História M7- Miraculum Septem - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Ação, Aventura, Elba, Miraculum Sptem
Visualizações 4
Palavras 676
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Luta, Romance e Novela, Steampunk, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Ùltimo capitulo, espero que gostem , próxima semana mais histórias, agora sem ser rascunho ^^

Capítulo 10 - Ação 9


Ação 9

 

A chuva parou, mas ainda tem nuvens

Zaack segue seu destino, correndo o mais rápido que pode. Na porta da cidade Melissa consegue vencer a ultima barreira de comboios dos policiais , tem alguns zumbis inutilizados, mas em troca já matou muitos policiais . Dixie que estava em um dos últimos esquadrões, pela primeira vez está tensa. Todos estão sendo massacrados e outros serão logo que A Fera chegar a cidade.

Dixie vê todo o pelotão sendo morto, no desespero ela pega uma maleta onde, na maleta tem um controle com um botão.

Dixie respira essa é a ultima alternativa, se apertar um míssil teleguiado cairá e destruirá um raio de 1 quilometro , e também será seu fim! Se Zaack falhasse , era o que ela devia fazer.

Dixie ia apertar até que.....

 

Z->Melissaaa!!!

 

Zaack aparece com espada na mão esbaforido, que olha para o monstro que imediatamente se vira pra ele, mas sem reagir  como se não temesse  Zaack.

 

Zaack respira

Z->-Meu amor, me desculpe, eu irei libertá-la deste sofrimento... (ele demonstra tristeza)

Ele empunha a espada, em posição de luta e corre em direção ao monstro, que se defende com seus zumbis . Zaack com tamanha força os corta no meio deixando-os fatiados no chão. Depois de vários corpos, já não sem zumbis. Só Zaack e o mostro!!

Zaack tira a arma da cintura mira e diz

 

Z->-Esse é o fim. ( ele chora enquanto mira, pois tudo o que nunca quis foi aceitar a morte de sua esposa e agora , ele a matava. Apesar de deformada ele ainda podia ver a Melissa no mostro)

 

Zaack atira, o mostro se defende com a mão, tendo ela destruída, com isso ela grita raivosa. Zaack muda de lugar ligeiro antes de levar a mãozona  de Melissa, que racha o chão com o impacto quando tentou amassá-lo.

 

Zaack está tenso ele tem só mais duas balas e precisa acertar a cabeça!

 

O mostro o ataca de novo, está obstinada a mata-lo, Zaack se defende com a espada mas com a força acaba sendo jogado contra o ônibus que estava lá.

 

Zaack fere o rosto e seu óculos cai em algum lugar, está tonto. E quando vê aquela sombra, acha que tudo acabou até que houve.

 

Ta->-Não desista Doutor!!

 

Talita grita do asfalto, ela o seguiu. O mostro a houve e tenta atacá-la imediatamente. Mas o mostro sente um baque nas costas, é Dixie com uma bazuca.

 

D->-Não vou deixar você matar uma garotinha na minha frente!

 

 

O mostro apenas dá uma virada de corpo joga Dixie longe! Depois vira pra Talita que tem pavor nos olhos e nem se move. O mostro levanta a mão pronta pra macetá-la com o peso do seu braço.

 

Mas antes escuta um barulho, muito sangue jorra e o segundo braço de Melissa é cortado pela espada, O mostro grita de dor.

 

Z->-Me desculpe meu amor, esse é o fim para você!! – Zaack atira, a bala acerta e mata e Melissa fica negra e cambaleia geme e finalmente cai dura na sua frente. (começa a chuviscar)

Zaack olha com tristeza o que foi o corpo de sua amada, está em choque, e chorando murmura.

 

Z->- E o fim para mim! – Zaack aponta a arma (cara de coragem) e atira contra si .

 

Talita grita. Zaack cai e sua cabeça começa a escurecer. Talita o abraça, mas ele já está morto.

Ta->-Porque !!! Zaack não porque você vez isso!!!

 

Dixie chega mancando.

 

Ta>-Porque você fez isso doutor?

 

D->-Porque esse era o plano. (diz Dixie e olhos fechados conformada e aliviada)

 

Talita olha pela primeira vez para a oficial.

 

A oficial continua.

 

D->-Zaack era o ultimo portador da bactéria. Se ele enlouquecesse também, teríamos um segundo mostro.

 

Talita volta e continua chorando deitada sobre o cadáver negro. (a chuva cai mais forte misturando-se as lágrimas da garota

 

Ta->-Isso não é justo!

 

-É garota... Isso não é justo,  é sim o certo a fazer. (close Dixie com uma lagriminha de nada no olho)

 

 

 

Imagem do panorama geral de destruição e FIM!

 

 

 

 


Notas Finais


Gostou ? Espero que sim, até breve logo voltarei com mais novidades.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...