História Made To Love - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Shawn Mendes
Tags Made To Love, Shawn Mendes
Exibições 11
Palavras 973
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIIIII AMORES, CHEGUEI!!!
leiam as notas finais

Capítulo 3 - Silence


Fanfic / Fanfiction Made To Love - Capítulo 3 - Silence

Um mês depois

Shawn

O mês demorou muito para passar. Meus pensamentos focavam somente em uma coisa, uma pessoa, Kristen. Como ela devia estar se sentindo? Esses últimos meses foram tão tensos para ela e, até mesmo para mim. Todas as crises e ataques que ela teve, desde o primeiro que foi em nosso casamento ao último que acabou causando nossa briga.

Todas as lembranças partiam meu coração, eu sinto falta dela. Sinto falta do que éramos. Lembro-me bem do dia em que a pedi em casamento, foi o melhor dia da minha vida. Preparei a surpresa como se fosse um casamento, convidei os amigos e familiares, que me ajudaram levando Kristen para um lugar em que não pudesse desconfiar. Minha mãe me questionava milhares de vezes se eu tinha certeza do que queria fazer e já estava cansado de dizer diversos "sim". Mas o meu "sim" só ficou mais concreto com o sorriso de Kristen quando estava ajoelhado à sua frente.

— É claro que sim!— ela disse quando fiz a tão esperada pergunta.

Todos gritavam e comemoravam o momento, mas meu pai exigiu silêncio para que todos escutassem seu discurso. Foi tão típico dele.

— Quero parabenizar o casal por este momento tão sublime que é o da união entre duas pessoas que se amam. Que vocês sejam cobertos de bênçãos, felicidades e plena harmonia e que o caminhar dessa nova vida seja sempre para vocês caminhos de flores e esperança e a constituição de uma nova família sempre dentro da mais pura felicidade. Parabéns por esse passo tão importante e de tamanha grandeza em suas vidas e que hoje e sempre vocês sejam muito felizes. Esses são os nossos verdadeiros e sinceros votos ao casal. Ficamos felizes por terem tomado a importante decisão de ficarem noivos. Um passo de responsabilidade e de um compromisso sério. O noivado representa um sério compromisso, o ensaio para uma vida a dois, onde cada um, da melhor forma possível, tenta aproveitar a experiência do outro, se adaptando ao dia a dia, as mudanças que surgem, e vocês tem tudo para agirem de forma a permanecerem juntos e chegarem ao altar bem em breve. Desejamos aos noivos muitas felicidades no novo compromisso assumido, é bom vê-los assim tão contentes. Deus os abençoe pela decisão tomada acertadamente. Parabéns aos noivos!—, então levantou uma taça de vinho e todos gritaram.

No dia seguinte aquele acabei por descobrir algo. Kristen havia omitido sobre uma doença que havia sido diagnosticada. Ela levava esse segredo por dois meses e não tinha contado para ninguém.

— Shawn, é normal que o paciente com esse transtorno omita de todos a doença. — a doutora disse.— Eu desconfiava que isso fosse acontecer e fiquei muito feliz quando encontrei seu contato...

Foi naquele dia que soube o que Kristen tinha. Tudo fazia sentido e eu não podia acreditar que ela não queria me contar sobre isso. Mas por outro lado, conseguia entender a sua escolha, ela estava fazendo isso por mim. Ela ainda lutava contra a doença para continuar comigo.

Em meio as lembranças, uma dor atingiu meu peito.

Era minha culpa.

Eu usei palavras sujas contra ela em nossa última briga. Usei palavras que iriam machucá-lá, mesmo estando ciente de sua doença.

— Shawn.—, percebi então que Anne passava a mão na frente de meu rosto.

— Hey.— sussurro.

— Stef me contou.— sentou-se na poltrona que ficava ao meu lado.

Ela se referia ao fato de não estar me alimentando bem. Seria uma grande novidade se minha mãe não contasse nada da minha vida para Anne.

— Eu não quero conversar sobre isso.— falei.

Caminhei até a minha câmera e peguei-a tentando disfarçar meu constrangimento sobre aquele assunto.

Eu queria voltar a pensar somente em Kris, queria soltar todas as lágrimas que ainda possuía. Nunca fui de chorar muito, mas depois de tudo o que aconteceu com Kristen, todo o meu mundo desabou e meus sentimentos se misturavam.

— Uma hora você vai ter que falar sobre isso.— insistiu.

— É, verdade.— disse e me virei para encará-la. Ela sorriu vitoriosa. — Mas não vai ser agora e muito menos com você.— foi a minha vez de sorrir. Anne revirou os olhos e saiu do estúdio bufando.

Por mais que eu tentasse me concentrar no meu trabalho, no trânsito ou nas tarefas da casa, não conseguia esquecer a sua imagem, o seu sorriso, as suas brincadeiras e até mesmo o seu silêncio, quando ela ficava com aquele olhar contemplativo. Adorava o seu modo discreto de ser, os sorrisos tímidos, mas sinceros, por exemplo. Sua fala mansa e pausada, e suas observações pertinentes e inteligentes. A sua voz sensual, os seus gestos elegantes, e o seu bom gosto para roupas também, embora tivesse um tom casual.

Não consigo imaginar as minhas noites e meus dias sem a sua adorável presença. Quando ela estava por perto, os problemas se tornavam mais amenos e as soluções apareciam de forma mais rápida. Queria te ligar agora, de madrugada mesmo. Queria pedir desculpas por implicar com coisas tão pequenas, queria dizer que fui um idiota e que não pensei em nada do que eu disse. Queria ligar para Kristen só para ouvir sua voz, queria ligar para ela consolar o meu choro. Queria que soubesse o quanto me arrependo de ter sido tão arrogante nas palavras, e ingênuo nas atitudes. Queria ligar só para dizer o quanto eu a amo, dizer que a cada briga que tivemos, é como se uma parte de mim se não existisse, como se eu desaparecesse aos poucos. Queria dizer tudo o que ainda não disse, queria contar que não vivo sem ela, e que nossa briga foi a pior coisa que pôde existir no meu mundo.

Meu celular tocou. Meu coração disparou quando o som de The Scientist ecoou pela sala. Era o toque que coloquei para Kristen.

— Alô? Shawn?


Notas Finais


falem comigo no twitter @supernatunral e muito obrigada pelo tempinho de vcs!!!
aliás assistam o trailer: https://youtu.be/B2BdAyumRsc
(minha amg postou para mim pq eu sou péssima nessas coisas ~risos~)
até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...