História Lucy... - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 1.748
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Famí­lia, Fantasia, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


*Manu não demorou um ano para postar isso te enche de determinação*

demorei ? Demorei mas pelo menos não foi um ano...tipo o primeiro capítulo :v

PORÉM !

CÁ ESTOU COM UM NOVO CAPÍTULO !

Dessa vez pelo pc, então espero que tenha menos erros...

dito isto : aproveitem ^^

Capítulo 4 - Make your dreams


Passaram alguns dias desde a "grande descoberta" de que Sarah também é um Panda vermelho, no começo estranhei muito. Pelo que sei Pandas vermelhos são em maior parte ruivos​, Sarah tem cabelo castanho. Pois bem, acabei pelo pensamento de que um dos pais dela era humano e ela puxou isso.

Kotaru já está bem acostumado com sua nova vida, o que é ótimo ! Mas ainda tem muito medo de estranhos... Normal, eu também tinha muito medo.

Hoje é o dia o qual tia Eva vai nos levar para comprar roupas para o Kotaru - minhas roupas ficaram meio...folgadas nele. - em outras palavras, ele vai ter um "banho de loja"

Eu estava lavando louça quando Kotaru saiu do quarto e me perguntou que horas iríamos sair.

- Assim que tia Eva chegar - falo colocando o prato no escorredor.

- Quer ajuda ? - Ele pergunta e apenas sorrio. - Não precisa Kotaru, apenas fique sentado, não force muito sua perna.

 - Mas estou entediado - ele faz uma carinha de cachorrinho abandonado.

- Espere só um pouco - dou uma risada. - Assim que eu acabar aqui faremos algo interessante até tia Eva chegar.

- YEY ! - ele comemora ,se senta no chão da sala e começa a desenhar.

Continuo lavando a louça. 

Depois de alguns minutos a pia finalmente está vazia vou para o meu quarto e coloco uma roupa apropriada para sair. Uma blusa de mangas compridas listradas nas cores roxo e cinza até uma parte das coxas, um short jeans até um pouco abaixo dos joelhos, tênis - amo - e um boné cinza, meu cabelo estava amarrado em duas marias-chiquinhas e os coloquei na frente do corpo. Minha roupa preferida. 

Saio do quarto e sento no chão ao lado de Kotaru.

- Você está muito fofa, Lucy ! - ele fala me olhando mas logo voltando a desenhar.

-Obrigada - falo sorrindo - Você também vai ficar muito fofo quando comprarmos suas roupas.

Ele apenas sorri, como alguém estava querendo caçá-lo ? Eu me pergunto. Ele quer apenas viver.

Alguém bate na porta. Olho pelo olho mágico, o pai da Spring que instalou, ele disse : Toda vez que alguém bater na porta, antes verifique quem é, nem todas as pessoas tem o mesmo coração que você.

Era tia Eva, Nikolai e Spring.

-Vamos, Kotaru. - falo para o mesmo e abro a porta. - Boa tarde, gente.

- Olá, pessoal - Kotaru cumprimenta.

Depois de todos nos cumprimentarmos - virou mania - entramos no carro. Tia Eva nos leva para o centro da cidade, lá tem roupas legais e olha só olha só : baratas !

- Olha ! - Spring aponta para uma loja de roupas infantis - Ali tem uma, vamos ver se te agrada.

Spring segura a mão de Kotaru e vai para a loja.

- Não vão se perder - Tia Eva fala. - Vou deixar essa quantia com você Nikolai, preciso ir em outra loja nos encontramos aqui depois.

- Okay - Nikolai responde colocando o dinheiro no bolso. - Até depois, mãe.

-Tomem cuidado - respondemos um "okay" em uníssono - Beijos crianças.

Ela vai pela direita e vira a rua. Eu e Nikolai vamos para a loja onde Spring foi correndo com Kotaru.

Quando entramos lá Spring está sentada num banco em frente a um provador.

-Vocês demoraram. - ela fala "séria".

-Mas não demoramos nem mesmo 5 minutos ! - Nikolai fala confuso e Spring apenas ri.

- Eu e Kotaru já escolhemos umas roupas, ele está experimentando agora.

- Vocês são rápidos demais ! - falo surpresa.

- Estão me subestimando - Spring joga o cabelo para trás com a mão. - Não é porque sou humana que não posso ser demais.

Todos rimos. Kotaru abre a cortina e está usando um conjunto infantil, uma blusa listrada - todas as crianças usam blusa listrada ?- onde está escrito "Yu can't catch me !" com um capuz e um short azul marinho.

-Que roupa irada ! - Nikolai fala - "Você não pode me pegar" muito legal, ah quem dera coubesse em mim.

Kotaru dá uma risada.

Isso se repetiu depois de várias, várias mesmo, provas de roupa. Levamos uns 7 conjuntos de roupa - que por um caso vamos misturar também - e uns calçados em uma outra loja.

Encontramos tia Eva depois de um tempinho, ela tinha ido comprar um novo estetoscópio - se é que se fala assim, tá sabe aquele trequinho de escutar o coração ? sim esse mesmo - tem uma loja de coisas de hospital virando a esquina.

Entramos no carro e ficamos conversando sobre assuntos aleatórios, tipo qual é a melhor música que está tocando no cd ? qual é a melhor fruta que já comemos até hoje ? É. Aleatoriedades. 

- Quem quer ir no parque Wosain ? - Tia Eva pergunta, ouvindo uma grande comemoração em seguida.

O parque é um lugar divertido, além de ter uns brinquedos legais - tipo a casa na avelã e o voador - é bem calmo e bom para se passear.

Tia Eva liga para os pais de Spring para nos encontrar lá.

Nikolai pega seu skate que estava no carro, e sai correndo. Gritando : quem chegar por último é uma puary estragada ! 

Depois de várias reclamações da Spring, minhas e do Kotaru por isso ser injusto já que Nikolai estava num skate. A puary foi eu...

-Droga ! - exclamo mais por brincadeira. - Vai ter volta ! - aponto para Nikolai.

-Só tenta ! - Nikolai me mostra a língua.

Tia Eva se sentou em um banco, logo depois tia Aikoo e tio Rob chegam - pais da Spring. O pai do Nikolai estava doente.

Nós três brincamos como se não houvesse amanhã - finais de semana AMO- talvez você esteja pensando : vocês ( fora o Kotaru) são crescidos demais afinal 15 e 16 anos já é quase adulto ! Primeiramente : não nos importamos, segundamente : adolescentes também são crianças ! e terceiramente : 15 e 16 não é tão distante de 12 certo ? Pois bem : o que importa é a criança interior.

Fomos no voador, é um brinquedo que tipo : DESLIGA A GRAVIDADE !  é super divertido. Sempre que venho no Wosain venho para esse brinquedo.

- Veja só ! - Kotaru fala "andando" pelo brinquedo - Um dia chegarei na Daleh !

- Não duvido nada ! - falo dando uma cambalhota fazendo meu boné cair para fora do brinquedo. - Ops...

- Relaxa, Lucy - fala Natsu ( que veio do nada) - Eu peguei.

-Desde quando estão aí ? - Nikolai pergunta ficando de cabeça para baixo.

-Acabamos de chegar - Roberta fazendo um "OI" com a mão. - E aí ?

- OI ! - Spring fala animada. - Entra aí gente.

- NÃO SPRING ESPERA ! - Nikolai estica as mãos (ainda de cabeça para baixo) tentando impedí-la de abrir a porta, mas é em vão - Droga !

Um pouco antes de Spring abrir a porta dou um impulso na parede e seguro Kotaru, com a porta aberta a gravidade volta ao normal as vezes imediatamente. Spring abre a porta - foi uma das vezes que foi imediatamente...- todos caímos. Quer dizer mais ou menos Spring caiu de barriga e começou a rir eu caí de pé (deu uma dor básica na perna ? até que deu) Kotaru estava no meu colo - ele ainda está com a perna se recuperando eu não ia arriscar ! - e Nikolai...bem ele caiu de cabeça.

Sorte que ele estava perto do chão.

- AIII ! - ele exclama - Spring ! Eu vou te matar !

- Não precisa agredir - Spring fala. Roberta e Natsu entram então fecham a porta. Pouco a pouco voltamos a flutuar - Eu não sabia que íamos cair de uma vez.

-Por isso um dos avisos é : - Roberta fala - Espere todos estarem bem posicionados para não cair.

-Exato - Nikolai fala massageando a nuca. - Você podia ter me matado !

- EXAGERADO ! - Spring fala.

Eu, Kotaru e Natsu quase morremos de rir.

Enquanto os três ficam discutindo sobre regras e ter mais cuidado nós três ficamos brincando.

Apresentei os dois um para o outro, e foi amizade a primeira vista.

-Antes que eu esqueça - Natsu coloca meu boné na minha cabeça bagunçando meu cabelo - Até bagunçado fica bonito em você.

Coro extremamente, e assim que ele percebe o que disse cora também.

-Q-Quer dizer, não que eu ache v-você bonita, pera, você não é feia mas...- ele fala tentando se concertar.

-Continuem, está ficando interessante - Spring aparece flutuando estre nós.

-EITA ! - exclamo. Kotaru fica rindo - E você ri não é ?

- Claro ! - ele diz ainda rindo - isso é hilário !

- Mas do que isso impossível ! - Nikolai diz.

Depois de um tempo brincando era hora de ir para casa. Passamos o dia fora. Natsu e Roberta foram com seu pai. Spring ainda ia para a casa da avó - suada mais ia - com seus pais (avá) e tia Eva e Nikolai deixaram eu e Kotaru em casa.

Merendamos, mix de frutas que fizemos juntos e depois cada um foi tomar seu banho.

-O dia foi divertido. - Kotaru fala deitando com a cabeça em meu colo. Todo mundo gosta de carinho, não é ? - Espero ter mais dias assim.

- Quando se tem amigos de verdade mesmo os dias ruins serão perfeitos. - falo fazendo cafuné na sua cabeça.

- Lucy, qual o seu sonho ? - Kotaru pergunta.

- Acho que um mundo onde não houvesse dor, onde pudéssemos confiar em todas as pessoas - falo. - Que ninguém fosse uma osy na vida de ninguém.

- Como assim uma osy ? - ele pergunta.

- Tem pessoas que parecem a osy, quando o dia está brilhante ou feliz elas estão aí, mas quando está escuro ou triste, elas somem.

- Eu sou uma osy para você ? - ele pergunta.

-Claro que não. Você é uma luz. - Sorrio. - E qual é o seu sonho ?

-...- Ele pensa um pouco e boceja - Eu acho que não tenho sonhos...

-Já que é assim- falo quando ele fecha os olhinhos cor de esmeralda. - Faça os seus sonhos.

Então ele dorme, provavelmente para sonhar.

 


Notas Finais


puary : um doce que quando estraga pode ter gosto de qualquer coisa inclusive vômito

daleh : lua

jal : sol (ainda não apareceu mas é só para saber logo)

osy : sombra

bem, vou tentar TENTAR postar ao menos todo o final de semana :3

Kisses de chedar

~Manu_Pandared


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...