História Lucky One. ↪ Lucky J ↩ - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jay Park, JYJ
Tags Jero, Jessi, Jessica Ho, J-kyun, J-yo, Lucky J
Exibições 17
Palavras 490
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem. 😜😜😜

Capítulo 1 - Flash Back.


                   2006.10.15
                     21:40.

        J-YO PV

   Lá estava o papai, bêbado,  eu não lembro de muita coisa, mais, nesse momento me veio mais lembranças. Era um sonho, mas eu conseguia ver várias coisas, relembrar o passado infeliz, aquele que eu não gosto de relembrar.

   Aquela criança de só seis anos, que no caso era eu, só chorava, chorava pelo sentimento alheio, seu pai, Jay Park, Infeliz, esta foi a palavra dita pelo mais velho, sim ele se referiu ao pequeno J-yo. O homem dizia que o pequeno só atrapalhou, o seu plano de vida, por conta do mesmo o mais velho teve que abrir mão de muita coisa.

O menor não sabe dizer quantas vezes seu pai chegava bêbado, e não sabe qual vez foi a pior, a vez a que ameaçou a sí, ou a sua mãe, Jessica, seu irmão Kyun, na época tinha seus doze anos, mais supria responsabilidade maior do que sí mesmo. A vez em que seu pai ergueu a mão para bater em sua mãe, o mais velho dos irmão enfrentou o pai, apanhou feito lixo, mais o que importava para o mesmo era, sua mãe e seu pequeno J-yo, sua verdadeira família.

  Mas um dia, o pesadelo, teve fim.
 

  J-Kyun e J-yo, encontraram seu pai, no banheiro, morto, o homem havia se enforcado, e os dois meninos não sabiam qual era o verdadeiro sentimento na hora, estavam tristes, póis, amavam o pai, apesar de tudo, mais estavam felizes por terem de livrado de um pesadelo.

Os dois choraram baixinho, por longos minutos, viram a pessoa que os fez sofrer ali, ao abismo. Depois de alguns minutos, saíram do banheiro e ligaram, chorando, para a mãe, que estava no trabalho, já que marido também tinha virado usuário de drogas, a mulher teve que arrumar um emprego para manter a casa. E a mesma sempre dizia para sí mesmo na hora de dormir, Nunca desistiria dos filhos, se não fosse por eles já teria botado um fim em tudo, em sí e no homem que a fazia enfeliz.




                  ✖✖♥✖✖


Depois da morte do homem, eles se mudaram, de HongDae foram para grande Seul. Precisavam respirar ares novos. Ou pelo menos era isso que a mãe dos meninos falava. Então era isso o que iriam fazer. Aquele ditado, Tudo de ruim que acontece na vida da gente, é pra melhor. E mal sabem eles que terão ajuda.

             

                ✖✖♥✖✖

A mãe dos pequenos, era, e é, uma mulher muito bela, de ótimo coração, tinha uma beleza de se invejar, antes de fugir com Jay, tinha a vida que sempre sonhou, pais de classe média-alta, tinha tudo o que queria, e trabalhava como assistente na empresa do pai. Estava ótimo antes de fugir com o Park.
Se fugir com ele não desse os filhos maravilhosos, ela acha que se arrependeria, apesar de tudo o infeliz a fez feliz por um tempo e a deu os filhos que hoje tanto anseia.

    

               CONTINUA.


Notas Finais


O QUE ACHARAM???? 🙈🙈🙈🙈🙈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...