História Mad Love-jikook - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Personagens Originais
Tags Jikook
Visualizações 149
Palavras 1.988
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Atualização novamente...

Capítulo 38 - Fake Jungkook .


Fanfic / Fanfiction Mad Love-jikook - Capítulo 38 - Fake Jungkook .


Eu estava no meu quarto , sentado entre as pernas de Hoseok e assistindo American Horror Story .

Ate que uma ideia surge em minha caixola maluca...

Tae : como seria se Jimin e Jungkook tivessem filhos ? -  riu anasalado apôs meu questionamento.

Jh : homens não se reproduzem Taetae . - ele da um peteleco na minha testa . - homens não tem útero .

Tae : eu sei , eu sei . - reviro os olhos . - nunca ouviu falar em adoção ? - ele pareceu pensativo .

Jh : o que esta insinuando ? - ele pausa o seriado .

Tae : como seria se Jimin e Jungkook formassem uma familia com filhos e essas coisas ? - me viro e passo meus braços pelo seu pescoço , ficando frente a frente .

Jh : assim , bem...as chances de dar certo serião bem poucas , Jimin é muito ciumento e possessivo . - agora quem estava confuso era eu , o que o ciumes do Jimin tem a ver com isso ? 

Tae : como assim ? 

Jh : simples , uma criança tomaria toda a atenção que ele recebe de Jungkook...então provavelmente ele iria mata-la . - disse simplista .

Tae : é , faz sentindo . - eu realmente não havia pensado por esse lado .

*tae off*

*Jimin on*

Cm : um...dois...três . - camila estava no banco de traz da van fazendo massagem cardiaca em Jungkook .

Estavamos estacionados em um beco , claro que primeiro tivemos a infelicidade de despistar os policiais , Lauren não me deixou dirigir pois disse que se eu o fizesse , a van teria o mesmo destino do velho carro . Eu não estava em sã consciencia no meio da fuga , era muita adrenalina pra mim , estar no mesmo carro com Jungkook , o mesmo estava com as roupas ensanguentadas , e ainda por cima rindo igual um louco junto a mim , tudo piorou ainda mais quando vi o moreno ficar puto e abrir o porta-luvas , tirando de lá uma pistola . Eu simplismente perdi todo o controle da situação , mesmo ele gritando que não sabia nadar , por puro impulso acelerei o carro e quando me dei conta , Kook ja estava desmaiado e o carro afundando , sorte que eu sabia nadar e o tirei de lá a tempo . 

Quando subi para a superficie , Camren ja estava a minha espera , e agora aqui estamos , em um beco e tentando reanimar Jungkook .

Jm : me diga que ele esta respirando ! - eu não quero perder meu Bunny pra minha loucura , pois a vida sem ele desanda como descarrilhas nos trilhos do trem .

Cm : o jeito vai ser respiração boca a boca . - parou com a massagem , Lauren a fuzilava com o olhar. - não sou eu que vou fazer . - me encarou . - Jimin é com você . - assenti . 

Me aproximei de seu corpo , me lembrei do dia em que eu quase o matei , pedindo para que pulasse no tanque quimico , o tanque onde quase se afogou e eu tive que fazer respiração boca a boca .

Se eu fiz uma vez , posso fazer denovo....

Não tardei para esticar seu pescoço para tras , deixando o queixo para cima , abri sua boca , tapei seu nariz e colei seus lábios aos meus , jogando ar , fazendo  seu peito elevar .

Dessa vez , ele tinha realmente se afogado , no tanque foi bem diferente , ele não tinha engolido muita água como foi agora .Repeti o processo por alguns minutos . 

Ate que ele abre os olhos e se senta desesperadamente , ele cospe um pouco de água e começa a tossir , senti um grande alivio ao ver que não o perdi para a minha loucura indomavel .

Eu ia abraça-lo mas recebi um tapa aleatorio em meu peito .

Jk : você nunca mais faça isso ! - seus olhos estavam marejados .- sabe o tamanho do medo que tive de morrer e pensar que esse seria nosso fim ao ver a merda daquele carro voando atravez daquela rampa ? - seu tom de voz estava alterado , ele realmente estava em choque .

Jm : shiii . - pus meu dedo indicador sobre seus lábios rosados . - eu sei , foi minha culpa termos provocado essa discordia toda , mas veja pelo lado bom . - sorri . - estamos vivos e juntos . - limpei suas lagrimas . 

Jk : dá proxima me lembrarei de nunca mais dirigir com Park Jimin sendo o motorista . - se aconchegou em meus braços , senti sua respiração no vão do meu pescoço , já que o mesmo se aconchegou ali . - por favor , nunca mais faça isso , eu tive tanto medo de ficar vivo e acabar perdendo você...- ao ouvir aquelas palavras , me senti feliz , uma sensação que eu não sentia a muito tempo .

Jm : Bunny , não é uma coisa que eu posso controlar . - o apertei ainda mais em meus braços , depositando uma fungada em seu couro cabeludo . - mas vou tentar a pedido seu....álias , gostei da sua mira . - ele desfaz o abraços e me encara com uma expressão desentendida .

Jk : mira ? Eu não faço esse tipo de coisa esqueceu ? - ri . - eu não sou fã de armas Jimin . 

Jm : não era isso que você gritava a uma hora atras . - ele ficou boquiaberto . - você assim como eu ficou fora da sua zona de realidade por um tempinho e por impulso pegou meu trinta e oito .

Jk : e-eu machuquei alguem com o revolver ? - ele brincava com os dedos enquanto me questionava . 

Jm : bem...pneus furados contam ? - rio me dando mais um tapa no peito . - eu realmente não sei se você atirou nos miolos deles .

Um silêncio tomou conta de nós dois .

Jk : chim... - alguem resolveu quebrar o silêncio .

Jm : sim . - o encarei .

Jk : você tem ou ja teve medo de morrer ? - seu semblante era sério .

Jm : não , você tem ? - assentiu .- a morte é apenas um estado de inconsciencia , não tem cabimento ter medo dela , você apenas irá dormir pra sempre...qual o problema nisso ? 

Ficamos em silêncio por alguns segundos .

Jk : se for pra morrer.....prefiro que seja pra você.

*jimin off*

.

.

.

.

.

3 semanas depois .

*yibo on*

Depois da morte do meu irmão Jeon Jungkook , paramos com as buscas e estamos focando em outro caso . Dessa vez envolvendo outro conhecido , meu amigo de infância Baek , os outros policiais estão tentando pela decima vez reconhecer o rosto do suposto assassino pelas câmeras , pelo o que eu ouvi...

Ele usa um taco de baseball como arma e se veste de preto , e alguns ate dizem que ele tem um rosto bem familiar , e que ele entrou em um carro com outro sujeito e ambos deram uma fuga com direito a mergulho em um rio , Ja pedi milhões de vezes para que me deixassem dar uma olhada nas imagens , mas tudo o que eu ouço é " você não é responsavel pelas câmeras " .

Mas um dia , isso mudou e finalmente pude dar uma olhada , depois de tanta insistencia .

A delegada se aproxima .

Dlg : delegado Jeon , peço quem me acompanhe ate a sala . - sorriu e apenas assenti .

.

.

.

Yb : deem um zoom ali , na cara do suspeito , a vítima estava olhando demais para sua face. - fizeram o dito .

O sujeito tinha um corte bem pequeno na parte frontal do rosto , aquilo me lembrava Jungkook , pois o mesmo tinha uma dessa no mesmo local .

As vezes acho que estou ficando paránoico por conta de sua morte...

Até a parte em que a vítina tira sua mascara e ele revela o taco com um sorriso no rosto . Eu estava começando a reconhecer aquele rosto .

Yb : tem como aperfeiçoarem o zoom ? - questionei olhando a tela .

Dlg : zoom de cem por cento ! - disse em tom autoritario .

Tudo estava mais evidente , em seu taco se encontrava escrito " I love you senpai ♥ " e logo ao lado um coração com as iniciais " JM " , havia uma pinta abaixo de seus lábios finos , o que me lembrou a pinta de Jungkook quando o mesmo sorria abertamente .

Eu estava começando a desconfiar...

Yb : ainda temos o video da morte de Jeon Jungkook ? 

Dlg : sim . - disse simplista .

Yb : repassem o video . 

Dlg : mas..

Yb : repassem o video . - digo em tom autoritario e o video ja estava na tela . - agora deem zoom na face do tal " Jeon " - fiz aspas com os dedos , arrancando testas franzidas das pessoas a minha volta . 

Como eu imaginava , o rosto não tinha a cicatriz e nem a pinta de Jungkook , ou seja , ele pode estar vivo .

Yb : tudo faz sentido . - ri alto . - esse tal jungkook é falso , vejam , este não apresenta nenhuma das cicatrizes ou pintas que meu irmão possui no rosto . - abri minha carteira e de lá , tirei uma foto de Jungkook que tenho guardada e joguei sobre a mesa , os policiais que estavam a minha volta , me olhavam boquiabertos . - agora vejam o suspeito do assassinato , ele possui todas as caracteristicas e ainda tem as iniciais JM em sua arma , e por quem Jungkook foi sequestrado ? 

Dlg : Park Jimin...- a delegada estava sem palavras , sua expressão estava completamente confusa .

Yb : essa iniciais são do Jimin , e o suposto " I love you senpai " tambem , ou seja , ele pode estar vivo tendo um caso com um psicopata . - finalizei com um sorriso no rosto . 

Dlg : otima observação delegado Jeon , eu poderia dizer caso encerrado , mas não estamos com o culpado aqui , ainda não...- sorriu e eu não tardei para retribuir .

Ah maninho , vamos acabar com essa sessão de super psycho love já já....

.

.

.

.

Dlg : estamos devolta com o caso Jeon Jungkook , vamos retomar as buscas . - fizemos uma pequena reunião em nossa sala . 

Dlgk ( delegado kennedy ) : não tinhamos encerrado esse caso ? Ele não havia morrido ? - a delegada nega .

Dlgl (delegado Lee .) : Jeon Jungkook ? Nunca ouvi falar desse tal caso desde que cheguei aqui . - Lee era novo no cargo assim como outros policiais que estavam na nossa mini reunião .

Ela abre um envelope de papel pardo e põe sobre a mesa fotos de Jungkook e suas imagens que foram flagradas pelas câmeras . 

Dlg : Jeon Jungkook , antes de ser sequestrado e entrar pra vida do crime , era conhecido como doutor Jungkook , um psiquiatra do manicômio de Busan , foi designado pelo psicopata em pessoa , Park Jimin . - os novatos tinham os olhos arregalados . - um rômance no local de trabalho que deu muito errado . 

Dlgl : por acaso , alguem sabia desse tal rômance no local de trabalho ? 

Dlg : não , quando fomos questionar as enfermeiras e medicos quem conseguiram sobreviver , os mesmos disseram que Park nunca aceitava a consulta de outros medicos , ele queria apenas a de Jungkook , e ainda por cima ficava irritado quando o psiquiatra deixava de passar em sua cela para atender outros loucos .

Dlgk : ainda me pergunto como nunca desconfiaram... 

Dlg : facil , eles pensaram que Jungkook estava curando Park Jimin .


Notas Finais


Obg por ler ♥
SORRY PELO CAP MERDA , ESSE CAP REALMENTE NÃO ME AGRADOU .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...