História Mabill-Uma verdade mal dita, ou uma mentira bem contada? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines
Tags Mabill
Visualizações 185
Palavras 968
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Ecchi, Fantasia, Fluffy, Hentai, Misticismo, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi galerinha tudo bom Pois bem essa é a minha segunda fic tratando desse assunto shipp que eu amo então é isso que eu queria dizer possuir nas notas iniciais vamos para história

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Mabill-Uma verdade mal dita, ou uma mentira bem contada? - Capítulo 1 - Prólogo

 Estava de noite e eu estava com medo, estava sozinha e de amparo algum não havia ninguém lá dentro para me ajudar, meus olhos se encontravam nublados e super molhados pelas lágrimas, meu rosto se encontrava um tanto desconfortável pois lágrimas secas estavam sobre o mesmo, minha mãe havia saído, meu pai estava de viagem e dipper? Bom eu e dipper não nos falamos mais, ele está na Califórnia e eu em manhatta, quem diria não é mesmo? Agora que estava sozinha uma pessoa entrou em minha casa não sei por onde, mas entrou e começou a vasculhar a mimha casa, fiquei com muito medo e a pessoa me viu, não sei porque mas me parece que já o conheço, sai correndo em direção ao meu quarto só que antes de entrar uma faca voou em mimha barriga me fazendo guinchar de dor, me joguei no chão e comecei a chamar por alguém qualquer um, mas que pudesse me ajudar, acabei por repetir um nome que jurei nunca mais mencionar na vida

Bill cipher

O meu tão esperado assassino entrou quarto adentro me encolhi com muito medo só esperado lê poderia me salvar agora o que eu faria?  então senti dois braços fortes em minha cintura me puxando no meio da Escuridão o meu suposto assassino me chamou de tudo quanto é nome uma onda de alivio inundou o meu peito me fazendo suspirar quando ele saiu do quarto e foi até a sala  meus olhos começaram a soltar lágrimas que logo molharam o meu rosto  o que você quer? Se imagine em uma casa escura, você deitado no do da e do nada você levanta vai no banheiro e quando volta morre de medo de morrer olhei para a pessoa que me salvou, ela estava encapuzada e se quem sabe ele fosse só mais um acompanhante? Ou ate um Assassino! O Que eu faria? Minha vida virou de ponta cabeça olhei para trás em direção à janela a lua estava começando a ficar baixa, apenas com nuvens que começaram a entrar para seus lados ela estava linda pensando que talvez essa seria uma última vez que tem aquela vista isso eu fiz chorar Mais eu fiz chorar muito, muito, muito, mais. Medo? Talvez eu não vá mais eu controlar o estou tremendo dos pés à cabeça olhei para trás na esperança de que não fosse mais ninguem que estivesse desejando a minha morte em um movimento rápido retirei o capuz de sua cabeça revelando assim o seu rosto e olha só não era ninguém que tivesse se de do meu sangue,  não era ninguém que eu não conhecesse muito pelo contrario ele me parecia familiar, mas ao mesmo tempo parecey que nos nem nps conhecíamos era um Garoto loiro muito bonito seus olhos de um tom de dourado sua pele era um tanto morena só que mais puxada para o branco e branco de seus olhos era puxado para o azul suas roupas para um tom amarelado e sua blusa era em um tom Preto ele estava Com brinco que teve uma tonalidade um tanto puxado para o bronze, seus cabelos foram lisos e ele estava me puxando para fora de casa, como que eu iria? Estava com mais medo do que qualquer outra coisa! Ele olhou para mim: Não era ninguém que euimas conhecesse muito pelo contrário era um garoto loiro muito bonito seus olhos de um tom de dourado sua pele era um tanto morena só que mais puxada para o branco e branco de seus olhos era puxado para o azul suas roupas Tom amarelado e sua blusa era em um tom Preto ele estava com brinco que tinha uma tonalidade um tanto puxado para o bronze, seus cabelos foram lisos e ele estava me puxando para fora de casa, como que eu iria? Estava com mais medo do que qualquer outra coisa! Ele olhou para mim: Não era ninguém que eu conhecesse muito pelo contrário era um garoto loiro muito bonito seus olhos de um tom de dourado sua pele era um tanto morena só que mais puxada para o branco e branco de seus olhos era puxado para o azul suas roupas Tom amarelado e sua blusa era em um tom Preto ele estava com brinco que tinha uma tonalidade um tanto puxado para o bronze, seus cabelos foram lisos e ele estava me puxando para fora de casa, como que eu iria? Estava com mais medo do que qualquer outra coisa! Ele olhou para mim: Seus cabelos foram lisos e ele estava me puxando para fora de casa, como que eu iria? Estava com mais medo do que qualquer outra coisa! Ele olhou para mim: Seus cabelos foram lisos e ele estava me puxando para fora de casa, como que eu iria? Estava com mais medo do que qualquer outra coisa! Ele olhou para mim:

- Venha, ou prefere que ele te amigo? - falou ele indo até a janela e abrindo

- ss-sim oo-obrig-ada 

- tsc relaxa, mas vc vai ter que me compensar depois ok?

Onde eu já tinha ouvido aquilo?

- melhor não vai que seja só mais uma distração para me levar até ele?

- vamos minha estrela venha comigo, só com as ajudas!

Estrela ...

- quem é você-falei em um tom firme 

- venha estrelinha no caminho eu te conto!

Dito isso me é puxou para fora da janela pronto para pular, mas antes de mim, jogue uma altura bem desconfortável comecei um gritar, mas logo ele passou como mão por extensão da minha cintura e um chama azul nos envolveu e eu apareci em frente à 

"Cifra Bill" 

Dei um pulo do colo do garoto eo olhei assustada para o mesmo pedindo uma explicação, mas só uma resposta  

- não te pareço familiar pequena? 


Notas Finais


Por hj é só é eu tô tentando postar na minha outra fic então não me matem por favor bjs meus caros leitores com mel e açúcar de Kate e Sayaka


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...