História Ma Color - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 25
Palavras 2.314
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


V:OI GENTEEE
SG:E AE PORRA
V:A Aurora meio que passou mal então nóis veio apresentar essa porra
SG:e já que o capitulo e de Taegi,faz sentido sermos eu e o V né?
V:É! então fiquem com esse capitulo amorzinho pra caralho
SG:nem tanto né,mas vai,PS:o cap ta grandão porque a Aurora se sentiu mal pelo ultimo ter sido curto
V:TA VAMO COMEÇAR SABAGAÇA
~£~

Capítulo 3 - My teacher kissed me?!


Fanfic / Fanfiction Ma Color - Capítulo 3 - My teacher kissed me?!

Taehyung

17:45

Era final da ultima aula,o professor Namjoon estava vistando alguns cadernos,eu copiava a ultima parte do texto dado na volta do intervalo,Jimin dormia na mesa e Jin estava com a cabeça deitada na mesa olhando pro nada,”deve estar repensando a própria existência” pensei e ri com meus pensamentos,terminei de copiar e levei meu caderno até o professor,voltei para meu lugar e me virei para trás,fiquei olhando Jimin dormir,as vezes me surpreendia como ele podia ser tão fofo,sua boca era carnuda e rosada,seus olhos eram redondinhos e escuros,quando sorria,mostrava seu lindo eye smile que sempre encantou a mim e a Jin,seus cabelos ,que agora estavam cor lilás,eram macios e caiam sobre a sua pele branca também macia,já cogitei a idéia de namorar o Jimin,mas ela foi atropelada e pisoteada quando eu vi Hoseok e conheci o professor de musica Min yoongi,os dois me deixaram perdido da vida,mas quando soube que Hoseok namorava e o professor Yoongi também,tentei esquecê-los ao Maximo indo com alguns dos meus amigos em algumas festas,porem por mais que eu transasse com quantos caras fosse,eu não conseguia não pensar nos dois

O sinal de final de aula bateu,buscamos nossos cadernos com o professor e guardamos o material,o professor Namjoon se despediu e nos desejou um bom dia,os alunos saíram em disparada,Jin e eu acordamos Jimin e nos despedimos do professor,estávamos andando pelo corredor faltando apenas 3 corredores para a saída,até a azeda da Yang mi nos parar com seu grupinho de capetas

-Você,garoto!—ela olhou para Jin que revirou os olhos

-O que quer Princesinha..?—Jin deu um sorrisinho sínico para a ruiva,a mesma fez uma cara de desgosto e se aproximou dele colocando seu indicador em seu peito

-Você seu merdinha,está tentando seduzir o professor Namjoon não é?,pensa que eu não vi o jeito como olha pra ele,garoto?!—ela berrou chamando a atenção dos alunos em volta,a empurrei e me coloquei a sua frente

-Com quem pensa que ta falando puta?! Você ficou se esfregando no professor!!—gritei de volta,ela fez uma cara indignada e uma barreira em forma de circulo composta por alunos se formou a nossa volta,uma das amiguinhas nojentas de Yang me empurrou

-Não toque nela com essas suas mãos imundas!!—Jimin se pois a sua frente

-A única imunda aqui é você,parasita!!—Jimin a olhava com certo nojo,Yang mi se aproximou e pegou a gola do meu uniforme

-OLHA AQUI GAROTO,VOCÊ NÃO ME CHAME DE PUTA OUTRA VEZ OU—ela se preparou para me dar um dos mais belos tapas que poderia dar em alguém,porem Jin segurou sua mão e a virou para ele

-TOCA NA MINHA CRIA E EU LHE PARTO A FUÇA—Yang agarrou os cabelos de Jin,Jimin tentou ir até ela mas uma das amigas de Yang mi o segurou,os quatro começaram uma guerra,quando ia até Jin para ajuda-lo, Chung-ho,o “amante” de Yang mi me jogou no chão,esse é o momento em que você pergunta “Mas vocês são homens! Por que não revidam?” bom,vamos dizer que não somos dos homens mais “másculos” e fortes do mundo

Senti vários chutes serem deixados no meu estomago,sentia uma onda de dor enorme percorrer meu corpo,a ultima coisa que lembro é de ouvir meu nome ser chamado,depois senti minha cabeça se pressionada contra o chão e então,eu desmaiei

[...]

Acordei com uma dor de cabeça enorme e meu corpo doendo mais ainda,abri meus olhos de vagar e pisquei algumas vezes para poder ver tudo claramente,a minha frente estava o professor Yoongi,ao meu lado esquerdo estavam Jimin com um band-aid na parte de cima do nariz e alguns curativos no braço e Jin que estava apoiado a duas muletas com alguns curativos no rosto e um olho roxo,a minha direita estava a enfermeira JiSoo e meus pais,minha mãe segurava minha mão e meu pai me olhava preocupado,todos me olhavam preocupados,menos o professor,que mantinha uma cara marrenta e seus braços cruzados

-Taehyung! Oh meu deus,o que aconteceu com você querido?!—minha mãe começava mais um de seus surtos de mãe super-protetora

-Sun Hee,calma,ele esta acordado..—meu pai comentou

-Não me mande ficar calma Jung Hee!—minha mãe exclamou revirando os olhos,meu pai riu soprado e se sentou na poltrona ao lado da janela abrindo uma das revistas ali presentes

-B-Bom,o que importa é que você acordou TaeTae!—Jimin disse de forma fofa sorrindo,aah seu lindo eye smile,a única coisa que me fazia sorrir,apesar de não gostar de Jimin dessa forma,ainda assim amo meu amigo

-Isso aí Chim Chim!—sorri ao ver a felicidade de todos –ou quase todos-ao me verem acordar,olhei para todos com meu maior sorriso,mesmo não gostando muito do meu sorriso por ele ser quadrado,adoro sorrir para as pessoas

-Bom,agora que acordou,gostaria de saber o que foi aquele “fuzuê” no corredor em plena saída,senhor Kim Taehyung...—meu sorriso sumiu ao ouvir a voz grossa do professor Yoongi,claro que Yang mi havia lhe contado alguma merda

-B-Bem...—comecei,estava um tanto vermelho de vergonha,minha mãe entrou no meio com uma cara já não muito boa

“Vai explodir”

-Eu gostaria de saber que tom é esse com meu filho! Ele esta todo machucado,quem deve explicações aqui é o senhor!! O que fazia enquanto meu filho estava sendo espancado?!—o professor abriu a boca para dizer algo mas foi cortado pela loira—Eu quero agora o responsável pelos machucados do meu filho! E não vou admitir que falem com o meu bebê nesse tom!Oh,e se o responsável não aparecer,terei uma falinha com o diretor,não coloquei meu filho aqui pra ser saco de pancadas!!—terminou passando a mãos por meus fio que,agora,estavam loiros como os de minha mãe

-Me desculpe senhora..Mas eu fui informado que o seu filho havia xingado uma garota de..—suspirou—de puta...—minha mãe o olhou indignada,como se tivesse sido desrespeitada

-Meu filho NUNCA usaria uma palavra tão baixa! Não somos da família mais rica possível,mas nem por isso não somos educados! Essa garota,traga-a aqui! Como pode dizer coisa tão absurda!?—olhei os meninos com as sobrancelhas arqueadas,Jimin passou a língua pelos lábios e Jin desviou o olhas suspirando

Minha mãe não conhecia meu “outro lado”

Eu não a culpava pelo que falava,minha mãe nunca soube das minhas festas,ou noites com outras pessoas,sempre que saia para uma balada para dormir com outros caras,eu dava desculpas idiotas como “vou estudar com um amigo” “dormirei na casa do Jimin” ou até mesmo “estarei na festa de aniversário da prima do Seokjin”;

Minha mãe acreditava muito em mim,melhor dizendo,ela confiava muito em mim,por isso nunca tive problemas com isso,até quando meu pai me pegou transando com um cara no dia em que eles foram comemorar o aniversario de casamento,minha mãe me protegeu,disse que eu estava tendo minha primeira vez,e que ele não devia ter atrapalhado.

As vezes me sinto culpado por isso,minha mãe me protegia até quando eu estava errado,ela acredita que eu seja inocente,fofo e puro..mas pra falar a verdade eu estou mais pra um bambolê amarelo do que um coelhinho fofo,afinal o quão rodado eu podia ser..?

-Yang Mi! Entre! –o professor disse olhando para a porta por cima dos ombros,uma ser de cabelos vermelhos entrou na sala,Yang fazia uma carinha de choro “Nojenta” foi o que eu pensei,Jimin revirou os olhos e abaixou a cabeça enquanto Jin jogou a cabeça pra trás impaciente

-S-sim senhor Min..?—sua voz saiu irritante e chorosa,minha mãe a olhou incrédula,tal filho,tal mãe

-É você? Não é à toa que meu filho a chamou de puta..—minha mãe nunca foi de ser das mais discretas,segurou minha mão a olhando de modo superior,a ruiva abaixou a cabeça e o professor foi até ela a abraçando de lado suspirando

-Essa é Yang mi,e a historia dela é um tanto impactante..—olhou minha mãe,a mesma se sentou na outra poltrona ao lado de meu pai e educadamente apontou a cadeira a sua frente,Yang se sentou ali de maneira educada,o professor se colocou ao lado de Yang,Jin e Jimin foram para o outro lado de minha cama,Jin usava as muletas para andar,pude então ver o gesso colocado em sua panturrilha,estava cheiro de desenhos provavelmente feitos por Jimin,já que o mesmo adorava fazer isso

-Pode começar..—minha mãe disse simplista,meu pai apenas olhou a menina a sua frente por cima do jornal e soltou um riso dentre os dentes,provavelmente estava esnobando a garota mentalmente

-B-Bem..—começou baixo e minha mãe colocou sua palma a sua frente

-Pode parar com essa voz fraquinha,porque sei muito bem que sua voz é mais potente que isso..—minha mãe cruzou as pernas de maneira elegante e repousou as mãos no joelho esquerdo olhando a ruiva,aquele olhar que apenas mães fazem,o olhar que consegue te fazer dizer até os segredos mais profundos da sua mente,coisas que você nem mais lembra

-Me desculpe...Bem,eu estava saindo da minha sala a caminho da saída,com minhas amigas e meu namorado,quando Taehyung e seus amigos me param me acusando de forma agressiva de que eu estaria me jogando para o professor Kim Namjoon da sala deles,eu neguei e Taehyung...me empurrou,praticamente me jogando no chão,me xingou de puta e de vários outros nomes feios...disse coisas horríveis sobre minha mãe...alem de tentar agarrar uma das minhas amigas el—a risada estridente de meu pai ecoou pela sala,meu pai estava tendo uma crise de risos,minha mãe tentou segurar a risada mas ela saiu,mesmo que de forma fofa,Jin e Jimin riam como hienas e eu apenas observava aquilo com um sorrisinho mínimo,a ruiva olhava para nós sem entender

-E-ESPERA,REPETE!!—meu pai a olhou já chorando de rir

-O-O que?—a ruiva ficou mais confusa

-EU REPITO—Jin foi até eles e fez a cara mais azeda possível—“Alem de tentar AGARRAR uma de MINHAS AMIGAS”—Jin voltou a rir e meu pai caiu no chão rindo

-AI..AI...Eu não agüento...—meu pai se recompôs e se sentou em sua poltrona outra vez,o professor Min nos encarava como se perguntasse o que ocorria aqui

-Jung Hee,se acalme...bom para começar,essa garota não sabe nem se quer mentir,senhor Min,se me permite,ela mente tão mal que até o meu Taehyung poderia mentir melhor!—minha mãe se levantou olhando a garota,que agora mantinha uma expressão de medo

-Poderia me explicar melhor senhora Kim?—o professor descruzou os braços,a ruiva sentada ao seu lado aumentou a expressão de puro medo

-Meu filho jamais poderia ter feito tudo isso...começando com o fato de que meu filho,é Gay!—minha mãe sorriu abertamente,meu pai ainda se recuperava de sua crise,o professor arregalou os olhos,ta,eu não era realmente gay,era Bi,mas sempre preferi homens,então minha mãe não estava totalmente errada,a ruiva gelou e me olhou,sorri sínico

“alguém se fodeu mais que eu~”

Jimin se sentou em minha cama e começou a brincar com meus dedos,apesar de ter a idade que tem,Jimin podia ser o ser mais infantil que vá a ver

-Professor cuidado com a boca,vai entrar mosca..—Jin comentou sorrindo vitorioso,ele foi até a cama ao meu lado e se deitou deixando as muletas ao lado da cama,o professor mudou de surpreso a bravo e olhou a ruiva ao seu lado,a mesma o olhou com medo

-Vamos ter uma conversa depois...agora eu quero saber a historia do “acidente” –o professor cruzou seus braços novamente

-Acidente? –perguntei,até onde me lembre eu fui espancado,não sofri acidentes

-Yang mi me disse que no meio da briga,o namorado dela havia lhe empurrado para protegê-la,e nisso você tropeçou e caiu rolando escada abaixo causando tudo...isso—disse se referindo a discussão que rolava no momento

-Mas Hoseok nem estava lá...—Jimin comentou

-Hoseok? Jung Hoseok?—o professor perguntou,agora eu estou confuso

-Sim,o namorado de Yang mi é Jung Hoseok,e ele não estava lá—Jimin olhou o professor que batia os pés impaciente,quantas mentiras Yang mi havia lhe contado? Se eu conheço meu professor,e conheço como o belo stalker que eu sou, Min Yoongi nunca odiou tanto algo quanto mentiras,o ultimo aluno que mentiu para o professor Min nunca mais teve aulas com ele,a pele branca do professor começou a avermelhar (essa palavra existe?)

“VAI EXPLODIR”

-Senhorita Yang Mi,pode me explicar então porque apresentou Chung-ho como seu namorado?—ele a olhou já quase gritando

-E-eu...—foi contada por mim

-E que história é essa de “acidente”? Até onde eu me lembro,Chung-ho havia me chutado até desmaiar!—adoro jogar lenha na fogueira até a casa pegar fogo,podia estar incrédulo por fora,mas por dentro estava festejando aos montes

-Ele o que?! SENHORITA YANG MI EU QUERO UMA OTIMA EXPLICAÇÃO AGORA!!—o professor berrou,minha mãe como eu a conheço provavelmente estava festejando junto a mim,minha mãe veio até mim e segurou minha mão sorrindo,meu pai como o “treteiro” que é apenas observava a cena rindo internamente,a ruiva se levantou e pôs suas mãos em seus braços fortes,sua feição era de desespero,Jin com certeza estava gritando de felicidade por dentro,e Jimin a olhava convencido,a cobra havia sido desmascarada

-P-professor é m-mentira!! E-eu nunca fiz isso!!—ela começou a chorar—eu juro n-nunca tentei machucar nenhum d-deles! Eles viv—foi cortada pelo alto grito do professor

-JÁ CHEGA,VA PARA A DIRETORIA,E NÃO SAIA DE LÁ ATÉ EU CHEGAR!—disse autoritário

-Você me paga Kim Taehyung!!—saiu batendo o pé,o Min se aproximou de nós e respirou fundo se curvando

-P-peço perdão por isso..Não sabia que ela havia mentido de maneira tão brusca! Me perdoem..—minha mãe foi até o professor e segurou seu rosto levantando-o e o olhando nos olhos com um sorriso

-Não é culpa sua professor,alunos assim aparecem em todas as escolas,apenas fez seu trabalho..—ela afagou seus cabelos e o soltou voltando a mim

-Bem,agradeço a compreensão –o professor sorriu,aah esse sorriso,como eu o amava—Tchau a todos..—ele andou até mim e depositou um beijo na minha testa—Tchau TaeTae..—sorriu de maneira mais aberta e saiu da sala,uma palavra

Corei.

Meu coração batia rapidamente,meu corpo nunca esteve tão quente,minha mente estava em um turbilhão de emoções,e o único que eu conseguia pensar era:

“O MEU PROFESSOR ME BEIJOU?!”

 

 

 

 

Continua...


Notas Finais


SG:É SÓ ISSO PESSOAS
V:bom,eu espero que esteja legal e tals,eu não revisei isso
SG:mas a Aurora mandou revisar
V:shii,ela não precisa saber
SG:tu ta ligado que ela vai ler isso depois,e se tiver palavra errada..
V:JA FALEI PRA FICAR XIU
SG:tá bambolê amarelo
V:ah viado...~
SG:bom foi só isso,beijos do açúcar e do alien pra vocês
V:e bye bye!!
~£~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...