História Lua de Sangue »HIATOS« - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bonnie Bennett, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Enzo
Visualizações 9
Palavras 605
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem algum erro (ಥ _ ಥ)
E boa leitura 😘🍎🍉

Capítulo 3 - °Transformação°


Fanfic / Fanfiction Lua de Sangue »HIATOS« - Capítulo 3 - °Transformação°

° Transformação °

HORAS DEPOIS 


Eu havia acordado amarrada em uma cadeira, com correntes de prata. Pra que isso? Eu nem sou tão ameaçadora, para ser presa desse jeito!. Penso e logo me sinto bastante diferente. Algo no meu corpo pedia por sangue, mas outra dizia que era muito errado. Pensava nisso e quando me dei conta, eu ainda estava acorrentada, fiz o máximo de força possível, mas era praticamente impossível me soltar, até que eu ouvir um som de porta, uma porta bem velha pois estava rangendo bastante. 

-Quem está ai?!- pergunto e ouço uma risada irônica. 

-Sou eu minha linda...- a pessoa rir outra vez e eu pude perceber que era o Damon. Ele se aproxima um pouco mais e eu pude ver seu rosto, não nitidamente pois a luz naquele local era pouca, mais dava para identificar que era ele... Damon. 

-Onde eu estou? E por que eu estou aqui?!- mal termino a frase e recebo um tapa na cara, minha bochecha ardeu e ficou vermelha, o que me fez subir uma imensa raiva, e no mesmo instante eu me transformei em algo totalmente horrendo (FOTO DO CAPÍTULO), que até eu mesmo me assustei. Tentei avançar sobre ele, mas as correntes não deixaram, quando eu estava a um centímetro dele sou puxada pelas correntes que me deixam vulnerável aos seus ataques, sem nem ao menos poder me defender, o que me fazia ter mais raiva ainda! 

- SEU DESGRAÇADO!!- digital entre os dentes, cuspindo no mesmo, ele vira o rosto em repugnância, e me olha me dando outro tapo e soco no estômago, o que me fez vomitar sangue, e ele riu da minha situação. A única coisa que eu queria.... Era me soltar, e bater muito no Damon... Ainda vai ter volta!!. 


P.O.V ELENA OFF

P.O.V DAMON ON


Depois que eu a mordi, levei Elena para um lugar isolado, onde ninguém iria nem ao menos tentar procurá-la. Quando cheguei na pequena casa, meu irmão Stefan Salvatore estava sentado em uma poltrona extremamente velha, ele estava me esperando provavelmente. 


-O que está fazendo aqui?!- pergunto e o me nem olha com desprezo. 

-Vim ver o que você estava fazendo... E minha intuição estava certa...- interrompo o mesmo. 

-Isso faz parte da minha vida... E você não vai me mudar!- eu digo e o mesmo se aproxima de mim, com certa para falar aqueles discursos chatos. 

-Você não vê? Esta matando pessoas inocentes!- ele diz apontando para um pequeno quarto, onde eu jogava os cadáveres sem vida. 

- Você não devia bisbilhotar minhas coisas!- Vai começar. Penso e não demora muito para o mesmo falar. 

-Suas coisas? Saiba que essa casa também é minha! Nossa herança!- eu sabia... penso e retruco. 

- Blá, blá,blá!!.... Lá vem você de novo com seu papinho de herança... Você mesmo disse que não queria mais a casa!- Okay... vamos ter um discussão... Aff!... Penso e o ele para de falar, apenas ficou me olhando. 

- Se você já acabou... Eu tenho mais uma vitima para torturar- ele me olha enquanto vou em direção ao quarto das vítimas, e a acorrento com correntes de prata, especiais para vampiros, já que dentro de pouco tempo ela iria se transformar em uma. Enquanto eu acorrentava a Elena meu irmão aparece na porta do pequeno quarto e começa novamente. 

- Você realmente não tem jeito, né?- ele diz e eu me viro rapidamente para ver quem falava atras de mim.

- Sério que você ainda quer discutir?- digo terminado de acorrenta-la, e vou em direção a ele. 

- Não quero discutir, apenas estou tentando te alertar... Você ainda vai se dar muito mal com isso!- 





Notas Finais


O que vai acontecer daqui pra frente? Vocês querrm saber? Isso só no próximo capítulo!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...