História Má lady dangereuse - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Félix, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Tags Ladynoir, Miraculous, Romance, Sangue, Vampiro
Exibições 246
Palavras 1.149
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieeeeeeeeeeeee! Chegamos a 120 favoritos!!! Espero que a historia esteja legal... Enfim... Sem mais delongas, boa leituraaaaaaa!

Capítulo 15 - Uma história mal contada


Fanfic / Fanfiction Má lady dangereuse - Capítulo 15 - Uma história mal contada

(Adrien ON)

                Eu dei um passo para trás...Eu desperdicei uma chance... Chance de que? O que eu quero que ele também quer? Eu sai do banheiro e me vesti... Me vesti e transformei... Desci e não havia ninguém... Dei de ombros... My lady já devia estar em seu quarto.

                Comi um croissant e tomei um suco... Estava faltando algo... Subi e fiz o que eu estava fazendo nesses últimos dias...Olhar para o céu escuro...

"Assim como seu passado..."

                Vozes que não cessam nenhum segundo...O que acontecia tanto... As palavras corriam na minha cabeça... Eu queria um momento de paz...

"O gato branco te encontrara logo"

  A minha cabeça rodava e a cada pensamento eu estava mais longe da realidade e entrando no mundo em que eu sei que estaria seguro... Físicamente.

(Adrien OFF)

             ~~~~~~~~~~######~~~~~~~~~~

(Félix ON)

                Tudo ficou escuro... Várias memórias passaram pela minha cabeça... Até que em um momento que eu estava distraído sinto uma mão em pescoço, me erguendo do chão... Eu tentei tira-las mas nada... Eu gruni e ouvi a risada infernal que eu não aguentava mais ouvi-la.

- Você é tão idiota... Por que seguiu os dois? Desculpa mas lembra o que vocês " Lumiére" fizeram? Pois se não lembra vou refrescar sua memória...

- Eu sei muito bem e sei que é mentira!! Esta escrito que humanos e demônios e não podem andar juntos no mesmo plano...- Falei com dificuldade...

- Aí que você se engana... Você está se enganando com sua própria crença... Todo Lúmiere sabe a verdadeira história.- Ele largou meu pescoço e eu cai de joelhos... Ele deu aquele sorriso sádico e eu meti a língua nos dentes:

- Claro que eu sei! Na história dizia que um vampiro e sua submissa viviam em uma floresta perto de uma vila... E toda noite o vampiro saia para matar... Um dia saiu e quando voltou a sua "princesa" estava presa em correntes e sendo levada para uma sessão de purificação... Os Lumière fizeram uma barreira entre os demônios e os seres humanos mas... Mas alguns mestiços conseguiram passar e...

Minha mãe...

                Lord mudou de expressão para sério e falou:

- Cause mais algum problema que eu juro... Eu quebro aquela merda de barreira... E meu primeiro alvo será você... Tome cuidado Chat Blanc...- Ele ergueu sua mão em minha direção e veio uma espécie de coleira branca em meus pescoço... Ele apertou, me deixando quase sem ar...

" As chamas estão aumentando... Só cuidado para não se queimar..."

                 Eu acordei no meio daquela floresta... Estava escurecendo... Eu xinguei e sai daquela mata... O anel sugou todo o vestígio de Chat Blanc.

                Voltei para casa... E aquela roupa magia me chamava... Vozes ecoavam para eu ser Chat Blanc... Apenas ignorei a situação... Enquanto voltava cruzei com um gato preto de olhos verdes... Me encarando com um sorriso? Eu mudei minha expressão para angustiado e irado... Eu apontei o anel e o gato pareceu miar em sofrimento... Logo em seguida virando fumaça...

                Voltei para casa sem nenhum remorço... Odiava essas criaturas... E quero todas na dimenção do Lord. Logo que eu entrei na mansão do meu pai, ele veio até mim e deu um tapa na cara, me fazendo cair no chão, eu coloquei minha mão no local onde ardia e olhei nos olhos daquele velho e ele falou:

- Nosso trato era você pegar os miraculous seu menino idiota...- Eu pigarreei um riso e falei:

- Eu falei que eu não seria sua marionete... E... Mais uma noticia tiu das brabuleta... Graças a seus atos como "Mr. Papillon" os Lumière estão atrás de você e sua sentença é a morte.- Eu sai e ele fechou os punhos e falou:

- Seu... Imprestável...- Gabriel começou a ser puxado pelos homens e eu nem me virei para encará-lo pela ultima vez... Também... Eu não me importo com ninguém que não sirva a meu favor.

                Aquela mansão e a fortuna agora eram minhas... Eu demiti Nathalie e depois mandei homens a matarem. Contratei uma nova secretária e tomei a liderança da Agreste Corp...

Grandes mudanças estão por vir...

(Félix OFF)

                                                                    ~~~~~~~~~~#######~~~~~~~~~~

                Chat Noir acordou em seu quarto e um vulto passando pelo corredor, ele, com uma visão meio embaçada chamou ainda rouco:

- Ladybug?- Ladybug que era apenas uma sombra no corredor parou e respondeu:

- Oi Chat?- Só colocou a cabeça para dentro do quarto, ele arqueou a sobrancelha e perguntou com um sorrisinho:

- O que foi my lady? Por que não quer que eu te veja?- Ela corou e disse:

- E-eu estou só de toalha...- Chat se arrepiou e falou com um pequeno rubor nas bochechas e pensamentos um pouco pervetidos...

- Melhor ainda my lady.- Ela sentiu o rosto queimar e saiu pelo corredor dizendo:

- O velho Chat Noir voltou!- Chat deu uma risadinha e com sua audição aguçada ouviu os brincos de Ladybug apitarem. Também não devia abusar do gatinho preto. Se destransformou e deu o queijo para o gato que agora estava mais apegado ao loiro.

                                                                              #########^^#########

                Marinette olhou todo aquele quarto... Chat Noir era mesmo fiçurado na pequena Ladybug... Até conseguira produzir o cheiro da joaninha, deu os cookies para a pequena kwami que parecia sonolenta. Havia até roupas para ela... Marinette corou ao ver algumas roupas... Mais especificamente as intímas... Havia uma mascara também... Chat sabia que sua lady não queria mostrar sua verdadeira identidade naquele momento... As coisas estavam muito turbulentas naquele tempo...

                Ela vestiu uma camisola preta quase que transparente. Ela se olhou no espelho, não havia percebido ainda o gato encostado na porta:

- Miau!- Fez em um tom pervertido. Falou- Está uma gatinha... Mas linda você sempre foi.- O gato deu aquela piscadela, a azulada revirou os olhos corada, se sentou na cama e o gato, manhoso e totalmente atrevido, se deitou na cama da garota e a puxou pela cintura, fazendo ela ficar em cima dele, que parecia estar adorando.

- Chat... Você caiu do telhado ou só tomou muito toddynho? Da pra me soltar?- Chat fez uma cara de falsa tristeza e a colocou deitada ao seu lado.

- Pode ir saindo gatinho...- Ele olhou com um olhar pidão e falou:

- Posso dormir com você? Só hoje... E eu prometo não fazer nada além de te abraçar.- Marinette olhou cansada para o gato e falou:

- Se eu falar "não" você vai embora?- Ele negou com a cabeça e ela suspirou vencida.- Okay... Mas sem abraço.

- Hmmm não vou prometer...

- Gato chato...

- Obrigado my lady... Que comentário comovente...- Logo Marinette dormiu com as carícias de Chat em seu cabelo.

(Marinette ON)

                Eu estava com aquela coleira, estava vendada e presa a correntes em cima de algo extremamente fofo. Tentava me soltar... Sentia estar de roupas (intimas pelo menos)... Então eu ouvi aquela voz:

- Oi my princess... Vamos começar aquela brincadeira de "caçador ou caça"?

...


Notas Finais


espero que tenham gostado... Uhuuuu mais mistérios... KKK ENFIM... Chegando perto do final da fic... Eu sei é triste e... TROLEEEEI... Não! Esta longe de terminar... Nem rolou os hentaizinho :p

Obrigada aos vinte comentários do capitulo anterior... Mas eu quero ver aqui 15 comentarios... É UMA META! VAMOS CUMPRI-LA EEEEEEEEEEEEEE

LADY KITTYPUFF SAINDO... UM BEIJO UM QUEIJO E SÓ VAMOOOO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...