História Lua Negra - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Adrian Harris, Aiden, Alan Deaton, Allison Argent, Bobby Finstock, Chris Argent, Corey Bryant, Danny Mahealani, Decaulion, Derek Hale, Enis, Erica Reyes, Ethan, Garrett, Gerard Argent, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jordan Parrish, Kali, Kate Argent, Laura Hale, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Marin Morrell, Melissa McCall, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Natalie Martin, Personagens Originais, Peter Hale, Rafael McCall, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Theo Raeken, Vernon Boyd, Victória Argent
Tags Brandon, Briam, Derek Hale, Drama, Isaac Lahey, Liam Dunbar, Scisaac, Scott Mccall, Sterek, Stiles Stilinski
Visualizações 98
Palavras 3.464
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Droubble, Famí­lia, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


mais um capitulo novo pessoal, desculpe a demora, mais a facul e mais a desmostivação pra escrever, enfim
espero q gostem
bjos

Capítulo 17 - 2x05 - O Massacre


A música começou a ecoar por todo o colégio, deixando os alunos assustados, Liam olhou para o Garrett e ficou em alerta, na sala do Scott, ele olhou para o Josh, depois olhou para a porta, o que será que estava acontecendo?

 

Musica

Pumped Up Kicks

Foster The People

  

Robert's got a quick hand
He'll look around the room he won't tell you his plan
He's got a rolled cigarette
Hanging out his mouth, he's a cowboy kid

Yeah, he found a six shooter gun
In his dad's closet, hidden in a box of fun things
And I don't even know what
But he's coming for you, yeah, he's coming for you

All the other kids with the pumped up kicks
You better run, better run, out run my gun
All the other kids with the pumped up kicks
You better run, better run faster than my bullet

All the other kids with the pumped up kicks
You better run, better run, out run my gun
All the other kids with the pumped up kicks
You better run, better run faster than my bullet

Daddy works a long day
He be coming home late, yeah, he's coming home late
And he's bringing me a surprise
Cause dinner's in the kitchen and it's packed in ice

I've waited for a long time
Yeah, the slight of my hand is now a quick pull trigger
I reason with my cigarette
Then say: Your hair's on fire
You must have lost your wits, yeah

All the other kids with the pumped up kicks
You better run, better run, out run my gun
All the other kids with the pumped up kicks
You better run, better run faster than my bullet

All the other kids with the pumped up kicks
You better run, better run, out run my gun
All the other kids with the pumped up kicks
You better run, better run faster than my bullet

All the other kids with the pumped up kicks
You better run, better run, out run my gun
All the other kids with the pumped up kicks
You better run, better run faster than my bullet

All the other kids with the pumped up kicks
You better run, better run, out run my gun
All the other kids with the pumped up kicks
You better run, better run faster than my bullet

All the other kids with the pumped up kicks
You better run, better run, out run my gun
All the other kids with the pumped up kicks
You better run, better run faster than my bullet

 

Tradução:

Sapatos Caros

Robert tem uma mão ágil
Ele dá uma olhada no lugar e não conta seus planos
Ele tem um cigarro enrolado
Pendurado em sua boca, ele é um cowboy

É, ele encontrou um revólver
No armário do seu pai, escondido numa caixa de coisas legais
E não sei nem o que aconteceu
Mas ele virá atrás de você, é, ele virá atrás de você

Todas as outras crianças com sapatos caros
É melhor correrem, correrem mais rápido que a minha arma
Todas as outras crianças com sapatos caros
É melhor correrem, correrem mais rápido que as minhas balas

Todas as outras crianças com sapatos caros
É melhor correrem, correrem mais rápido que a minha arma
Todas as outras crianças com sapatos caros
É melhor correrem, correrem mais rápido que as minhas balas

Papai trabalha o dia todo
Vai chegar tarde em casa, é, chegar tarde em casa
E vai me trazer uma surpresa
Pois o jantar está na cozinha e embrulhado em gelo

Eu esperei muito tempo
É, e a agilidade da minha mão agora puxa gatilhos
Eu debato com o meu cigarro
E digo: Seu cabelo está com tudo
Você deve ter perdido o juízo, yeah

Todas as outras crianças com sapatos caros
É melhor correrem, correrem mais rápido que a minha arma
Todas as outras crianças com sapatos caros
É melhor correrem, correrem mais rápido que as minhas balas

Todas as outras crianças com sapatos caros
É melhor correrem, correrem mais rápido que a minha arma
Todas as outras crianças com sapatos caros
É melhor correrem, correrem mais rápido que as minhas balas

Todas as outras crianças com sapatos caros
É melhor correrem, correrem mais rápido que a minha arma
Todas as outras crianças com sapatos caros
É melhor correrem, correrem mais rápido que as minhas balas

Todas as outras crianças com sapatos caros
É melhor correrem, correrem mais rápido que a minha arma
Todas as outras crianças com sapatos caros
É melhor correrem, correrem mais rápido que as minhas balas

Todas as outras crianças com sapatos caros
É melhor correrem, correrem mais rápido que a minha arma
Todas as outras crianças com sapatos caros
É melhor correrem, correrem mais rápido que as minhas balas

 

Corey saiu do banheiro com a arma e viu o diretor Harris na sua direção, o olhando, ele colocou as mãos na frente e implorou que o Corey não atirasse, Corey riu

– Diretor Harris? Foi você que absolveu os moleques que tentaram estuprar o Liam no ano passado, não foi? – perguntou o Corey com um sorriso macabro, deixando o diretor Harris sem graça

– Não foi bem assim, foi um mal entendido – disse ele tentando se justificar, Corey riu

– Um mal entendido? Então, sua morte também será um mal entendido, diretor Harris – disse o Corey sorrindo, apontando para a cara dele e atirando, o matando, todo mundo na escola começou a gritar, varias pessoas saíram das salas correndo

-----------

Hospital de Beacon Hills

Brandon acorda com uma dor de cabeça, olhou para o lado e viu a Karen sentada ali no canto dormindo, ele sorriu instantaneamente, como ela era linda, como ela se importava com ele apesar de tudo, como ele pôde ser tão babaca com ela? Ela estava carregando seu filho, Brandon decidiu que iria acertar as coisas, Karen abriu os olhos e o viu, ficou preocupada

– Brandon? Você acordou? Você está bem? Você está com dor? Vou chamar o medico – disse ela andando pela porta, Brandon segurou o braço dela

– Não precisa, eu estou bem – disse ele sorrindo para ela, ela sorriu de volta, pegou a cadeira e sentou mais perto dele

– Acho que a gente precisa conversar, Karen – disse ele a olhando seriamente, ela colocou os dedos nos lábios dele

– Não agora, vamos esperar você se recuperar – disse a Karen sorrindo para ele, Brandon olhou a televisão e viu que estava acontecendo algo, pediu que ela aumentasse o volume

“Um tiro foi ouvido há mais ou menos 20 minutos atrás, e antes desse tiro uma musica macabra chamada Pumped Up Kicks foi tocada em toda escola, ainda não se tem ideia de feridos e nem de quem é o atirador”

Brandon jogou as cobertas no chão e começou a se levantar, Karen o segurou, e o colocou na cama

– O que você está fazendo, Brandon? Você não pode se levantar ainda – disse a Karen preocupada sem entender aquilo

– Você não entende, eu preciso ir ajuda-los – disse o Brandon se levantando de novo, Karen o segurou

– Você está louco? Deixa a policia lidar com isso Brandon, você não tem preparo para lidar com essas coisas – disse a Karen não entendendo essa preocupação do Brandon, Brandon quase respondeu que era um caçador, mais resolveu ficar quieto

------------

Escola de Beacon Hills

Corey andava pelo o corredor, foi em direção a uma sala aonde um dos seus estupradores estudava, viu ele saindo da sala, apontou a arma na cabeça dele

– Por favor Corey, me perdoa, foi o Danny e o Nate  que me obrigaram – disse ele implorando pela vida

– Vai para o inferno, infeliz – disse o Corey atirando na cabeça dele e o matando, Corey pegou sua arma, deu uma recarregada, foi ate a direção da sala do outro garoto que o estuprou, atirou na porta, assustando todo mundo que estava escondido lá dentro, ele entrou

– Não se preocupem, eu só quero o Doug, me falam aonde ele está e todos ficam vivos – disse o Corey sorrindo e olhando todos eles num canto, eles se levantaram e se afastaram mostrando o Doug

– Venha comigo seu merda, AGORA – gritou o Corey, Doug chorava de medo, ele começou a andar em direção a porta, Corey foi atrás dele, quando chegaram no corredor, Corey atirou na cabeça dele

--------

Liam lembrou do Corey, que não tinha visto mais ele, todos os alunos estavam num canto encolhidos agachados, ele foi para perto do Garrett

– Nós precisamos ir lá fora, o Corey está lá – disse o Liam para o Garrett

– Você está louco? Está uma bagunça lá fora, não banque o herói Liam, vamos ficar aqui – disse o Garrett

– Eu não quero bancar o herói, só quero salvar o meu amigo – disse o Liam para o Garrett, ele esperou a professora estar distraída e saiu pela porta dos fundos, Garrett ficou apavorado e foi atrás

------------

Casa dos Stilinski

Drake acorda com o barulho do celular, era mensagens da Alisha e do Josh, dizendo sobre o tiroteio na escola e falando que o Josh estava lá, ele olhou para o Stiles dormindo

– STILES, ACORDA, STILES – gritou o Drake, Stiles se virou na cama sonolento, sem entender nada, levantou e beijou o Drake, começando a beijar seu pescoço, Drake o parou

– O que foi? Você não me acordou para mais sexo? – perguntou o Stiles se deitando de novo e virando de lado

– ESTÁ TENDO UM TIROTEIO NA ESCOLA STILES, MEU IRMÃO E SEUS AMIGOS ESTÃO LÁ – gritou o Drake querendo que o Stiles tomasse uma atitude

– Ah-a-h, o meu pai vai resolver isso, não se preocupe, volte a dormir – disse o Stiles, Drake bufou, pegou suas coisas e colocou sua roupa

– Profetinha mais bunda mole – falou para si mesmo, por sorte Stiles não o ouviu, Drake saiu e foi para a casa do Julian

------------

Corey foi até em direção a sala do Nate, agora ele iria resolver as coisas com o antigo amigo do Jackson, ex amante do Liam, agora iria vingar o Liam e depois iria se vingar completamente, ele atirou na porta, depois a chutou abrindo com força, um monte de gente começou a gritar, ele viu o Nate encolhido num lugar, o olhou, Nate se levantou e começou a correr, Corey o parou apontando a arma na sua cara

– Espero que o Jackson foda com você no inferno – disse ele atirando na cabeça dele e o matando, todo mundo começou a gritar, ele saiu, agora iria até a sala do Danny e acabar de uma vez por toda com isso

-----------

Hospital de Beacon Hills

Chris entrou no quarto, Karen se levantou e o abraçou, beijando ele no rosto, viu que eles precisavam conversar

– Vou me retirar, acho que vocês precisam ficar a sós – disse a Karen pegando a sua bolsa e saindo do quarto do hospital

– Pai, sobre ontem, eu... – começou o Brandon sendo interrompido pelo o abraço do Chris, que se afastou

– Não precisa se desculpar filho, você estava certo, tudo isso é culpa minha, a Allison estaria viva se não fosse o meu ódio com os seres sobrenaturais, e se eu tivesse confiado em você, talvez a Kate e sua mãe estivessem viva – disse o Chris, Brandon se levantou se sentando na cama

– Pai, você não teve culpa, eu fui um idiota, esse tempo todo eu fui um idiota – disse o Brandon para o pai

– Eu também fui, você não pode ser obrigado a desistir do que você acredita só por que eu desisti, se você quiser, você pode voltar a ser caçador, irei te apoiar, mesmo me aposentando disso – disse o Chris para o filho

– Sim, pai, eu vou voltar a caçar, e eu também contarei tudo para a Karen sobre esse mundo sobrenatural e o que eu sou, eu decidi que irei assumir a criança, irei casar com ela, e irei me sustentar por um tempo com o dinheiro que a Kate, Gerard e minha mãe deixaram para mim, dá para viver um bom tempo com esse dinheiro e dar ao meu filho uma vida confortável – disse o Brandon para o pai, o deixando orgulhoso por sua maturidade

– Não se preocupe filho, eu sei que você vai conseguir, estou orgulhoso de você – disse o Chris abraçando o filho e o beijando no rosto

-------------

Corey chegou na sala do Danny e entrou lá dentro, viu o Danny num canto, foi ate ele e apontou sua arma para ele

– Se levante, miserável – disse o Corey para ele, Danny se levantou e o olhou nos olhos, o encarando

– Eu não tenho medo de você, sua putinha, quer ser comida de novo? – disse o Danny rindo, Corey também riu, e deu um tiro na perna do Danny

– Cala a boca, e venha comigo – disse o Corey, pegando o Danny pelo o braço e o carregando até o corredor da escola, e o jogando no chão

– Ajoelhe-se – falou o Corey, Danny riu, mais decidiu o obedecer, ajoelhando-se

– Diga as suas ultimas palavras – disse o Corey apontando para a cabeça dele, Liam chegou no corredor e ficou espantado, correu em direção ao Corey

– COREY, PARA COM ISSO, O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO? – gritou o Liam espantado com aquilo, Corey riu

– Estou me vingando, você Liam ontem faltou na escola por problemas chamado homens, e nem lembrou de mim, sabe o que aconteceu ontem comigo Liam? Eu fui estuprado, por fucking 4 garotos, já matei três deles, esse é o quarto, e matei o diretor que não te apoiou ano passado, e além de tudo, eu apanhei do meu pai que descobriu que sou gay por que fui estuprado, obrigado liam, você foi um ótimo amigo – disse o Corey rindo, apontou a arma para o Danny

– Diga às suas ultimas palavras – falou o Corey o olhando com raiva

– Não faça isso Corey, não vale a pena, acredita em mim – disse o Liam para o Corey

– Então quer dizer que se você tivesse de frente do seu estuprador, você não apertaria o gatilho? – perguntou o Corey para ele, Liam ficou espantado com a pergunta e não soube o que responder

– Foi o que eu pensei – complementou o Corey, voltando sua atenção para o Danny

– DIGA LOGO ÀS SUAS ULTIMAS PALAVRAS, INFELIZ – gritou o Corey com raiva, Danny riu

– Foi ótimo comer sua bundinha, sua puta gostosa – disse o Danny rindo, Corey se irritou e atirou na cabeça dele, o matando também

– NÃO – gritou o Liam, espantado com aquilo tudo, Corey pegou sua arma e apontou para o rosto do Liam

– O que você está fazendo, Corey? – perguntou o Liam espantado com aquilo, sabia que não lhe aconteceria nada, pois era um lobisomem, mais aquilo o machucou, seu amigo que ele deveria proteger, com raiva e apontando uma arma para ele

– Você mentiu para mim Liam, você me abandonou, você disse que não queria ficar com ninguém, mais beijou o Garrett, está com ele, você é um mentiroso Liam – disse o Corey apontando na cabeça do Liam e se preparando para atirar, Garrett veio correndo, pegou o Corey e o colocou na parede, deu uma joelhada na barriga dele, pegou a mão do Corey e bateu na parede algumas vezes para derrubar a arma, mais Corey não soltava, Corey começou a atirar nas paredes

Josh escondido no corredor, com o seu poder, fez a arma escorregar da mão de Corey e cair, Garrett pegou o Corey e o jogou no chão, pulou em cima dele, o prendendo com seu corpo, e começou a socar o rosto do Corey

– GARRETT, PARA – gritou o Liam desesperado, a SWATT entrou, separou os dois e prendeu o Corey

------------

Algumas horas mais tarde

Casa do Julian

– As coisas estão saindo do nosso controle, Julian – disse a Alisha andando para um lado para o outro

– Calma Alisha, os garotos estão bem, não precisa ficar aflita – disse o Julian tentando tranquiliza-la

– Hahahaha, você acha mesmo que eu estou preocupada com esses pivetes? Me poupe Julian, estou preocupada com o nosso plano, que está indo por ladeira a baixo, não achamos ainda o objeto que viemos procurar, nosso mestre continua preso, nosso outro mestre fica de enrolação, o Stiles está perdendo o controle e nós sabemos muito bem o por que, como não ficar aflita? – disse a Alisha para o Julian, que se levantou e ficou de frente para ela

– Primeiramente, a gente não tem certeza do por que o Stiles está assim, nosso mestre já disse que vai dar um jeito de resolver isso, segundamente, nós vamos achar esse maldito objeto, terceiramente, nós iremos libertar ele e conseguiremos tudo que queremos, não se preocupe, querida – disse o Julian fazendo carinho no ombro da Alisha, a surpreendendo, ela o olhou com um olhar fuzilante, que fez ele se afastar e pedir desculpa

– Assim espero, e Julian, encoste de novo no meu ombro e me chame de querida de novo, que você não terá mais mãos e nem língua, obrigada e de nada – disse ela saindo, Julian riu, como ele gostava dela

Alisha foi para a sala aonde o Drake e o Josh estavam conversando, ela estranhou os dois cochichando

– O que vocês tanto cochicham ai? – perguntou ela intrigada

– Sobre vocês – disse o Drake sendo direto

– O que por exemplo, sobre nós, vocês cochicharam? – perguntou a Alisha olhando eles seriamente

– Nós queremos saber qual é todo esse segredo, qual é o nosso objetivo, por que o Stiles mudou o jeito dele e tudo mais – disse o Drake exausto, Alisha revirou os olhos

– Mais vocês são chatos pra caralho ein? Ok, eu vou contar uma parte, dai vocês não me enchem mais o saco ok? – disse a Alisha para os dois, que confirmaram com a cabeça

– Nós queremos libertar nosso mestre de uma dimensão, que ele está preso, há alguns anos já, nosso outro mestre está nos guiando para abrirmos o portal e solta-lo, entendeu? – disse a Alisha para os dois que se olharam e ficaram com mais duvidas ainda

– Mais que portal? Aonde é essa dimensão? Como isso é possível? Como abriremos esse portal? – perguntou o Drake sem entender nada, Alisha revirou os olhos

– Mais vocês são chatos pra caralho, outro século eu explico que estou sem paciência, tchau –disse a Alisha pegando sua bolsa e saindo

------------

LOFT DO DEREK

Derek acordou no chão da sala, viu seu braço com sangue de novo, não entendia aquilo, tinha tido outro apagão, o que estava acontecendo com ele?

Ele se levantou, foi para o banheiro, tomou um banho, saiu e foi para a empresa, sentia falta do Stiles, o amava, não entendia por que o tinha abandonado, a empresa parecia tão insignificante para ele agora

---------

Alisha parou o carro num lugar distante da cidade, olhou nos lados para ver se alguém a tinha seguido, entrou numa caverna, lá dentro entrou em vários tuneis, até que achou vários garotos com capuz ajoelhado, e um de pé lá na frente, de costas

– Estou aqui – disse ela se aproximando dele

– Sim, eu senti seu cheiro desde que você fechou a porta do carro, eu já não te disse para não vim aqui sem eu chamar? – disse o cara de capuz para ela

– Sim, eu sei, me desculpe, mais eu estou muito preocupada, as coisas estão andando muito devagar, os meninos ficam me enchendo o saco de perguntas, Julian continua deixando os sentimentos dele por mim o dominar, e o Stiles está estranho, você sabe o porque, não sabe? – perguntou a Alisha para o cara do capuz

– Sim, claro que eu sei. Alisha, Alisha, aprenda com o que eu te ensinei, o medo sempre atrapalha, domine o seu medo, você é a pessoa em quem eu mais confio de todas as pessoas, se uma pessoa pode conseguir liberta-lo, essa pessoa é você, então pare com medo, pare de se sabotar, e PARE DE DESOBEDECER MINHAS ORDENS – gritou o encapuzado tirando o seu capuz

– Perdão, mestre – disse a Alisha abaixando a cabeça para ele e se ajoelhando

– Está perdoada, quanto aos garotos, não se preocupe, logo, logo eu me apresentarei para eles – disse o homem do capuz para a Alisha

----------

CASA DO JULIAN

– Drake, pare de irritar a Alisha com perguntas, assim ela vai querer se livrar da gente – disse o Josh para o Drake

– Não sei não Josh, eu tenho a impressão que a gente está sendo usado e seremos mortos quando não servimos mais para nada – disse o Drake para o Josh

– Talvez isso aconteça, mais o que podemos fazer? Fugir? Se fugirmos eles veem atrás de nós, dai sim nos matam, nós estamos presos a eles, querendo ou não Drake, só nos resta aceitar – disse o Josh para ele, saindo da sala

 – Aceitar não é comigo, eu vou descobrir a verdade e dar um jeito de dar a volta por cima – disse o Drake para si mesmo

 

 

 

Continua.......


Notas Finais


espero q tenham gostado
por favor, comentem oq acharam
bjos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...