História Magic Love ❤ - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bts, Fanfic, Ódio, Suga, Yoongi
Exibições 10
Palavras 903
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Fantasia, Yaoi, Yuri

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Querido leitor. Não sou nada profissional nisso, me perdoem por qualquer erro, espero que gostem ^^

Capítulo 1 - 1° e Pior Dia de Aula


(S/N) P.O.V.

Acho que pra uma garota de 15 anos, eu não estava tão mal assim. Sem amigos, sem família, nada de mais, não é?

Ah, meu nome é (S/N), me mudei pra Seoul, Coréia do Sul, faz 1 mês, e hoje… é o meu 1° dia de aula.

Como na outra escola, não vou me surpreender nada se continuar sem amigos até a metade do ano que vem, nunca consegui ter mais de dois…

Enfim, já está quase na hora da aula e eu estou, definitivamente, ansiosa.

Comecei, colocando todos os materiais em minha mochila, me certificando de que não faltava nenhum.

– hm… ah, meu estojo.

Peguei meu estojo e fui em direção ao meu guarda roupa.

Eu particularmente me vestia como uma lolita, pois adorava o estilo. Porém, o novo colégio exigia uniforme, então peguei o mesmo, que havia comprado com o dinheiro de meus pais e o coloquei.

Aquele uniforme era diferente dos que tinham no Estados Unidos. Era uma saia azul claro, com meias que vinham até o joelho e uma camiseta branca.

Logo ao terminar de me arrumar, peguei minha mochila e a coloquei nas costas. Desci as escadas rápidamente até a cozinha e vi que já estava atrasada (pelo relógio).

Simplismente saí correndo, sem comer nada a caminho da escola.

Eu não gosto de garotos populares, são nojentos, sem graça, ficam correndo atrás de meninas com roupas curtas.

Abaixei um pouco minha saia.

E eu não duvido nada que tenha muitos desses na nova escola.

Ao chegar na escola, logo fui procurando a sala 13 pelos corredores. Ao ver que não era o andar de baixo, subi as grandes escadas quase que correndo, e ao avistar a minha sala, entrei nela.

No momento em que entrei, minha visão foi diretamente para um menino que estava sentado na última carteira, da última fileira. Seus cabelos pretos como o escuro realçava seu rosto branco como açúcar. Aqueles pequenos olhos e o sorriso doce, o deixava chamativo. Ele estava jogando bolinhas de papel, em alguns alunos que estavam copiando o conteúdo do quadro. Os mesmos nem se incomodavam á reclamar, que estranho.

Acabei ignorando aquilo e bati na porta.

– com licença, professora?

Ela me olhou com um olhar penetrante, assim como todos os outros da sala, menos, o menino que havia ganhado minha atenção por segundos.

Pensei mesmo que ela iria me engolir pelos olhos, pois aquele olhar fez com que meu corpo todo se arrepiasse. Mas por incrível que pareça, ela sorriu gentilmente.

– Entre senhorita (S/N).

Ela me chamou com suas mãos. Logo fui andando até ela, que me virou de frente para a sala. A professora deu uma olhada na sala toda e apontou para uma cadeira á frente daquele menino.

Eu já não havia gostado dele só da primeira olhada na sala, e eu tinha que logo sentar perto dele?!

Como era meu primeiro dia, e nunca fui de reclamar ou até mesmo conversar com professores, simplismente fui em direção do pedido.

Me sentei rapidamente na carteira que se localizava á frente do tal menino, e logo peguei meu caderno de Biologia, o qual parecia ser a matéria, pelo conteúdo do quadro negro.

Eu tinha certeza de que havia sentido algo mexendo em meu cabelo por alguns segundos, mas seria possível?

– Yoon, você poderia vir até aqui? – dalí saiu uma voz esganiçada de fina, que vinha do outro lado da sala.

Nem me preocupei em perder meu tempo olhando o que era, logo comecei a copiar o que a professora havia passado no quadro.

– que é que você quer agora, Jiwoo?

Ao escutar a voz, determinei que fosse do menino atrás de mim. Então, o nome dela era Yoon?

Tentei me segurar, e acabei olhando para a direção da voz esganiçada.

Loira, magra, entupida de maquiagem, como eu esperava. Pelo jeito se chamava Jiwoo.

– ah… só quero um pouco de atenção – ela mordeu o lábio inferior e começou a enrolar o cabelo em seu dedo, enquanto olhava para o menino que senta atrás de mim com uma cara de "quero te dar logo".

– me deixa em paz garota.

– ai seu grosso!

Logo á vi olhando pra mim com uma cara feia que deu até medo. Já sabia que não podia me meter com uma garota dessas, até por que não iria ter um propósito disto.

*

Já estamos na última aula. Aquela garota não parava de chavecar o menino, que não parava de rejeita-la.

– vamos se pegar lá em casa hoje, Jiwoo?

Eu não estava acreditando no que tinha acabado de ouvir, que coisa ridícula. E… não tinha outro lugar pra dizer isso?!

Senti uma onda de ódio tomar conta de meu corpo e de minha cabeça. Logo, sabia que odiava aquele menino.

– claro, gato! – e deu uma risadinha de garota mimada.

Eu estava realmente tentando em concentrar na aula de Matemática, mas… DROGA! Eu não estava me controlando.

Meu olhar se desviou rapidamente para o apagador do professor, que se encontrava flutuando no meio da sala, indo em direção da tal Jiwoo.

Me senti bem e mal ao mesmo tempo. Havia sentido nojo daquela garota, mas, não estava conseguindo me controlar novamente.

O apagador parou acima da cabeça dela, e em um piscar de olhos, caiu com toda a força. Só o que ouvi foi um grito fino que acho que deve ter quade quebrado as janelas de vidro. Jiwoo se encontrava, vermelha de raiva, passando a mão em sua cabeça para limpar o pó de giz, enquanto o resto da sala ria dela.

Garota patética, deve se achar a rainha de tudo, é só o que me falta mesmo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...