História Magic And Blood - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Camille O'Connell, Caroline Forbes, Davina Claire, Elijah Mikaelson, Emma Swan, Freya Mikaelson, Hayley Marshall, Kaleb Westphall, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Rebekah Mikaelson, Regina Mills (Rainha Malvada), Stefan Salvatore
Tags Davina Claire, Haylijah, Klaroline, Kol Mikaelson, Kolvina, Stebekah, The Originals
Exibições 124
Palavras 720
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Magia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Alô alô, quem sou eu? Isso aí, a pessoa que deixou vocês 18 dias praticamente sem capítulo novo. 18 DIAS, VOCÊS TEM NOÇÃO? Me perdoem, em nome de Selena Gomez, e enfim: Eu tava esperando o banner ficar pronto, mass, ele não ficou, e eu comecei a escrever, mas fiquei com preguiça. Aí tomei vergonha na cara, e vim trazer capítulo novo pra vocês, aproveitem xD
(Banner by Fuck Designs)

Capítulo 19 - No Way (Parte 2)


Fanfic / Fanfiction Magic And Blood - Capítulo 19 - No Way (Parte 2)

— Kol, eu... — ela respirou fundo — Eu estou grávida.

Kol

Não. Não podia ser, simplesmente não.

— Como assim, Davina? É brincadeira, Davina, você está brincando comigo, É MENTIRA!

Ela estava bêbada, era isso, só isso. Ela simplesmente não podia estar grávida.

— Não estou brincando, é verdade — ela deu de ombros — Eu nunca iria brincar com isso.

Não podia ser verdade. Aliás, não era. Grávidas tem a barriga crescida, certo? E a de Davina estava...

— Certo, e se você estiver, a sua barriga, ela deveria estar...? — perguntei.

Ela respirou fundo, de novo.

— Isso nos leva a outra coisa — ela se virou da direção da vitrola (N/A: é esse o nome, é?) e, quando me dei conta, a música parou. E depois voltou. E depois, todas as velas se apagaram, e foram se acendendo de novo gradativamente, e então, Davina olhou pra mim — Kol, eu... eu sou uma bruxa.

Ah, não. Isso explicava tudo, ela usou magia para ocultar todos os sinais de gravidez presentes nela. Ela estava mesmo grávida.

— Kol... Eu posso explicar, e.... — ela começou, e fiz um sinal para que parasse.

Não, não podia ser.

Todo esse tempo, foi tudo uma farsa. Ela fingiu se importar, fingiu gostar de mim, fingiu tudo. Tudo fazia sentido agora. Ela fugiu apenas porque estava grávida, e claro, a casa onde ninguém iria lhe pedir satisfações, iria dar comida, cama, roupas maravilhosas, e uma vida perfeita... Claro.

O problema era... Eu não achava isso, eu achava que ela apenas estava perdida, e sozinha, não que estava lá por interesse.

— Kol, por favor — ela tentou recomeçar — Foi por isso que eu fugi, eu engravidei, e meus pais não... Uma garota, em Mystic Falls, o pai dela descobriu que ela estava grávida, e bateu nela, até o bebê morrer, e comigo não seria diferente, eu tive que fugir, e.... e aí eu te encontrei e....

— Porque não me contou que estava grávida? Entendo porque não me contou que era bruxa, mas... que estava grávida? Por que, Davina? Por que, pelo amor de Deus!

— Eu não tive coragem de contar, estava tudo tão bem e.... — a voz dela estava... agonizante.

— Você tinha que ter contado no início, Davina! Mas não, você fez de conta que estava tudo bem e....

— Eu não quis contar porque achei que você....

— Não tinha que achar nada! Acha o que? Que eu iria te jogar na neve para morrer? Não, eu nunca faria isso — Parei, e respirei um pouco — Eu seria um... um covarde fazendo isso com você. Mas... você...

— Kol, eu precisei fazer isso, achei que você não iria entender... — ela tentava explicar.

— Achou errado, eu iria entender perfeitamente — e ri sarcasticamente — É uma pena, que eu iria. Você não contou, porque você não quis, e ficou fazendo aqui? Hein? Apenas aproveitando a comida de graça, a cama confortável, vestidos de princesa, e.... tantas outras coisas.

— Kol — ela parecia estar indignada — Eu não fiz isso, eu não queria isso, nunca foi minha intenção fazer isso, e eu ia contar, estou contando agora!

— Sabe o que eu acho de você, Davina? — E ri sarcasticamente de novo — Você é uma vadia! Uma vadia!

As lágrimas praticamente saiam dos olhos dela, e não consegui adivinhar se eram de raiva, ou de tristeza.

— Você... eu.... Eu não acredito que pensa isso de mim — Davina chorava, apesar de tentar conter as lágrimas.

— Você poderia ter tentado fazer diferente, mas.... Infelizmente, pra mim você é apenas isso, uma vadia.

Eu me sentia terrível por ter falado tudo aquilo pra ela, mas, de algum jeito era verdade. Ela deveria ter falado que estava grávida, mas ficou apenas se beneficiando de todo aquele luxo, o que fazia dela uma vadia.

E me virei para a janela.

— Você é.... um monstro, Kol Mikaelson — ela falou com ódio evidente na voz.

— E se eu for, e daí?

Ouvi um soluço baixo, ela estava chorando. E então, subiu as escadas novamente.

E uma gota de sangue desceu pelo meu nariz, e vagamente, ouvi a voz de Camille... Uma morte lenta e dolorosa...

E uma solitária lágrima desceu pelo meu olho.

 


Notas Finais


E assistam o trailer da fic, ficou maravilhosoo: https://youtu.be/Mqxy0wkg1CI
COMENTEM E FAVORITEM, xD


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...