História Loving can Hurt- jolari - Capítulo 44


Escrita por: ~

Postado
Categorias João Guilherme Ávila, Larissa Manoela
Tags Jolari
Exibições 232
Palavras 794
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura!

Capítulo 44 - " Eu perdi a confiança em você."


Fanfic / Fanfiction Loving can Hurt- jolari - Capítulo 44 - " Eu perdi a confiança em você."

P.O.V Lari:

  Passei o resto do dia pensando em como a minha vida mudou em menos de um ano, meu pai se casou de novo, fiz questão de fingir que estava passando mal para não ir. Ganhei uma irmã postiça do capeta, uma madrasta pior ainda, e pra completar as duas vão morar na minha casa. Olha que legal, morar num ninho de cobras.

 O Chequer continua me perturbando, eu estou ficando sem paciência.

- O que você quer agora? Já disse que vou entrar no seu planinho idiota. -me irritei.

- Olha aqui, eu não te dou liberdade pra falar assim comigo. -segurou meu pulso. - Já terminou com ele?

- Claro que não! Acha que é fácil, terminar com a pessoa que amo pra ficar com um traste. E seria super normal acabar tudo do nada. -levei na ironia.

- Quem tá ficando sem paciência sou eu, se vira, dá seu jeito. Pouco me importa como vai fazer isso, antes desse final de semana eu quero tudo acabado.

- Impossível. -soltou o meu braço.

- Lembra daquele jogo que te falei, então eu te empresto depois. -o João estava vindo.

- Ok, pego na segunda. -entrei no joguinho.

  O João ficou me enchendo de perguntas, tentei mentir o máximo. Ele me conhece muito bem, sabe quando estou mentindo. Coragem, você consegue mentir! (se bem que vou ter que mentir por um bom tempo).

- Eu te amo!

- Era esse o seu segredo? -perguntou desapontado.

- Sim! -respondi. - Acho o que? Que estava escondendo uma coisa mirabolante?

- Sei lá! E que eu achei que está meio triste ultimamente.

- É coisa da minha cabeça. Nada com o que se preocupar. -o abracei.

  Doeu mais em mim do que nele, quem diria que estou fazendo uma coisa que odeio: Mentira, só que pelo bem de todos é necessário.

  Acabou as aula, fiquei no quarto escutando música triste. Vem uma mensagem anônima dizendo para ir ao quarto do João, eu fui lá conferir. Quando se trata do meu namorado não a quem me segure.

  Respirei fundo, entrei no quarto, olhei em direção a sua cama e vi uma cena deplorável. Fiquei morta de raiva, misturada com tristeza. O meu João estava dormindo com uma garota qualquer nua, exatamente NUA. Não poderia deixar ele na maior, fui no banheiro, enchi o balde com água bem gelada e taquei nos dois.

- Acordei! Não precisa desse escândalo, é só me chamar. - João deu um pulo. - Lari? O que tá fazendo aqui? -perguntou.

- Isso não vem ao caso. Olha eu realmente acreditei em você, me entreguei por completo sem querer nada em troca e me faz isso. -as lágrimas começaram a escorrer. - A única coisa que merece agora é isso. - dei um tapão na sua cara.

- Qual é o sentido disso? -passou a mão no rosto.

- Pergunta pra ela. -apontei pra garota e sai.

  Eu nunca pensei que fosse me magoar desse jeito, esperava qualquer coisa menos isso, tudo que vivemos foi uma mentira. Me sinto completamente traída e no escuro. Acho que devemos romper dê vez, talvez seja melhor assim...

P.O.V João:

  Depois das aulas fui direto para o meu quarto,estava bem cansado. Não consegui dormir noite passada direito, então era a melhor hora pra dormir. Escuto alguém entrando no quarto, nem paro pra olhar (deve ser algum menino) e continuei.

   Fui acordado quase que com um tsunami, tava todo ensopado. Quando fui vê quem era, era a Lari. Discutiu comigo, e me de um tapa na cara, fiquei sem entender nada. Depois que saiu vi que tinha uma garota deitada na minha cama nua.

- Que bom que a azeda foi embora, sobra tempo pra nos. -levantou e tentou me beijar, afastei na hora.

- Dá pra sair? -abri a porta.

- Eu estou nua.

- Problema é seu. -a joguei pra fora do quarto junto com sua roupa.

  A Lari deve ter pensado que eu estou traindo ela. Tenho que explicar toda a verdade, sai pra procura-la. Tinha um lugar que gosta de ficar sozinha.

  Acertei na mosca, estava sentada na beira da piscina.

- Será que posso me explicar agora? -perguntei.

- Que me traiu? Não muito obrigada, disso eu já sei. -respondeu se virando pra mim, estava com a cara inchada de choro.

- Eu juro que nunca faria isso, eu te amo!

- Disso eu tenho minhas dúvidas. -falou seca

- Sério? Não teria motivos para fazer isso, quem garante que não foi uma armadilha pra nos separar.

- Eu... eu perdi a confiança em você, e quando isso acontece, acaba tudo pra mim.

- Cê tá querendo dizer que está terminando comigo? - senti as lágrimas se segurando pra não desabarem

  

 

 


Notas Finais


Fim de jolari?
bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...