História Magma - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura
Exibições 3
Palavras 875
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Sci-Fi, Survival, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


:)

Capítulo 4 - Investigação


Fanfic / Fanfiction Magma - Capítulo 4 - Investigação


--Pronto, daqui a alguns dias a sua mão vai se recuperar.
--Não pense que você vai se safar da cadeia, você continua sendo um ladrão e quase um assassino, agora me responde, porquê sua mão ficou assim?.
--A minha arma derreteu enquanto eu segurava ela, não me pergunte como isso é possível, eu também não entendi.
--Acha mesmo que eu vou acreditar nisso?
--Cara você acredita no que quiser, depende de você.
Na cabeça de Asano, os pensamentos caiam e passavam rapidamente como uma grande cachoeira. Se o que ele está dizendo é verdade, eu só vejo uma explicação: Algum sobrevivente daquele massacre estava presente, e resolveu dar uma mãozinha, se for isso mesmo, eu preciso encontrar esse alguém imediatamente, espera aí... O ladrão disse que sua arma não estava atirando antes dela derreter, o que quer dizer que....  Provavelmente temos um Hazard, ou um Magma e um Ártico, mas isso é muito improvável, Ok, todas as pistas e indícios estão reunidos, agora eu preciso agir e descobrir o autor disso, mas não posso falar pra ninguém, absolutamente ninguém...
--Obrigado Enfermeira, anda seu ladrão barato, vamos pra viatura.
Já é amanhã...
--Secretária, me de uma lista de todos os presentes no crime de ontem
--É pra já senhor, mas... Porquê você quer isso?
--Nada muito importante.
Um tempo depois...
--Aqui está senhor.
--Obrigado, vou lá no meu escritório, espere um pouco... Ok, agora que estou aqui, ninguém pode me ouvir, vejamos, os mais suspeitos são os alvos do assalto, são dois e aparentemente um casal, isso é muito suspeito pelo fato de serem dois e além disso são namorados, um deles deve ter derretido a arma e o outro inutilizado a pólvora. Mas não vamos tirar conclusões precipitadas, vamos ver o resto, espera um pouco... O Yuri?!, o que ele ta fazendo aqui, bom, a nossa casa é perto de onde aconteceu o crime, ele devia estar passando pelo local, inclusive as pessoas que foram assaltadas são amigos dele, vou perguntar se ele sabe de alguma coisa, e quem é esse? Jean Fhrederícksel, que sobrenome estranho, ele trabalha como mágico, ele é conhecido como..... Mágico polar, ele estava fazendo uma apresentação ali no meio da rua, com um palco aparentemente montado pelo mesmo, esse cara é muito suspeito. Para alguém colocar um nome desses para seu personagem, ele tem que no mínimo congelar algumas coisas durante a apresentação, muito, muito suspeito, mas se ele só pode congelar as coisas, quem derreteu a arma?, será que ele é um Hazard, e nunca mostrou essa sua parte das habilidades para não levantar suspeitas demais?, por enquanto são todas suposições, tenho que investigar isso pessoalmente, para transformar as suposições em realidade...
Enquanto isso...
--Estamos aqui, foi aqui que eles se combinaram de se encontrar daqui a alguns minutos, vamos achar algum lugar pra se esconder e esperar eles chegarem, anda vamos Nagisa.
--Sim, vamos.
--Sabe, vocês não deviam se meter no que não é da conta de vocês.
--AAAAAAAAHH
--AAAAAAAAHH
--Belo grito de surpresa sincronizado, vocês realmente servem um para o outro.
--Por quê você tá aqui?, nem é o horário de vocês se encontrarem ainda.
--Como eu pensei, vocês ouviram a conversa, agora me respondam, vocês a ouviram desde o começo?
--Ouvimos da parte ''Futuro que nos aguarda'' até o fim, e viemos até aqui atrás de respostas.
--Olha só que conveniente, a parte mais importante vocês não ouviram, agora saiam daqui, e não tentem se esconder, porquê eu vou descobrir aonde.
Assim, eles dois se retiraram do lugar, com raiva e tristeza ao mesmo tempo, mas a sede por verdade deles não tinha acabado, pelo contrário, ela estava mais forte do que nunca. Enquanto a conversa acontecia, Yuri chegava no local.
--Jean, antes de começarmos eu quero te perguntar algumas coisas.
--Diga meu jovem.
--Mesmo sabendo dos riscos de expor o seus poderes assim, porquê você continua?, sabe, minha lembrança com mágicos que faziam exatamente o que você faz não é muito feliz.
--Digamos que isso que eu fiz é uma faca de dois gumes, eu precisava de alguém como eu, mas como você falou, eu poderia atrair o governo, mas acabou que achei alguém como eu primeiro, mas eu não esperava uma criança, então a resposta para a sua 2° pergunta que eu sei que você ia fazer, é que eu vou te treinar porquê quando eu decidi virar mágico para atrair pessoas que nem eu, eu não esperava uma criança, deve ter um monte de coisas que você não sabe ou não aprendeu a usar, bom vamos parar de conversar e começar logo com isso, mas não aqui, é muito aberto e facilmente visível, vamos para um lugar que ninguém vai nos achar, e pare de imaginar besteira viu, seu mente suja, por aqui meu jovem.
Os dois seguiram reto pela rua até ela acabar, depois viraram e seguiram cerca de 30 metros até um beco sem saída, nesse beco tinha uma tampa que levava ao esgoto, Jean abriu a tampa e Yuri surpreendeu-se pois aquilo não dava em um esgoto, mas dava em um tubo gigantesco que não parecia nem cheirava á esgoto.
--É aqui que treinaremos nas próximas semanas meu jovem, o futuro vem, e você deve estar preparado para o mesmo
 


Notas Finais


:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...