História Madness Starts Here - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Esquadrão Suicida
Personagens Bruce Wayne (Batman), Comissário James "Jim" Gordon, Coringa (Jack Napier), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina)
Tags Arlequina, Batman, Coringa, Esquadrão Suicida, Harley Quinn, Jack Napier, Joker, Suicide Squad
Exibições 101
Palavras 443
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Romance e Novela, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey!

O primeiro capítulo é curtinho mesmo, mas os outros eu prometo que serão maiores.

Capítulo 1 - Comunicado - Prólogo


Vamos lá, Jack...Respire fundo... Ei, você já viu o Sr. Arkham um milhão de vezes, isso vai ser completamente normal, eu sei.

Aí, Santo baralho, não... Não pode ser tão normal assim, Sr. Arkham nunca me chamou assim do nada... 

- Entre Sr. Napier, eu sei que é o senhor. -  Dizia Jeremiah Arkham do outro lado da porta. 

Apenas respire fundo, Jack!

Girei a maçaneta lentamente e entrei. - Com licença senhor. - Digo ao fechar a porta e me sentar em uma das cadeiras (eram duas) do grande escritório de Jeremiah. Ele estava sentado em sua cadeira confortável de diretor (um dia eu chego lá!), a mesa com vários papéis que pelo jeito ele nem sequer ler, o que deveria ser relatórios de pacientes não tão perigosos, porque os piores dos piores ficavam em seu cofre atrás do quadro de um enorme barco. O vidro da grande janela estava fechada, e eu pude ver o céu nublado lá fora. 

Sr. Arkham ajeitou seus óculos e olhou para mim, pude ver que estava receoso, o que me preocupava.

- Primeiramente, quero dizer que está fazendo um grande trabalho com seus pacientes, Sr. Napier, realmente nunca pensei que veria uma melhora significava no assassino de aluguel com transtornos de bipolaridade e identidade, Leonard, realmente um grande trabalho. - Ele disse e em seguida limpou a garganta.

- Oh, muito obrigado, estou me esforçando ao máximo possível. - Sorri de leve. Aquela sala me dava calafrios.

Apenas respire fundo, Jack.

- Bom, chega de enrolações - por Deus, que enrolações? - , vou comunica-lo que pela grande melhora, não só de Leonard, mas como de outros pacientes como Hera Venenosa e o Charada (odeio esse cara!), que o senhor está qualificado para atender uma de nossas, velha/nova paciente, Harley Quinn.

Eu pisquei sem entender.

- Como? Você quer dizer, a Arlequina? A que semana passada explodiu um museu cheio de pessoas inocentes só por diversão? A Arlequina da chacina mais voraz de Gotham?

- Sim, a própria. Bom, eu acredito que o senhor não vai ser capaz de recusa-la, não é mesmo? - Ele arqueou a sobrancelha esquerda, era uma forma de intimidar todos.

Engoli em seco e olhei para os lados. - Não, eu aceito o caso, é claro. Mas o motivo real de me convocar é realmente porque sou um excelente profissional? - Perguntei agora o encarando.

- Sim. - Diz seco.

Me levanto para sair e quando estava fechando a porta eu ouvir ele sussurrando para si mesmo:

- Só vai trata-la porque ninguém mais quis, ela matou três dos últimos. - Bufou.

Eu parei no corredor e rangi os dentes.

 


Notas Finais


Obrigadaaa! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...