História Magcon- The Dream Can Be Real - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack & Jack, Magcon, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Sam "Wilk" Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack and Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Cam, Jess, Jessie, Mattew, Meg, Megan, Mg The Dream, The Dream
Visualizações 172
Palavras 3.172
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oee meus amoressss. Dscp a demora pra postar e eu prometo que eu vou responder todos os comentários dos dois capítulos anteriores.
Bjusss 😘 vou até lá embaixo.
Obs: fotinha do baby só pra chamar atenção, n tem nada a ver com o capítulo 😂😂

Capítulo 15 - Capítulo 15- Me esconde dela????


Fanfic / Fanfiction Magcon- The Dream Can Be Real - Capítulo 15 - Capítulo 15- Me esconde dela????

Megan POV:
Após sair da mesa, caminhei  até um banco, no meio do campo aberto do colégio. A árvore grande atrás do banco fazia uma boa sombra. Fiquei martelando o que havia acontecido na minha cabeça, e poha! Eu não sei o que tem de errado comigo.
Eu e Cam somos bons amigos, nos pegamos uma vez mas isso não destruiu nossa amizade. Mas o que fode mesmo é que quando ele não está se pegando com alguma garota, é comigo que ele tenta ficar. Eu gosto do Cam, não sei em que sentido ainda. Se só como um amigo colorido, ou como algo a mais. Eu estou tão...confusa?

Saio de meus devaneios quando uma voz adentra meus ouvidos, era Cam.
Ótimo.
- O que foi Meg?- Perguntou confuso.
- Por que fez isso? - disse o olhando.
- A mão na coxa?Poxa Meg, eu já fiz isso outras vezes e em nenhuma delas você reagiu assim!
- Mas é diferente, nós estávamos em turnê. Você passava a maior parte do tempo comigo, e sempre que fazia isso eu sabia que eram com segundas intenções.- digo  sorrindo de canto, Cam faz o mesmo.
- Verdade, mas em nenhuma das vezes você cedeu a meus encantos- disse se queixando.- Mas eu ainda não entendi o por quê de você ter reagido dessa forma?!- falou, sério novamente.
- Você sempre teve segundas intenções comigo Cam, e eu nunca falei nada porque também tenho com você. Mas eu me irritei quando pois a mão em mim, pelo fato de que, poucos minutos antes você estava se pegando com a Jade.- disse séria.
- Meu Deus, Meg. Eu sinto muito se pensou que eu...- o interrompi.
- É Cam, eu pensei exatamente isso! Você ficou com ela e depois com um simples toque provou que queria ficar comigo. Eu me senti sendo usada! - disse, já com os olhos marejados.
- Meg, sério. Me, me desculpa, eu sei que você não está assim pelo que eu fiz com ela, mas pelo que fiz depois. Mesmo assim, eu estou péssimo pensando pelo seu lado.
- Que bom que está assim- digo sorriso travessa.
- Ah, então você confirma que gosta de me ver mal?
- Confirmar, não. Gosto apenas de saber que você se arrepende de seus atos! Hoje mesmo, eu vi duas garotas brigando no corredor, só para ver quem seria a primeira a te falar oi!- disse e Cam quase se matou de tanto rir.
Fizemos as pazes ( que nem haviam sido desfeitas) e voltamos para a mesa, chegando perto de onde todos estavam Lox começou a soltar gritinhos e dar pulinhos de alegria.
Eu e Cam nos entreolhamos e sorrimos uma para o outro. Isso só pedia significar uma coisa.
- Jacob!
Um grito estético e engraçado de Lox foi ouvido novamente.
- Para quem já sabia que eu estava vindo, e que eu queria fazer surpresa, até que você fingiu bem- disse Jacob, dando um abraço apertado em Lox. A mesma se agarrou em seu corpo e ria com lágrimas de felicidade nos olhos.
- Eu não fingi nada Jacob- disse sorrindo. - Mas espera, você sabia que eu sabia?
Confuso, mas deu pra entender. Jacob assentiu e logo se pronunciou:
- Por que você acha que eu contei ao Sammy? - riu- Ele é a última pessoa a quem eu contaria um segredo- disse rindo e Sammy se fingiu de ofendido.
- Bom Jacob, essas são as meninas- disse Lox nos apresentando.
- Megan, Jessie e Alice, estou certo?- assentimos.
- Prazer- dissemos em uníssono.
- Prazer só na cama, baby-  comentou Nash.
Sério? Não tinha outra piadinha não?
- Agora não é hora de piadas ruins, Nash. - disse Carter e todos caíram na gargalhada.
- Enfim, meninas, Obrigado por cuidarem da Lox e fazer com que ela não tenha perdido a cabeça com esses imbecis- disse Jacob novamente. - Olhei para Jess que tinha um sorriso nos lábios igual a mim e a os garotos, e sem mais delongas começamos a shippar.
- JOXX IS REALL- gritamos e Lox ficou mais vermelha que os próprios cabelos.
Sentamos novamente todos na mesa e Lox foi apresentando Rafaela , Chloe e Spencer, os meninos Jacob já conhecia. Fizeram um toque ridículo mas que para eles com certeza era de mais.
Entramos em diversos assuntos aleatórios, até que Jade aparece caminhando dentre a multidão de alunos famintos, senta-se na ponta do banco ao lado de cam e começa a se agarrar nele. Tipo, do nada.
Cam não está a vontade, principalmente com o olhar confuso que me lançara. Sorri com isso, consequências baby!
Jade sussurra algo em seu ouvido e Cam revira os olhos, ele me olha e fala algo sem emitir som algum, não só para mim, mas para todos na mesa.
Deu para ler perfeitamente a frase de seus lábios " Me Ajudem", todos seguravam a risada, inclusive eu.
Dei um tchausinho para Cam, mexendo os lábios e pude ver que ele entendeu o que eu disse- "Se vira"- pois me lançou um olhar matador, e logo foi puxado contra a vontade por Jade, para fora do refeitório.
Uma chuva de gargalhadas explodiu na mesa, e alguns olhares curiosos se voltaram contra nós, logo desviando e seguindo seus caminhos.
...
Lox estava radiante, Jacob também , eles agem como um legítimo casal sem nem mesmo se darem conta disso. A semana passou voando, e do nada, já era sexta-feira. Eu checava alguns e-mails e mensagens de parentes e fãs, já havia falado com meus pais e eles estavam morrendo de saudades, sem falar que eles adoram saber que Lice estava em LA conosco.
Respondi o último e-mail de um fã e resolvi entrar em minhas redes sociais, depois de muito fuçar, eu vi que haviam me marcado em uma publicação.


Viemos aqui, por meio deste convite lhe convidar para a 27°Parada gay de Los Angeles. O evento ocorrerá amanhã, apartir das quatro da tarde.
Contamos com a sua presença! E arrasa no Glitter amiga.

@Megan_Lancaster, @Jessiesinha, @MahoganyLox, @MorganLice e mais 115 pessoas, foram marcados nessa publicação.

Imediatamente eu respondi que compareceria e que levaria meus amigos,— mesmo sabendo que eles haviam sido marcados na publicação também— logo depois, fiz uma dancinha muito ridícula para comemorar. Eu sempre adorei ir nas paradas gays do Brasil, era algo muito divertido. Tenho muitas amigas drags e já fui umas duas vezes no sou da minha querida Pabllo Vittar.
- Por que tanta felicidade?- Perguntou Taylor rindo, após adentrar em meu quarto e ver meus passos (Maravilhosos) de dança.
- Porque, nós vamos há uma parada gay amanhã!- disse empolgada.- Vai preparar a fantasia, naja!
-Ahh, to inu- disse saltitando.
- E AVISE, AO PESSOAL- gritei, já que ele já havia saído do quarto.
...
Era sábado, dez e meia da manhã, e alguns dos garotos não faziam a menor ideia do que iriam vestir, não era obrigatório usar fantasia ou ir fazendo cosplay de algum personagem. Mas como nós somos vida loca, resolvemos aderir as fantasias. JJ, Nash e Jacob eram as boas almas que não sabiam qual roupa usar. 
Como minha fantasia já estava devidamente preparada eu resolvi ajuda-los, JG estava de Mario, então JJ seria o Luidi( N/A: o amigo verdinho do Mario, não sei como escreve o nome dele), Nash seria Percy Jackson e Jacob o lanterna verde, tão fácil.
...
Eu estava fantasiada de unicórnio, usava uma saia de tutu rosa com uns brilhos, uma regata branca colada ao corpo, fiz uma maquiagem digna de profissionais, muito colorida e perfeita para a ocasião. Deixei meus cabelos soltos e divididos ao meio, peguei um pedaço acima da orelha dos dois lados e prendi com uma borrachinha preta, atrás da cabeça. Coloquei gliter nos cabelos, partindo do couro cabeludo e seguindo até às pontas, uma tiara com um chifre de unicórnio e passei gliter nos ombros. Eu tava lindaaa.
Lox estava fantasiada de Ariel, Jess de Arlequina e Lice de, bom, Alice. Quanta originalidade hein!
Já estava descendo as escadas da mansão para esperar o resto do povo na sala, lá encontrei com Matt, ou melhor dizendo, o Batman; Taylor que estava vestido de Superman ( que sem graça, devia estar de naja ),  Nate e Sammy, fantasiados de B1 e B2 do desenho Bananas de Pijamas, eles estavam muito hilários; Carter que usava uma roupa toda colorida, tipo, ele parece um arco-íris; e Shawn que estava de Harry Potter. Adorooo Shawn.
Cameron desceu as escadas vestido de Thor,—não por nada camzinho, mas eu adoro o Thor— e se juntou a nós, logo nos deparamos com o restante dos meninos, incluindo Aaron e Hayes de bailarinas. Esses dois.
- Meu Deus do céu- disse gargalhando.- Vocês estão maravilhosos.
- Obrigada Meg, você tá uma gata, podia ter me emprestado o tutu- disse Hayes.
Os meninos gargalhavam a ponto de chorar, e quando as meninas desceram já prontas, a chuva de risada por causa desses dois já estava grande.
Quando estávamos quase saindo, Lice disse que iria passar em casa para alimentar seus peixes e Shawn, bem discretamente se ofereceu para ir junto.
Hummm esses dois.

Alice POV:
Como eu sou uma pessoa muito criativa, me fantasiei de Alice.
Estava papiando com as garotas no quarto e assim que Meg desceu eu lembrei que podíamos convidar Rafa e o resto dos nossos amigos da escola. Ela de cara topou, assim que ligamos, e garantiu que levaria o resto do povo.
Quando eu desci as escadas com as meninas todos já estavam na sala rindo pra caramba. Não fazia ideia do por que, mas logo descobri o porque. Aaron e Hayes precisam urgentemente se tornarem comediantes.
- Jess, eu vou ir lá em casa rapidinho. Esqueci de alimentar os peixes, e não quero ter que dar a descarga em nenhum deles.- disse e ela assentiu.
- Quer que eu vá com você?- a voz de Shawn soou atrás de mim, me causando um pequeno arrepio.
- Claro- disse sorridente, e seguimos para minha cobertura, no hotel ao lado da mansão.
- Nossa Lice, é lindo aqui. - disse Shawn admirado, ao olhar pela enorme sacada, que dava para ver boa parte de LA e a mansão ao lado.
- Ei, aquele é meu quarto. Você tem uma puta vista privilegiada de mim lá dentro!- droga, ele percebeu.
Eu sempre gostei do Shawn como fã, de todos os meninos na realidade. Mas com ele sempre foi diferente, qua do o conheci pessoalmente eu não consegui o tratar igual aos outros, pulando e gritando de felicidade. Eu fiquei tímida, mas mesmo com todos os abraços e conversas que trocamos dês de o encontro da Magcon em New York, ele tem sido um grande amigo. Pena que é só, amigo.
Eu nunca tive coragem para contar ao Shawn oque eu sinto por ele, porque ele nunca me deu pista alguma de que possa sequer sentir o mesmo por mim, em diversas entrevistas que eu vi dele no YouTube, ele sempre dizia ser tímido e que se a garota de seus sonhos estivesse na sua frente, ela provavelmente nem perceberia que ele a ama.
Ser tímido é foda.
- Verdade, senhor Mendes. E você toca violão por um bom tempo, não é mesmo?- perguntei rindo.
Por diversas vezes, quando eu estava intediada no apê, eu me sentava na sacada com uma xícara de chocolate quente e ficava admirando Shawn tocar violão. Não dava para ouvir devido a altura, o prédio era de apenas 7 andares, mas devido a sua localização, era considerado um dos mais caros.
Já a mansão tinha uns 4, contando com o sótão, mas mesmo assim, a sacada de Shawn era grande, e as portas da sacada de seu quarto eram totalmente de vidro.
Eu tinha realmente uma puta visão dele todos os dias. Me perdia em seus sorrisos enquanto compunha e em seu corpo, que estava sempre a mostra, devido a essa pessoa não usar camisa no quarto.
Poha Shawn, por que tão lindo?
- Lice?- sai de meus devaneios.
- E-eu, desculpe, eu estava tentando lembrar onde deixei a ração dos peixes- menti, muito mal pelo visto, porque logo Shawn me apontou o vidrinho da ração em uma prateleira ao meu lado. 
Dei um sorrisinho constrangido e peguei o vidro, fui em direção a minha suíte e Shawn veio me seguindo, admirando cada parte do apartamento.
- Caramba Lice, eu adoraria morar em uma cobertura assim.
"E você pode, vem morar comigo" pensei.
- É meio solitário. Quando eu pensei em compra-lo, era só pra ficar admirando a Magcon Boys com as meninas, porque elas iriam morar comingo. Mas como o destino é bem filho da puta, ele acabou com meus planos colocando elas na Magcon, quando isso aconteceu, nossa. Eu estava muito feliz por elas realizarem seus sonhos.- disse sorridente.
- É muito lindo ver você assim, realizada pelas suas amigas e feliz com todas as conquistas delas.
- Elas são muito mais do que minhas amigas, são minhas verdadeiras irmãs. Posso conhecer mil e uma garotas que eu possa chamar de amigas, mas nenhuma delas vai ser Meg e Jess. Elas me fizeram ter a melhor infância que alguém poderia ter, e quando sai do Brasil e fui para New York, chorei horrores pelo jeito que elas ficaram quando eu parti. E mesmo eu querendo desistir da bolsa de estudos que eu ganhei, foram elas que praticamente me expulsaram do Brasil para seguir meus sonhos- disse já com os olhos marejados, enquanto flashes das minhas memórias com as garotas, passavam pela minha cabeça.- Elas, me fizeram a mulher que sou hoje.
- Devo dar os parabéns a elas então, que mulherão em Lice- falou brincalhão.
Conversamos mais um pouco enquanto eu alimentava os peixes.
Shawn estava sentado na minha cama, enquanto falava sobre Carter ter lhe acordado com chantilly na cara toda. Eu me contorcia de tanto rir. Oque fez com que o espartilho que eu usava, —para prender a meia calça preta que ia dois palmos acima do joelho;​ a um cinto na minha coxa, que ia até um short  abaixo do meu  vestido de Alice.— se soltasse.
Shawn começou a rir desesperadamente, o que me fez ficar com um pouco de vergonha do que eu seria obrigada a fazer a seguir.
Levantei a perna e pus em cima de uma cadeira ao lado da cama, enquanto levantava o vestido até o short.
Ainda bem que tinha um short, se não Shawn veria minha calcinha.
Peguei as duas pontas do cinto— a que saia da meia e a que saia do short— e as prendi.
Olhei de relance para Shawn e ele estava vidrado, minhas coxas estavam totalmente a mostra e na posição que eu estava, posso dizer que esse pequeno ato ficou muito sexy.
Abaixei o vestido um pouco envergonhada e tirei Shawn de seu transe quando o chamei para descermos.
Ele sorriu e assentiu, embora estivesse meio perdido em seus próprios pensamentos.
Será que ele estava pensando no que eu fiz?
Quem sabe!

Shaw POV:
Essa garota quer me matar, fala sério!
Ela é...perfeita. Me contou resumidamente a história de amizade dela com as meninas e posso dizer que chorei um pouco, mesmo ela não vendo, já que limpei as  duas lágrimas que caíram super rápido. Quando o espartilho dela se abriu eu quase morri de tanto rir, foi muito rápido, é a cara que ela fez foi a melhor.
Mas o que aconteceu depois, meus amigos, eu tive que me virar para ela não ver que eu havia ficado duro.
Que mulher, puta merda.  Muitos dizem que é muito estranho me ouvir falando palavrão devido a minha cara de "puro", mas apesar disso, eu falo. E, PUTA MERDA LICE, ASSIM VOCÊ ACABA COM MEU PSICOLÓGICO.
Nós saímos de sua cobertura e fomos conversando até a garagem da mansão, como s nada tivesse acontecido. Mas como eu tenho o dom de me perder em meus pensamentos, isso aconteceu algumas vezes. E devo admitir que em todas elas eu estava pensando na Lice.

Megan POV:
Depois que Shawn e Lice voltaram nós seguimos até o parque em que seria realizada a parada gay.
Na rua já víamos todo o tipo de gente fantasiada, não pude deixar de me animar com isso. Assim que parei o carro, eu e as meninas saímos a milhão para o meio de parque, lá seria onde as drags se apresentariam e eu estava louca para ver.
No meio do primeiro Show do dia, encontramos com Rafaela , as gêmeas, os primos, Caique é Alisson e infelizmente, Jade.
- Meg, me esconde, por favor? Essa garota não sai do meu pé!- disse Cam, que estava se escondendo atrás de mim para que Jade não o visse.
- Cameron Dallas fugindo das garotas, vê se pode! Não é você quem vive dizendo " Por que ter só uma, quando se pode ter todas"?- disse e Cam me olhou surpreso.
- Como você sabe que eu falo isso.
- Meu Deus Cameron, todos sabem que você fala isso. Principalmente as garotas e acredite, a maior parte delas mesmo sabendo disso, estão loucas para dar uns pegas em você. A Jade, é uma delas.
- Pois é, mas a Jade é um pé no saco. Depois que a gente ficou ela não parou de falar um segundo. Tudo bem que ela lidera o grupo das mais populares, mas ela é um porre.
- Tá bom, Cam. Eu vou te ajudar. Agora sai de trás de mim.
- Mas ela vai me ver.
- É essa a ideia, ela vai te ver...comigo- disse e Cam abriu um puta sorriso safado, mas obedeceu.
Peguei seus braços e passei um volta do meu corpo é assim ficamos aproveitando o show.
-Ela tá vindo Mag- disse Cam desesperado.
- Relaxa Cam. Relaxa.- disse e Cam me apertou mais contra ele. Percebi que jade estava a uns três passos de nós e pus meu plano em prática.
- Cam, eu estou cheirosa?- perguntei quando jade já estava ao nosso lado, Cam cheirou meu pescoço e ficou ali por um tempo, logo deu alguns selinhos que somente jade viu, e depois disse:
- Muito cheirosa- em meu ouvido.
Jade bufou de raiva e saiu dali. Meu plano deu certo, e Jade ficou puta..quer dizer, ficou mais puta do que ela já é.
Todos já haviam sumido, provavelmente foram caçar alguém pra pegar, já que na parada gay não tem só gays. E eu fiquei a tarde toda aproveitando o show com Cam.
Já eram uma 20:30pm e o último show da noite estava quase se encerrando, os garotos e as meninas apareceram e ficamos todos lá esperando a chuva de fogos de artifício.
Quando ela começou, Cam aproveitou que os garotos estavam distraídos e me roubou três selinhos.
- Obrigado, Mag. De verdade- sussurrou no meu ouvido.
- De nada Cam, sempre que precisar se livrar de alguém, conte comigo- nós rimos e voltamos a olhar os fogos. Esse definitivamente, foi um dia muito bom.



Notas Finais


É isso BBs, espero q tenham gostado.
Prometo que vou responder todos os comentários dos dois capítulos anteriores ainda hoje, bjão amores.
Comentem e favoritem pra eu shuashhasuh


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...