História Magic Girl Aatrox - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias League Of Legends
Personagens Aatrox, Janna, Jinx, Lulu, Lux, Poppy
Tags Aatrox
Visualizações 67
Palavras 2.751
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


São umas 3 da manhã agora kk to vesgaso de sono. mas vamos lá...
A real é que eu to com quase 15 fics que tem entre 3 e 5 caps prontos, porém nenhuma me agrada ou me convence, e se não me convence imagina a opinião de vocês?
Essa fic tem apenas uma função: Não se levar a sério, já que se trata do Aatrox como uma Guardiã Estelar, e também vou me redimir por vomitar o final da minha fic anterior sobre as Guardiãs ¬¬ My Bad
Enfim... leiam, riam, me chamem de doente e até o próximo cap que não tem data :v

Leiam ouvindo: Archive - Dangervisit
tá na hora de vocês conhecem um pouco do meu gosto musical

Capítulo 1 - Nova Irmã Parte 1


O cometa escarlate caiu junto ao por do sol. As Guardiãs não esperavam uma nova irmã, então quem seria essa pessoa?
Aatrox não entendeu o que aconteceu, a ultima coisa da qual se lembrava era de estar arrancando a coluna de um infeliz quando uma luz forte acompanhado de uma voz familiar o acertaram, depois disso apenas acordou no meio de uma floresta.
O Darkin apertou a mão envolta do cabo de sua lâmina, mas ela não estava lá, estava escuro e ele não conseguia acha-la, o que lhe desesperava, já que devia enxergar no escuro e sua lâmina fazia parte do seu corpo, não devia ter que procura-la, era o mesmo que perder um braço ou uma perna.
- Mas o que infernos está acontecendo? -, ele praguejou para em seguida se arrepender, não era a sua voz, era a de uma garota adolescente. Ele levou a mão direita a boca, sua gigante garra era uma mão humana, uma bem frágil com a pele rosada, seu rosto também era a de um humano, ele possuía cabelo aonde deveria estar os seus chifres. Uma sensação horrível passou pelo Darkin, ele usava roupas humanas e nem se impostou em enfiar a mão por debaixo delas, ele tocou o próprio corpo e sentiu que havia seios. - Não... -. Darkins não possuem mamilos e nem... nem... Vagina!
Aatrox vagava pela vegetação a apenas alguns minutos, mas já estava sem fôlego, sentia fome e queria dormir. Isso só o irritava mais, Darkins não perdem o fôlego, só deveriam sentir fome de batalha (figurativamente) e nunca dormiam. Ele já estava pensando seriamente em quebrar o próprio pescoço, ficar 1000 anos dentro da espada parecia bem agradável perto da situação atual, isso é, se ele soubesse o paradeiro de sua espada. Aatrox foi atraído por barulhos. Era um grupo de jovens, eles pareciam estar comemorando ou algo do tipo, a maioria estava embriagados demais para dar atenção a ele, logo o Darkin passou por eles atrás de alguém que não parecesse o tipo de pessoa que ele colocaria na linha de frente como escudo humano.
Uma garota lhe chamou a atenção, ela tinha o cabelo vermelho sangue, preso nos dois lados da cabeça, e mesmo dividido era bem grande, ela mexia no celular e parecia entediada.
- Humana -, Jinx levantou a cabeça para a estranha, ela era baixa, aparentemente magra, usava uma camisa vermelha, um sobretudo preto, saia xadrez em vários tons de cinza (menos de 50), meia-calça rasgada e um par de botas cano longo que pareciam perfeitas para chutar alguém. Seu cabelo era curto e preto, completamente selvagem, seus olhos eram vermelhos como sangue, sua voz por outro lado era completamente fofa, quebrando o paradigma de que fosse ameaçadora.
- Eae, tá perdida, Loli? -, Jinx riu, essa garota a encarava como se quisesse arrancar seu coração ainda batendo - Onde eu estou e como eu me pareço para você? -, a Guardiã vermelha ergueu uma sobrancelha, essa garota estava ficando interessante, então por que não guardar isso só para si mesma? Jinx se levantou, enfiou o celular no bolso do camisa, e do outro tirou um maço de cigarros - Cê fuma? -, o Darkin negou com a cabeça, porque se mataria dessa forma? Suicídio só faz sentido se é rápido e indolor pensou. a Ruiva começou a se afastar dos outros adolescentes e Aatrox a seguiu.
- Cê tá em Rune City, estranho não saber o nome da cidade que vive, acabou de se mudar? -, Aatrox não sabia como responder, ainda estava definindo prioridades, a espada era o principal, mas sentia que a carregava, só não conseguia perceber como - Meu nome é Jinx, e o seu? -, o Darkin procurou algum vestígio de desconfiança na garota ruiva, mas realmente achava que ele era uma garota perdida - Aatrox -, Jinx riu - De atrocidade? Que porra de nome é esse? -, o sorriso da ruiva beirava o psicótico, Aatrox gostava disso - Significa Genocídio em alguns lugares, o seu é "mal agouro" não deve ser uma companhia muito apreciada -, Jinx soletrou "apreciada" como se ouvisse a palavra pela primeira vez - Ninguém sabe o que meu nome significa, mas sim, as coisas costumam explodir comigo por perto, eu tenho uma queda por desastres, isso eu tenho de admitir, mas me conta... Como foi a queda? -, Aatrox franziu o cenho - Queda? - Jinx sorriu novamente, seus olhos brilhavam como fogo - É, a queda, deu pra ver cê caindo do meu quarto -.
Os cabelos rebeldes de Janna não paravam quietos, ela suspirou pela milésima vez, não achou uma boa ideia deixar Jinx ir atrás da garota nova, mas como ela era a mais forte entre as guardiãs no momento e teria um motivo para estar perto do local da queda não teve escolha.
O celular dela vibrou, Jinx havia enviado uma mensagem:
Achei ela! XOXO
- Guardiãs! Jinx a achou - Poppy e Lulu desceram do andar superior, Lux estava na cozinha procurando algo fazia bastante tempo, mas após ouvir isso desistiu e se juntou a suas irmãs na sala.
- Ela também deve ter achado minha torta antes de sair -, a Rosada fez um bico, na próxima vez iria por uma armadilha.
- E quando ela volta? Nós não fomos as únicas a ver o cometa, e se ele viu? - Poppy apertou os dedos, não foi o melhor momento para novatos chegarem, o vazio estava bem preparado até demais - Relaxe, Poppy, se alguém foi escolhido, ouve um bom motivo, confie nas estrelas - a Lílas sempre se mantinha positiva, mas também havia suas inseguranças, não existiam muitas estrelas que invocassem escolhidos a essa altura do campeonato, e ela conhecia todas.
A conversa foi interrompida por uma explosão de glitter. Elas viram de longe dois cometas vermelhos se cochando no céu - Guardiãs! -. As quatro saíram as pressas, Jinx e a novata estavam em problemas.
Aatrox sentiu as palavras se prenderem na garganta, não sabia como responder Jinx - Cê não fala muito, né? Bem, vamos resolver isso de uma vez. Geralmente é a Janna que testa as novatas, nas já que eu tô aqui. Me mostra do que é capaz. A A T R O X -, dois seres saíram das costas de Jinx, um preto e outro branco, eles a rondavam como satélites, ela ergueu o indicador e um brilho azul brotou nele. 
Um calafrio percorreu o corpo de Aatrox que só teve tempo de se esquivar do disparo. A criatura branca se transformou num tipo de arma branca e dourada que começou a disparar contra o Darkin. A Ruiva ria enquanto Aatrox corria, não era atlética e nem forte, mas estava desviando de todos os ataques de Jinx - Vamos lá, novata! Me mostre a sua estrela! HA HA HA HA! - a palavra estrela acertou Aatrox como um soco, ele parou de esquivar, ergueu a mão esquerda, revelando um broche que ele nem havia percebido - Mana! Transformar! -.
Um brilho escarlate cobriu Aatrox que se transformou numa mistura da sua forma original com uma Guardiã. Sua pele estava completamente coberta por uma segunda camada de pele cinza escura, suas placas nas pernas eram apenas meias pretas agora, sua enorme garra esquerda, uma luva preta com um espinhos nos punhos. Suas asas desapareceram e seus chifres faziam parte de uma tiara, ele também usava um enorme laço rosa no peito e uma saia rosa transparente, sua lâmina estava igual, mas também possuía um laço rosa.
Jinx observou aquela coisa cinza e rosa com uma espada - Que porra é essa, notava? -, num impulso, Aatrox jogou seu corpo para frente. Jinx mal teve tempo de reação, a lâmina passou raspando no seu peito, ela sorriu e estava pronta para soltar uma piada quando sentiu o peito arder - Como? -, Aatrox lambia o sangue na ponta da lâmina - Foi só de raspão, o próximo eu não erro huhu -, Jinx brilhou num tom avermelhado, um par de asas saiu de suas costas, sendo uma preta e outra branca, elas cobriram Jinx por completo, quando se abriram revelaram  Guardiã vermelha - não vai haver próxima vez -, Jinx brilhou vermelho e alçou voo, usando Kuro para disparar um saraiva de misseis contra Aatrox que num salto passou por todos e encaixou o punho direito na Ruiva, caindo encima dela logo em seguida.
Mesmo após o golpe em cheio, Jinx teve forças para um disparo de Kuro a queima roupa, jogando Aatrox para longe. Seria fácil revidar se mais quatro não tivessem caído do céu - Mais de vocês? Muito bem...Contemplem! -, Aatrox começou a brilhar, uma silhueta demoníaca o cercava  num "puf" ele voltou ao normal.
Janna havia acabado de dar uma bronca mítica em Jinx que estava com as orelhas vermelhas de tanto ouvir. Poppy e Lulu faziam companhia para a novata, mas não disseram uma palavra, mesmo faladeira, Lulu sentiu algo estanho em Aatrox que a conteve. Lux se mantinha próxima a Jinx, assim que Janna parasse de falar, haviam grande chances dela abrir a boca e a Rosada queria ouvir o que ela tinha a falar.
- Eu vou conversar com ela, Jinx, no seu quarto pleo resto da noite, eu ainda tenho coisas para falar com você -, a Ruiva bufou, mas não disse nada, apenas subiu e Lux foi atrás.
- Aatrox, certo? É um nome incomum para uma garota, de onde você é? -, Aatrox suspirou, teria de falar a verdade, pelo menos o que sabia dela, e também tinha suas duvidas sobre o que ouve - Eu não sou humano. Alguma coisa ou alguém me transformou nisso, eu tenho uma ideia de quem foi, mas não faz sentido -, Poppy e Lulu se aproximaram, se ela não era humana, o que era então?
- Quem te mandou? Foi o Thresh? -, Aatrox se virou para a Azul - Aonde ouviu esse nome? Eu não o ouço a muito tempo... Assim como não ouço o nome dela. Quem são vocês? Eu ainda não entendi nada do que está acontecendo -. Janna suspirou, fazia tempo que não explicava tudo do começo.
Por onde eu começo? Nós somos Guardiãs estelares, protegemos o universo do vazio e suas crias, eles são comandados por Thresh.
- Ele está morto -. Aatrox a interrompeu.
- Não, ele não está -, Rebateu Janna. O Darkin se levantou.
- Claro que está, eu o matei a milênios, eu e Mana o matamos -, a expressão de Janna era difícil de ler, mas raios passaram pelos seus cabelos lilases - Ninguém diz esse nome a milênios... Mana foi a pior das Guardiãs, ela desapareceu depois de um confronto terrível -.
- Não. Ela me achou e me usou para matar aquele imbecil e depois eu tomei o controle do corpo dela, foi um acordo que fizemos - a palavra Darkin se formou nos lábios de Janna que num instante recuou - Você é um Darkin? Como? -. Um gato branco surgiu de dentro dos seios da Lilas, ele fez uma careta para Aatrox - Eu vou contar o que eu sei -.
Eu estava soterrado, dormindo, quando sentir depois de muito tempo, um desejo ardente por sangue. Mana havia perdido todas as suas irmãs e vingança era tudo que passava pela a sua cabeça. Quando eu surgi e lhe fiz uma proposta ela aceitou na hora e me usou para destruir seu inimigo, após isso eu tomei seu corpo e comecei minha jornada sangrenta por 1000 anos em Valoran, isso até eu cair aqui sem motivo.
Os cabelos de Janna fizeram um movimento incomum, indo da direita para e esquerda e depois voltando para cima - Então ela morreu? -, Aatrox deu os ombros, seus olhos vermelhos não direcionavam maldade para as Guardiãs. Ele mostrou sua espada, que agora era um chaveiro em seu pulso esquerdo - Eu não sei o que ouve, mas parece que agora sou um híbrido de Darkin e humano. eu preciso reverter isso e voltar para Valoran, tenho assuntos pendentes lá -.
- Eu concordo, mas por hora não temos ideia de como fazer isso... Poppy, prepare o quarto de hospedes, Aa... Ela vai ficar lá -, ela suspirou, não dava para ficar chamando o Darkin pelo nome, incomodava, ela possuía suas experiências com essa especie e não queria recordar.
Jinx bufou assim que se jogou na cama. O quarto pequeno que dividia com Lux, era dividido em duas partes, a esquerda e caótica parte do quarto era seu e a parte "reluzente" da direita de Lux. uma cortina dividia o quarto. A parte da Zaunita possuía uma cama desorganizada com todo tipo de coisa espalhada pelo chão, parede e até teto, desenhos da sua antiga vida feitos com giz de cera, projetos de armas e alguns rabiscos ilegíveis misturado a tranqueiras que só tinham sentido e utilidade para ela.
Lux fez um toc-toc com a boca do seu lado do quarto antes de enfiar a cabeça na cortina - Ei, cê tá legal? - o "cê" que Jinx tanto usava veio de uma convivência intima com Lux, que apesar de ser da realeza, viveu o mais longe que pode da mordomia de Demacia e criou uma personalidade própria quando longe de casa.
- Eu tô, eu só não gostei daquela garota, ela me dá calafrios e cê viu no que ela tava transformada? E aquela espada medonha? -, Jinx continuou tagarelando enquanto Lux, entrava e sentava do seu lado, entrelaçando seus dedos com o dela e a encarando até que o rosto da Ruiva fique tão vermelha quanto os cabelos - Cê fez o que eu te pedi? -, Lux colou a testa na dela, adorava falar assim, Jinx agia de um jeito único, não-lunático que ela amava.
- Fiz sim, Luxanna,e cê*, fez? -, jinx mordeu o lábio inferior e arfou com a mão gelada da Rosa na sua perna. Lux selou seus lábios com a da sua namorada sem esperar qualquer outra reação.
A porta abriu de supetão com força do ar. Lux deu um pulo tão alto que quase acertou o teto e caiu em posição de combate. Janna riu com a postura e a face vermelha da Guardiã rosa.
- Desculpe huhu eu me não percebi que estava tão agitada -, após respirar fundo, Janna entrou no quarto, finalmente cessando completamente seus poderes, tocando os pés no chão e seus cabelos descansaram na altura do seu joelho.
- Perdão, Jinx, eu não medi com toda a cautela a situação, você estava em perigo real, na próxima vez eu vou pessoalmente cuidar de qualquer assunto estranho. -, não era raro ver Janna se desculpar por te errado, como líder essa era a qualidade que todos mais admiravam nela. Janna sempre aprendia com seus erros, não tinha medo de errar e não media esforços para corrigi-los.
- Porém, eu vou pedir, encarecidamente que não faça isso de novo -, Janna deu dois passos largos e envolveu Jinx em seus braços - Vocês são tudo para mim e eu não sei o que faria se qualquer coisa acontecesse a alguma de vocês -, os cabelos de Jinx flutuaram junto com o da Lilas, provavelmente ela teria começado a flutuar se Janna não a soltasse. Jinx apenas afirmou com a cabeça, ela nunca havia se desculpado e não seria agora.
Assim que Janna saiu, as duas respiraram fundo, não tinham ideia do que aconteceria se fossem pegas. Lux enviou um olhar para sua companheira e fez menção de se aproximar, mas a Ruiva negou - Melhor não, acabei de descobrir que podia ter morrido pra novata, melhor eu puxar um ronco -, Lux bufou mais concordou, logo ela se deitou na sua cama, espreguiçou o corpo e começou a relaxar, quando sentiu um peso do seu lado - Cê acreditou mesmo, Luxanna? -, Jinx a beijou e elas dormiram juntas.
Aatrox entrou no quarto, ele era o maior quarto da casa, com paredes brancas e uma mobília simples, devia ser o único local normal da casa. A cama era tão discreta que poderia sumir da vista, era confortável e cheirava a lavanda, logo era o inferno. Aatrox se revirou a noite inteira, mesmo se livrando das roupas (como elas lutavam vestindo aquelas coisas?) ainda estava desconfortável, não havia tirado o pingente, sua espada parecia um brinquedo, não fazia ideia do que iria acontecer dali em diante, mas tinha certeza de que não iria gostar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...