História Lucaya let me love you - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Garota conhece o Mundo (Girl Meets World)
Personagens Maya Hart, Riley Matthews
Tags Lucas, Riley, Romance, Sabrina Carpenter
Visualizações 111
Palavras 1.215
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Volteiiiiii tô com cólica mas voltei ksks.

Capítulo 42 - Quente.


Pov's Lucas 

O resguardo finalmente acabou. A médica disse que quando voltasse pra relação sexual seria como a primeira vez e ia doer. 

Vou bem devagar pra não machuca - lá. 

Maya se mexe em meu peito e resmunga acordando. 

Lucas: bom dia. 

Maya: ótimo dia - sorri maliciosa. 

Maya se senta em meu colo e começa a rebolar. Seguro sua cintura e sinto meu pênis se animar. 

Ouvimos dois choros e Maya saiu do meu colo. Dêmos um suspiro frustrado. 

Maya pegou Sabrina e sentiu um mal cheiro, teria que trocar a fralda. 

Peyton estava com cólicas. Fiz a massagem que a médica recomendou. Ele foi se acalmando e me sentei na cama com ele em meus braços. 

Maya trocou a fralda de Sabrina e colocou outra. 

Maya: agora tá cheirosa princesa. 

Lucas: cadê o meu beijo princesa? 

Maya: já vou dar meu sapo. 

Ela se aproxima e me beija. Quando fomos aprofundar uma mãozinha pegou meu queixo. 

Lucas: papai beija a mamãe filho. 

Ele abriu a boca se babando todo. 

Lucas: sapeca ksks. 

Pov's Riley 

Acordei e saí do meu quarto. Fui pra cozinha e encontrei meus pais. 

Riley: oi gente - beijo os dois e me sento. 

Topanga: vai encontrar Rafael hoje? 

Riley: acho que não. Ele mandou uma mensagem dizendo que tá doente. 

Topanga: que pena querida. 

Cory: olha ele é um bom rapaz. Muito educado. 

Riley: estou tão entediada. 

Topanga: devíamos sair. 

Cory: ótimo. Dia da família. 

Riley: eu topo. 

Pov's Maya 

Estava loka pra ter Lucas e ele me foder muito. Só queria uma oportunidade. 

Riley: oi - entrou no quarto e foi até os berços. 

Maya: vai sair com Rafael? 

Riley: não. Ele tá doente. 

Maya: ah. 

Riley: vamos sair hoje. Dia da família. Vc quer ir? 

Isso!!! Essa é a minha oportunidade. 

Maya: não. Vou ficar com os bbs em casa. 

Riley: e o Lucas - sorri maliciosa. 

Maya: não sei do que vc tá falando. 

Riley: eu sei qual é o seu plano. Tenha um ótimo dia - piscou e saiu do quarto. 

Essa era a minha intenção. Quero ficar a sos com o Lucas. 

Todo mundo saiu de casa pra esse dia em família. Ficou só eu e ele em casa. Do jeito que eu queria. 

Maya: vc e eu...aqui sozinhos. 

Lucas: tô louco por vc. 

Lucas me pegou no colo e me levou até a cama. 

Lucas: vai ser como nossa primeira vez. Vai doer. 

Ele começa beijando meu pescoço. Estava com tantas saudades de sua boca no meu corpo. 

Ele retira minha blusa e meu sutiã. Chupou os bicos e depois os apertou. Segurei alguns fios de cabelo dele puxando enquanto gemia. 

Ele me beijou e mordeu meu lábio inferior.

Meu corpo estava arrepiado e pôr muito tempo sem Lucas me tocando eu tô pirando. Seus toques são tão delicados e bons. 

Troquei nossas posições ficando por cima. Fiz ele se sentar na cama e chupei seu pescoço cravando as unhas na sua nuca. 

Ele morde meu ombro e eu fecho os olhos com a cabeça pra trás, ele aproveita e chupa meu pescoço, o vale dos meus seios e chupa o bico do direito. 

Maya: hmmm - manhosa. 

Lucas: vc ficou mais gostosa ainda baby. 

Retirei sua camisa e arranhei suas costas. 

Maya: me pega de jeito. Perdeu a pegada caipira? 

Queria provoca - lo. Sei que é perigoso mas ele fica tão mais quente. 

Lucas: não devia ter dito isso. 

Ele me virou rapidamente arrancando um grito de surpresa meu. 

Lucas: vc vai gozar até quando eu quiser. 

Retirou minha calça e encostou a boca por cima da minha calcinha. 

Beijou minha virilha e foi até meu rosto me beijando. Senti sua mão descer pela minha barriga e adentrar minha calcinha. 

Arqueei as costas com o contato. Ele começou a acariciar meu clitóris e eu parei o beijo gemendo com os olhos fechados. 

Seus dedos são tão ágeis. Ele toca bem lentamente meu clitóris e chupa meu pescoço. 

Fico gemendo e esperando meu orgasmo. 

Ele chupa o bico do meu seio esquerdo e eu mordo meu lábio inferior. Sinto meu orgasmo perto e Lucas retira sua mão de dentro da minha calcinha. 

Suspiro frustrada e arranho suas costas. 

Maya: quer morrer Lucas friar?!!! Continue o que começou - rosnei e ele sorriu sacana. 

Lucas: vc vai gozar muito - mordeu o lóbulo da minha orelha - mas quando eu quiser - sussurrou deixando um beijo no meu pescoço. 

Ele retirou sua calça e ficou só de cueca. Sua ereção estava bem óbvia como um peixe querendo pular. 

Ele juntou nossas intimidades roçando sua ereção e eu gemi. 

Ficou me beijando e se mexendo esfregando nossos sexos. Senti meu gozo melecado sem ele estar dentro de mim. 

Lucas chupou minha intimidade e eu agarrei sua cabeça gemendo feito um animal. Sua língua passando por minha entrada e meu clitóris inchado foi meu fim. Abri minhas pernas para ele ter mais acesso e apertei meus seios sentindo um calor descomunal me invadir. 

Gozei e ele tomou tudo penetrando dois dedos. Arqueei minhas costas e ele beijou meu rosto todo enquanto me estimulava. 

Ele parava e depois acelerava. Sentia um misto de prazer e frustração quando ele parava. 

Ele chupou o bico do meu seio e depois me beijou calando meus gemidos. 

Ele os retirou e depois colocou de uma vez fazendo meu gozo melecar sua mão. 

Ele chupou e depois colocou na minha boca. Chupei bem sexy pra ele. 

Ele retirou sua cueca e vi seu pênis pular na minha barriga. Suas veias estavam a mostra e minha boca ficou molhada. 

Fiquei por cima e fui até seu membro o abocanhando. 

Passei a língua na cabecinha e fiquei olhando pra ele enquanto o chupava. 

Passei meu dedo em seu comprimento e comecei a masturba - lo enquanto chupava a cabecinha. 

Lucas segurou minha cabeça e arfou. 

Chupei suas bolas e coloquei seu pênis em minha boca. Senti seu gozo e tomei. 

Lucas: chega de preliminares. 

Pegou uma camisinha na cómoda e colocou no seu membro. 

Pov's Lucas 

Deitei Maya e fiquei por cima. Chegou a hora. 

Lucas: eu vou com cuidado. Se doer me avisa e eu paro. 

Coloquei meu pênis na sua entrada e fui forçando aos poucos. Maya fez uma careta de dor e eu a beijei. Fui colocando mais e Maya arranhou minhas costas. 

Fiquei totalmente dentro dela e a vi chorar. 

Lucas: tudo bem amor. Vai passar. 

Aos poucos ela parou de chorar e soltou um gemido. Comecei a me mexer e ela se agarrou ao meu pescoço gemendo. 

Maya: ma.a.a.ais rápido. 

Lucas: não quero te machucar. 

Maya: eu sei que não vai. 

Fui mais rápido e ela gemeu. Só se ouvia nossos gemidos misturados e minhas bolas. 

Suados. Ofegantes. E com fogo. 

Gozamos e ficámos um do lado do outro se olhando. Maya subiu em meu colo e se sentou em meu membro. 

Dei tapas em sua bunda e apertei seus seios que balançavam com ela quicando. Seus cabelos grudados na testa e sua carinha de safada. 

A agarrei pela nuca a beijando e ela rebolou nós fazendo gozar. 

Joguei fora a camisinha e tomámos um banho depois de transar novamente. Nós vestimos e nós deitamos cansados. 

Se os outros voltaram a gente não sabe. Acabámos dormindo exaustos. 

(Continua) 




Notas Finais


Foi isso bjsssss.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...