História Lucille, a filha do negan - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais, The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Andrea, Beth Greene, Bob Stookey, Carl Grimes, Carol Peletier, Dale Horvath, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Gabriel Stokes, Gareth, Glenn Rhee, Hershel Greene, Lizzie Samuels, Lori Grimes, Maggie Greene, Merle Dixon, Michonne, Mika Samuels, Morgan Jones, Negan, O Governador, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Shane Walsh, Sophia Peletier, Tara Chambler, Tyreese
Exibições 65
Palavras 708
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Famí­lia, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


desculpa a demora turma! é que meu pc deu pau e meu celular quebrou!

espero que gostem!

Capítulo 4 - Quatro



ponto de vista Lucille

começei a abrir meus olhos aos poucos, tentei me mexer para ver onde estava mas senti uma fisgada forte no ombro que acebei soltando um gemido de dor alto, ouvi a porta abrir, com muito custo me sentei em meio a gemidos, e lá estava o menino e o cara da flecha que vi hoje mais cedo
- Carl chama a Denise, avisa que ela acordou
o cara da besta falou para o menino, o mesmo lhe lançou um olhar raivoso e saiu batendo o pé com raiva
-onde estou? ai meu ombro merda
perguntei ao cara da besta, e mais uma vez esqueci do ombro e me apoei sobre ele, fazendo com que eu sentisse mais uma fisgada forte nele
-se tá segura... 
ele me respondeu me deu as costas e começou a andar, tentei me deitar mas o ombro doeu mais uma vez, esperei mais algums minutos até que uma mulher entrou e caminhou em minha direção
-oi... eu sou a Denise! deixa eu olhar e trocar o curativo!
eu apenas tirei a mão que se encontrava no meu ombro, dando passagem para que ela mexesse nele
-quanto tempo eu fique apagada?- perguntei pra ela
- uns dois dias, ta sentindo alguma dor na cabeça? é que se bateu ela forte lá na mata!
ela me respondeu e ao mesmo tempo fez outra pergunta, eu apenas neguei com a cabeça em resposta
- meu nome é Denise... e o seu?- me perguntou
-Lucil... Lucy
respondi a ela que sorriu quando tirou por completo o curativo
-isso ficou bom!
falou ela enquanto analisava a marca no meu ombro
- mas vai ficar uma cicatriz aqui!
continuou ela, dei de ombros como resposta... 
-oque aconteceu? eu não lembro direito!
perguntei a ela que terminava de limpar a ferida que ardia um pouco
- o Daryl... o cara com a besta! ele me falou que ele e o Carl te viram na floresta e o Carl... o garoto com chapeu, se assustou e sem querer atirou em você!
apenas acenti com a cabeça, quando vi ela estava terminando de enfaixar a ferida, um homen entra na casa
-como ela tá?
pergunta ele para Denise
- tá melhorando! já conversou com o Carl Rick?
perguntou ela para ele que so obteve um sim feito com a cabeça dele balançando, ela apenas ascentiu finalizou o meu curativo e saiu do lugar me deixando sozinha com o tal Rick
-qual o seu nome?-perguntou ele para mim
-Lucy!- respondi a ele que apenas ascentiu, em todo momento parecia estar fazendo um raio-x em mim
-vou te fazer três perguntas! posso?
ele me pergunta e eu apenas afirmo com a cabeça
- já matou quantos zumbis?
ele pergunta, eu o olho um pouco incredula, da onde ele tirou essa pergunta sem cabimento? quem quanta quantos mortos já matou?
-você conta? 
ele nega com a cabeça quando eu pergunto
-nem eu, eles já estão mortos mesmo!
ele apenas acente com a cabeça, se a primeira foi assim já imagino as outras duas!
- já matou humanos? se matou porque matou?
tá legal essa pergunta já foi mais esperta, já matei sim algumas pessoas mas eram salvadores que tentaram coisas comigo ou com mulheres do santuario, mas sera que as mortes que meu nome carrega conta?
- sim Rick! tem muita gente má nesse mundo que as vezes é até pior que os mortos, mas matei porque tentaram algo comigo ou com mulheres que conheci
minha resposta fez ele mudar o semblante
-tem algum grupo 
ele me pergunta e nego com a cabeça
-já tive mas estão todos mortos... igual ao meu pai!
isso agora, acabo de entrar em um ciclo de mentiras, mas que também me mostrou que sou livre!
-sinto muito, você está em Alexandria, é livre para recomeçar aqui! se quiser lhe daremos suas armas e pode sair!
eu nego com a cabeça, achei um lugar que o babaca do meu pai não achou ou ainda não achou! não vou perder minha unica chance de recomeçar, caso a merda feda aqui eu pulo esses muros
-seja bem vinda Lucy
anunciou Rick, esse realmente vai ser meu recomeço, até que o fim do mundo me alcance e traga meu fim!
 


Notas Finais


espero que tenham gostado

bjss e até a proxima turma <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...