História Lucinda is gone. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 13
Palavras 442
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Adultério, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Sinônimo de não aguentar mais.


Fanfic / Fanfiction Lucinda is gone. - Capítulo 1 - Sinônimo de não aguentar mais.

Lucinda ja estava farta, de tudo de todos. Principalmente de Oliver, seu pai que bebia e descontava sua raiva na pobre garota. E de sua mãe por ser o seu capacho, por não defender sua própria filha. E de seu irmão que não fazia nada além de ir a festa e tirar a virgindade de garotas que nem mesmo se tinham respeito. Respeito, Lucinda nem mesmo conhecia essa palavra, sua mãe não há ensinará a amar, a ter educação, a andar, nem falar Lucinda havia sido ensinada. Sua mãe estava ocupada demais fazendo as vontades de Oliver, ela o alimentava, trabalhava para sustentar o vício de Oliver em bebidas e sustentar seu próprio vício em Oliver.

Sabe aquele sentimento de que você não consegue respirar, você se sente sufocada com o coração apertado. Já chega desse sentimento sabe porque? Porque eu vou embora.

Lucinda arrumou suas malas, que era uma bolsa, com uma roupa extra, uma faca afiada e algumas comidas. Não se importava com a preocupação de sua mãe, se é que ela perceberia a falta de sua filha caçula. Quando Lucinda havia terminado a bolsa, jogou a mesma nas costas e pulou a janela sentindo um nó desafrouxar dentro de suas entranhas.

Lucinda estava feliz, pela primeira vez em 7 anos ela estava feliz. O sentimento era diferente, mas ainda sim ela sentia a escuridão no fundo de seu sorriso. Suas vozes interiores gritava pra ela voltar. Eu as ouvia, eram tristes e carregavam muito sofrimento.

-Mas que droga que vocês estão dizendo? Eu estou melhor assim.

Lucinda seguia pela floresta, cadê vez adentrando mais pelo coração da selva. Seu vestido branco ja estava rasgado e sujo, e seus pés descalços estavam feridos e doloridos, sua barriga estava roncando e seus olhos quase pregando com todo o sono que tomava seu corpo. Mas ela não podia dormir ela precisava estar segura pra isso.

Foi então que surgiu uma grande ideia. Lucinda iria subir em uma árvore, lá os animais da floresta não ha alcançariam. Estava decidido. Assim com muito esforço ela consegue finalmente encaixar seu pé em um deslize da árvore, agarrando um galho logo em seguida. Lucinda ficou assustada com a beleza daquele lugar de cima, sentou-se deu uma beliscada em seu lanche, imaginei que ela queira guardar um pouco para seu café da manhã, eu faria o mesmo. Após comer ela cai em seu sono profundo, escostada no tronco da árvore. Pude ver finalmente sua beleza sem que ela me veja. Os cabelos loiros de Lucinda brilhavam com a luz da lua. E sua boca, pedia pra ser beijada.

-Boa noite, minha doce Luci. - Eu digo beijando levemente seus lábios, sem que ela acorde.


Notas Finais


Ja são quase 2:00, estou cansada desculpe se ficou horrível.
Vcs ja shippam? Pq eu ja!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...