História M7- Miraculum Septem - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Ação, Aventura, Elba, Miraculum Sptem
Visualizações 3
Palavras 440
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Luta, Romance e Novela, Steampunk, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


É curtinha mas uma boa história ^^

Capítulo 3 - Ação 3


Ação 3

 

 

Z- [Melissa foi enterrada a tarde] [eu não fiquei ali] (aos poucos enquanto escurece as pessoas vão indo embora, alguns se despedem como o tio de Melissa. O tempo decorre e já é noite, e cemitério da família está escuro. Zaack parece estático sem sentimentos, recusou a partir.

 

Depois sorri busca uma pá, e começa a desenterrar a esposa.

 

Z- Melissa confie em mim querida. Eu argh vou argh trazer você de volta argh. Deus não irá nos separar argh!!

 

(quando chegou ao caixão abriu e tirou sua esposa, que parecia ainda estar dormindo imaculada em seu vestido preto de rendas)

 

Ele a carregou  nos braços levou até a casa deitou-a no mini frezer antiquado da dispensa em meio a bebidas e congelados, quase sentada) Ali a morta se conservaria por um tempo.

 

 

Zaack o cientista com seu jaleco branco trabalhou dia e noite em seu laboratório improvizado no porão, saindo de lá só para certificar que Melissa estava bem. Como estava de luto foi fácil tirar férias, dias esses que levou ele a máxima obsessão e a inúmeros experimentos com ratos, observações de células .

 

Já chegava primavera quando pela primeira vez a droga sintética funcionou em um rato no ultimo momento ao raiar do dia. Era impressionante o rato se mexia se alimentava normalmente e atendia aos comandos básicos, ele podia se lembrar em que caixa estava a comida. Isso mostrava que não só suas funções motoras como mentais estavam intactas.

 

Zaack sorria endiabrado ele estava vencendo, vencendo mais uma vez.

 

 

Naquele mesmo dia  ao anoitecer abriu o frízer e com uma seringa grande aplicou o liquido na nuca de Eliza, no espaço entre o pescoço e a cabeça. Primeiro momento, nada mudou. Zaack passou a noite em claro e nada sem pulso, respiração ou movimento ocular .

 

Zaach estava frustrado a dias trabalhou sem sossego e a droga parecia ser ineficaz. Estava perdendo Melissa, estava perdendo para Deus que dá e tira quando bem entende.

 

Ele se desesperou desceu para o porão procurava em suas anotações algum erro, com o tempo enlouqueceu e  jogou tudo para o alto quebrou  coisas e mais coisas como béquer , tubo de ensaios,microscópio , a gaiola do rato com o rato . Até que esbaforido e trêmulo e com seus nervos abalados.

Escuta passos pisando nos cacos de vidro.

 

Ele se vira e vê Melissa de pele branca feição parada e com os pés nos cacos de vidro, que sangravam , seu vestido mantinha-se intacto assim como o penteado, parecia que nunca tinha estado morta. Uma página inteira dela na ultima folha desta ação !

 

Fim da ação 3

 

 


Notas Finais


Obrigada por ler M7 espere pelo próximo capítulo, semana que vem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...