História Ma City - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Exibições 34
Palavras 1.605
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem 💕

Capítulo 20 - Banho de vomito


~Mony Povs on~

No meio do caminho a Nicky me ligou e disse que eles já estavam saindo de casa.

~Ligação on~

~N: Oie. Já estamos saindo, onde vocês estão?
            ~M: Chegando na esquina.
            ~N: Beleza. Tchau.
            ~M: Tchau.

~Ligação off~

~C: Quem era?
            ~M: Minha amiga.
            ~C: Hum, ela não vai estar em casa?
            ~M: Não, ela vai sair.
            ~C: E o que você vai fazer pra mim comer?
            ~M: Não sei.
            ~YS: Bom, vocês podem ficar conversando entre si, eu não ligo.
            Olhei pro lado e vi Sanha com uma cara de quem comeu e não gostou.
            ~M: Desculpa, não foi minha intenção.
            ~YS: Tudo bem!
            Caminhamos por um tempo sem falar nada, até que Sanha começou a rir.
            ~C: O que aconteceu?
            ~YS: Não sei! -Ele falou em meio a risos.
            ~C: Calma, já deu!
            ~YS: Não consigo parar.
            Quando ele falou isso Candy deu um tapa no braço dele, que no mesmo instante parou de rir.
            ~YS: Pra que isso? Literalmente foi desnecessário fazer isso.
            ~C: Você não parava de rir, estava rindo que nem um louco e todos estavam olhando pra nós.
            ~YS: Mas para isso tinha que me bater?

~C: Sim e nem foi tão forte assim!

~YS: Foi sim. -Ele disse levantando a manga da blusa. -Olha isso, tá vermelho. Se isso ficar roxo Candy, eu vou te bater.

~M: NÃO SE ATREVA A FAZER ISSO. NÃO LEVANTA UMA MÃO SEQUER PRA BATER NELA. SE OUSAR EM ARRANCAR UM SÓ FIO DO CABELO DELA, EU NÃO RESPONDO PELOS MEUS ATOS. ESTAMOS ENTENDIDOS? -Falo alto demais e acabo arrancando muitos olhares pra nós. Sanha e Candy estavam me olhando com um olhar assustado pra mim, mas o que eu posso fazer? Ninguém merece passar pelo o que eu passei.

~YS: Calma, foi apenas uma brincadeira.

~M: Não fala isso nem brincando. Eu levo isso muito a sério.

~YS: Tudo bem.

~M: Mesmo?

~YS: Sim.

O clima ficou estranho depois do meu pequeno chilique.

~C: Quando vamos poder ir na sua casa pra fazer o trabalho? - Candy diz quebrando o clima estranho.

~YS: Não sei, tenho que ver.

~M: Bom, ficamos por aqui. Até amanhã. -Falei parando na esquina de casa.

~YS: Até amanhã, se cuidem.

~C: Você também.

~Quebra de tempo ~

Chegando na minha casa, entramos e largados nossas mochilas no sofá.

~C: Que casa linda e grande por sinal.

~M: Obrigada. Quer comer agora ou quer fazer primeiro o trabalho de inglês?

Candy e eu sentamos no sofá.

~C: Não sei, você que sabe.

~M: Tá, então vamos fazer o trabalho primeiro e depois temos tempo de sobra pra comer e conversar. Pode ser?

~C: Pode.

~M: Vamos pro meu quarto então.

Pegamos nossas mochilas e fomos para o meu quarto. Entramos e colocamos nossas mochilas em cima da minha cama.

~C: Nossa, quantos quartos só pra duas pessoas. Vamos começar?

~M: Vamos.

Eram 14 horas quando começamos a fazer o trabalho. Candy começou a explicar a matéria e me ajudar a fazer o trabalho. Fiquei pensando na sorte que eu tive em conseguir fazer uma amizade tão rápido em um país tão diferente. E a paciência dela? Se fosse eu no lugar dela eu já teria me dado um soco na minha cara. Porque meu deus, eu sou muito burra.

~M: Acabo?

~C: Sim.

~M: Finalmente, agora vamos comer.

~C: Que bom, já tô ficando com fome.

~M: O que você quer comer? - Pergunto enquanto me levantou da cama.

~C: Não sei, o que você tá afim de fazer? -Ela fala se levantando da cama.

~M: Não sei, vamos descer e lá eu vejo o que vou fazer.

Descemos e fomos até a cozinha, lá eu tive a ideia de fazer capcake de chocolate recheado de brigadeiro e cobertura de chantilly com MM. Ela nunca havia comido cupcake, então pensei em fazer pra ela experimentar. Preparei a massa, coloquei nas forminhas e pus para assar. Fiz o brigadeiro e o chantilly. Depois de minutos, tudo já estava pronto.

~M: Pronto.

~C: Não vejo a hora de provar.

A aparência estava ótima, espero que o sabor também. Cada uma pegou um e comeu.

~C: Meu, que coisa mais deliciosa! Mony, você é incrível.

~M: Obrigada! Tá bom mesmo, eu nunca tinha feito cupcake antes, até que me sai bem.

Cada uma comeu três cupcakes. Depois que terminamos de comer fomos até a sala e olhamos um filme. Foi muito bom passar a tarde com ela, espero que nossa amizade seja verdadeira. Mas mais cedo ou mais tarde eu vou ter que contar que eu moro com o BTS. Era 18 horas quando o filme acabou.

~C: Tenho que ir.

~M: OK. Até amanhã. -Fui com ela até a porta.

~C: Até, se cuida.

~M: Você também.

Nos despedimos, eu fechei a porta e fui até o sofá. Fiquei olhando TV por um bom tempo.

Já eram 20 horas e eles não tinham voltado. Já estava ficando preocupada e foi quando eu tive a brilhante ideia de ligar pra Nicolli. Mas adivinha? Ela não atendia. Liguei pra todos e ninguém me atendia. Eu estava sozinha em casa e sempre algo acontece de estranho quando estou sozinha.

Já estava me irritando, eles não chegavam e ninguém me ligava de volta.

Se passaram 1,2,3,4 horas, já era meia noite e nem sinal deles. Tava quase ligando pra polícia, quando Nicky entra pela porta carregando o Tae.

~N: Me ajuda, vamos!!

~M: Onde vocês estavam? Isso é hora de chegar em casa?

~N: Tá, não é hora de me dar lição de moral. Você vai me ajudar ou não?

~M: Vou.

Fui até ela, ela estava suada e com cheiro de álcool.

~M: Vocês beberam?

~N: Eu não, eles sim.

~M: Gente!!!

~N: Vamos levar eles lá pra cima e dar um banho neles.

~M: Tá! Quer dizer...não. Ficou louca? Eles vão sujar tudo. -Será que ela indoidou? A casa tá limpa de novo pra eles sujarem.

~N: Para de reclamar e me ajuda. Pega o Jimin e o Kook e leva eles pro quarto deles e cuida deles.

~M: Tá bom!

Fui até o carro, quando abri a porta levei um susto. Jimin quase caiu no chão.

~M: Meu deus, Jimin!

Segurei ele, quase cai com ele, mas consegui o segurar. Levei ele até na porta e o coloquei sentado no chão. Voltei pro carro e peguei o Kook, arrastei ele pra fora e levei até onde o Jimin estava. Fui até a porta e abrir, me abaixei e não sei como mas, levantei o Jimin e fui com eles até a cozinha.

~M: O que eu vou fazer? Nunca cuidei de um bêbado. Credo! Pensa Mônica, pensa....DOCE! Mas eles vão vomitar! Melhor vomitar mesmo.

Havia sobrado alguns cupcakes, peguei um e fui até eles.

~M: Bom meninos, vocês precisam comer isso, então abrem a boca!

~JK/JM: Eu não quero.

~M: Não é questão de querer ou não. Vamos, abrem a boca...agora!

Eles abriram a boca e cada um deu uma mordida enorme no cupcake.

~M: Isso, agora engole.

Levantei o Jungkook, que estava deitado contra parede. Péssima ideia, porque ele vomitou em mim. Que nojo! Quase que vomitei junto. Quando olho pro lado vejo Jimin vomitando. EBA, vomito coletivo! Peguei o Kookie e o levei pro quarto dele.

~JK: Olha as escadas estão se mechendo,...que legal!

~M: Sim, é muito divertido.

~JK: Onde nós vamos?

~M: Pro seu quarto.

~JK: Você é muito linda, sabia?

~M: Jungkook, você não está bem! Você está bêbado!

~JK: Não, eu tô feliz. É diferente.

~M: Tudo bem.

Abri a porta do quarto dele e o deitei na cama. Quando eu estava saindo ele me chamou.

~JK: Mônica...

~M: Que foi?

~JK: Essa cama não é minha.

~M: Affs, era só o que me faltava.

Voltei lá e troquei ele de cama. Sai do quarto e fui buscar Jimin. Quando cheguei na cozinha vejo Jimin deitado em cima do vomito. Levantei ele do chão.

~M: Jimin! Você é muito pesado, credo!

Foi um sacrifício levar ele.

~Jm: Sabia que os pássaros voam?

~M: Sim, eu já sabia.

~Jm: E porque não me contou?

Ele começou a chorar e se sentou em um degrau da escada.

~Jm: Ninguém me conta nada, sempre tenho que descobrir as coisas. Isso não é justo.

~M: Não Jimin, eu não sabia que os pássaros voavam. Que bom que você me contou, nem tinha percebido isso.

~Jm: Sério mesmo?

~M: Sim, agora para de chorar. -Sequei as lágrimas do seu rosto.

~Jm: Me dá um abraço?

~M: Claro.

O abracei, ele passou suas mãos pela minha cintura e deitou sua cabeca no meu ombro. Me abraçou forte.

~M: Jimin, vamos.

O levantei e o levei pro seu quarto, deitei ele na cama.

Tinha que dar um banho nos dois, isso seria muito impossível, mas tive uma ideia. Tirar toda a roupa deles, menos a cueca.

Comecei com o Jungkook, tirei a blusa dele, depois os tênis e por último a calça. Levei ele até o banheiro que ficava no quarto deles, abri a porta do box, coloquei ele lá dentro e liguei o chuveiro no frio.

~M: Fica aí, não sai.

~JK: Que água fria,...já tô melhor. Posso sair?

~M: Não, fica aí. Não sai. Já volto.

Sai do banheiro e fui até o roupeiro e peguei um pijama azul e uma cueca branca. Peguei uma toalha e levei as coisas no banheiro.

~JK: Posso sair?

~M: Sim, as roupas estão aqui. É só se vestir e depois desse. OK?

~JK: Sim, mas eu vou demorar. Leva o Jimin em outro banheiro.

~M: Ai, sério?

~JK: Sim.


Notas Finais


Desculpa qualquer erro. Meu notebook estragou e to postando pelo telefone. Então a formatação do texto não tá como eu quero. Mas espero que gostem mesmo assim. 😘💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...