História Mabill: Vamos brincar de nos amar. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Soos Ramirez, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines, Wendy Corduroy
Tags Gravity Falls
Exibições 44
Palavras 434
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Ecchi, Escolar, Magia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente!! Espero que gostem do capitulo de hoje! Desculpem mas ele ficou pequeno porque fiquei sem criatividade.
Então é isso, boa leitura, obg. Bjs

Capítulo 3 - Apenas um aviso.


Fanfic / Fanfiction Mabill: Vamos brincar de nos amar. - Capítulo 3 - Apenas um aviso.

Mabel on:

Eu pensei em correr, mas não deu certo, Bill me pegou pelo braço e chegou bem perto do meu rosto, estava apenas alguns centímetros de distancia, eu podia sentir sua respiração quente bem perto de mim. Seus lábios eram rosados e... lindos.  Então ele ficou serio e logo apertando meu braço com foçar, e depois disse:

-Epa! Não pense que vou deixar você sair assim, como se nada tivesse acontecido, amorzinho.- dessa vez ele me empurrou contra a mesma árvore que estava ali, colocando as mãos na mesma, uma de cada lado do meu rosto, me fazendo ficar no meio delas, impedindo-me de escapar. –Agora uma pequena coisinha.- ele continuava sério e a centímetros do meu rosto , mais alguns centímetros e... –Um aviso:  você não ira contar pra ninguém que me viu e muito menos dizer que estou vivo, e se você sequer pensar em dizer isso para alguém, eu matarei a primeira pessoa que sair daquela cabana ou até mesmo irei atrás de seus amigos na cidade, invadindo os seus sonhos... eu poderia deixa-los loucos até pararem em um hospício e eu também iria atrás de você para lhe torturar...em seus sonhos, tortura-la até perder a sanidade.-  ele deu uma risadinha diabólica. Eu estava sem reação, eu iria contar ao Dipper mas.. não quero que ele sofra ou morra... como esse cara pode ser assim? Ele realmente não liga pra ninguém além de si mesmo? Vi ele se aproximando mais de mim, dando aquele seu sorriso macabro e se dirigindo até meu ouvido dizendo: -... entendeu querida? Isso é apenas um aviso.–nessa hora ele deu uma leve mordida em minha orelha, me exitei um pouquinho. –E sobre essas marcas no seu corpo, diga apenas que caiu. –ele se afastou de mim e se virando de costas. –Tá, agora vai embora daqui.- disse ele em um tom frio.

Não perdi tempo, sai correndo o mais rápido que pude. Corria e corria, mas parecia que eu não chegava a lugar algum, até que pude vê um pouco do telhado da Cabano do Mistério. Parei de correr e comecei a caminhar, estava cansada e não sabia que horas eram, eu estava preocupada com as marcas em meu corpo, não iria saber explicar isso para Dipper e o Soos.

Quando percebi já estava dentro da cabana, vi o relógio e eram 3:40 da manhã, subi para meu quarto, entrando de fininho, tomando cuidado para Dipper não acordar. Deitei na minha cama, cansada e sem forças, e pesando como iria explicar as macas no meu corpo. Nem percebi quando peguei no sono.

Mabel of


Notas Finais


Gente desculpem pelo capitulo, ele ficou pequeno, é q eu n sabia oq colocar então ficou assim msm. Obg por ler. Bjs
E desculpem algum erro ortografico


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...