História Lua de sangue. O renascer da rainha vermelha. (Long EXO) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Bruxas, Exo, Lobos, Magia, Mistério, Romance, Terror, Violencia
Exibições 39
Palavras 1.363
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá fanáticos de plantão! 👋

Esse capítulo eu dedico a uma leitora em especial, Rayssadias, ela está sendo muito fofa comentando minha fic. Obg flor! 😘

Boa leitura! 😘

Capítulo 9 - A verdadeira face do demônio.


Fanfic / Fanfiction Lua de sangue. O renascer da rainha vermelha. (Long EXO) - Capítulo 9 - A verdadeira face do demônio.

A lua cheia brilhava no céu anunciando uma nova era, em que o poder das trevas dominaria o mundo, no meio da floresta o ritual havia começado, todos os membros estavam ao redor do altar e cantavam o hino de invocação para o príncipe das trevas.

No centro deitada no altar uma menina que deveria ter uns seis anos chorava com seu destino, a vida daquela criança logo seria ceifada e sua alma sugada para alimentar o ser que nasceria.
__ Esse é o seu destino minha querida! _alguém sussurrava para uma menina coberta por um manto vermelho e que segurava um punhal. __ Liberte o poder, foi para isso que veio ao mundo, cumpra seu destino. _a garota apertou o punhal nas mãos caminhando até a criança.

Seus olhos eram vazios, mas podia enxergar através da alma da criança, um ser inocente nascida de um forte signo do zodíaco, algo dentro dela lutava contra o destino, talvez uma alma, mas não, ela não tinha alma, estava vazia.

Levantou a cabeça encarando a lua que era tão bela e presenciaria a morte de um inocente, respirou e apunhalou a criança no coração, o grito daquele ser puro poderia ser ouvido há quilômetros de distância.

A garota deslizou a faca abrindo o pequeno peito da defunta e retirou seu coraçãozinho que ainda batia fora do corpo.
__ Agora se alimente minha criança. _a menina olhou para o órgão que segurava e o colocou dentro da boca.

Aquela coisa tinha gosto de morte, era a pior coisa que ela havia comido, o sangue escorria da sua boca deleitando os olhos dos membros da ordem, eles sorriam satisfeitos com o feito da garota, ela estava pronta para o ritual da lua de sangue, era a escolhida.

Depois de comer o coração, a garota soltou o punhal no chão, seus olhos pareciam ainda mais vazios, o sangue em seu rosto e roupa mostravam que ela entrara para uma nova fase, perdeu sua alma e estaria condenada para o resto da vida.
__ Agora o invoque e se embebede com o poder. _ela baixou a cabeça fechando os olhos e pronunciou as palavras, mas ditou tão baixo que ninguém poderia ouvi-la.

De repente um vento forte soprou e ao redor da garota um círculo de fogo foi formado consumindo seu corpo, ela estava recebendo o poder, todos olhavam maravilhados e entoavam cânticos da morte.

Todo seu corpo consumiu o fogo e quando seus olhos foram abertos estavam completamente brancos, um sorriso maléfico surgiu em seu rosto, ela estava completa e poderosa o suficiente para quando a lua de sangue surgir.
__ Tão poderosa, minha criança.
__ Upgrade et cum angelis. _estas foram suas últimas quando incendiou o cadáver da criança.
__ O que você fez? _sorriu e observou a alma daquela que ela tirou a vida subindo aos céus. __ Como ousa trair a ordem criança maldita? _um tapa foi desferido em seu rosto.

Ela sorriu de lado e levantou as mãos para o céu invocando os ventos que arrastaram para longe os membros, uma cortina de fumaça consumiu seu corpo e a garota sumiu na noite.

***********


__ Acorda Lilian! _Mitsui chamou a amiga que havia dormido. __ Já chegamos na escola. _ela coçou os olhos e pegou a mochila acompanhando suas amigas para dentro do enorme instituto escolar.
__ Vou beber um pouco d'água, alcanço vocês depois. _ela parou diante do bebedouro e viu suas amigas sumirem corredor à dentro.

Lilian não havia dormido direito, os pesadelos estavam cada vez piores, parece que eles jamais a abandonaria, seu corpo clamava por descanso, não conseguiria manter suas notas regulares se continuasse cansada daquela forma, mas para ela estava difícil ter uma boa noite de sono.
Abaixou a cabeça colocando seu cabelo cinza para o lado e bebericou a água que saia, de repente sentiu seu pulso queimar como da vez que foi marcada, se pôs ereta e levantou um pouco a manga do casaco enfregando o local, aquilo estava ardendo e ela não sabia o por quê.
__ O que significa? _ela tomou o maior susto ao ouvir aquela voz próxima ao seu ouvido, seus pêlos se arrepiaram após sentir a respiração quente em seu pescoço.
__ Ficou louco? _Lilian tinha a mão no peito.
__ Me desculpe! _o rapaz levantou as mãos em rendição vendo que ela parecia assustada. __ Não pretendia te assustar.
__ Mas assustou!
__ Me desculpe de novo, só fiquei curioso com sua tatuagem. _apontou para o pulso da garota que logo escondeu com a manga do casaco.
__ Não é da sua conta Byun! _ela deu-lhe as costas e caminhou para sala de aula.

**************

Seus olhos se encontraram quando ela adentrou a sala, LuHan não podia mais adiar, ele tinha que descobrir até que ponto o poder da ruiva chegava, mas algo naquela manhã ensolarada estava errado, Diana parecia mais pálida que o normal, os olhos estavam fundos e os lábios sem uma gota de sangue.

Ela caminhou lentamente até sua mesa, mas antes que pudesse se aproximar desviou o olhar e encarou a janela, não estava acreditando que teria aquelas malditas visões de novo com aquela que destruiu sua vida.
__ O que foi Di? _Mila despertou a amiga do transe.
__ Pensei ter visto uma coisa. _virou para a loira e sorriu fraco. __ Mas não é nada. _finalmente ela sentou na sua cadeira e respirou fundo.

Se sentia fraca e sabia por quê, mas não faria aquilo de novo, jurou nunca mais fazer e mesmo assim fez, apenas para salvar a vida de LuHan, mas por quê sentiu a necessidade de salvá-lo? Desde quando ele era tão importante assim?

O rapaz pôde ver no rosto da ruiva a briga interna que ela travava, seu corpo clamava por algo que ele suspeitava restaurar as forças dela, mas de alguma forma Diana não queria aceitar.

As aulas que se seguiram os dois sequer tiveram coragem de falar o que planejaram falar um para o outro, nem ao menos se olharam e aquilo incomodou LuHan que batucava os dedos na mesa.

Diana não esperou suas amigas e saiu às pressas para fora da escola quando o sinal tocou dando fim às aulas, tudo que ela queria era não ter que encarar o loiro e entrou na van encostando a cabeça no banco.

Aquela garota era completamente louca.

O rapaz pensou ao ver Diana correndo para fora, seus amigos o acompanharam durante o caminho, eles eram uma mistura de bad boys e bons moços, sempre sorrindo e acabando com a sanidade das meninas. De longe LuHan viu a ruiva dentro da van com os olhos fechados, ela parecia serena, mas ele sabia que não podia confiar em alguém com aparência tão angelical.

***************


A lua estava ainda mais linda naquela noite, mas ela não tinha tempo para admirá-la, a criatura ainda estava lhe perseguindo, podia ouvir seus uivos que estavam cada vez mais próximos. Correu o mais depressa possível, seus pés já não aguentavam mais a dor, eles sangravam e seu coração estava à ponto de enfartar, ela se sentia fraca e sabia que seu fim estava próximo.
Assim como nos filmes de terror, ela tropeçou em alguma raiz de árvore e caiu de joelhos, seu pé havia quebrado, a dor era terrível, queria gritar, mas isso só atrairia seu predador. Fez esforço para levantar, mas sem sucesso, seu coração gelou ao olhar para frente e parado lhe observando estava seu predador, o monstro, o cavalheiro do inferno que lhe levaria até seu senhor.

O animal em um único pulo, avançou contra a garota que ainda se encontrava no chão, gritar seria pior, então ela esperou o golpe final, mas ao invés disso ele aproximou seu enorme focinho no rosto da garota e ambos tiveram o olhares cruzados.

Diante de uma lua cheia e brilhante, a enorme besta ganhou forma humana, ela conhecia aquele olhos, o rosto infantil por detrás do demônio que lhe atacou.

__ LUHAN!! _Diana despertou assustando suas amigas.
__ O que houve unnie? _Mitsui segurou nos ombros da ruiva que tinha os olhos arregalados e logo depois sentiu a escuridão lhe invadir outra vez perdendo os sentidos.


Notas Finais


E aí, gostaram?? Achei bem dark!!

Comentem aqui👇o que acharam e se devo continuar!

💋💋💋 no ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...