História Magos - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~olethros

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel, Wendy Marvell
Tags Fairy Tail, Fantasia, Gale, Gruvia, Jerza, Nalu
Exibições 49
Palavras 2.252
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pessoal obrigado a todos que deram favorito e comentaram até agora, nos agradecemos de coração
espero que gostem do cap novo

Capítulo 3 - Primeiro dia na faculdade-Gajeel


Fanfic / Fanfiction Magos - Capítulo 3 - Primeiro dia na faculdade-Gajeel

 

Cap.2-  primeiro dia da faculdade part.2

 

Gajeel (on)

 

  Fui acordado pelo som do despertador do celular, mas que droga já são quase 7h da manhã!! Vou acabar me atrasando! Estava indo no banheiro quando acabei tropeçando numa camisa suja jogada no chão, mas que merda será possível que tudo conspira pra dar errado quando estou atrasado! Faço minha higiene matinal as presas, visto uma camisa preta do Slayer e uma calça jeans escura calço meus coturnos pretos, pego uma fatia de pizza de ontem na geladeira, dou uma polida no retrato do meu avô

-Adeus vovô a noite estou de volta

 Saio apressado do prédio e por sorte consegui pegar o ônibus sem esperar muito tempo na parada, o transito está tranquilo então minha viagem não demora, chego na faculdade faltando apenas sete minutos pro começo da primeira aula, sai em disparada pelo campus, provavelmente eu acabei atropelando uns dois caras mas não tenho tempo pra me preocupar, peguei o papel das aulas, mas que maravilha logo minha primeira aula e geometria analítica 1, tenho apenas quatro minutos pra chegar no terceiro andar e a porra do elevador está quebrado, vou ter que subir de escada pelo visto, cheguei na sala faltando apenas um minuto e pouco pra primeira aula, me sentei na última cadeira da terceira fileira pra poder me encostar na parede, durante a manhã fui bombardeado de aulas complicadas, até mesmo vou ter que pagar química esse período que inferno, como eu odeio química essa porra não faz sentido, por ser o único de exatas do meu grupo de amigos acabo ficando sem ninguém pra conversar durante os pequenos intervalos de troca de professores, eu curso engenharia mecânica por conta do meu amor por carros e motos, queria que meu avô ainda estivesse vivo pra me ver na faculdade, sempre fui um moleque que não dava a mínima pros estudos, único vez que me esforcei mesmo foi pra passar na faculdade, a maioria dos meus colegas de classe são uns nerds  a maioria deles está incrédulo com minha presença na sala, provavelmente por conta da minha aparência, depois de uma aula longa e entediante de cálculo 1 eu finalmente fui liberado pro intervalo do almoço, peguei meu celular coloquei a senha que no caso e o aniversário do meu avô, tinha uma mensagem do Natsu falando pra eu encontrar ele e Gray no refeitório, eu fiz um prato simples de espaguete com alguns hambúrgueres, encontrei os dois retardados já discutindo sobre alguma besteira qualquer, o prato do Natsu era realmente assustador devia ter 1kg de comida facilmente, eu conheço o Natsu e a anos me pergunto pra onde vai toda essa comida,

-Yoo, Gajeel como está indo suas Aulas até agora?- disse ele bastante entusiasmado.

-A maior parte e entediante, mas pra minha total desgraça já estou pagando química no primeiro período- eu falei com meu tom sério de costume.

-Você e muito mórbido Gajeel, devia se animar um pouco mais, assim você vai acabar ficando igual o Jellal,um antissocial bizarro!- Natsu falou ainda com entusiasmo em seu tom de voz
-A Lucy me contou agora pouco pelo celular que as meninas tão pensando em organizar uma festa pra comemorar nossa entrada na faculdade!!

Eu e Gray lançamos olhares maliciosos pro Natsu.

-Então você está bem próximo da loirinha ein- disse Gray encarando o rosado

Ele devolveu nossos olhares maliciosos com uma dedada, não consegui segurar e acabei rindo da cara dele, Gray me acompanhou na risada.

-Quem vai pra essa festa- eu perguntei sem demonstrar o mínimo interesse.

-Bem até agora Lucy me falou que Levy, Erza, Cana, Lisana, Ever e uma amiga de infância da Lucy também vai, talvez elas chamem alguns colegas da classe.

Hm então a baixinha vai interessante.

-É talvez eu acabe aparecendo depois combinamos melhor isso-falei dando nos ombros .

Gray e Natsu assentiram com a cabeça, durante o almoço discutimos algumas besteiras e lembramos algumas histórias do colégio, faltando dez minutos para as aulas recomeçarem decidi já ir voltando pra sala eu queria tirar um cochilo rápido antes da aula, no meio do caminho acabei esbarrando em algo olhei pra baixo e vi a nanica caída de bunda no chão.

-Toma cuidado nanica!

- Seu maldito trator você não devia sair por aí atropelando as pessoas- ela disse num tom irritado.

-Baixinha eu me impressionei de verdade quando você entrou na faculdade, eu não esperava que pessoas com menos de 1,50 de altura pudessem entrar na faculdade HEHEHE- eu disse em tom de deboche.

-Vai à merda seu maldito armário de quinta categoria você sabe que eu não sou tão baixa assim!!

-Então o casalzinho mais desproporcional de magnólia já começou sua troca de farpas desde cedo- disse Lucy rindo de nos.

Eu e Levy lançamos a ela um olhar assassino exalando uma aura negra que faria até mesmo Erza ficar com medo, Lucy saiu de perto de nós rapidamente, a baixinha foi em direção do banheiro e eu da minha sala, voltei pra sala e consegui tirar um cochilo rápido de sete minutos, fui acordado pelo professor de mecânica clássica que abriu a porta ruidosamente, esse professor e meio bizarro, é alto e de cabelos alaranjados com um físico forte e corpulento, ele e realmente estranho dando aula mas de certa forma foi a melhor aula do dia disparada, depois de ter apenas duas aulas de tarde eu fui liberado, estava pensando em passar no prédio de humanas pra irritar certa baixinha mas desisti da ideia por conta do meu trampo, não quero chegar atrasado o relógio do meu celular já ia dar três da tarde, peguei o ônibus até o shopping, eu trabalho como atendente numa loja de informática, eu tinha acabado de atender uma senhorinha quando alguém que eu nunca esperava entrou na loja.

-Eu gostaria de comprar um mouse sem fio para notebook, por favor- disse Jellal com um tom seco.

-Temos alguns modelos novos no estoque gostaria de velos, e Jellal o que aconteceu com seu mouse antigo- perguntei com o máximo de simpatia que consegui.

- Eu quero ver sim os que têm no estoque, e até onde eu saiba o papel do funcionário e apenas mostrar os produtos da loja e não ficar fazendo perguntas pessoais aos clientes- ele disse num tom ainda mais seco.

Eu juro que se eu não precisasse desse emprego para me sustentar eu socaria a cara dele, tentei manter o semblante simpático e o mostrei três novo modelos de mouse sem fio, ele levou algum tempo e por fim escolheu um de tamanho mediano em tom cinza escuro com preto nas laterais, ele pegou o pacote e foi pagar no caixa, Jellal estava usando uma camisa verde clara provavelmente de um anime que eu não conheço e uma bermuda verde simples, ele pagou e saiu da loja sem pressa, trabalhei até as oito da noite e por fim  fui liberado, passei numa loja de conveniências no meio do caminho e comprei dois pacotes de macarrão instantâneo e alguns pacotes de salgadinho, cheguei no meu apartamento.

-Boa noite vovô o dia na faculdade foi cansativo, mas foi ótimo- eu disse num tom alegre.

Troquei a agua e a ração do meu gato Lilly, preparei uma porção de macarrão instantâneo e comi enquanto tomava uma cerveja e assistia TV, acabei indo dormir quase meia noite, já prevejo o sacrifício que vai ser acordar amanha de manhã.

 

 Dia seguinte –

 

Essa manha acabei sendo acordado muito mais cedo, meu gato Lilly fincou suas unhas no meu rosto, esse gato traiçoeiro, provavelmente devo ter colocado pouca ração e ele está com fome, checo no despertador ainda são seis e dois da manhã, coloco a ração de Lilly e vou pro banheiro fazer minha higiene matinal, visto uma camisa cinza do Metallica e uma jeans escura, noto que no chão do meu quarto a uma pilha enorme de roupa suja, talvez seja melhor lava-las ou ficarei sem nenhuma roupa pra ir na festa falando nisso checo no meu celular pra conferir se não tem mais nenhuma mensagem do grupo depois de checar as mensagens bestas deles vou pra cozinha, pro café asso uma banda de pão e como com um copo de suco de laranja, calço meus coturnos me despido de Lilly e de vovô e saio do apartamento, dessa vez tenho tempo de sobra então nem vou precisar me apressar, cheguei na parada que por conta de estar muito cedo estava vazia, alguns minutos depois um homem usando um terno branco com um gravata azul chegou, ele tinha estatura mediana era magro e com um semblante simpático, seus cabelos e olhos eram negros

-Que horas são por favor- perguntou o rapaz timidamente

-São seis e vinte- respondi no tom mais simpático que consegui

-Muito obrigado- disse ele abrindo um sorriso sincero

Uns dez minutos se passaram quando uma garota montada numa moto parou, ela tinha um belo corpo, usava uma roupa de motoqueira completamente preta e o capacete amarelo com bordas azuis escondia seu rosto, o capacete também tem orelhas de gato, mas que coisa estranha, o rapaz se levantou e deu um selinho na moça que ainda estava de capacete, que casal estranho, eles saíram na moto numa velocidade que faria Erza parecer uma velha dirigindo, meu ônibus passou pouco tempo depois daquele casal, minha viagem não dura muito o transito está bem tranquilo essa hora, acho que vou comprar uma bicicleta quando receber meu decimo terceiro salário no fim do ano, chego no campus não encontro nenhum dos meus amigos, checo as horas no celular ainda são seis e quarenta da manhã, bem e melhor indo logo pra minha sala, no caminho acabado esbarrando com o idiota arrogante do Jellal, ele estava usando uma camisa preta como sempre de algum anime, nos nós xingamos e fomos cada um pro seu lado, eu juro que algum dia ainda vou socar a cara desse merda, eu cheguei na sala e me sentei no mesmo lugar de ontem, apenas tinham chegado três caras na sala antes de min, eles estavam jogando algum tipo de jogo de cartas pelo celular, coloquei meus fones de ouvido e me deitei na banca as aulas apenas vão começar as sete e meia da manhã, fui acordado pelos gritos do professor de química que ficou muito irritado ao perceber que eu estava dormindo na aula dele

-Seu preguiçoso acorde agora ou se retire da minha aula- disse ele num tom bastante irritado

-Desculpe professor prometo que não vai ocorrer novamente-  eu disse num tom respeitoso e serio

-Onde já se viu um aluno logo no segundo dia de aula dormir metade da aula do segundo horário- o tom do professor estava bem mais calmo

O meu professor de química e um homem bastante gordo e barbado, quando ele fica irritado pelo visto sua cor passa de alva a purpura em questão de segundos, pera ele falou metade do segundo horário, ele deve tá brincando, olho meu celular e já são quase nove horas da manhã, pelo visto eu dormi a primeira aula inteira e a segunda já está no final, mas que merda, a aula acabou rápido e logo o professor de eletrônica entrou na sala pra ensinar durante o terceiro horário, o professor de eletrônica e um homem de estatura baixa de cabelos pretos e olhos castanhos, ele era bem mais simpático do que o gordo de química, ele até conseguiu fazer eu criar um pouco de interesse pela matéria, a terceira aula passou rápido, o quarto horário será mecânica clássica com o Gildarts, depois de quase dez minutos um homem alto com um físico forte entrou na sala, ele possuía cabelos azuis escuros e o bigode mais tosco que já vi em minha vida, ele acha que está nos anos cinquenta ou oque

-Bom dia classe, eu sou o monitor de física Macao conbolt, o professor Gildarts teve um compromisso repentino e precisou faltar hoje, por isso darei a aula em seu lugar- seu tom era sereno

Depois da aula do monitor tivemos mais uma aula antes do intervalo de almoço, a ultima aula da manhã foi cálculo 2, a aula foi extremamente chata e pareceu durar uma maldita eternidade pra acabar, não sei o que e pior se e o conteúdo ou professor, pro fim minha tortura acabou e pude sair da sala pro intervalo, peguei o celular fui dar uma conferida no grupo, tá a maior loucura nesse grupo dou uma lida em algumas mensagens e vou ao refeitório me encontrar com o rosinha e o striper, depois de fazer meu prato me sento na mesa deles.

-E ai Gajeel tem alguma gata na sua sala- perguntou Natsu entusiasmado

-A coisa que mais chega perto de uma mulher na minha sala e um gordo que senta na segunda fileira- eu disse num tom fúnebre

-A nossa sala está repleta de garotas lindas, fazer direto tem lá suas vantagens- disse Gray animado

-De que adianta estar num rodizio de carne se você e vegetariano Gray- eu falei num tom de deboche

Ele entendeu minha piada e ficou irritado, Natsu me acompanhou na gargalhada

-Vão a merda seus viados- ele falou irritado e saio da mesa pois já tinha acabado de almoçar

-Gajeel amanhã vamos eu você e Gray pra um bar próximo do shopping, nos encontramos quando você largar do trampo o que acha- ele me perguntou animado

Eu assenti com a cabeça e sai da mesa pois precisava voltar pra minha sala a aula logo iria começar.

 

 

 


Notas Finais


E ai o que acharam do cap novo
se gostaram comentem
proximo cap sai sexta feira
abraços e até o proximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...