História Mad Hatter - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bangtan Sonyeondan, Beyond The Scene, Namjin, Taekook, Vkook, Yoonmim
Visualizações 28
Palavras 1.418
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá my little ponies
Sério, me desculpem mesmo pela demora! Eu fui no cinema com umas amigas na sexta e acabei dormindo na casa de uma delas, e no dia seguinte fui viajar e só voltei ontem de noite
"Ah mas porque não postou na sexta cedo?" Simplesmente porque eu reescrevi esse capítulo 6 vezes, porque o spirit não colaborava e apagava tudo que eu tinha escrito
Recomendo lerem esse capítulo ouvindo a música "Mad Hatter" da Melanie Martinez, já que o capítulo e a fic foram inspirados nela

Capítulo 2 - Two- You can be Alice, I'll be the Mad Hatter


"Ele estava perdido, fora sequestrado"

O garoto acordou com a visão embaçada, por conta disso só enxergava borrões á sua frente. Ainda meio grogue, Jeon tentou se levantar, o que foi em vão pois o mesmo estava amarrado em uma cadeira. Fechou os olhos algumas vezes na tentativa de fazer sua visão voltar ao normal

Quando conseguiu enxergar, percebeu uma única luz sobre si, como se estivesse num palco. Ainda usava suas roupas, mas agora elas estavam sujas e rasgadas, sapatos já não usava mais. Foi naquele momento que o moreno agradeceu por ter escolhido morar em Los Angeles ao invés da Suíça, já que se estivesse lá, provavelmente já teria morrido por hipotermia

O moreno estava imerso em seus pensamentos, nada agradáveis considerando sua situação, quando uma luz foi acesa, e bem no lugar onde iluminava havia um garoto de cabeça baixa

"Que merda é essa?!"

Jungkook pensou enquanto observava o garoto, ele era bonito, alto, Jeon imaginava que fosse da sua idade. Usava uma calça justa roxa, e no lugar da blusa, usava um suspensório verde sem nada por baixo, o garoto também usava uma gravata borboleta roxa. Seus cabelos eram castanhos com algumas mechas verdes na ponta

O moreno se perguntava o que aquele garoto estaria fazendo ali, até que começou a ouvir um ritmo de uma música, procurou de onde vinha o som, e quando voltou seu olhar ao garoto, levou um susto pois o mesmo começou a cantar

 

My friends don't walk, they run

(Meus amigos não andam, eles correm)

Skinny dip in rabbit holes for fun

(Entrando em tocas de coelho por diversão)

 

Se aquela situação não fosse tão estranha, Jeon provavelmente teria elogiado o menino pela sua voz, mas não seria tão maluco á aquele ponto

 

Popping, popping balloons with guns

(Estourando, estourando balões com armas)

Getting high off helium

(Ficando chapado de hélio)

 

Jungkook ouviu um barulho de tiro vindo detrás de si, tentou virar para trás na tentativa de ver o atirador, mas não conseguiu. Quando voltou a olhar para o outro garoto, percebeu que havia balões acima dele mas logo estouraram pelos tiros

 

We paint white roses red

(Nós pintamos rosas brancas de vermelho)

Each shade from a different person's head

(Cada tom veio do sangue da cabeça de alguém diferente)

 

Mais uma luz foi acesa, então Jeon olhou na direção em que a luz iluminava, e viu várias cabeças decapitadas penduradas no teto. O moreno se assustou muito com aquilo, as cabeças cobriam quase todo o teto, então todas aquelas pessoas haviam sido mortas? Nunca achou que essa máfia fosse tão perigosa á esse ponto

 

This dream, dream is the killer

(Esse sonho, sonho é um assassino)

Getting drunk with the blue caterpillar

(Ficando bêbado com a lagarta azul)

 

Voltou á olhar novamente o garoto, que agora bebia um líquido azul numa taça, sinceramente, Jungkook não entendia como ele arranjava e desaparecia com aquelas coisas em questão de segundos, talvez aquilo já estivesse planejado? Era muita coisa pra uma cabeça só raciocinar

 

I'm peeling the skin off my face

(Estou descascando a pele do meu rosto)

'Cause I really hate being safe

(Porque eu realmente odeio estar seguro)

The normals, they make me afraid

(Os normais, eles me fazem sentir medo)

The crazies, they make me feel sane

(Os malucos, eles me fazem sentir são)

 

O garoto se encolheu num canto e continuo cantando como se choramingasse, mas assim que o verso estava acabando, ele foi em direção a Jeon aos pulinhos. Jungkook estava chegando a achar que o garoto além de maluco, era bipolar

 

I'm nuts, baby, I'm mad

(Sou doido, querido, sou maluco)

The craziest friend that you've ever had

(O amigo mais louco que você terá)

You think I'm psycho, you think I'm gone

(Você acha que sou psicopata, você acha que não tenho mais jeito)

Tell the psychiatrist something is wrong

(Diga ao psiquiatra que algo está errado)

Over the band, entirely bonkers

(Fora da casinha, completamente insano)

You like me best when I'm off my rocker

(Você gosta mais de mim quando enlouqueço)

Tell you a secret, I'm not alarmed

(Te digo um segredo, não estou preocupado)

So what if I'm crazy? The best people are

(E daí se sou louco? As melhores pessoas são)

All the best people are crazy

(As melhores pessoas são loucas)

All the best people are

(As melhores pessoas são)

 

O menino cantou o refrão, algumas vezes dando pulinhos e brincando com seus cabelo, outras vezes ficava á centímetros do rosto de Jungkook e cantava como se estivesse falando a coisa mais óbvia do mundo para Jeon

 

Where is my prescription?

(Onde está minha prescrição?)

Doctor, doctor, please, listen

(Doutor, doutor, por favor, ouça)

My brain is scattered

(Meu cérebro, disperso)

You can be Alice, I'll be the Mad Hatter

(Você pode ser Alice, eu serei o Chapeleiro Maluco)

 

Se afastou do moreno dançando como se realmente estivesse procurando a tal prescrição, mas logo voltou para perto de Jungkook cantando a última parte com seu verdadeiro olhar, pelo menos era essa a opinião de Jeon

 

I'm nuts, baby, I'm mad

(Sou doido, querido, sou maluco)

The craziest friend that you've ever had

(O amigo mais louco que você terá)

You think I'm psycho, you think I'm gone

(Você acha que sou psicopata, você acha que não tenho mais jeito)

Tell the psychiatrist something is wrong

(Diga ao psiquiatra que algo está errado)

Over the band, entirely bonkers

(Fora da casinha, completamente insano)

You like me best when I'm off my rocker

(Você gosta mais de mim quando enlouqueço)

Tell you a secret, I'm not alarmed

(Te digo um segredo, não estou preocupado)

So what if I'm crazy? The best people are

(E daí se sou louco? As melhores pessoas são)

 

Cantou o refrão da mesma forma maluca, mas quando acabou se dirigiu até Jungkook com um sorriso de canto e se ajoelhou em frente ao policial

- A propósito, meu nome é Kim Taehyung!- foi a últimas coisa que Jeon ouviu antes de sentir um pancada na cabeça e apagar

 

.....
 
Acordou e sua cabeça latejava, abriu seus olhos dando de cara com uma daquelas cabeças decapitadas, o que fez com que o mesmo levasse um baita susto
 
-AAAAAAAHHHH!!!!- Jeon gritou, mas se acalmou ao perceber que havia um vidro que impedia a cabeça de se aproximar mais
 
-Relaxa! Com o tempo você se acostuma a acordar com um bagulho desse do seu lado- só então o moreno percebeu que havia alguém com ele, olhou pro lado e não acreditou em quem viu
 
-Jimin? - o baixinho estava com os cabelos rosas, o que fez com que Jungkook se espantasse um pouco. Jimin nunca foi do tipo que pinta cabelos
 
-Em carne, osso e gostosura!- ótimo, sarcasmo era sinal de boa saúde, então Jimin estava bem
 
- Vejo que continua humilde - Jimin revirou os olhos e Jungkook riu com a careta que o amigo fez- E o que raios fizeram com seu cabelo?!
 
- É uma regra daqui! Todo mundo sem exceção tem que ter cabelo colorido!- Jimin bufou, odiava ter pintado seu cabelo, mas pelo menos havia ficado bonito
 
- O garoto que eu vi agora á pouco só tinha as pontas coloridas! - Jungkook disse na esperança de que pudesse pintar somente as pontas
 
- Aquele é Kim Taehyung, cada semana ele está com uma cor diferente! - Park disse, e Jeon já iria perguntar quem ele era, mas Jimin o cortou - Taehyung é o chefe dessa máfia Jungkook!
 
- Aquele desmiolado?!- Jungkook perguntou surpreso e Jimin riu da surpresa do amigo
 
- Se te pegam falando assim dele, é capaz de ele mandar te castrar! - o baixinho disse, e Jungkook arregalou os olhos, fez uma nota mental de nunca falar mal sobre o tal "Taehyung"
 
Jeon já ia perguntar mais coisas pra Jimin, quando sentiu um baque e foi puxado com Jimin para fora da....... roda gigante? Só agora que o moreno foi perceber que estava em uma cabine de uma roda gigante, que servia como uma prisão, aquilo era esquisito, mas é melhor que uma cela 
 
- O que estamos fazendo aqui? - Jeon disse baixo para o amigo, que estava ao seu lado numa fila horizontal
 
- Taehyung provavelmente vai explicar sobre o lugar para os novo presos - Jimin disse voltando a olhar para frente, Jeon fez o mesmo
 
- Mas o qu - antes que pudesse acabar de dizer sua pergunta, Jungkook foi interrompido
 
"- Olá coisinhas!"

 


Notas Finais


A tradução da música foi adaptada para uma versão masculina pra dar certo com quem estava cantando
Mais uma vez me desculpem pela demora
Espero que tenham gostado
Bjinhos com cubinhos de açucar ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...