História Luar - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach
Personagens Byakuya Kuchiki, Genryuusai Shigekuni Yamamoto, Hinamori Momo, Ichigo Kurosaki, Kenpachi Zaraki, Orihime Inoue, Personagens Originais, Renji Abarai, Rukia Kuchiki, Sado Yasutora, Shihouin Yoruichi, Soi Fong "Soifon", Toushirou Hitsugaya, Urahara Kisuke
Tags Ichigo Kurosaki, Ichiruki, Rukia Kuchiki
Visualizações 47
Palavras 1.696
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heey amores esse capítulo se atrazou um pouco mais está aqui para vocês, messo que tenha demorado foi postado hoje. Esse capítulo continua o capítulo anterior e também ira acabar em um momento chocante e com a revelação de uma coisa. Curiosos? Leiam o capítulo até o fim para saberem o que será revelado e nós comentarios digam o que pensaram que seria a revelação. Queria agradeçer pelos vários comentarios e favoritos novos que estam dando me motivando a continuar e quero agradecer por todos eles que me deixam cada vez mais alegre para continuar. O próximo capítulo logo saira para saciar a vontade de vocês.
Favoritem e comentem, boa leitura.

Capítulo 4 - Por Mim?


Fanfic / Fanfiction Luar - Capítulo 4 - Por Mim?

Eu sentia o meu coração ser despedaçado em vários pedaços, eu sentia uma enorme vontade de chorar alí mesmo em sua frente. Ichigo dava as costas para mim da maneira mais fria que tinha, eu me virava bruscamente sentindo uma raiva enorme me consumir, Ichigo queria brincar com os meus sentimentos mais eu não estava a fim de participar de seu joguinho. 

Andava rápidamente em direção do quarto de Samui, eu não estava mais aguentando ficar dentro daquela casa com Ichigo e todos me tratando como se estivessemos em um jogo. Entrava no quarto encontrando Samui deitada na cama olhando para o teto como se estivesse tentando achar alguma coisa nele.

A mesma notava a minha presença após alguns minutos a encarando, ela se sentava por cima de sua perna e me encarava com um soce sorriso a qual eu correspondia com um forçado. Samui percebia que não estava muito alegre e mudava a sua feição para cara tristonha.

- Samui vamos embora daqui ok!? — Perguntava para a mesma que ficava com cara de confusão, por ainda ser muito nova não iria entender o porque então iria a explicar.

- Mas porque Oka-san, não estamos nós divertindo com o Ichigo-san? — Samui perguntava com voz tristonha e melancolica que me cortava o coração.

- Sim mais precisamos ir para outro lugar. — Respondia para a mesma que assentia meia tristonha e cabisbaixa. — Não posso ser um fardo para Ichigo sempre que me meto em problemas, ele não ira mais mexer com meus sentimentos. — Pensava fechando a mão com força.

- Vamos rever o tio Byakuya? — Samui perguntava animada com sua própria ideia.

- Serâ arriscado de mais, iremos para um lugar que seja seguro. Não quero que nada de mão lhe aconteça. — Eu a explicava e a mesma assentia ainda triste. — Farei de tudo para avisar a ele, talvez els venha nós ver. — A dava um pouco de esperança.

- Que bom! Estava com saudades do tio Byakuya. — Samui mostrava alegria em suas palavras, eu apenas sorria para ela entrando em mode de shinigami.

- Vou deixar um recado para o Ichigo, ele pode querer vir atrás. — Dizia pegando um papel e uma caneta começando a escrever e e deixando em cima da comoda. — Agora vamos Samui. — A mesma assentia subindo em minhas costas.

Eu rápidamente saltava usando shumpo e aperecendo em cima do telhado onde eu começava a correr de um lado para o outro para sair da casa de Ichigo, a lua cheia brilhava intensamente me iluminando, mesmo durante o dia tivesse chuvido bastante. Mesmo iluminada pelos postes as ruas de Karakura estavam bastante escuras e sombrias aquele dia. Aquilo de certo modo me deixava extremamente incomodada.

Não deixava que as sombras me assustassem então continuava correndo sem rumo pela cidade, Samui estava com medo da escuridão que a fazia segurar meu kimono extremamente forte, continuava a correr mesmo sentindo uma enorme força espiritual se aproximando de mim mais ao mesmo tempo uma força conhecida.

Sentia a reiatsu cada vez mais forte de mim e cada vez maia forte e poderosa, continuava a correr até um certo ponto parando e decendo Samui de meu colo. Me virava encarando a tenente do quarto esquadrão, Kotetsu Isane, que estava com um sorriso ao rosto por ter me encontrado. Mais eu não sentia apenas a pressão espiritual dela, logo atrás de mim aparecendo com o shumpo estava Ise Nanao. Ao longe estavam mais reiatsus sendo as dos capitões delas mas não estavam vindo em nossa direção.

Samui se afastou das duas e me encarou, eu ficava apenas cabisbaixa sem as encarar, levava a mão até o cabo de minha Zanpacktou.

- Não foi deixar que libere sua Shikai, conheçemos o seu poder Kuchiki-san. — Isane dizia encarando a garota com os olhos cemi cerrados. — Hadou N° 31 Shakkahow. — Gritou lançando uma bola de fogo em mi ha direção, eu usava o shumpo para aparecer atrás dela a fazendo arregalar os olhos.

A chutava com força a lançando do lado de Nanao que apenas me encarava e ajeitava os oculos.

- Gomem Rukia-san, mais o comandante Yamamoto-chan ira punir que não concluir a missão e sentir pena de vocês. Ele quer as capturar de qualquer jeito. Não temos escolhas. — Nanao me explicava mostrando não estar a favor disso, mas pelo o que disse não teria escolha.

- Gomennasai Kuchiki-san. — Falava Isane puxando sua Zanpacktou com força vindo em minha direção.

- Bakudou N° 61 Rikujikourou. — Gritava Rukia prendendo Isane nós feixes de luz amarela que a fez arregalar os seus olhos. — Mae, Sode no Shirayuki. — Gritei ativando minha shikai congelando o chão. — Eu que devo me desculpar, Isane. — Eu falei aparendo em sua frente pronta para corta-lá.

Nanao aparecia em minha frente fazendo as duas Zanpacktous se chocarem fazendo o metal colidir com o metal criar um imenso barulho, olhava para a tenente que mantinha seu rosto indiferente e triste, saltava para trás mas a mesma me seguia. Cada uma usava uma incrível velocidade para tentar acertar uma a outra mas sempre acabavamos nós defendendo.

A mulher não parecia nem um pouco casada, não demorou muito tempo para que Isane se solta-se e pulasse em cima de mim cortando meu ombro me fazendo gritar de dor.

- Oka-san. — Ouvia o grito de Samui e a olhava em quanto segurava meu ombro sangrando, a mesma tinha lágrimas nós olhos.

- Entregue-se Rukia-san, será melhor para Samui. — Nanao me aconselhava e eu encarava o rosto cheio de lágrimas de Samui.

- E-eu não vou me entregar... E-eu vou salvar a minha filha! — Gritava com raiva pegando minha Shikai e aparecendo atrás de Nanao a cortando e fazendo a mesma cair ao chão com olhos arregalados.

- Rukia-san, você pediu por isso. — Exclamou Isane me olhando nós olhos. — Hashire, Itegumo. — Gritou ativando sua shikai com uma enorme pressão espiritual que me deixou um pouco desnorteada.

Segurei minha shikai com força e corria ma direção de Isane que se defendeu e criou um raio de neve lançando em minha direção, rápidamente eu desviei e apareci em sua frente quase a cortando mais a mesma usou a mesma habilidade. Isane apareceu em frente a Samui o que me deixou com raiva e a chute com força, a tenente usou sua energia espiritual para usar a habilidade se gelo se sua shikai, estava pronta para terminar com a batalha mais eu desviei muito rápido. Saltei e usei o Some no Mai, Tsukichiru. 

A mesma saiu do circulo de gelo antes que fosse morta pelo mesmo, aparecia em minha frente para me atacar mas ela acertou apenas minha Zanpacktou. Nanao Ise continuou parada no mesmo lugar apenas me encarando, sentia um soco de Isane me acertar me fazendo cair ao chão, olhava-a com raiva e me levantava usando a segunda tecnica de minha shikai.

Isane era rápida e se desviava apareçendo em minha frente, me defendia forçando a espada contra a dela forçando-a a se afastar de mim, a mesma continua com a respiração normal e nem um pouco cansada bem diferente de mim que estava ofegante e cansada, cheia de ferimentos espalhados pelo meu corpo. Sentia Isane me chutar me lançando longe e batendo as costas na parede de um predio, cuspia sangue e via o quão preocupada estava Samui.

Estava com uma terrivel dor em meu corpo e me pergunta o porque de mim estar tão fraca a ponto de não derrota-lá, sentia o sangue percorrer por minha testa a deixando cheia de sangue, Samui chorava tremenda mente mais não se aproximava por saber que era algo perigoso a se fazer. Quando tentava me levantar arregalava os olhos vendo Isane em cima de mim pronta para o ataque, a tenente de cabelos brancos usou o Hadou N° 1 Sai, um forte vento veio de seu dedo me lançando bruscamente para trás e me cortando mais ainda.

A dor era completamente forte e via que agora as duas se aproximavam para dar o golpe final com suas Zanpacktous, lágrimas saiu de meus olhos e sussurrei... Me desculpe, Samui. 

- Não acham feio atacarem duas contra uma, realmente é uma covardia. — Ouvia uma voz feminina e então rápidamente olhei para cima encarando uma velha aliada. Sarugaki Hiyori.

- H-hiyori? — Eu perguntava com dificuldade e completamente surpresa olhando para a Vaizard.

A mesma tinha um sorriso no rosto e pousava na frente das duas pegando sua espada.

- Ela está aqui! — Hiyori gritava e rápidamente Ichigo e pousava a minha frente me e carando com o canto dos olhos.

- Ichigo? — Perguntava e o mesmo me encarava com o semblante preocupado.

- Nunca mais faça isso comigo Rukia, se aconteçesse alguma coisa com você eu não iria me perdoar. — Gritou Ichigo puxando sua Zanpacktou com força e encarou as duas. — Bankai.... — O poder de sua Reiatsu começava as deixando desorientadas. —... Tensa Zangetsu. — Gritou em seu modo de bankai.

- Sempre exagerado não é Kurosaki Ichigo!? — Hiyori zombou do mesmo pegando sua Zanpacktou e pulando em cima de Isane que rápidamente se defendeu.

Eu corri em direção a Samui a dando um forte abraço. O poder do impacto das Zanpacktous de Hiyori e Isane fez com que as duas se afastassem, Hiyori colocava a mão em frente de seu rosto fazendo sua mascará de Hollow aparecer chocando a tenente do quarto esquadrão, sorriu colocando a mascará e acertando o ombro de Isane que caiu ao chão de olhos arregalados.

Ichigo ia em direção de Nanao e tentou ataca-lá mais a mesma foi rápida se defendendo, antes que Nanao fosse contra atacar Ichigo lançou o Getsuga Tensho na mesma que se queimou com o ataque, seu braço sangrava mais a mesma parecia não se importar com isso, apenas mostrou sua Zanpacktou para Ichigo.

- Vou te mostrar como é minha shikai. — Nanao ficava animada com isso e virava a espada para baixo. — Meito, Kami no Gensō. — Gritou Nanao, sua lamina ficou dourada e com o cabo negro cheio de fitas negras, a espada era afiada e fina.

Eu arregalava os olhos ao sentir tal poder, Ichigo iria mesmo enfrenta-lá para que eu possa ficar segurao ao seu lado? Ele arriscaria a sua vida novamente, por mim?


Notas Finais


Observação: A palavra de de liberação da shikai de Nanao Ise é “Meito” que significa “Mate todos ao redor” e sua shikai é “Kami no Gensō” que significa “Ilusão dos Deuses”. Espero que tenham gostado, favoritem e comentem o que acharam do capítulo.
ARIGATOGŌZAIMASU


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...