História Luzes Entre Dois Céus - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, Jay Park
Personagens Jackson, Jay Park, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Coréia, Got7, Imagine, Jay Park, Jungkook, Jungkookxvocê, Mark Tuan, Romance, Universidade, Viagem, Você
Visualizações 6
Palavras 2.247
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa é minha primeira fanfic de verdade que eu estou postando, então eu realmente espero do fundo do meu coraçãozinho que goste 💓 Boa leitura 😘

Capítulo 1 - One


Depois de passar a noite inteira estudando para a minha ultima prova que eu faria no ensino médio, eu me joguei na cama derrotada pelo cansaço.
 Eu realmente estou dando o meu melhor, digamos que essa matéria de português não seja a que eu mais domino, mas se eu quiser ter pelo menos um pouco mais de chances de fazer uma faculdade fora do país eu tenho que dar duro e tirar excelentes notas, as coisas ficaram mais fáceis assim.
 Olho no relógio e já são duas horas da madrugada, e eu tenho que estar levantando as seis da manhã, provavelmente não será uma tarefa fácil me manter acordada, então tratei de dormir o mais rapido possível.

(...)

Acordo com o despertador tocando, e relutantemente levanto da minha cama e vou como um zumbi até o banheiro, e depois de ter feito todas as minha higientes vou até a cozinha preparar o café. Depois de alguns minutos término meu café e logo depois ouço batidas na porta, sem demorar muito vou até a porta para abrir a mesma, já sabendo quem estava do outro lado.
- Oi, amor!
- Oi, princesa! Preparada para a prova de português?
 Pergunta Hoseok logo entrando em casa e jogando a mochila em cima da cadeira da cozinha, já que o mesmo havia entrado pela porta dos fundos.
- Mais ou menos. Passei a noite inteira estudando ontem, mas ainda não estou muito segura...
- Vai dar tudo certo. Você é muito inteligente, se bobiar tira 10 de olhos fechados.
- Ah, claro.
 Dei um leve sorriso e logo depois terminei de arrumar as coisas. Seguimos para o colégio, que por acaso era bem perto de minha casa.
Hoseok é meu melhor amigo, como um irmão. Nos conhecemos des de pequenos por causa de nossos pais, que se conheceram na vinda para o Brasil, quando resolveram vir para cá para tentar uma nova vida, no caso,  o meu pai que é japonês conheceu o Sr. e a Sra.Jung que são coreanos. Não sei o que faria se não tivesse conhecido o J-hope, pois é ele quem sempre me ajuda quando estou sem esperanças, meu porto seguro.
Chegamos no colégio e ele foi falar com uma de suas "ficantes" enquanto eu ia até o bebedouro beber uma água para ver se me acalmava antes de fazer a prova.
- Oi, Lana!
 Tony aparece do lado do bebedouro me encarando.
- Oi. Como está?
- Estou bem. Pensou na proposta que te fiz?
 O encarei quando lembrei da proposta que ele havia feito. Ele tinha me chamado para sair semana passada, mas como estamos em período de prova eu não quis aceitar, mas mesmo hoje sendo a última prova, eu ainda não tenho nenhum interesse de sair com o mesmo.
- Desculpa, mas acho que vou ter que recusar o seu pedido. Estou muito ocupada esses tempos, quem sabe outra hora quando eu estiver menos ocupada.
 Ele me olhou meio desapontado mas logo deu um sorriso mostrando que estava tudo bem.
- Tudo bem! Bem, agora tenho que ir, até outra hora.
 Ele se despedido e logo depois foi ate um grupo de pessoas que estavam mas a diante.
 Fui até a sala e arrumei minhas coisas na mesa e dei mais uma revisada na matéria, não vou mentir, eu estava com medo de me dar mal nessa prova. Logo depois de alguns minutos vejo alguns alunos entrando e logo atrás deles o professor.
- Preparados? Aqui está a prova.
 Foi passando de carteira em carteira entregando as provas, e quando olhei para a mesma me surpreendido, tinha caido tudo que eu tinha estudado. Depois de um tempo terminei a prova calmamente e entregeui ao professor, e logo sai da sala.
 Quando sai vi que Hoseok estava me esperando do lado de fora.
- Ei, Lana, o pessoal do 3°ano b vai fazer uma festa de despedida, vamos?
- Que horas vai ser?
- Umas oito horas. Bora, hoje é nosso ultimo dia de escola, você não precisa mais se esforçar tanto, de uma folga para si mesma.
 Assenti e logo depois fui ao refeitório deixando Hoseok sozinho, já que logo vi uma de suas "amigas". Assim que cheguei encontrando um grupo de amigos e assim sentando junto com os mesmos. Eram eles Amanda, Gustavo, Matheus e Marcela.
- Vocês vão para a festa do 3°ano b?
Perguntou Amanda, uma de minhas amigas.
- Claro!
 A maioria respondeu sem exitar.
- E você Lana, vai?
- Ainda estou pensando, tenho que estudar.
- Acabamos de fazer a ultima prova, dê uma folga para si mesma, vai ser legal.
Assenti para a mesma.
 Ficamos conversando por mais um tempo até que ouvi Hope me chamando para irmos para casa, e assim o acompanhei.
- Você vai ou não vai hoje para a festa?
 Disse logo que paramos na frente da minha casa.
- Vou sim.
- Eba. Então eu te busco umas oito horas?
- Sim, sim.
 Nos despedimos e eu entrei em casa. Não tem ninguém em casa, meus pais trabalham o dia inteiro e eu sou filha única, ou seja, tenho a casa o dia inteiro só pra mim.
 Olhei o relógio e já eram cinco  horas, e como estava cansada fui para o meu quarto dormir  até a hora que desse.
(...)
 Acordei eram sete horas, então fui correndo para o banheiro, tomei um banho rápido e depois fui procurar uma roupa no armário .
 Coloquei um vestido preto justo com mangas, um salto da mesma cor, fazendo uma maquiagem simples, só um baton vermelho e  um delineado marcante e por ultimo soltando o cabelo.
 Olhei para o relógio e faltavam 15 minutos para o Hope chegar. Sentei no sofá e fiquei mechendo no celular até ouvir a campainha tocar.
 Logo quando abro a porta tenho uma das visões mais lindas da minha vida, o Hoseok, com uma regata e uma jaqueta jeans por cima com uma calça de couro. Socorro.
- Nossa, mano. Que linda. Uau.
- Eu que ô diga, a beleza deveria ser renomeada de Jung Hoseok.
- Pois é,  eu realmente sou uma delícia.
- Claro que é, tava até pensando assim, que tal a gente ficar aqui em casa, ai você me ajuda a arrumar meu quarto, bagunçar minha cama...
 Ele me olhou com uma cara de safado e eu retribui, depois começamos a rir igual a dois retardados e nos abraçamos. Na moral, nem eu entendi.
 Terminei de arrumar tudo e nós fomos até o carro que o Hoseok tinha pegado imprestado do seu pai.
 Chegamos em frente de uma casa que já dava para ouvir a música alta lá de dentro,  tocando o famoso funk.
 Descemos do carre e logo fomos em direção a casa, e quando entramos vimos vários colegas e cumprimentamos eles. Assim como tinham pessoas do colégio tinham pessoas de fora também, o que eu achei bem interessante.
 Fui até uma mesa e peguei algo para beber, no caso um refrigerante, ignorando a variedade de bebidas alcoólicas que tinham lá.
 Me encostei em um balcão e fiquei observando as pessoas dançarem, e logo depois vi Hoseok se agarrando com qualquer menina no canto da sala, esse não perde tempo. Depois de um tempo conversando com uns amigos que apareceram e eles terem ido dançar  voltando a ficar sozinha, logo sinto uma o espaço ao meu lado ser ocupado.
 Olho para o lado e vejo que quem esta ao meu lado é Mark Tuan, sim, ele mesmo,  o aluno de intercâmbio mais 'fofeneo' do colégio, até onde sei, ele veio do EUA pra estudar aqui.
- Oi.
 Ele disse para mim sorrindo, e puta que pariu, que sorriso, não é atoa sua popularidade com as garotas.
- Oi.
- Tá acompanhada?
- Maios ou menos, mas bem mais para menos.
 Ele sorriu ainda mais com a minha resposta.
- Se importa se eu te fizer companhia? É que meu amigo Jackson me abandonou.
- Haha... tudo bem, eu não me importo.
 Ficamos mais um tempo parados e depois ele me convidou para dançar, e obvio que eu aceitei.
 Ficamos dançando umas músicas animadas durante um tempo, até que começou a tocar uma mais lenta e ele se aproximou mais de mim segurando na minha cintura, seguindo o ritmo lento da música.
- Você está muito linda, não como se já não fosse...
 Ele sussurrou no meu ouvido me fazendo arrepiar e me puxou um pouco mais para perto do seu corpo.
- Ah... Mark.
- Está tudo bem?
 Virei para ele e nossos olhos se encontraram, e de alguma forma eu não conseguia desviar de seu olhar, e como um imã nossos rostos foram se colando lentamente até selar nossos lábios.
  Começamos lentamente no ritmo da música, mas depois foi criando intensidade e ele pediu passagem e eu concedi, me entregando totalmente ao beijo, tornando em algo mais caloroso.
 Depois de um tempo nos afastamos ofegantes e ele olhou para mim e deu um leve sorriso, e mesmo o ambiente sendo escuro dava para ver que ele estava um pouco corado.
- Vamos lá pra fora?
 Ele perguntou e eu confirmei, saindo daquele local barulhento.
 Fomos para o jardim onde não tinha ninguém, provavelmente todos estavam dentro da casa ocupando cada cômodo.
 Sentei na grama e logo em seguida ele deitou em cima de minhas coxas. Ele pegou uma flor que estava do seu lado e colou no meu cabelo ajeitando uma mecha de cabelo atrás da minha orelha.
- Tão fofa, da vontade de colocar em um portinho e levar pra casa.
 Ri com o que ele disse e logo em seguida lhe dei um selinho.
- Affs, por que tão linda?
 Olhei para ele e mordisquei o lábio inferior, o olhando de um jeito malicioso.
- Olha, garota. Não brinca comigo desse jeito não, ou então...
 Ele se levantou e praticamente pulou em cima de mim me fazendo cair deitada na grama. Ele olhou maliciosamente para mim e chegou perto do meu ouvido.
- Ou então... Eu vou te fazer um monte de cosquinha!
 Ele começou a fazer cosquinhas pela minha barriga enquanto eu ria estéricamente pedindo pra ele parar.
 Depois de um tempo comigo "lutando" com ele para ele parar ele cansou e se deitou do meu de frente para mim e eu fiz o mesmo, nos encaramos mais uma vez e assim começou mais um beijo.
 Depois deitei no seu peito e ficamos conversando enquanto adimiravamos as estrelas.
- Ah, estou com sede, vamos beber alguma coisa?
 Sugeri e ele concordou. Fomos para dentro de novo e logo pude ver a Amanda e a Marcela conversando e quando me viram praticamente vieram correndo em cima de mim, enquanto o Mark estava indo em direção a onde estavam as bebidas.
- Então é verdade! Você esta ficando com o Mark! Perigosa você heim...
 Amanda disse enquanto a Marcela só ria.
- Nossa, as pessoas não deixam a fofoca de lado nem aqui.
- Na verdade foi a Marcela que viu e me contou, então relaxa, mesmo que todo mundo tenha visto, não vai ter mais colégio para fofocar.
 Marcela fez uma cara de triste e nós três não nos aguentamos e começamos a nos abraçar, fazendo vários dramas.
 Ficamos um tempo conversando e depois fomos dançar de novo, no caso, eu fui dançar com o Mark.
 Olho pro relógio e já são três da manhã, e logo depois vejo Hoseok vindo em minha direção.
- Bora? Já ta tarde, a cinderela já passou da hora de chegar em casa.
- Bora.
 Me despedi das meninas e depois do Mark, e logo depois fomos pra casa.
 Eu já disse como o Hoseok é incrível? Que amigo se compromete com sigo mesmo de não beber, passar da hora, só pra depois levar a amiga em casa em segurança, sem ser obrigado por ninguém? Pois é, o Hoseok. E isso acontece todas as vezes que ele me obriga a ir em uma festa. Eu amo esse garoto.
 Chegamos em casa e fomos para o meu quarto, hoje ele iria dormir aqui.
 Dei uma roupa limpa pra ele, e ele foi tomar o banho dele e eu o meu, depois voltamos pro quarto e dormimos na minha cama agarrados um no outro. Como sempre.
(...)
 Depois desse dia passei o resto da semana estudando para fazer uma prova para entrar em uma universidade em Seul.
 Depois da festa eu conversei com o Mark mais algumas vezes, e ele até me chamou para sair, mas eu estive muito ocupada esses dias então não pude aceitar.
Estava estudando e depois do jantar fui logo dormir cedo, já que a prova seria amanhã de manhã.
 Acordei na manhã seguinte e fui me arrumar para ir até o local onde eu faria a prova. Coloquei uma roupa simples, fiz uma maquiagem básica, tomei o meu café da manhã e logo depois fui até o ponto de onibus.
 Chegando ao local fui até a recepcionista acertar alguns assuntos pendentes e vi que tinha chegado na hora, logo depois adentrei a sala e fiz a prova. Havia sido relativamente fácil.
(...)
 Já havia passado uma semana dês que tinha feito a prova.
 Hobi estava aqui em casa, nós estavamos fazendo uma maratona de séries enquando comiamos um monte de besteiras.
 Estava deitada no colo de hobi quando ouço o som da campainha.
 Quando abro a porta vejo que era o carteiro, e quando ele estendeu aquilo na minha frente eu gelei.


Notas Finais


Espero que tenha gostado!! Se tiver alguma coisa que eu possa melhorar não exite em dizer! Obrigada por ter lido 😍💕 Até o próximo capítulo 🍃💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...