História Magnetic Love - Imagine Jungkook - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, TWICE
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Sana, Suga, Tzuyu, V
Tags Ação, Amizade, Bangtan Boys, Blackpink, Bts, Colegial, Imagine, Jihope, Jungkook, Mistério, Romance, Violencia
Visualizações 264
Palavras 862
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Fluffy, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Com certeza o clímax da história.

Capítulo 29 - Bad Dream


 

Nas semanas seguintes, Jungkook estava trabalhando em um restaurante e com o dinheiro conseguia manter sua casa e ajudar com a reabilitação de seu amigo, Yoongi. Jimin e Jisoo finalmente contaram ao pai dela que ela estava grávida, mas com Jin e Tae juntos ele não ousou bater nela, então apenas disse que não queria mais vê-la e foi tudo o que Jisoo queria ouvir. Havia feito minhas provas e iniciado o último período do ano. Jungkook dormia direto lá em casa e já estava mais confortável com nossa intimidade, até repetimos a dose. V e Jin estavam tão felizes com a chegada da criança que começaram a comprar brinquedos, cobertores e até uma banheirinha. Hoseok e Jimin se assumiram, mas ninguém ficou surpreso e sim, tudo isso aconteceu em três semanas.

 

Bad Dream

 

 

–Eu nunca vi disso, acampamento dentro de casa! –criticou, Jimin.

–Você prefere ir lá fora pro frio? –respondeu Hoseok.

–A Ji ta grávida, não pode pegar friagem. –Tae defendeu a amiga.

–Acho que seria interessante se vocês calassem a boca quando quiserem reclamar e apenas vão embora se não quiserem ficar!

Após eu dizer isso Jimin ia se levantar, mas Hoseok o segurou.

–Vamos logo começar isso! –disse Jungkook.

Liguei a lareira e coloquei minha playlist pra tocar. Namjoon entregou alguns marshmallows e após cada um colocar o seu em um palitinho nos sentamos em um tapete vermelho e felpudo da sala, todos envoltos por cobertores e almofadas próximos o suficiente do fogo.

–Vocês já decidiram o nome da pobre coitada da criança? –perguntou Jungkook virando seu marshmallow.

–Por que “pobre coitada”? –V perguntou sendo ignorado quando Jisoo respondeu Jungkook.

–Yerin se for menina e Taemin se for menino. –respondeu e começou a comer os marshmallows sem colocá-los no fogo.

–É tão bom ficarmos nós 7 reunidos! –disse Namjoon e todos concordamos.

–Acho que ficaria mais completo com Suga aqui. –disse Jimin.

–E a Misun. –disse.

–E a Sunyang. –Jungkook disse, mas o clima pesou.

Ninguém se olhava, apenas fitavam o chã e comiam seus marshmallows.

Um pouco depois Hoseok quebrou o clima dizendo que venceria no Just Dance, e então ficamos brincando até tarde.

[...]

Depois de daquele fim de semana obviamente voltei a estudar que nem louca, era o último bimestre e as provas finais do ano estavam chegando, juto com meus pais e o inverno.

–Droga! Preciso de fita adesiva. –disse ao fazer um trabalho de artes.

–Onde tem? –Jungkook perguntou.

–Acho que no escritório. Vou pegar. –ele assentiu e fui até o escritório do meu pai.

Será que o espirito ainda está aqui?

Aquela vez quando achei o bilhete dentro do diário da Suny não cheguei a falar pro Kookie, ele provavelmente iria ficar naquele estado esquisito.

Entrei no escritório, mas assim que entrei senti um sono tão forte, mas tão forte, que me deitei no sofá cama e em segundos apaguei.

 

 

Escuro...

...muito escuro...

Porquê?

 

“Regredir”

“Vou recompensá-los!”

“JUNGKOOKIE!!!!!!!”

“S/n!”

“Seja sensível ao que verá, S/n!”

“Eu vou recompensá-los!”

 

Eu estou ouvindo ela?

 

“Por favor, acredite em mim!”

“Acredite no que verá!”

 

O que?

 

“S/N!!”

“S/N!!!”

Onde estou? Por que está escuro? Por que estou escutando a Sunyang?

 

“ACREDITE NO QUE VERÁ, SN!”

 

“S/N!”

 

E então abri meus olhos.

 

Eu estava na festa daquele dia quando Taehyung tentou algo comigo.

Que? Eu voltei no tempo?

Olhei e volta e tudo estava igual, menos...Vi Taehyung e ao seu lado estava ela. Sunyang.

Suas vestes cinzas e gastas, como se ele tivesse andado muito. Ela estava ao lado do Tae que conversava com uma garota, mas...ela estava me olhando e mussitou algo...

“Acredite!”

Então olhou para Taehyung e tocou-lhe.

Taehyung na mesma hora me olhou e foi até mim. Aquela cena horrível se repetiu, Taehyung tentava a todo custo me beijar e me levar para seu quarto, mas eu...não consegui agir diferente do que agi no dia.

Fugi de lá e vi Sunyang novamente, dessa vez, parada na minha frente do meio da rua. Ela estalou os dedos e começou a chover, então ela sumiu.

Continuei correndo e ela apareceu novamente, eu parei, mas ela continuou andando em minha direção.

Por quê? POR QUÊ?

Eu queria gritar, mas não conseguia, minhas ações eram as mesmas daquele dia, era como se eu apenas observasse.

Até que...ela me tocou.

E eu...me perdi.

As ruas que até então eu sabia exatamente como eram, pareceram estranhas na minha cabeça e me encontrei em um labirinto...fui parar da rua de Jungkook. Amaldiçoava o dia gritando “droga” pelas ruas, não conseguia evitar.

Vi Jungkook no mesmo lugar de quando o vi pela primeira vez, minha reação foi a mesma, mas...ela também estava ao lado dele.   

E ela o tocou.

O escuro dos olhos dela se tornou tão próximo que tomou minha visão.

Escuro novamente.

“S/N!”

“Me desculpe!”

“Eu os recompensei!”

Suny? –gritei tentando me comunicar com ela.

“Obrigada!”

De repente a voz de Jungkook soou na minha mente também!

“S/N!” –ele me chamava.

Jungkook! –o respondi.

“Agora posso ir embora!”

“Sejam felizes”

Suny! –eu e Jungkook gritamos ao mesmo tempo.

De alguma forma, eu conseguia ouvir Jungkook, talvez ele também estivesse vendo isso.

“Amo vocês!’’

“Adeus!”

 

E de novo...abri meu olhos. 


Notas Finais


Scr, estão vivos?
Obrigada por ler e não esquece de comentar, xuxu <3

Confira a fanfic do Yoongi:
https://spiritfanfics.com/historia/the-love-contract--imagine-yoongi-8900462

Vkook:
https://spiritfanfics.com/historia/em-quadra-9937915

Pedido de capa:
https://goo.gl/forms/PMKkOsn7ePMMqzNH2


Até o próximo e beijos da tia Po satanubbie^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...