História Magcon- The Dream Can Be Real - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack & Jack, Magcon, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Sam "Wilk" Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack and Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Cam, Jess, Jessie, Mattew, Meg, Megan, Mg The Dream, The Dream
Visualizações 156
Palavras 2.346
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi Bbssss, tudo bom ????
Capítulo novo procês shuashhasuh
Bjusss e até lá em baixo 😘

Capítulo 16 - Capítulo 16- Me devolve!


Fanfic / Fanfiction Magcon- The Dream Can Be Real - Capítulo 16 - Capítulo 16- Me devolve!

Megan POV:

- Merda de despertador!- disse sonolenta e apertando o botão para desliga-lo.

O fim de semana passou voando e agora estou aqui, lutando contra a vontade de ficar na cama o dia inteiro. Estamos na segunda semana de aula e eu já estou acabada, alguns professores como a Jéssica ( de filosofia), o Arthur ( de inglês ) e a Rosane ( de matemática), já passaram vários trabalhos para entregar semana que vem. Eles não se cansam não? Mal saíram das férias e já estão a todo vapor.

Credo!

Fiquei uns 10 minutos refletindo olhando para o teto até criar coragem para levantar.

Hoje estava quente, mas um dia típico de verão em LA, segui para o banheiro e fiz minha higiene, logo, seguindo para o closet e escolhendo uma roupa.

Coloquei um short jeans cintura alta, uma regata preta, meu AllStar branco e um cardigã florido por cima. Fiz minha make básica que consiste em: base, pó e rímel... muito rímel, peguei minha mochila e saí do quarto indo em direção a cozinha.

- Bom dia bebês- disse Jess animada, pulando atrás de mim.

- Só dia - disse e peguei uma xícara de café.

- Ihh, alguém acordou de ovo virado hoje, ressaca Meg?- disse Shawn.

- Estão ouvindo?- perguntei e os dois ficaram em silêncio.

- Ouvindo o que?- pergunte-me Jess.

- Affe Jess, você acabou com meu minuto de silêncio. Muito obrigada.- resmunguei e Shawn riu, enquanto Jess se fingia de ofendida.

- Espera aí cambada, que dia é hoje?- perguntei.

- Segunda- Jess respondeu e eu revirei os olhos.

- De número Jess, de número- disse e Shawn riu, sendo acompanhado por Jess.

- Dia oito.

- Eu to com a impressão que tem algo importante hoje, mas não sei o que é...- disse olhando para Shawn, e o mesmo sorriu.

- AI MEU DEUS SHAWINIE, FELIZ ANIVERSÁRIOOO- gritei levantando da mesa e indo correndo abraça-lo.

- Brigado Meg- disse ele rindo.

Ficamos rindo e conversando até o resto de povo descer. Meu mau humor já não estava tão grande, mas isso mudou até eu ver Taylor.

Naja maldita.

- Bom dia gente- disse Caniff adentrando a cozinha.

- Bom dia uma merda Taylor, eu to com uma puta ressaca por causa da bebida que você misturou no refrigerante que eu estava tomando ontem.

- Aé, eu esqueci disso- respondeu rindo.

- Não ria, sua cobra! To de mal com você. E eu quero o dinheiro que você ganhou com essa brincadeirinha, porque eu sei que você e o Matt apostaram.

- Nossa Meg, meu dinheirinho soado. E você aí querendo roubar.

- Se esse dinheiro é soado eu sou o Tiririca- disse rindo.

Pouco tempo depois todos já estavam na cozinha, isso é uma coisa que eu admiro muito na família Magcon, todos estão sempre juntos.

- O que nós vamos fazer para comemorar o niver do Shawn?- Perguntou Lox

- Ah, vamos em alguma baladinha- disse JJ.

- Eu voto na pizzaria- disse Nash, e todos o olharam estranho.

Afinal, Hamilton Nash Grier recusando uma baladinha? Dês de quando?

- Quem é você e o que fez com meu irmão?- Perguntou Hayes segurando o riso. E nós concordamos.

- GENTE- gritou Cam- FOCA EM MIM!

- Ih, lá vem - disse rindo.

- Quieta Meganzinha, estou tentando fazer um pronunciamento- continuou - Bom...como vocês sabem, hoje esse homão da poha está ficando velho. E como hoje é segunda e nós vamos ter essa semana mega puxada, devido ao treino de futebol, eu e shawinie lindo meu amor... - fez um coração com as duas mãos e Shawn repetiu o gesto-...vamos comemorar o niver dele nesse fim de semana, na minha casa de praia, com direito a festa, bebidas e etc. Fim do pronunciamento, podem voltar para o café de vocês.

Como não iríamos fazer nada hj, é a festa de Shawn só seria no sábado, resolvemos ir na pizzaria a noite.

Terminei de tomar meu café e eu já estava de bom humor, mas sempre q a naja viesse falar comigo eu iria fingir estar brava. Vai que eu consigo o dinheiro da aposta mesmo?

Ri com meus pensamentos e uma Lice saltitante entra dentro da cozinha e vai correndo na direção de Shawn. Ela lhe dá um abraço digno de fã, e logo depois lhe entrega um presente.

Era um CD altografado da banda favorita de Shawn.

Essa Lice!

- Ownn, Shawice é real - disse Matt e todos olhar pra ele.

- Shawice? Sério mesmo Matt ? Não tinha shipp melhor não ? - Perguntou Sammy rindo, e pude ver que Lice e Shawn haviam ficado envergonhados.

....

Chegando na escola eu e Jess fomos de encontro a Rafa, que estava sentada em baixo de uma árvore lendo.

- Eae piranhaa- disse a assustando.

- Nossa Meg, sua vaca! Não faz isso ,não. Sou cardíaca!- disse rindo .

- Por que tá sozinha ow monte de merda?- perguntou Jess .

- Os meninos não chegaram ainda, as gêmeas estão se inscrevendo para o time das líderes de torcida é a jade, sei lá. Deve tá dando pra alguém.

- Sempre muito bem informada, né não Rafa?!- disse e ela assentiu.

Deixei as duas conversando e segui em direção ao meu armário, mas logo senti alguém se chocando contra mim. Poha, esse povo não sabe olhar por onde anda não? E...ah, merda. Nicolas.

- Olha só, o que a Meganzinha faz aqui?- Perguntou com um sorriso malicioso nos lábios.

- Eu estudo aqui idiota, percebeu não, é? Será que foi egocêntrismo de menos ou burrice de mais?

Tome!

- Hm, Meganzinha dando patada. Parece que aquela menina ridícula do Brasil resolveu aprender.

Diga Megan... A quanto tempo você não fica com alguém? Não consegui me esquecer não é?- disse debochado.

Ridículo.

- E a quanto tempo você se ilude com isso? Porque, meu querido, de você eu só quero distância.- disse e me virei para sair de perto dele. Mas claro, ele teve que segurar o meu braço e me puxar de volta.

- Não se faça de difícil Megan, nós dois sabemos que você esta morrendo de saudades de mim. Agora me deu vontade de te ouvir gritando o meu nome de novo, igual aos velhos tempos. E por mais que você coloque essa armadura, ambos sabemos que você continua igual a anos atrás. Uma garota ridícula, insegura, que não sabe se defender e que não levaria ninguém pra cama. Você só veste uma fantasia, com essa maquiagem e essas roupas. Você. Continua. Sendo. Ridícula.- sussurrou a última parte pausadamente no meu ouvido.

Essa doeu.

Mas ele está enganado!

Bem enganado!

Dei uma risada sarcástica com seu último comentário, eu estava me segurando pra não dar na cara dele.

- O que é tão engraçado?- perguntou estranhando. Tadinho, ele achou mesmo que depois de todas essas bobagens que ele me falou eu iria foder com o meu dia, chorando?

- Você - ri novamente- Você se acha o fodão, dizendo que eu sou ridícula, que sou feia, que ninguém me quer. Mas deixa eu te falar uma coisa...- me inclinei para chegar ao seu ouvido-...O mesmo idiota que falou essas coisas horríveis pra mim agora, é o mesmo idiota que foi pra cama comigo a anos atrás.

Boa, Meg!

Sai de perto dele, o deixando com a maior cara de tacho, segui para meu armário e ele continuou lá...

Parado. Me olhando.

Peguei meus livros e segui meu caminho, passei por ele e deu um tchausinho.

Idiota.

Ele não sabe com quem está se metendo! Ah, não sabe mesmo!

Depois desse show que Nicolas deu, segui para minha sala.

No fim da aula fomos para casa nos arrumarmos para a pizzaria e logo depois saímos.

...

O resto da semana passou voando, já era sexta feira, eu e Cam conversávamos sobre ir para a casa de praia dele depois da aula, já que as coisas já estavam no carro dele.

- Mas a quanto tempo você não vai ver a casa? - perguntei.

- Ah, uns dois anos. Tem o caseiro, que fica tomando conta, mais ele não conseguiu chamar a faxineira da família pra dar uma geral lá.

Então nós mesmos vamos ter que limpar.

- Beleza, o povo vai passar em casa ainda pra separar as coisas, é a gente vai direto.

- Ok.

Saímos um período mais cedo devido a falta de um professor, nos despedimos dos garotos(as) e eu e Cam seguimos para a casa de praia.

...

Ela era antiga, não antiga do quesito velha , mas sim uma antigo tipo rústico sabe?

Os móveis eram meio vintage, mas a casa era linda, tinha dois andares e um porão, mas ela realmente estava precisando de euma puta faxina.

Eu estava usando um short jeans azul claro e uma regata branca justa no corpo, tirei meu tênis e pus um chinelo que eu havia trago na mochila, fiz um coque no cabelo e partiu limpeza!

- Cam, onde fica a caixa de força e o registro da água?

- No porão, a caixa de força fica na parede a esquerda e o registro da água no chão a direita. Não precisa ficar com essa cara de apavorada. É claro lá dentro. As janelas são grandes.

Assenti e segui para o porão, de fato era bem claro e foi bem fácil achar a caixa de força. Liguei a chave e acendi a luz do porão ( só pra garantir né) e segui até o registro da água ligando o mesmo.

Até que eu fui rápida .

Estava subindo as escadas do porão lentamente, até que eu ouvi um grito de Cam vindo do andar de cima.

Corri até onde ele se encontrava é quase morri de tanto rir, Cam estava todo molhado é a torneira da pia jorrando água em cima dele.

Que cena.

- Para de rir, e vem me ajudar- resmungou.

- Tá bom...tá...bom- disse tentando parar de rir.

Ajudei Cam a conectar o cano que havia se soltado e logo me pronunciei:

- Ah, já aproveita que você tá todo ensopado e limpa a cozinha.

- E você vai fazer o que ?

- Vou arrumar o resto da casa ué.- disse e sai de lá .

Tirei pó, passei pano, no primeiro e no segundo andar, tudo isso em 20 FUCKING MINUTOS!

Bati meu próprio recorde.

Fui em direção a cozinha já que eu não havia mais visto Cam. E eu me deparo com o que?

- CAMERON ALEXANDER DALLAS, QUE POHA VOCÊ TA FAZENDO QUE NÃO ARRUMOU ISSO AQUI AINDA?

- To fazendo bolinha de sabão ué.

Mereço.

- Você bem que podia me mostrar como limpar né?

- Sério isso? Ta de brincadeira com a minha cara né?

Bem contra minha vontade, me ajoelhei no chão de costas para Cam e disse passo a passo como secar o piso.

- Entendeu Cameron ?- perguntei.

Que filho da puta, ele nem estava prestando atenção, e agora que eu me liguei que eu estava praticamente de 4 no chão.

Meu Deus Megan.

- Você é bem cara de pau né Cameron? Me trouxe aqui pra limpar tudo enquanto a dondoca aí fica tendo a vista privilegiada- disse me levantando.

- Claro, o que é bonito tem q ser apreciado- disse e eu ri.

- Se vira com o resto da cozinha, e tchau pra ti. Vou tomar banho.

Subi as escadas e adentrei no quarto em que eu havia deixado minha mochila. Separei um short de moleton cinza da Adidas e um croped branco soltinho.

Peguei minha roupa íntima e uma toalha de corpo, que ficou um pouco pequena, mas pelo menos cobre o principal, e segui para o banheiro.

Fiz minha higiene e vesti minha lingerie preta, me enrolei na toalha e...merda.

- CAMERON....

Cameron POV:

- CAMERON- gritou Meg do andar de cima.

Eu havia entrado em seu quarto e pego suas roupas e sua mochila.

Guardei a mochila em meu quarto e desci com as roupas dela na mão.

Sentei na sala e fiquei esperando o resto do povo chegar.

E por incrível que pareça, eles entraram bem na hora que a Meg gritou e desceu as escadas correndo, enrolada em uma toalha um tanto quanto pequena.

- Me devolve as minhas roupas agora, seu merda! - disse ela- Ah, oi gente.- ela diz para JG, Caniff, Matt, Jess e Lice que riam de sua situação.

- Cameron, me devolve logo !

-Pq ele está com suas roupas- perguntou Jess

-E pq você tirou a roupa ?- Perguntou Matt

- Pra tomar banho né, porque esse idiota do Cameron não me ajudou a arrumar nada. E me devolve logo- disse ela novamente, mas dessa vez ela estava pulando tentando pegar as roupas.

Quando ela pulou de novo eu saí correndo em volta do sofá e ela atrás de mim, segurando a toalha para não cair, avistei Gilinsky com um braço estendido e joguei o short da Meg em sua direção.

Ele o pegou e logo saiu correndo também.

O resto de pessoal havia acabado de chegar e estava todos rindo dessa cena Hilária que estávamos fazendo.

-Parem de correr, eu não consigo pegar, vocês dois são duas girafas- diz Meg fazendo beiço.

-Pra q roupa, a visão tá ótima- disse Taylor

-Cammm, jackiii. Por favorzinho-disse mais pidona.

-Vem pega pequena- digo e reativo o braço com a blusa dela na mão.

Ela se aproxima e Gilinsky faz a mesma coisa com o short.

Megan pulava com os dois braços levantados tentando inútilmente pegar suas roupas, quando ela finalmente conseguiu pegar o short da mão de Gilinsky ( claro que ele abaixou o braço, porque se não ela não iria pegar. Nunca) ela veio em minha direção, deu um pulo e quando voltou a pisar no chão sua toalha caiu.

Eu a olhei perplexo, JG estava do mesmo jeito, mas eram nos meus olhos que Meg estava olhando enquanto eu fitava seu corpo , naquela lingerie preta.

Que merda, por que ela tá com lingerie?

- Que foi? É como se eu estivesse de biquíni. Você foi esperto, mas nem tanto Cam! - ela diz e se vira me mandando uma piscadinha e pude ver que ela mandou uma para Gilinsky também.

Hmm.

Logo ela subiu as escadas e estavam todos rindo do que havia acontecido, até que um grito é ouvido lá de cima:

- CADÊ A MINHA MOCHILA?

E voltamos a rir.


Notas Finais


Eaiiii bbssss, gostaram???
Me contem oq estão achando nos comentários.
E desculpem qualquer erro ortográfico shuashhasuh
Bjusss amores
N esqueçam de favoritar e comentar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...