História Magister - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arctic Monkeys
Exibições 43
Palavras 1.158
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


EU PULEI quando abri isso aqui, muitos comentáriossss <3
Quem não conseguiu escrever pq viajou? Eu mesma, não me matem!!!
Espero que gostem do capítulo

Capítulo 9 - Banheiro


                Se por um lado minha deusa escalava as paredes de meu ventre fazendo uma labareda subir, por outro meu cérebro junto ao meu coração alertavam-me dos perigos que Kylie corria.

                - Se quiser deitar. – Minha voz murchou, claro que eu estava insatisfeita com a situação de dispensar Brandon, eu queria que ele ficasse. – Amanhã você precisa preparar suas aulas, terminar de corrigir as provas.

                - Claro que não, eu vou com você. – Flowers entrelaçou nossas mãos e eu tive a certeza que aquele homem estaria ali comigo.

                A festa já estava mais para lá do que para cá, não se via tantas pessoas assim no campo de futebol estranhei em um primeiro momento até enxergar um clarão vindo da floresta. Eu tinha perdido a fofoca da escola por semanas, uma fogueira estava acesa e os alunos dançavam envolta assemelhava-se a um ritual celta, os que não participavam corriam gritando aos sete ventos como as cores eram vivas ou fugiam assustados.

                - O que você acha que aconteceu? – Flowers olhava envolta perplexo assim como eu.

                - Bebida? – Encarei seus olhos, nós dois sabíamos que tinha ido além. – Talvez drogas. – Meus olhos passeavam a procura de Kylie.

              - Tenho que achar Alex. – Minha mente deu um duplo mortal carpado com direito a palmas. – Meu irmão não tem muito controle. – “Jura? Jura mesmo que o Alex não tem muito controle” minha deusa tirava sarro de Flowers.

                Brandon se afastou para falar ao celular e uma pontada de curiosidade passou pelo meu corpo, de fato Alex não tinha nenhum controle mas até chegar na festa e descobrir, nesse momento tudo vez sentido, até descobrir que tinha drogas Flowers não se preocupou. Será que Alex já foi um viciado ou as drogas só apuram o seu lado peculiar? Espasmos passearam por meus braços e agora eu tremia de preocupação, eu tinha mandado minha amiga para o lobo mau.  

                - Qual é o lance entre as drogas e o Alex. – Mandei na lata, meus olhos que já eram grandes estavam maiores devido a apreensão.

                - Ele não é viciado. – Flowers me assegurou. – Mas eu já vi meu irmão sob efeito e você não iria querer ser seu brinquedinho nesse meio tempo, a gente precisa achar aquela sua amiga.

                Fiquei em silencio refletindo, Kylie já tinha idade o suficiente para aprender a se virar sozinha, eu não tinha o direito de me culpar por qualquer coisa bizarra que o Alex fizesse, meu papel estava feito, quantas vezes eu não avisei dos perigos daquele homem? Perigos que eu queria estar correndo agora. Ri mentalmente e minha deusa aproveitou para tirar uma com a minha cara, será que isso tudo não é só ciúmes? Será que eu não queria estar no lugar da Kylie? Talvez o meu Ruby Woo e a saia de couro foram só um aviso para Alex, um aviso desesperado de uma mulher que quer algo que não pode ter.

                - Alexandra? – A voz de Kylie me tirou do transe. – Achei que você não vinha para a festa.

                - É-r nem eu. – Ri amarelo analisando de longe a pequena discussão entre Alex e Brandon. – O Alex fez alguma coisa com você?

                - Não, pelo contrário ele foi um fofo a noite inteira. – A voz da minha amiga tinha um tom esperançoso. – Posso ficar com o quarto?

                - Pode, eu procuro onde dormir. – Uma facada atingiu o meu peito. – Só toma cuidado, já disse que o Turner não é flor que se cheire.

                - Sim mãe. – Suspirei aliviada, pelo menos nada de ruim havia ocorrido.

                Deixei Kylie sozinha e caminhei em direção a fogueira, minha vontade era de usar qualquer entorpecente dessa festa e pular alegre envolta dessa labareda. Sentei na grama e deixei minha mente vagar, eu não queria ser perturbada por ninguém nesse meio tempo.

                - Madame. – Continuei de olhos fechados eu conhecia aquele par de braços junto com o calor emanado por eles. – Soube que está sem teto. – Afirmei positivamente levantando levemente o queixo. – Finalmente.

                - O que você pretende me dizendo isso Harry?

               - Pretendo te levar para beber depois você pode dormir lá no quarto, parece que faz um ano que não te vejo. – Ele sentou ao meu lado encarei seus olhos e beijei sua bochecha.

              - Preciso resolver alguns problemas. – Permaneci de olhos fechados. – Amanhã a gente fica junto pode ser? – Harry me abraçou mais forte, ele sabia que algo estava errado mas não perguntou.

                - Se precisar a cama de baixo é toda sua. – Senti seu calor ir embora e novamente mergulhei em mim.

                Esperei a rodinha Brandon, Kylie, Alex e agora Caitlin se separar, eu não estava com humor para encarar o casal. Quando finalmente os minutos de tortura acabaram Flowers veio ao meu encontro.

                - Achei que ia ficar lá para sempre. – Mordi meus lábios.

                - Eu tinha planos melhores do ficar conversando. 

                - Quais são seus planos? – Perguntei sacana.

                - Envolvem minha cama, beijos e uma maravilhosa noite de sono.

                - Entendi, não sabia que o nosso relacionamento já tinha chegado nessa fase, jejum de sexo.

                - Assim você me ofende senhorita Park. – Seus lábios encostaram aos meus. – Vamos?

           - Vamos. – Não percebi o quão cansada estava até deitar, em algum momento entre nossos beijos caímos no sono. Fui acordada pela manhã por Flowers.

              - Alex deixou algumas coisas suas aqui. – Apontou para a bolsa na cadeira. – Te vejo na aula, não se atrasa.

             - Sim pai. – Gritei do banheiro, tomei um susto quando suas mãos seguraram minha cintura me virando para um dos melhores beijos da minha vida. Seus lábios caminhavam pelo meu pescoço e eu só conseguia ronronar palavras sem sentido, tirei rapidamente sua blusa precisava de mais contato, Flowers entendeu o recado e me ajudou com as roupas.

                - Quer ir para cama?

           - Não, nunca fiz no chão do banheiro. – Sua risada sexy ecoou e nossos beijos se intensificaram, dessa vez não houve preliminares, estava tão claro a vontade dos dois que minutos depois eu me senti preenchida suas entocadas eram incisivas e cada vez me deixavam mais a beira do nirvana 

                - Fica de quatro. – Seu pedido logo foi acatado, eu sentia cada centímetro dele dentro de mim nenhum homem tinha ido tão fundo quanto ele, uma onda elétrica percorreu o meu corpo e bastou alguns palavrões para eu atingir meu orgasmo. Após algumas investidas Flowers gozou e eu fui me limpar antes de tomar banho, já que a agua não ia ajudar muito.

                 - Vem tomar banho. – Pedi manhosa.

               - Tenho reunião, que tal mais tarde? – Um sorriso de canto foi o suficiente para eu perceber que não era um comentário e sim um convite. Brand saiu e eu terminei meu banho tranquilamente, caminhei até a mochila para pegar minhas coisas. Alex tinha deixado um bilhete no meio das peças, vesti minha roupa intima e li o pequeno papel branco dobrado ao mesmo tempo que penteava meus cabelos.

“A saia de couro e o batom ficam melhores em você.” 


Notas Finais


Eu também acho que a saia de couro e o batom ficam melhores na A <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...