História Magenta (Yoonseok) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Tags Bangtan Boys, Bts, Hoseok, J-hope, Lemon, Suga, Yaoi, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 106
Palavras 2.367
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


A louca do lemon ataca novamente. Kkkk

Primeira vez escrevendo sobre esse couple, e lhes digo é um casal quente 🔥🔥😂

Fiz a história com muito amor, e outras coisas também kkkk

Espero que gostem ❤

Amem Yoonseok ❤

Capítulo 1 - Sussurro


Fanfic / Fanfiction Magenta (Yoonseok) - Capítulo 1 - Sussurro

Hoseok abriu os olhos devagar, olhou para o teto por um tempo, ele preferia não ter acordado, passou a mão pelo resto da cama, ela parecia muito grande agora, encontrou apenas um travesseiro, pegou e o abraçou.

Fazia oito meses que Yoongi viajara e ele nem se quer pensou em se acostumar com sua ausência.

Yoongi havia viajado sem data de retorno, sua vida estava um caos, os problemas familiares haviam se tornado uma bola de neve, e ele teve que ir.

Os dois prometeram esperar um ao outro, e Hoseok cumpria aquilo fielmente pois o amava, mas não deixava de ser ruim ficar ali sozinho sem Yoongi.

Ele abraçou o travesseiro e ficou ali pensando na saudade do seu abraço, dos seus beijos e das noites que passaram juntos, sentiu seu corpo se excitar com o pensamento, seu corpo sentia falta de Yoongi, sentia falta de tudo, até da sua chatice matinal, da expressão de tédio quando Hoseok chegava animado e falava sobre um assunto que ele não estava interessado.

Ao se lembrar disso Hoseok riu, pensou o que ele estaria fazendo agora, se estaria pensando nele também, fazia dois dias que ele estava estranho, não respondia as mensagens direito, e Hoseok estava se sentindo em um monólogo, enquanto que Yoongi só mandava respostas monossilábicas que deixavam Hoseok cada vez mais triste.

"Bom dia, Yoon"

Hoseok escreveu esperançoso por uma resposta.

Dez minutos se passaram e nada, ele cansou de ficar olhando o celular e o deixou de lado.

Não queria desconfiar do namorado, mas ele estava dando margem para isso. "Deve estar dormindo ainda, pensou tentando se consolar"

Era final de semana, poderia passar o dia todo naquela cama, mas pensou que ficaria ali sofrendo sem a resposta do outro, então resolveu sair.

Tomou um banho, vestiu uma roupa confortável calçou seus tênis de corrida e saiu.

Correu toda a extensão que levava da sua casa até o início das estradas que levavam à montanha, a partir dali a subida era íngreme e desconfortável. Ele parou e observou dali, a paisagem era bonita, ele gostava daquilo, do verde das árvores, do som agradável que o vento produzia quando batia nas folhas.

Aquele lugar lhe trazia boas lembranças, ali conheceu Yoongi em um dia ensolarado como aquele.

Um grupo de amigos de Hoseok resolveram fazer o trajeto até o topo da montanha, e Yoongi também estava lá. E naquele dia ele nunca imaginou o que iria acontecer depois, de todas as coisas que viveriam juntos, do amor ardente que os uniria.

Agora quase dois anos depois estava ali sozinho, olhou para o topo da montanha e lembrou da emoção que foi chegar lá, foi ali que abraçou pela primeira vez Yoongi.

Eles diziam que o topo da montanha era a sua casa, o lugar onde o amor deles nasceu.

Seus olhos se encheram de lágrimas, ter ido naquele lugar não o ajudou a esquecer de Yoongi, pelo contrário, só o fez lembrar ainda mais.

Resolveu voltar, estava cansado. E a  roupa encharcada de suor resultante da corrida já estava lhe incomodando.

Chegando em casa tomou banho novamente, se segurou para não verificar o celular, mas não resistiu, a sua mensagem ainda estava ali, sem resposta.

Vestiu uma roupa qualquer e foi para a cozinha preparar algo para comer, a campainha tocou.

- Ué, não estou esperando ninguém - disse ele no caminho até a porta. Olhou pelo "olho-mágico" e algo tapava a visão para fora.

Ele abriu a porta e não acreditou no que viu.

- Yoon... Meu Deus - disse ele numa mistura de surpresa e felicidade, não sabia o que fazer. - Yoongi é você? Ah claro que é você...

Yoongi sorria olhando para ele, tinha uma mala ao lado do corpo. caminhou até onde o outro estava, já dentro da casa e o abraçou. Empurrou seu corpo o suficiente para que os dois pudessem entrar na casa completamente e a porta fosse fechada.

Yoongi manteve seu corpo abraçado ao de Hoseok, sem dizer palavra alguma. Hoseok sempre tão falante agora estava sem palavras, os olhos enchendo de lágrimas.

Pegou o rosto do outro entre suas mãos e beijou seu rosto.

Ele pensou estar sonhando, olhou fixamente para os olhos de Yoongi, as lágrimas já molhavam seus lábios. Yoongi juntou seus lábios aos dele, e Hoseok abriu rapidamente a boca, os dois ansiavam por aquele beijo, o sabor doce da boca de Yoongi se misturava ao gosto salgado das lágrimas de Hoseok.

Yoongi colocou a mão por entre os cabelos de Hoseok e fez seus rostos ficarem extremamente colados, ele também chorava.

Depois de ficarem sem ar, as bocas se afastaram o suficiente para que pudessem respirar, a testa de Hoseok apoiada na bochecha do outro, ele respirava pela boca, tentando colocar mais oxigênio para dentro dos pulmões.

- Por que não me avisou que vinha? - Perguntou Hoseok.

- Queria fazer surpresa.

- Você estava tão estranho esses dias, eu pensei que... - ele não completou, ficou envergonhado de ter pensado aquilo do namorado.

- Tudo bem Hoseok, eu entendo você - disse Yoongi afastando o rosto do outro para poder olhá-lo nos olhos.

- Eu estava com muita saudade - disse Hoseok espontâneo como sempre.

- Eu voltei - Disse Yoongi sorrindo.

Yoongi não era do tipo que demonstrava emoções  em palavras, e Hoseok já havia se acostumando com isso.

-Vou fazer um café pra gente - disse Hoseok indo para a cozinha seguido pelo outro. - Você deve está morrendo de fome.

Ele pegou várias coisas e começou a preparar na pia enquanto Yoongi o observava encostado na parede.

Depois de uns minutos Yoongi não resistiu, andou até onde Hoseok estava e o abraçou pelas costas.

Hoseok sentiu os lábios dele passeando pelo seu pescoço, e suas mãos iam entrando por baixo da sua camisa. Ele sentiu um arrepio. Queria a todo custo terminar o café para os dois, mas Yoongi não estava ajudando.

- Yoon, você deve estar com fome - disse Hoseok tentando disfarçar a vontade de largar tudo ali.

- Acho que nós podemos comer depois - Yoongi sussurrou perto do seu ouvido - Estou com saudades de outro tipo de comida, Hoseok.

Hoseok sentiu os dentes do outro fazendo uma pressão cada vez maior em seu pescoço, seguido de um chupão estridente.

Ele soltou um gemido, Yoongi sabia como deixá-lo sem defesa.

Seu corpo estava com tanta saudade daquele homem que no seu primeiro toque ele já estava excitado, mas resistir aos beijos no pescoço era impossível.

Ele se virou e beijou Yoongi com intensidade, sua língua percorreu a boca do outro enquanto que as mãos se entrelaçavam no corpo dele. Hoseok sentiu o órgão do outro excitado, como tinha sentido saudade daquela parte em especial de Yoongi.

Eles foram para o quarto aos beijos, quase tropeçando nos móveis.

Entraram de costas, a cama não ficava muito longe da entrada, Yoongi empurrou o outro até que este caiu na cama. Ele tirou a camisa de uma forma ágil.

Hoseok estava na cama observando a cena, o corpo branco e perfeito de Yoongi era a sua perdição. Yoongi veio e deitou sobre Hoseok, o peso do outro sobre si lhe trazia pensamentos maravilhosos.

Yoongi o beijou, mordeu seu lábio inferior, mordeu seu queixo, mordeu o lobo da orelha, passou para o pescoço, percorreu com a língua toda extensão do final da orelha passando pelo pescoço até o colo de Hoseok.

Hoseok gemia baixinho, as mãos agarradas nas costas do outro.

- Eu morri de saudade desse corpo - falou Yoongi no ouvido dele.

- Você me tem agora - respondeu Hoseok entre os gemidos.

Yoongi puxou a camisa do outro pela cabeça até consegui arrancá-la. Avançou com os beijos barulhentos pelo peitoral de Hoseok. Passou a ponta dos dedos sobre o mamilo do outro e este estremeceu, Yoongi sorriu com aquela cena.

Fez a melhor cara de moço safado que sabia fazer, e lambeu o mamilo do outro sem tirar os olhos dele.

Hoseok abriu a boca e gemeu mais alto que antes, tentou mexer o corpo em resposta, mas o corpo do outro sobre si não permitiu.

Yoongi deu um sorriso de canto, e chupou o mamilo do outro, Hoseok não discernia mais o volume dos gemidos, sentiu seu pau latejando, seu corpo inteiro arrepiado.

- Você é uma pessoa horrível, Yoongi - disse ele sorrindo.

- Tão horrível a ponto de te fazer gemer assim.- disse Yoongi em resposta.

Hoseok deu uma gargalhada.

Yoongi se levantou repentinamente e tirou a calça e todo o resto da roupa, tirou também a roupa de Hoseok.

Voltou a ficar por cima dele, iniciou uma cessão de beijos próximo aos mamilos e avançou por toda extensão que levava até seu órgão. Parou ali.

O pau de Hoseok estava totalmente excitado, as veias aparentes, ele sentia a pulsação de cada uma delas.

Yoongi caminhou com a língua na extensão de uma delas desde o início do órgão até a cabeça.

Hoseok fechou os olhos para aproveitar tudo que podia daquela sensação.

Sentiu seu pau ser contornado pela língua do outro, a boca de Yoongi era quente e se moviam com destreza. A sensação de ter Yoongi ali quase engolindo seu pau era inimaginável.

Yoongi passou para o escroto do outro, chupou com delicadeza, Hoseok se contorceu na cama.

- ah Yoon...

Yoongi desceu mais um pouco, passou a língua ali, umideceu com saliva toda a região anal.

Voltou para o órgão do outro e continuou a sugar, seus dedos passavam pela entrada do cu de Hoseok, ele forçou um pouco a penetração com apenas um dedo, Hoseok gemeu, ele iniciou movimentos de vai e vem, sem parar de chupar o órgão do outro, colocou o segundo, ele sentia Hoseok relaxar aos poucos e seus movimentos se intensificaram.

- ahh Yoon... - Hoseok meio que gemia, meio que suplicava. Aquilo era covardia demais, ele pensou em meio ao prazer que outro lhe causava.

- Ah Yoon, assim... Ahhh... Eu vou gozar assim.

Yoongi intensificou os movimentos com a boca. Hoseok não conseguiu mais segurar o intenso gozo que se externava.

Gozou na boca de Yoongi, que olhou pra ele de um jeito sedutor enquanto engolia tudo. Hoseok arfava. O peito subindo e descendo rapidamente. Yoongi o beijou ainda com o gosto do prazer na boca. Yoongi levantou da cama e saiu do campo de visão​ de Hoseok.

Hoseok ficou ali, sem ter como se mover olhando o teto, seu corpo todo estava extasiado.

Yoongi voltou e deitou a seu lado.

- Eu amo você, Yoongi. - disse Hoseok virando-se para ele. - queria ouvir um "eu te amo" como resposta do outro, mas sabia que não viria.

- Eu senti sua falta, Hoseok - Yoongi falou olhando para o teto. - Depois também se virou na cama e olhou para Hoseok. - Eu voltei por você.

Hoseok se sentiu extremamente feliz, aquela era a forma de Yoongi de dizer que o amava. Ele era grato por ter voltado, e se dependesse dele Yoongi nunca mais iria embora.

Hoseok se arredou mais perto, os dois deitados de lado na cama um de frente para o outro, Hoseok o beijou, era um beijo carinhoso, do jeito que o momento pedia.

Tocou no rosto de Yoongi e caminhou com os dedos até a nuca e fechou as mãos ali. Grudou o corpo no do outro, o beijo era lento, porém foi ficando cada vez mais ardente, o órgão do outro ainda não havia diminuído e Hoseok o sentiu roçando no seu.

Hoseok fez com que Yoongi deitasse de costas para a cama e ficou em cima dele.

Passou a mão pelo seu peito, mordeu em todos os lugares possíveis até chegar no órgão do outro.  Chupou devagar ali, olhou para Yoongi e este o observava, mordendo o lábio, depois de lubrificar seu órgão Hoseok voltou pra cima dele, Yoongi sentou na cama e Hoseok sentou em cima dele. Voltou a beijá-lo ardentemente.

Yoongi posicionou o tronco do outro e tentou aos poucos penetrá-lo, Hoseok sentiu a pressão imposta pelo pau de Yoongi e fechou os olhos.

Yoongi tomava cuidado para não machucar o outro, mas a excitação o impedia de ter tanta paciência.

Forçou a entrada do outro um pouco mais, e seu pau aos poucos foi penetrando, Hoseok se movia lentamente  em cima dele tentando se acostumar com o órgão do outro dentro de si.

Quando o pau dele entrou totalmente, Hoseok parou e respirou profundamente, sentia uma mistura de dor e contentamento, abriu os olhos e Yoongi o olhava, ele o beijou e começou a cavalgar em cima de  Yoongi, a dor se transformando em prazer. Yoongi o ajudou segurando sua bunda com as mãos e fazendo a penetração ficar mais intensa.

- ahhhhhhh Hoseok... - Yoongi não conseguia completar a frase.

Hoseok também gemia. A cada vez que o pau de Yoongi entrava com mais força ele gemia mais alto.

- Você gosta que eu te foda assim né? - Yoongi sussurrou no ouvido de Hoseok.

- Humrummn - Foi só o Hoseok conseguiu responder.

Os gemidos de Yoongi se tornaram mais altos e Hoseok percebeu que ele ia gozar então intensificou o sobe e desce. Sentiu algo quente o invadir.

- Ahhhhhhh Hoseooo. - gemeu Yoongi.

Hoseok foi parando os movimentos aos poucos.

Yoongi caiu para trás, a boca aberta.

Hoseok saiu de cima dele, e foi ao banheiro se lavar, estava exausto.

Yoongi também entrou no banheiro, eles tomaram um longo banho juntos e voltaram pra cama.

Yoongi deitou ali, e Hoseok deitou a seu lado, ele puxou Hoseok para deitar em seu ombro, fez um carinho em seus cabelos.

- Hoseok, - começou Yoongi - Eu amo você.

Hoseok ao ouvir aquilo não acreditou. - Hum? - Disse em resposta.

- Eu sei que nunca disse isso, não porque não sentia e sim porque não queria te dizer isso e partir. Mas agora estou aqui, e não pretendo ir embora nunca mais. E posso dizer repetidamente que te amo, Hoseok.

Hoseok não lembrou de ter se sentido tão feliz quanto nesse momento. Estava ali com o homem que amava, e agora tinha ouvido o "eu te amo" que tanto esperou.

- Eu amo você Yoongi. E não te deixarei ir mesmo que implore. - Disse Hoseok olhando para o namorado, cheio de amor e lágrimas nos olhos.

- Então será um cárcere privado? - Yoongi falou sorrindo.

- Sim, sem chance de fuga. - Respondeu Hoseok sorrindo com os olhos.


-Ficar em cárcere privado com o homem mais gostoso da Coreia não deve ser de todo ruim - Yoongi agora com o olhar malicioso estampado no rosto.

-É o que vamos saber - respondeu Hoseok rindo enquanto beijava o homem que amava.


Notas Finais


Mores, espero que tenham gostado.

Acharam esse couple quente?

De toda forma obrigada por ler ❤

Amem Yoonseok ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...