História Loving can hurt - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Dakota, Iris, Leigh, Lysandre, Melody, Nathaniel, Peggy, Personagens Originais, Rosalya, Violette
Exibições 112
Palavras 805
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oioi pessoas ! Espero q gostem ! Me desculpem qualquer erro ! Boa leitura *-*

Capítulo 8 - Interrompida


Fanfic / Fanfiction Loving can hurt - Capítulo 8 - Interrompida

* Sophie on *

O N-Nath ia me beijar?! Mas...o que?! E-eu gosto muito dele, mas, creio que não estou pronta para uma nova relação, não depois do...

(N/A: A maioria já deve saber quem é o ex dela, e quem nn sabe, pense mais um pouquinho kkk)

 

Eu: V-vamos, Nath?

 

Nath: V-vamos...

 

Ele se levantou e me ajudou a levantar, mas estava cabisbaixo, eu não entendo...o que há de errado comigo?! Por que isto sempre me acontece?! Me apaixono, sofro, quando decido seguir a vida novamente, me apaixono de novo, e o ciclo recomeça. É um ciclo viciante, que ocorre sempre comigo. Estou cansada de sofrer, de chorar e ser consolada, ninguém me entende, ninguém sabe a dor que eu carrego, a dor que irei carregar...

Nathaniel vai diretamente para a sala, mas eu vou para o porão, não quero ver ninguém, não quero conversar com ninguém. Quero apenas ficar em meu canto, onde posso sofrer em silêncio, sem que se preocupem comigo, se é que se preocupam...

Entro no porão, fecho a porta e desço as escadas. Vou até o canto da parede, e dou um soco nela, descontando minha raiva, minha frustração, tudo. Desabo no chão e começo a me derramar em lágrimas, é apenas isso que sei fazer, sentar e chorar, sentar e chorar, estou farta, mas tentar reprimir tudo que sinto é difícil, chega a ser sufocante, tanto que eu não suporto, e as deixo sair em forma de lágrimas...

Fico ali bastante tempo, cansada de chorar, apenas abraço meus joelhos e fico pensando na vida...

Ouço o sinal tocando, indicando o horário do intervalo, não levanto, nem me mexo, apenas fico ali, parada, fitando o chão...

Escuto a porta se abrir, não levanto meu olhar, apenas me encolho mais, sinto uma mão em minhas costas, então finalmente falam...

 

Castiel: Sophie?! O que houve?!

 

Eu: N-nada, esqueça Castiel...

 

Castiel: Não ! Não irei esquecer ! Pode me contar Sophie, eu não irei julgá-la ! 

 

Eu: E-eu...

 

Ele me abraçou forte, era reconfortante seu abraço, ficamos assim, abraçados, por bastante tempo, em um silêncio confortável.

 

Castiel: Irá me contar o que aconteceu?

 

Ele me olhou, dava para notar que ele estava preocupado, como se importasse comigo.

 

Eu: E-eu sou uma decepção, Cast...

 

Cast: Não é não ! Você é uma garota talentosa, incrível, ...

 

Eu: Cast...e-eu...

 

Cast: Se você foi decepcionada uma vez, não quer dizer que na próxima também será, esta é a graça do futuro kk, não sabemos o que esperar dele, mas o passado se foi, e o presente fazemos agora, e são a partir de nossas escolhas agora que mudamos o nosso destino.

 

Eu: Castiel...filosofando? Kkk

 

Ele limpou uma lagrima que lágrima ainda escorria de meu rosto.

 

Cast: Aprendi com a vida...

 

Eu: Como assim?

 

Cast: Digamos que recebi uma dose de realidade nos últimos tempos...

 

Eu: Quer me contar?

 

Cast: Você se preocupa demais com os outros...

 

Eu: Sempre irei me importar !

 

Cast: Esqueça...

 

~ sinal toca ~

 

Cast: Agora, você vem comigo !

 

Eu: Com todo prazer, senhor educado kkk

 

Ele sorriu para mim, mas negava com a cabeça, como se não estivesse acreditando que havia escutado aquilo. Ainda não iríamos apresentar nossa música, somente daqui a 3 dias, havíamos ensaiado bastante, e estava ficando cada vez melhor.

Fomos para a sala, ele segurava minha mão, entramos na sala e todos nos olhavam, principalmente Nathaniel. Corei e soltei a mão de Castiel, sentei no final da sala, e Castiel na minha frente com o Lysandre, fico olhando a janela, quando sinto alguém se sentandi a meu lado.

 

Eu: O que faz aqui? Você não estava na frente?

 

Nath: Estive preocupado com você, por que faltou a primeira aula?

 

Eu: N-não sei...

 

Nath: Pode me contar...e-eu me importo com você...

 

Eu: E-eu realmente não sei o que deu em mim, eu só queria...queria extravasar, eu estava, cansada...

 

Nath: Pode contar comigo, para tudo, saiba disso...

 

Eu: Obrigada Nathaniel...

 

Ele sorriu para mim, mas eu podia sentir que ele ainda estava triste, e o pior, eu era o motivo...

 

~ depois da aula ~

A aula passou calmamente, Nathaniel tirou algumas das minhas dúvidas e ficavamos conversando bastante.

Passei pelo corredor sozinha, afinal todos já haviam ido embora. Então esbarro em alguém.

 

??: Ahn? Ah, olá, eu sou o Kentin ! E você?

 

Eu: Sophie...prazer Kentin !

 

Ken: Prazer ! Você conhece o Alexy?

 

Eu: Sim, ele é meu amigo.

 

Ken: Você o viu por aí?

 

Eu: Acho que ele está lá fora...

 

Ken: Ah...okay, obrigado ! Até mais, Sophie !

 

Eu: Até...

 

Continuei andando pelo corredor, até ver o Armin, me escondi e fui na ponta do pé, para dar um susto nele.

 

Armin: Pare com isso Sophie... Kkk

 

Eu: Chato !

 

Armin: Noob !

 

Eu: EU NÃO SOU NOO...

 

Ele me interrompeu, me beijando...


Notas Finais


Espero q tenham gostado *-*
Até a próxima *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...