História Magictale - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Personagens Originais
Tags Undertale
Exibições 11
Palavras 1.504
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Esporte, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olha ficou meio grande esse cap ok? ok. Boa leitura :3

Capítulo 12 - Enfim nos conhecemos


L/P ~on~

Depois que Frisk acordou, agente ficou conversando sobre algumas coisas aleatórias até que Metatton Alphys e Frisk disse que tem coisas a fazer então eu perguntei para Frisk uma coisinha

L/P: Frisk, aonde todos do periodo da tarde fica nessa hora?

Frisk: alguns saiam pra passear fora da escolas, outros ficam nos quartos, e uns fica perambulando por ai

L/P: atá

L/S: ELA VAI PROCURAR O CRUSH

L/A: CALA A BOCA L/S TO TENTANDO OUVI UM AUDIO!!

L/S: não é cala a boca, é cala a boca porfavor, tem que dize porfavor

L/A: tá então vai se fu*e porfavor

L/S: ain rude ;-;

L/P: tchau gente

L/S: concerteza foi procurar o crush

Eu sai do meu quarto e fiquei me perguntando onde o Papyrus deve tá eu tinha que perguntar para alguem (vai que sabem né?) eu passei na frente do refeitório e vi o professor Sans

L/P: perfeito - já que ele é o irmão do Papyrus, o professor concerteza vai sabe onde ele tá. Fui até ele - licença professor

Sans: hu? heya

L/P: oi, voce por acaso sabe onde o Papyrus tá?

Sans: nope, mais a Undyne deve sabe

L/P: e voce sabe onde ela tá?

Sans: nope

L/P: voce sabe pelomenos onde voce acha que ela deve tá?

Sans: talvez esteja dando aula lá no campo

L/P: ata, valeu professor

Fui até o campo e realmente a Undyne estava dando aula, eu acho que ela é professora de educação física mais do jeito que ela tava dando aula parecia até exercito e ela tava falando tão alto que dava para escutar tudo que ela falava

Undyne: ok suas mariquinhas, isso daqui não é aula de educação física, é aula de sobrevivencia! já é o 2º dia de aula para voces, ontem voces literalmente foram umas maria mole, mais hoje eu quero ver potencial porque eu sei que voces tem muito disso. Ok vamos fazer assim; quem quer jogar broombol fica do lado esquerdo, e que quer jogar burned of broom fica do lado direito cada um fica com metade do campo e eu vou estar de olho em voces mesmo tendo só um. - depois que ela terminou de falar fui até ela -

L/P: licença

Undyne: a oi é voce aquela menina de hoje de tarde

L/P: é, eu queria te pergunta uma coisa

Undyne: hu, que é

L/P: voce sabe onde o Papyrus tá?

Undyne: nossa menina ce ta muito gamada nele né? - ela disse aquilo com um sorriso amigavel no rosto e dando um soquinho em meu braço mais aquele soco doeu, e ela nem parecia mais a monstra autoritária de antes - ok, o Papyrus deve tá no quarto dele fazendo os estudos, eu acho

L/P: atá valeu

Eu entrei na escola de novo e fui pergunta para o professor Sans onde era o quarto dele

L/P: oi professor sou eu.......denovo. Eu to aqui pra faze mais uma perguntinha para o senhor

Sans: e qual é?

L/P: voce sabe onde é......o quarto........do Papyrus? - quando eu falei aquilo ele me olhou com um olhar sério mais de duvida ao mesmo tempo -

Sans: porque voce que sabe onde é o quarto do meu irmão?

L/P: é que eu quero conversa com ele - depois disso ele pegou o celular dele e deu pra ver que ele tava no whatsapp depois ele guardou o celular no bolso

Sans: ele já tá vindo

Papyrus: SANS ME CHAM- - ele parou de falar quando me viu -

L/P: oi P-Papyrus

Papyrus: oi

Sans: bom, to indo para o quarto. Tchau paps, tchau namorada do meu irmão.

Papyrus: SANS!!............BOM HUMANA, QUERIA CONVERSA COMIG- 

Eu não consegui, eu não consegui, eu não consegui, eu não consegui, ficcar na frente dele já me deixa corada e agora que o professor falou que somos namorados P*TA KI P@#IU eu sai correndo, não consegui nem pedi desculpas eu tava muito corada, concerteza não conseguiria nem falar desculpas.

Eu entrei no meu quarto com a cabeça abaixada de tão envergonhada

L/S: L/P voce tá bem?

L/P: to

L/A: voce não parece bem, o que aconteceu? conta agora! - eu levantei a cabeça com um sorriso enorme e disse -

L/P: é que o professor Sans disse que eu sou a namorada do Papyrus

L/P ~off~

L/S ~on~

L/A: voce gosta dele?

L/S: do irmão do professor?

L/A: DE UM ESQUELETO???

L/S: qual o problema de gostar de um esqueleto?

L/A: aé verdade voce tambem gosta de um esqueleto e o pior é que é um professor um dia eu vou contar pra ele

L/S: NÃO VAI NÃO - eu disse aquilo corada e meio manhosa

L/P: não precisa dizer um dia ele vai descobrir

???: CADE AQUELA GAROTA? - do nada agente ouviu uma voz feminina do outro lado da porta, parecia brava -

???: a Alphys disse que o dormitório dela é aqui

???: brigado Sarah

???: é licença tem alguem ai - alguem começou a bater na porta e eu abri -

L/S: oi

???: oi tudo bem? - ela falou com uma voz meio falsa e...........ela se parecia exatamente com a menina que Metatton havia falado -

L/S: sim

???: que ótimo porque pra mim NÃO ESTÁ NADA BEM, voce por acaso é a L/S? - depois eu ouvi um monte d portas se abrirem concerteza eram as pessoas que queria ver o que tava acontecendo -

L/S: sim, porque

???: aaa então é VOCE que fica dando em cima do MEU sansy

L/S: o-oque? mais e voce quem é?

???: - antes dela falar ela olhou para o lado - e voces o que estão fazendo? porque tão olhando em suas curiosas?não tem coisa melhor pra faze não? - depois disso todas as portas se fecharam e ela olhou pra mim - escuta aqui menina meu nome não te interessa, a unica coisa que te interessa agora são minhas palavras

L/A: o garota, quem voce pensa que é pra fala com ela desse jeito?

???: não se intromete na conversa, que ninguem te chamou

L/A: eu me intrometo se eu quise, afinal a unica pessoa que pode falar assim com ela sou eu escutou

???: garota se inxerga

???: Paola já deu

Anna Julia: PAOLA É O KARALHO JÁ FALEI QUE EU NÃO GOSTO DO MEU NOME E QUE É PRA ME CHAMAR DE ANNA JULIA. E TAMBEM NÃO SE INTROMETE FERNANDA

Fernanda: ... :(

L/S: ei não fala com ela desse jeito!!!

Anna Julia: eu falo com ela do jeito que eu quiser

Sarah: é garota, ela que manda aqui na escola

L/P: vai se fuder menina

Anna Julia: licença filha da puta, o papo aqui tá reto ok não intorta

L/S: não fala assim com ela, sua cabelo de menstruação (referencias Cinquenta tons de almas, saudades :'3)

Sarah: olha o sujo falando do bem lavado

Anna Julia: brigadinho, e voce em vagina suja

Alphys: o que está acontecendo aqui?

Anna Julia: tia ela falou que eu sou cabelo de menstruação - ela falou aquilo meio manhosa e começou a chorar? ela atua bem -

L/A: é, mais voce chamou ela de vagina suja

Sarah: cala a boca menina tá falando coisa que não existe. Tia agente chegou aqui pra dar oi e elas começaram a inplicar com agente

Alphys: o estranho é que todo mundo emplica com voces

Anna Julia: é verdade tia, até parece que todo mundo me odeia - ela abrçou a Alphys e lançou um sorriso para mim e um olhar de vitória

L/P: Alphys ela tá mentindo ela que começou a emplicar, voce acredita na gente não é? - aquela menina olhou para a Alphys com um olhar de dó -

Alphys: voces vão ter que resolver isso com a Senhora Dremurr - Alphys saiu do corredor e desceu as escadas

Anna Julia: 1º eu faço aula de teatro e sou uma das melhores de lá 2º como eu ia dizendo o Sansy é meu e se voce encostar nele, conversa com ele, olhar pra ele ou pensar nele eu te mato ouviu bem - depois que ela terminou de falar ela soltou um raio na minha direção mais eu consegui desviar -tchaulzinho vadias

E agora o que eu vou fazer eu realmente estou gostando do Sans e se eu falar com ele olhar pra ele ou encostar nele eu morro (pensar nele tambem não né, isso é impossivel) agente fechou a porta e eu estava assustada, com medo, eu iria morrer?

L/P: não precisa ficar assim L/S agente vai te proteger

L/A: é, e se aquela puta encostar em voce eu mato ela

L/S: mais.........e se ela te matar primeiro......porque.......parece que ela tem mais experiencia em magia do que agente

L/P: não se preocupe, agente vai dar duro para ficar experiente em magia

L/S: obrigado gente

Depois agente se abraçou apagou a luz, nós nos deitamos e ficamos conversando por um tempo, era bem legal quando agente conversava de noite, deitada na cama, no escuro; era legal até que agente dormiu

 


Notas Finais


Gente to sentindo que a fic vai ficar mais emocionante apartir daqui

Bom espero que voces tenham gostado tchau :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...