História Magia - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Ação, Drama, Magia, Psicológico
Exibições 3
Palavras 801
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi galera. Me desculpem por dividir esse capítulo em duas partes, mais eu tento escrever os capítulos de manhã, mais como eu não tenho muito tempo, eu decide que a partir de agora vou postar os capítulos de noite.

Capítulo 23 - A reunião parte 2


Então, após a frase que Minna e o homem de terno disseram "Bem-vinda", várias outras vozes, emergindo das sombras das peças de xadrez, começaram a ecoar pela sala. Todas dizendo a mesma frase.

- BEM-VINDA!! BEM-VINDA!!BEM-VINDA!!- Até que. Todas as vozes pararam, e agora, pessoas com olhos vermelhos pularam dessas peças, era três homens e quatro mulheres, os homens estavam nas peças pretas e as mulheres nas peças brancas, ambos tinham sorrisos nos seus rostos, mais ao mesmo tempo, eles expressavam, como se alguém importante tivesse morrido. Então um homem, com uma roupa totalmente branca, apareceu, ele tinha um olhar que expressava clemência e misericórdia, parecia a encarnação de um anjo. Então ele olha para a direita e esquerda, respirou fundo, e falou.

- Muito bem, vamos começar a reunião?- Então os pisos pretos e brancos, onde os homens, e as mulheres estavam, começaram a flutuar, e foram bem para o alto.

Agora onde os homens e as mulheres avatares estavam, era no alto da sala de xadrez, no alto tinha uma mesa enorme, parecia um tabuleiro de xadrez, e cadeiras pretas e brancas, os homens e as mulheres que estavam flutuando em pisos pretos, se sentaram em cadeiras brancas, e os homens e mulheres que estavam em pisos brancos, se sentaram em cadeiras pretas, cada um tinha seu próprio estilo de roupa, eles estavam se reunindo para montar uma estratégia melhor de pegar os elementos, mesmo isso sendo completamente inútil. Tudo ocorrerá de acordo com a profecia de Ior, seu criador e pai.

- Minna!!- Falou um menino que estava do lado dela.

- Helric!!- Minna falou pelo garoto. Ambos estv am se abraçando e se acariciando, apesar de parecer um amor de irmão, parecia ter alguma coisa a mais nesse amor. É quase como se eles quisessem se beijar ali e agora mesmo.

- DÁ UM TEMPOO!!- Um adolescente exclamou.- Meu amigo, vocês nem conseguem se segurar por um segundo.- O adolescente, estava vestindo uma camisa de manga exportiva cinza , e uma calça preta, ele tinha um topete no cabelo, seu cabelo era castanho, seus olhos vermelhos, estava enojado com o romance das crianças.

- Algum problema, Gabriel?- Helric se virou em direção onde estava o adolescente  perguntou. 

- Sim e muito GRANDEEE!!!- Exclamou Gabriel.- Eu não como vocês conseguem praticar incesto, assim, se sentido tão seguros e livres.- Então Minna virou o seu olhar em direção a Grabriel e disse.

- Deus não nos deu liberdade para fazermos o que quiser? Não é Deus que não gosta disso. Em sim a comunidade. Muitos acham que sabem o que é o amor, mais a verdade é que ninguém como definir esse sentimento estranho, não é?- Minna se vira para Helric, e rapidamente se vira para Grabriel novamente.- Eu e Helric, estamos apenas atravessando as barreiras que a sociedade colocou, estamos atravessando essas barreiras juntos....- Minna da uma pequena piscada, e depois termina de falar.- Isso não é romântico?- Minna fala de um jeito tão confiante e segura, que nem parece uma criança.

Quando Minna termina de falar, ela vira o seu olhar de novo para Helric  com um olhar de apaixonada.

- NOSSAA!!! Você perdeu uma discurssão com uma criança!! Nem eu sou tão idiota assim!!!- Fala uma figura atrás de Gabriel. Era uma mulher, uma jovem adulta, ela tinha cabelos roxos, e eram totalmente cacheados, estava vestindo uma roupa mandaíca, ela era brincalhona, era uma criança no corpo de uma adulto.

- Cala a boca, Manívuela- Gabriel fala com um pouco de raiva.

- He he he he he- Manívuela solta uma pequena risada. Mais sua risada dura pouco. Pois a sala onde estavam parecia estar sofrendo um terremoto. Todos os avatares ficam

Após o suposto terremoto, uma peça de xadrez é derrubada da sala, era um peão preto. Os avatares ficam observando a queda daquela peça como se fosse algo importante e Sério que estava acontecendo.

- Parece que Mámon morreu.- disse o homen avatar com a roupa branca e com o olhar misericordioso.

- Verdade.- Disse  o homem de terno preto, que junto com Minna,havia saldado quando Misfortune chegara. Naquele momento, os avatares tomaram uma xícara de café, e com o bater de palmas do homem com o olhar divino, os pisos pretos e brancos onde os avatares estavam começaram a descer, até chegarem no chão da sala.

- Háa!!! Mais já!!- Manívuela reclama- queria que a reunião durasse mais tempo- Manívuela se estica um pouco.

- Já é o bastante por hoje.- O homem de terno preto fala- Todos os avatares de volta aos seus aposentos. Assim todos os avatares desapareceram, conforme os holofotes da sala xadrez iam se apagando.

Assim os avatares dormiram em paz, e preparados para a próxima busca. A busca do elemento (FOGO)

 

 

 

CONTINUA.....

( Fim do capítulo. A reunião)   


Notas Finais


Obrigado por ler e volte( nota: mandaíca é a civilização japonesa em magia)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...