito legal. - Sorri e fui andando com o Justin até o carro dele. Enquanto o mesmo resmungava algo, parei em sua frente o olhando. -  O que houve? 

 

- Nada, ué! - Ele riu e segurou uma de minhas mãos entrelaçando nossos dedos.

 

Após alguns minutos, chegamos na minha casa, eu estava na parte externa de casa  me despedindo de Justin com um beijo quando escuto a voz do meu pai. 

 

- Já acabaram? - O mesmo perguntou irritado, suspirei e abracei o Justin.

 

 - A gente se fala depois. - Sussurrei perto do ouvido de Justin. Ele se afastou indo embora, suspirei novamente e entrei jogando a mochila no sofá em seguida me jogando junto. 

 

- Não sabia que você estava namorando, ainda mais aquele garoto. - Disse irritado tirando a gravata . - Esses garotos que se vestem como bandidinhos são um perigo, só toma mais cuidado dessa vez. -Eu ri o olhando.

 

 - Ah pai, não tem nada a ver esse lance da roupa. E ele não é meu namorado. - Ele assentiu e subiu as escadas.

 

Fiquei algum tempo jogada no sofá trocando mensagens com Justin e as meninas. Quando percebi estava escurecendo. Me levantei do sofá pegando minha mochila indo em direção ao meu quarto. 

 

Subi as escadas e entrei no mesmo deixando a mochila em um canto, peguei uma peça de roupa e fui para meu banho. Após um longo banho bem quente, me vesti e sequei o meu cabelo, antes de me jogar na minha cama. 

 

 - Posso entrar ? - Ouvi alguém perguntar do lado de fora depois de bater na porta.

 

 - Pode sim. - Disse me sentando na minha cama com o meu caderno de desenho em mãos logo após Max entrar no meu quarto. - Querido se muda logo pra minha casa né ? Só sabe vir pra cá.

 

 - Nossa, essa é a hospitalidade americana ? Prefiria quando você era a "garota de Londres". - Ele disse irônico. - Eu só vim trazer algumas coisas que o seu pai me pediu e ver você já que agora eu mal te vejo já que a senhorita vive com o seu cachorrinho novo.

 

 - Não fala assim dele! - Disse batendo no mesmo com o meu caderno. -  E você que virou cachorrinho de uma menina de 17 anos. Ta apaixonadinho é ? 

 

 - Ta louca ? Eu sou do mundo e ela sabe disso. Nunca disse pra ela que eu queria um relacionamento.

 

 - Você é tão idiota. - Eu disse pra ele que me mostrou o dedo.

 

 - Idiota é aquela bichinha loira que você ta pegando. - Ele debochou e eu revirei os olhos.

 

 - Sai daqui, Maxwell ! - Disse jogando o travesseiro nele que acabou pegando.

 

 - Eu não, vou dormir bem aqui. Valeu, pelo travesseiro. - Ele disse se deitando na minha cama.

 

 - Qual é, garoto ? Para de graça.  - Disse tentando chutar o mesmo para o chão.

 

 - Eu não vou sair daqui. Agora me deixa dormir. - Ele disse se virando para o lado.

 

 - Sério ? Você sabe que tem um quarto de hóspedes aqui, vai pra lá. - Continuei tentando empurrar ele. 

 

 - Ta bom , sua chata.  Se o seu namoradinho não se importar, amanhã eu te levo pra aula. - Ele disse saindo do quarto e eu não disse nada, apenas me deitei na minha cama e minutos depois cai no sono.

 

-xxx-

 

  - Adivinha quem é ? - Ouvi Justin dizer no meu ouvido  depois de tirar um dos meus fones e cobrir os meus olhos. Até respirei aliviada por causa do susto que ele me deu.

 

- Justin seu idiota, me assustou. - Disse tirando as mãos dele de mim e me virando de frente para ele.

 

 - Ah, jura ? Coitadinha dela . - Ele disse dando um beijo na ponta do meu nariz.

 

- Ha ha ! Garoto esquisito. Vamos ? - Perguntei depois de fechar o meu armário. Ele assentiu.

 

 - Deixa que eu levo pra você. - Ele disse pegando meu livro e o caderno, segurando- os junto com os dele numa mão só e com a outra ele pegou a minha mão. 

 

 - Que bicho te mordeu ? Ta todo melosinho hoje e eu não estou reclamando. Só é estranho. 

 

 - Nada demais, só gosto da sensação de estar com você ! - Ele disse sorrindo.

 

 - Hum , sei ! Você ta aprontando alguma coisa.

 

 - Isso é você quem ta falando. - Ele disse soltando a minha mão pra abrir a porta da sala. 

 

 

-xxx- 

 

Eu não sei se eu to pirando, mas, eu tenho certeza que o Justin está aprontando alguma coisa. Ele está muito estranho nos últimos dias e isso não é algo normal.  As meninas e eu estamos nesse exato momento na fila da cantina. De repente sinto a bandeja ser puxada da minha mão e quando eu olho não dá nem tempo de reagir já que o Justin me beijou e logo após o beijo acabar eu olhei pra ele assustada.

 

 - Eu gosto de você, Erin ! Eu gosto de você ser teimosa e competitiva, porque você tem talento. E porque é uma sem jeito e linda demais, sabe ? Eu gosto de como você me esnoba e ao mesmo tempo me faz sentir que ta afim e que talvez eu tenha uma chance. E o fato de você se achar tão diferente e fora do seu lugar, na verdade está sendo você. O jeito que você me olha é como se você me enxergasse de verdade, principalmente eu gosto de ser eu mesmo quando to com você. - Ele parou de falar pra respirar. - Mas o que eu realmente quero saber de você é... Quer namorar comigo?  

 

 

-Justin, eu...- O que é suposto eu fazer agora ? 

   


Notas Finais


Já joguei a bomba, quero ver quem vai sobreviver e o que a Erin vai dizer. Espero que vocês tenham gostado e eu prometo que vou postar essa semana nem que seja um capítulo só.
P.S.¹ : Eu resolvi criar um formulário para vocês fazerem perguntas sobre a fic, pode ser pra mim ou para os personagens. Dependendo da quantidade de perguntas eu vou fazer um post com as perguntas e respostas de vocês.

Link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfatT2dmg0GebEIUm0itYESOlktlCVJZcmnIq9cZ0reooO48Q/viewform

P.S.² : Essa declaração do Justin, eu tirei de uma cena do filme AS APIMENTADAS: AINDA MAIS APIMENTADAS e infelizmente o link do video que tem essa cena ta com o audio e a imagem ruim, mas, se vocês pesquisarem o nome do filme vocês vão achar.

Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...