História Madness. Book 1.Murders. - NorminahJloncé - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Beyoncé, Demi Lovato, Fifth Harmony, Jennifer Lopez, Justin Bieber, Zendaya
Personagens Ally Brooke, Beyoncé, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Jennifer Lopez, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Zendaya
Tags Beyoncé, Camren, Fifth Harmony, Jennifer Lopez, Jloncé, Norminah, Trolly
Exibições 65
Palavras 6.511
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Womens x Idiots


Fanfic / Fanfiction Madness. Book 1.Murders. - NorminahJloncé - Capítulo 5 - Womens x Idiots


. – Essas são as informações que temos. -Kordei apontou para o quadro com algumas coisas escritas e uma planta do prédio ao lado dele. – Tem no mínimo 15 suspeitos, eles têm um refém. Vamos estudar a planta e bolar uma tática.




. – Nós já temos, Bear. -Lauren indaga. – Nós não viemos para perder! -Jauregui afirma fazendo todas concordarem.




. – Eu gosto dessa atitude. Mas se perdemos.. também viemos para nos divertir, certo?! -a delega recebeu vaiadas em resposta.




. – Não jogamos para perder! -Camila começa. – Eles se acham os fodões só porque são homens e não nos acham capazes porque somos mulheres.




. – Nós vamos acabar com eles da melhor forma que podemos fazer. -Lauren termina com um sorriso.




. – E nós temos nossa arma secreta. -Camila sorrir diabolicamente.




. – Oque seria essa arma.. -Kordei parou a fala surpresa pela presença de Knowles ali. – Beyoncé vai participar?




. – Eles decidiram deixar alguns promotores participarem hoje. -Dinah explicou. – A Bey vai participar com a gente.





. – Mas porque ela está assim? Toda arrumada. E essa roupa.. -Kordei olhou a loira mais baixa.



. – Ela é nossa arma secreta. Ela já foi uma das melhores detetives e é conhecidas por todos que estão aqui. -Dinah explica novamente.




. – Sim.. -Kordei pressentiu que não era só isso que Hansen tinha em mente.




. – E já foi a crush de muitos deles também. -a polinésia conclui.




. – Vocês querem usar a Bey como distração?! -Kordei pensa alto. – Como vai funcionar?



. – Limpamos o caminho da Bey para o chefão. -Camila foi interrompida por Kordei :




— E ela vai da conta ? — Kordei pergunta fazendo Beyoncé rir. – Como sabem que vai funcionar? — Beyoncé se virou de costas empinando a bunda, olhou a delegada por cima do ombro de uma maneira Beyoncé. Kordei perde o raciocínio por alguns instantes. – Okay!




. – Baby, I’m bringin’ the sexy back! -Knowles canta, fazendo Kordei rir. – Honey, hoje eu vim para provocar! -dito isso Knowles se encaminhou para a entrada do prédio.




. – Quem vai ser o refém? -Lauren pergunta.




. – Juíza Lopez. -Kordei diz fazendo todas rirem. 



. – Nós vamos ganhar essa porra de troféu! -Beyoncé afirma antes de entrar.




. – Por que ela não está de colete? -Kordei perguntou correndo junto com as outras para dentro do prédio porque uma idiota entrou sozinha.



. – Porque ela é a fodona! -Hansen disse rindo.



Beyoncé entrou sem fazer barulho, atraindo apenas a atenção de um dos 6 suspeitos ali. Ela atirou neste e se escondeu em uma das pilastras. Kordei, Hansen, Cabello e Jauregui entraram depois com todos já alertas e correram também para outras pilastras.



. – Ótima tática, Bey. -Jauregui que está junto a ela diz com a voz carregada de sarcasmo.




. – Shh.. Eu sou a melhor atiradora de Miami ! -ela contou quantos tiros foram disparados e botou seu corpo metade para fora mirando em um que estava carregando sua arma. – Um tiro perfeito no peito. -ela diz fazendo Lauren rolar os olhos.



Ao lado Dinah e Normani se agacharam uma em cada lateral da pilastra, se apoiaram sobre seus joelhos e miraram cada uma em um alvo diferente, derrubando-os com um só disparo e voltaram a encostar as costas na parede se protegendo para depois repetir novamente em sincronia.




. – Deixem um para mim! -Camila grita e sai da pilastra disparando tiros contra o único que sobrou ali, o fazendo soltar um gritinho de dor. – Essas balas doem né?! -ele assentiu. – Lo! -Camila grita já a empurrando. Pois um outro suspeito entra quase a acertando.


Ele se virou tentando acertar Normani, que empurrou a mão dele para baixo fazendo o tiro acertar o chão, e ele ainda conseguiu se desvencilhar das mãos dela, mas por reflexo a delegada acertou um soco forte no rosto dele.




. – Meu deus. Desculpa! -ela disse com a mão na boca sem acreditar no que fez. Dinah tirou a arma dele e o algemou.




. – Qual o seu problema em dar soco na cara dos outros? -Camila perguntou.




. – Foi reflexo! -Normani rola os olhos. – Vamos nos dividir. Lauren e Dinah.. -Camila a interrompeu.




— Eu quero ficar junto com a Lolo. — Camila disse fazendo a morena rolar os olhos novamente.



. – Lauren e Camila vão verificar toda a área a esquerda. -Normani apontou a esquerda e elas saíram. – Espera, nós iremos nos encontrar na escada para subir juntas para o próximo andar, okay?! -elas assentiram e saíram.




. – Eu vou ficar de vela?! -Beyoncé não espera resposta. – Prefiro ficar sozinha. Tchau! -Knowles sai correndo na frente sem deixar a delegada contestar.




. – Ah! Que ótima líder que eu sou. Com respeito total de todas. -Kordei diz irônica.




. – Eu te respeito ! E acho que está fazendo um ótimo trabalho. -Hansen disse fazendo Kordei sorrir largo.




. – Obrigada, Dinah. -Normani para na frente da polinésia para fazê-la fita-la. – Sério significa muito para mim. -a polinésia assenti sorrindo da maneira que a delegada julga ser a coisa mais fofa que ela já viu.

“Essas covinhas” Normani pensou com sua atenção ainda presa a loira.




. – Vamos atrás daquela louca. -Dinah a despertou, Kordei assentiu e ambas apressaram os passos seguindo o caminho tomado por Beyoncé. Chegaram em um corredor cheio de portas onde a loira mais baixa estava parada ao lado da primeira porta, tentando dizer algo a Dinah por sinais com as mãos.




. – Oque? -Dinah sussurrou para Knowles que tentava inutilmente dar ordens usando gestos com as mãos. – Sabe que eu nunca entendi isso. Só fala. -Knowles bufou.




. – Ela esta dizendo para você abrir a porta enquanto nos te damos cobertura. -Kordei sussurrou ao lado de Hansen. – No três. 1,2,3..

Dinah abriu a porta e saiu da frente dela, Normani olhou e entrou na sala que parecia vazia. Beyoncé também entrou e olhou nas portas que tinham la dentro, vazias.



. – Próxima porta! -Knowles sussurrou. Elas repetiram o que haviam acabado de fazer e novamente a sala estava vazia.





[…]





. – Hmm.. Quem é o machão agora desarmado ? -Camila provocou o oficial Mahone.



. – Se fosse uma luta corpo a corpo vocês não teriam chances! -ele disse fazendo todas rolarem os olhos. Camila soltou as mãos dele das algemas.




. – Qualquer uma aqui acaba com você! -Camila chama ele com a mão. Austin tenta acertar um soco no estômago de Cabello mas ela desvia dando uma passo para o lado e se abaixa, passando sua perna direita por trás dele o derrubando no chão. Ela bate na mão de Dinah e então a polinésia entra em seu lugar na briga.




. – Levanta. -diz a loira parada de costas para ele, que tenta se aproveitar disso para atacá-la. Dinah acerta uma cotovelada no abdômen dele, puxa o ombro dele para frente ao mesmo tempo que impulsiona o corpo dele com as costas, o arremessando ao chão com força. Ele se contorce no chão sentindo suas costas, a polinésia ri e bate na mão de Lauren que repete o gesto de sua namorada o chamando.



. – Vocês são fracas. -ele diz. E vai para cima de Lauren que desfere uma joelhada entre as pernas dele, o fazendo gemer pela dor.




. – Eu não quero ficar brincando com esse moleque. -Normani diz sem paciência. – Apenas vamos logo.





. – Está com medo, princesa?!  -ele diz fazendo a delegada parar e olhá-lo incrédula.



. – Do que ele me chamou ? -ela pergunta com o mesmo semblante incrédulo.



. – Pode deixar que eu não vou acertar seu rosto, princesa. -ele debocha. A delegada faz menção de avançar nele mas Lauren percebe pelo olhar dela que ela não ia de brincadeira e se põe na frente dela.




. – Calma, Delegada Kordei. -Lauren diz debochando.




. – Delegada Kordei?! -Austin indaga. – A nova delegada que todos vem falando.




. – Falando oque ? -Lauren perguntou antes que Kordei o fizesse.




. – Que deve ter sentado em muitos colos para chegar a esse cargo tão nova. -ele riu.




. – Normani, pega! -Lauren e Camila disseram juntas. Austin olhou para elas e só oque pode oque  ver antes de perder os sentidos foi um punho muito próximo ao seu rosto.




. – No meu tempo esse moleque ia levar tanta surra. -Beyoncé comenta.




. – Porra! machucou minha mão. -Normani reclamou sacudindo a mão.



. – Deixa eu ver. -Hansen pediu quando viu um pouco de sangue na mão da delegada. – Eu pensei que iria usar na Camila. -Hansen riu. – Então eu trouxe remédio, gaze, e essas coisas. -ela tirou um frasco e um embalagem pequena de gaze de um dos vários bolsos do seu colete, passou o líquido do frasco na gaze e passou no punho da morena, que puxou a mão quando sentiu o ardor.



. – Você esperava que a Camila fizesse oque? -Normani entregou a mão para que Dinah terminasse de limpar o pequeno machucado.




. – Todo tipo de coisa. Quebrasse algo e se machucasse com os cacos, caísse, arranjasse uma faca para se cortar. Todo tipo de estabanadice que ela é capaz de fazer. -Normani riu e Camila estalou a língua com um bico já formado em seus lábios. Dinah pegou mais uma gaze no pacote e enrolou no punho da morena, terminou o curativo pondo esparadrapo. – Parece que vai ficar inchado. Bota gelo depois.




. – Obrigada. -Normani beijou a bochecha da polinésia, que corou instantaneamente, fazendo a delegada sorrir admirando a nova coloração do rosto da maior. Normani não resistiu a apertar a bochecha da loira. – Você fica tão fofa assim.



. – É-é.. -Dinah desiste de falar e olha para baixo ainda corada, fazendo Normani sorrir que nem uma boba diante da fofura da polinésia. Assim como as outras três diante da fofura dessas duas outras, a essa altura as três estavam abraçadas olhando-as.




. – Não sei se fica mais fofa gaguejando ou toda corada. -Dinah se encolheu toda não sabendo como reagir. – Dinah.. -Normani riu por a loira nem ter conseguido olhá-la no rosto. – Vamos. Eu não vou mais te deixar sem graça. -Dinah suspirou aliviada e saiu de perto da delegada. – Por enquanto. -Normani brincou fazendo Dinah olhá-la de cara feia.




. – E vocês querem falar de mim com a Jen?! -Beyoncé negou com a cabeça. – Vocês são as duas lésbicas não tão juntas porque mesmo ? -Knowles cruzou os braços revezando olhares entre as duas.




. – Ahmm.. -Normani descarta a possibilidade de responde-la. – Vamos nos dividir novamente. Bey, aquela sala ali. Camren, cubram ela. Dinah, comigo. -Normani a chamou esta última e saiu.





. – Dinah.. É-é.. -a morena começou a falar quando se afastaram o suficiente das demais, porém ficou sem jeito e coçou a cabeça. Dinah riu baixinho.




. – Oque foi? Levou a sério oque a Bey disse?



. – Sim. -assentiu. – Não. -negou com a cabeça. – Mais ou menos. -ela se aproximou da polinésia. – Nós nunca chegamos a conversar sobre isso..




. – Normani.. -Dinah sacou sua arma e atirou em um suspeito, que abriu a porta, enquanto girava com Normani ficando na frente morena. Como reflexo de protegê-la. – Desculpe. -ela disse percebendo que tinha abraçado o corpo da outra mulher com seu braço livre. Ela tentou se afastar mas Normani segurou sua nuca trazendo-a para mais perto. Dinah olhou nos naqueles olhos castanhos avelã se perdendo ali enquanto sentia as mãos dela acariciar sua nuca e subir até seu rosto fazendo a fechar os olhos. Normani sorriu antes de ficar nas pontas dos pés para tocar os lábios da polinésia.



. – Vocês vão se beijar? -Perguntou o cara caído.




. – Não. -Dinah disse, se desvencilhou de Normani e saiu daquela sala. A morena mesmo confusa a seguiu.




[…]


Beyoncé colocou o cano de sua metralhadora no chão, se apoiando sobre ela. Escutou passos próximos e se agachou ainda segurando sua arma. 4 ‘bandidos’ entraram, ela virou o rosto para eles ao mesmo tempo que jogou suas longas madeixas loiras.





. – Não se mova, Bey! -um deles falou, fazendo esta rir provocativa tirando o pirulito da boca. – É sério, Bey! -ela se levantou empinando a bunda de forma ainda mais provocativa, prendendo a atenção de todos, enquanto levantava a loira engatilhava sua arma.




. – Me parece tão injusto 4 contra uma! -ela usa seu melhor tom sedutor e faz bico quanto termina de falar, passando o pirulito nos lábios. Eles não podiam estar mais desatentos.





. – Agora 5. -o oficial Timberlake entra a olhando de cima a baixo e fazendo uma careta. – Porra, Bey. Você está brincando com a gente com essa roupa?! -a loira ri.




. – Eu não sou mulher de Brincar, baby. -ela o olha provocativa. – Agora parece esta mais justo para vocês! Podemos começar?!




. – Claro, Bey. Eu sempre quis te amordaçar. -o último a entrar diz recebendo olhares estranhos dos outros.




. – Que tipo de.. -Beyoncé se aproveita da desatenção deles e pega sua metralhadora e mira no peito do primeiro e vai repetindo com todos. Mas antes que pudesse acertar todos é atingida  no braço esquerdo.




. – Porra, Justin! -ela reclama. – Só por isso vou pegar da sua blusa. -rasgou um pedaço da blusa do oficial Timberlake e amarrou em seu braço que a bala de tinta passou de raspão e acabou cortando. – Tchauzinho, babys. -ela acena para os homens caídos e saí deixando sua arma.


Ela entra no corredor de onde eles saíram e para tentando lembrar em qual das salas o chefe deveria estar. “A esquerda.” Ela se vira nesta direção e abre a porta revelando pelo menos 6 homens mais o chefe. Ela levanta as mãos em sinal de rendição.



. – Eu fui atingida, honeys. Quem quer me examinar? -diz ela de forma manhosa/provocativa.




. – Beyoncé Knowles. -o chefe a analisa bem.




. – Usher Reymond. -Ela imita o tom dele e caminha ainda com as mãos para o alto até ficar bem próxima dele. – Você que vai me revistar, baby?! -ela sussurra próximo ao rosto dele.



. – Você está tentando me enganar! Poupe sua lábia que não vou cair nisso. -ele diz sério e passa as mãos nas laterais do corpo dela.



. – aw.. Magoou, honey. -ela diz com uma falsa cara de ofendida. – Já disse que amo seu cavanhaque? -ela passa a unha do dedo indicador no cavanhaque dele e desce pelo pescoço, até os braços morenos e musculosos enquanto os olhos da loira fazem o trabalho de prender a atenção dos dele.




. – Porque está aqui desarmada? -ele indaga tentando se agarrar ao último resquício de sanidade que ainda lhe resta.




. – Eu vim agradecer o anel que você me deu. -ela ri debochada e ele fica sem entender enquanto ela da alguns passos devagar para a porta mais próxima. – Mas eu gosto é de mulher, Baby! -ela amostra seu dedo anelar com a trava da granada que esta no colete dele.



. – Porra! -Beyoncé corre se jogando para o outro lado de uma porta próxima. Usher ainda tenta atirar nela mas acaba só acertando a parede. Um pequeno barulho seguido de vários gritos dos demais na sala indicou que a granada tinha feito seu trabalho. – Sabe que essas balas de tinta doem ainda mais de bomba. -Beyoncé ri de Usher se levantando com custo.




. – Porra digo eu. -Beyoncé se levanta ajeitando sua roupa. – Vocês são tão fáceis que chega a ser sem graça. -reclamou enquanto pegava uma arma no chão. – Quantas balas tem aqui ?




. – Estamos mortos. -ela rolou os olhos. – Acha mesmo que os bandidos iam te falar isso ?! -ele diz com desdém.




. – Não, mas eu poderia ver no pente quantas balas tem. -ela disse de maneira óbvia.



. – Oh.. Realmente. Tem 7 balas. -ela saiu andando. – Tchau para você também, baby. -ela amostrou o dedo médio para ele que riu. – Saudades de você na ativa. -ela para e se virando só para ele ver seu sorriso malicioso. – Vai embora logo, Bey.




. – Baby, você me ama ! -Usher riu e Beyoncé olhou os outros caídos no chão. – Vocês todos me amam! -Mandou um beijo no ar e saiu em uma porta que levou a outro corredor. – Hmmm.. Onde será que tem mais otários. -ela caminhou pelo corredor podendo ouvir o som de música vindo de uma porta mais distante. Rolou os olhos antes prosseguir.

“Porta aberta.”

Pensou ela já ficando entre a porta e atingindo um dos dois caras que estava dentro daquela sala. – Nem pense nisso. -ela diz para o segundo que ia pegar sua arma em cima da mesa. – Ou faça. Me dê um motivo para atirar em um lugar que só você deve tocar. -ele se afastou da mesa protegendo suas partes com as mãos.




. – Por que precisa ser má ? É só uma gincana. -ele diz, fazendo a rir.




. – Eu nem comecei a ser má, baby! -ela entrou na sala indo na direção dele que estremeceu sob o olhar dela. O que estava caído no chão ergueu sua arma mas Knowles atirou nele novamente no peito. – Vamos falar de uma situação hipotética. -ela puxou a cadeira e o fez sentar nela. Pegou as algemas em seu bolso e prendeu as mãos dele nas costas. – Hipoteticamente se isso fosse uma situação real.. E eu quisesse uma informação sua em uma batida. Eu poderia usar duas formas para conseguir.. Honey (mel) -ela se sentou no colo dele. – Ou ferrão. -apontou sua arma para a virilha dele. Ela arqueou uma sobrancelha esperando uma resposta.



. – Você é maluca !




. – Parece que você quer a segunda opção! -ela engatilhou a pistola.





. – Calma! O que você quer saber ? -ele disse assustado.




. – Onde está a juíza Lopez ? -ela foi direta.




. – Sapatão! -o suspeito que esta “morto” debocha e ela atira nas partes dele fazendo ele gemer de dor e o outro arregalar os olhos.




. – No último andar, última sala a direita. Tem uns 5 cuidando dela. -disse tudo de uma vez.



. – Foi difícil ? -ele negou com a cabeça. – Bom garoto. -deu tapinhas no rosto dele. Ela pegou seu celular para ver as horas e tirou o pirulito da boca, distraída com algumas mensagens. Ele pegou o pirulito dela com a boca. – You are disgusting. -ela faz cara de nojo e sai dali.





[…]




. – Dinah, armas. -Normani apontou para uma mesa que estava com algumas armas e algumas latinhas de cervejas. Dinah foi ate lá pegando as que pode e colocando as no armário do outro lado da sala enquanto Normani vigiava para se alguém entrasse.



. – Bom dia, garotas. -um bruta montes de 2 metros fala entrando na sala por um “baixinho” e por ultimo um outro de porte mais normal.



. – Já que vocês sumiram com as nossas armas que tal deixarem as suas de lado e lutarem mano a mano? -o cara mais normal indaga.



. – Nós temos tempo para isso? -Normani pergunta a Dinah que pondera.




. – A Bey já deve ter acabado com o chefe deles. -Dinah faz uma pausa antes de acrescentar. – Vamos ser rápidas !



. – Costas no chão acabou! -Normani diz a eles. A polinésia parte para cima do último a entrar, ela tenta dar um mata leão nele mas ele consegue se livrar, esta prendendo ela nas costas preste a arremessa-la no chão quando recebe um chute nos seus países baixos. Dinah se solta, coloca o pé atrás das pernas dele e Normani o empurra.




. – Se vale acertar la embaixo, também vale em cima. -o mais baixo acerta um soco no peito de Dinah, Normani faz uma careta sentindo por ela. – É, eu tenho irmãs. -a expressão descontraída dele dar lugar a uma assustada quando ele percebe o olhar assassino da polinésia sobre si. Ela acerta um soco na virilha dele e o prende em um mata leão apertado.




. – Lindo, Hansen! Fica com o anão e deixa esse.. -ela recua passos a cada um para perto que o mais alto dá. – Modelo de compartimento para roupas. -Normani sorri forçado.




. – Você namorou meu primo, pensei que estava acostumada. -Dinah ri ainda com o outro preso em seus braços.




. – Eu vou te matar quando nós sairmos daqui! -Normani cospe as palavras percebendo que vai acabar encurralada na parede se continuar a recuar.



Ela corre para o lado se afastando dele que RI da atitude dela e se inclina um pouco para frente, apoiando as mãos no joelhos.




. – Assim eu fico quase da sua altura, princesa. -ele ri novamente.

Normani corre em direção a ele, pula agarrando o pescoço dele com as pernas de frente para ele. Ainda com o impulso que ela tomou do chão, gira o quadril em 180 graus, usando suas pernas para girar o corpo dele junto, fazendo ele cair de costas. ela cai de pé meio agachada. (Golpe do giff acima)




. – Hã? -diz uma Dinah boquiaberta e totalmente confusa.




. – Eu sempre quis fazer isso em alguém. -Normani riu saindo de perto dele.





. – Hmm.. Disponha, delegada. -Dinah disse mais para si.




. – Disse algo?  -Normani voltou sua atenção para a polinésia.




. – Hum? Eu disse que as meninas devem estar nos esperando. -Dinah mudou o assunto.




. – Meu pescoço. -o maior reclama ainda no chão.




[…]



Beyoncé estava parada olhando Lauren e Camila lutarem com 5 caras. Lauren estava sendo atacada por 3, um a agarrou pelas costas, outro estava a sua frente os dois estavam brigando pela arma dele e o último apontou sua arma na cara da morena dos olhos claros. Tais olhos que escureceram de raiva.
“Quem ele pensa que é para botar a arma na minha cara?”


Puxou a arma do outro mais para si e apertou o gatilho, acertando o cara no pescoço. Deu uma cotovelada no cara atrás de si e um cabeçada no que estava a sua frente, pegando a arma dele quando ele ficou desnorteado. Apenas rendeu os dois, Camila que estava atracada com outros dois, prendeu um e virou para Lauren que o acertou, Camila girou fazendo o cara que estava atrás de si ficar na frente, na mira de Lauren.



. – Obrigada, Lo. -Camila disse recuperando o ar.



. – Amor, algema eles. -Lauren pediu a Camila.




. – To sem algemas. -Camila diz. – Será que tem algo por aqui para amarrar? -Ela se afasta um pouco procurando.



Um outro suspeito se aproximou passando por Beyoncé, esta mandou beijo no ar para ele, que foi direto para Lauren. Está última suspirou cansada, os outros dois que até então estava rendidos se levantaram, aproveitando para atacá-la novamente. Lauren atirou em um antes que chegasse perto e deixou o outro se aproximar o suficiente para conseguir prendê-lo e fazer seu corpo de escudo para as balas do outro. O último a entrar atirou até sua arma descarregar, Lauren jogou o seu escudo humano no chão e tentou atirar no último que saiu correndo, percebendo que a arma dela também estava descarregada.



. – Você não vai fugir! -ela jogou sua pistola nele, acertando a nuca dele. Viu outra com um dos que estavam atacando Camila, pegou e foi atrás do que acabou quando acertou a arma na nuca.




. – Você está na TPM, Laur?  -Knowles perguntou recebendo um tiro que passou próximo ao seu rosto como resposta. – Serio, Lauren? -a loira diz possessa. – Acerta meu rosto e a Camila vai ter que procurar os pedaços da namorada por toda a cidade. -Knowles foi mais agressiva do que queria.





. – Desculpa, peguei pesado. -Lauren diz a Knowles que lhe mostrou o dedo do meio.




. – A juíza Lopez está no último andar. Vamos logo! -Knowles disse se afastando.



. – Oque aconteceu? -Camila voltou com um pedaço de corda.




[…]




Beyoncé sobe até o último andar pelas escadas, e espera na porta da escadaria o elevador abrir. Alguns dos oficiais que estavam perto entraram e pegaram uma peça de roupa que ela deixara lá.



. – É aquele top que a Knowles sempre usava na academia?! -todos que estavam no corredor se amontoarem volta do que estava com o top azul marinho escrito “police” em um lado dos seios e no outro “Knowles”. Beyoncé riu e tirou a trava da grana esperou 3 segundou e a jogou rasteiramente aonde o aglomerado estavam.




. – Boom. -ela disse junto com o barulho e riu novamente das reclamações deles. – Fáceis!



. – Amostrada! -alguém que ela não fez questão de saber quem é gritou de volta.


Knowles faz seu caminho até à última porta do corredor. Chegando lá ela olhou pela fechadura da porta, que tem uma pequena brecha aberta, ela notou que tinha uma pessoa longe da porta e outra próxima. A loira empurrou com tudo a porta, que bateu em quem estava próxima a ela, e agarrou o corpo desta pessoa o fazendo de escudo. Seu próximo ato foi atirar no seu escudo, depois  concentrou-se em acertar seu outro alvo. Quatro, cinco, e seis tiros foram disparados pelo seu alvo, enquanto ela esperava o momento perfeito para gastar suas balas. Sete, o número de balas que essas pistolas podem ter, ela soltou seu escudo já com seu alvo na mira, e pronto mais um tiro perfeito para ela comemorar.
Knowles tirou seu fone de ouvido deixando a música soar pelo quarto.




It's too big (big)
It's too wide (wide)
It's too strong (strong)
It won't fit (fit)
It's too much (much)
It's too tough (tough)
I talk like this 'cause I can back it up


Beyoncé agarra seus cabelos os levando para cima, Em seguida joga os com força pra direita, vira de costas e rebola. Desce rebolando de um forma lenta e sobe da mesma maneira. E passa a mão pelo seu maravilhoso e perfeito corpo, rebolando para frente novamente. Beyoncé faz um de seus carões, que faz Lopez perder o ar. Vai caminhando no ritmo da musica pra frente e joga seus cabelos



I got a big ego

Beyoncé põe a mão direita acima bunda

Such a huge ego

Ela rebola rápido


But They love my big ego

Passa a mão por sua bunda e sorri sugestiva.

It's too much

Se inclina para frente e empina a bunda.

I walk like this 'cause I can back it up

Se levanta e caminha para perto da juíza Lopez de maneira convencida com a mão na parte interna de sua coxa.

Ego so big
You must admit
I got every reason to feel like I'm that bitch
Ego so strong
If you ain't know
I don't need no beat, I can sing it with piano


Logo em seguida ela agacha com as pernas abertas leva uma das mãos ate a sua intimidade, balança os dedos e ri numa falsa inocência. Então ela vira uma perna pro lado e levanta empinando a bunda, passa a mão nos peitos e lambe o dedo de uma maneira sexy.

Oh, ohh, ohhh..

Ela se vira de costas rebolando e estalando os dedos, quando se vira novamente diz :



— Fodeu!  — Ela diz quando percebe que tem mais 4 caras ali, porém só um em especial está atento e com arma em mãos. Ela tenta pegar sua arma no coldre, mas Smith não a deixa fazer isso.



. – Nem pense nisso, Knowles. -ele aponta a arma para ela e faz sinal para os outros pegar suas armas.

. – Will.. -ela começa mas é surpreendida, como todos ali, por quatro pessoas entrando que nem um furacão. – Ufa! -Beyoncé suspira aliviada e saca sua pistola. – Chegaram na hora certa.


. – Larguem as armas!  -Lauren grita. Todos obedecem menos Smith.



. – Você também! -Camila grita, e ele se rende.

. – Algeme-os. -Kordei joga uma algema para Lauren, que faz como a delegada pediu.


. – Jen.. -Beyoncé sorri se aproximando da latina que se encontra amordaçada e amarrada a uma cadeira no canto esquerdo da sala. – Dinah, canivete. -a polinésia lança seu canivete para Beyoncé, que pega e abre o objeto. Usa-o para cortar as cordas que prendem as pernas da juíza Lopez.

A loira senta-se no colo da latina de frente, e tira a mordaça da boca dela. Lopez fita Beyoncé colocar suas madeixas loiras todas para o ombro direito de modo lento e um tanto sexy julgou a juíza.



. – Por que ela está sendo sexy? -ela pensa alto. Kordei que estava perto escuta.



. – Ela está sendo sexy? -Kordei diz desentendida, e Knowles sorrir ainda de forma provocativa. – Como ?



. – Se movendo devagar e desse jeito. -ela fitou Beyoncé mais uma vez.



. – Deve ser coisa da sua cabeça. -Kordei disse fazendo a mais velha ficar confusa.


Knowles sorriu novamente e aproximou-se ainda mais, se esticou para cortar as cordas que prendiam as mãos da juíza Lopez atrás da cadeira. Lopez se sentiu estranha com tanta aproximação, o pescoço de Beyoncé estava muito próximo de seu rosto, ela era capaz de sentir o doce perfume de Beyoncé e.. os olhos da latina caíram no decote que estava ainda mais revelador pela posição em Knowles se encontrava.



. – O que está encarando? -Lopez foi surpreendida por Beyoncé a encarando de volta, ela não percebeu que já tinha terminado de soltá-la. – Meu top ta sujo? -Knowles passou a mão em seu top, e a latina corou levemente.



. – Você já limpou. -Lopez mentiu. Knowles deu de ombros, pegou um pirulito em seu bolso, tirou a embalagem e o levou a boca.



. – Eu quero! -Camila e Jennifer disseram ao mesmo tempo.



. – É o meu último. -Beyoncé tirou o pirulito da boca para falar melhor, e Lopez o pegou com a boca. – Sexy! -Knowles disse observando Lopez, que tinha um sorriso sapeca brincando em seus lábios.



. – Beyoncé -Smith chamou sua atenção para si.




. – Will. -Beyoncé se levantou olhando-o, quase o comendo com os olhos.



. – Você ainda me deve uma bebida. -Will disse.



. – Não, baby, eu disse que lhe pagaria uma bebida se você conseguisse me derrotar naquela aula de jiu jitsu, mas fomos interrompidos. -Beyoncé se aproximou dele para desgosto de Lopez.



. – Então você me deve uma luta. -ele disse com um sorriso cafajeste.



. – Você sabe que eu não nego luta. -Beyonce devolveu o sorriso da mesma forma enquanto passava as mãos pelos braços firmes dele.




. – E de novo a impressão de que não estão falando do que estão falando. -Camila diz semicerrando os olhos, e é abraçada por Lauren.



. – Eles não vão começar a lutar.. -Jennifer desiste da fala quando Beyoncé derruba Will no chão. – Crianças. -Lopez diz rolando os olhos.

Knowles se posiciona no lado esquerdo dele, puxa a ponta do colete dele junto com a blusa e leva até sua mão esquerda, que esta no ombro direito dele. Passa a mão direita por debaixo do pano, que agora esta envolvendo o pescoço dele, segura seu antebraço esquerdo e da pressão. Ele da três tapinhas no braço dela quando sente-se estrangular.


. – Eu não estava preparado! -ele reclama com dificuldade quando ela o libera.



. – Nisso que você erra. -Beyoncé passa sua unha pela barriga sarada dele que está amostra. – Eu estou sempre preparada. -sua voz sai em um sussurro antes dela deixar um beijo no canto da boca dele e se afastar.

Will fica alguns segundos s reação e depois levanta-se com o semblante ainda mais confuso que o de Lopez há pouco. Ele olha Beyoncé que está falando algo com Lauren e sai dali seguido dos outros homens.



. – Quem é aquele gostoso ? -Normani pergunta assim que eles saem.


. – Não achei isso tudo. -Lopez diz, e Normani ri.


. – Isso deve ser porque ele já passou pela puberdade, Jen. -Beyoncé debocha.



. – Beau não é tão novo. -Lauren diz e Jennifer eleva as mãos agradecendo aos céus por alguém ser sensata ali. – No ensino médio já passaram a puberdade, né ?! -Lopez bufou.



. – É o Will Smith, Mani. -Camila respondeu a delegada. – A Bey viraria hétero por ele...



. – Não vamos nos precipitar. -Beyoncé interrompe Camila. – Talvez bi. -elas riem. – Eu estou indo, honeys.


. – Vai fazer oque, bee ? -a mais velha pergunta curiosa.


. – Talvez beber e com certeza transar. -Beyoncé manda um beijo no ar para Lopez antes de sair pela porta.





[…]





Esbarrões na parede, armário, portas até as duas mulheres caírem na cama ainda aos beijos. Era isso que Knowles julgou estar precisando.
“Ah o som de um sutiã sendo aberto.. Nunca tinha parado para notar que faz um barulho mesmo que mínimo” Deve ser o tempo sem fazer.. Agora ela está atenta até no mínimo detalhe.
Beyoncé parou o beijo para admirar a mulher parcialmente nua a sua frente.

“Ainda está com muita roupa” pensou a promotora.



. – Qual é o seu nome mesmo? -Beyoncé pergunta.




. – Mariah. -a loira responde, e Knowles da de ombros continuando ora beijando hora mordiscando  a barriga da loira enquanto abre o botão de sua calça jeans.










Notas Finais


Um agradecimento especial a Milena my baby que foi a coreógrafa da Beyoncé nesse capítulo pq eu sou um fracasso em td que seja relacionado a dança.
Ah, graças a alguns "anjos" fui obrigada a fazer um twitter : @kordeihalfling. Quem quiser falar comigo sobre qualquer das minhas fic ou só me conhecer ou me xingar igual uma certa pessoa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...