História Mais forte do que o desejo! - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Bra, Bulma, Gohan, Goku, Marron, Pan, Trunks, Vegeta
Tags Amor, Briga, Drama, Escolha, Luta, Paixão
Visualizações 125
Palavras 1.397
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tenha uma boa leitura!

Capítulo 13 - O torneio!


-

As lutas entre os trios estavam seguindo o cronograma esperado pelo anjo do sétimo universo, Goku, Goten e 17 eram realmente muito fortes juntos, apesar de Gohan, Picolo e 18 agüentarem o tranco juntos. Goku enfrentou Gohan, Picolo duelou contra Goten, enquanto 17 lutou de igual pra igual com sua irmã. Como as coisas estavam equilibradas ao extremo, os oponentes começaram a se revezar, Gohan que até então enfrentava seu pai atacou seu irmão mais novo, que sentiu de imediato seu poder e levou uns chutes, por estar com a guarda baixa, enquanto 18 atacou Goku enfurecida, o fazendo mudar sua tática de ataque. 17 impetuoso analisou Picolo e após muito esforço conseguiu o mandar para fora da arena, assim como Gohan fez com o irmão, o combate quase terminou empatado, se não fosse as artimanhas de Goku que num golpe bem dado arremessou a loira pra fora.

- Muito bem! Perfeito! – Declarou o sacerdote satisfeito.

- Gohan, seu time está bom, só precisa um pouco de cuidado nas brechas que dão, no mais está bom! – Falou Goku sorridente.

- Obrigado pai! Nós iremos fazer isso sim, depois voltaremos a treinar.

- Agora o próximo time a lutar é de Vegeta – Anunciou o anjo, em expectativa de ver a luta de Bra contra o namorado.

- Nós vamos vencer o time do Kakaroto! – Declarou confiante o príncipe dos sayajins.

- Assim, eu espero papai! Eles são fortes – Comentou a azulada.

- Não interessa, mantenha o foco, que conseguiremos – Retrucou o moreno, antes de seguir até a arena, sendo seguidos pelos filhos.

- Boa sorte Bra! – Desejou Goku sorridente.

- Obrigada! Para você também! – Replicou a meio sayajin feliz.

- Vejo que todos já estão na arena. Então podem começar a lutar! – Ordenou Whis autoritário.

Sem hesitar, Vegeta começou a lutar contra Goku de forma rápida e exigente, desferindo vários socos e chutes nele, que teve que bloquear. Enquanto isso Bra duelava com 17, que se mostrou um oponente inteligente e astuto, que conseguiu por duas vezes lhe atingir, porém a azulada guardava uma surpresa para seu oponente. Quando 17 lhe acertou de novo, Bra o agarrou pela cintura e girou rapidamente, criando um tornado de energia e fazendo com que seu adversário quase caísse da arena, no entanto a meio sayajin foi puxada pelo pé por ele e caiu para frente, mas ligeiramente se levantou e ficou em posição de defesa. Trunks estava lutando contra Goten, os dois mostravam o mesmo nível de poder e luta, porém o empresário pensava mais de forma estratégica e conseguiu jogar seu amigo de infância para fora do ringue, fazendo Goku se alarmar com aquilo e Vegeta sorrir de canto.

- Trunks vai ajudar sua irmã, do Kakaroto cuido sozinho! – Ordenou o príncipe dos sayajins.

Bra não recusou a ajuda de seu irmão, apenas gesticulou para ele ficar ao seu lado. 17 já vinha analisando o poder e técnica de luta dos dois irmãos e decidiu atacar Trunks, pois o considerava mais fraco. O empresário bloqueou bem a seqüência de socos e chutes desferidos pelo moreno e de forma eficaz o atacou de volta, conseguindo o derrubar no chão. Surpreendido, 17 levantou-se e pulou com tudo no homem de madeixas roxas, enquanto empurrava Bra para um canto. A jovem bufou irritada e então preparou-se para lançar nele um final flash, que pegou bem em cheio, o fazendo ficar mais irado ainda, pois uma boa parte de sua roupa ficou só trapo.

Cansado de ficar perdendo tempo, 17 usou sua técnica de bola de força, que imobilizava sua presa, e jogou Trunks para fora da arena, fazendo com que Bra aproveitasse sua pequena distração e o jogasse junto com seu irmão para fora da pequena arena. Naquele momento Goku observou que Bra e Vegeta ainda permaneciam na luta, então resolveu testar a paciência de seu adversário, que não era fácil, por um deslize o príncipe dos sayajins caiu para fora do lugar marcado e foi eliminado, restando na arena apenas Goku e Bra dos times que lutaram. No final Whis declarou empate entre os dois times, deixando a azulada feliz com o resultado e seu pai enraivado.

- Bem, agora já deu para ver os pontos fortes e fracos dos times, vou dar esse tempo que falta para o torneio para vocês treinarem – Declarou o sumo sacerdote.

Nesse mesmo instante dentro da sala do tempo, Kuririn e Tenshinhan treinavam arduamente sobre a supervisão de Bills, que era um carrasco, exigindo demais de dois meros humanos, que já tinham chegado ao seu limite e beiravam a exaustão. O deus da destruição analisou os dois homens a sua frente e notou que eles já estavam bem mais fortes e que a técnica deles evoluiu, assim como a percepção. Bills rapidamente deduziu que não tinha o que mais exigir deles, então resolveu sair da sala do tempo mais cedo do que tinha imaginado.

- Ei! Já deu! Vamos sair daqui! – Avisou o felino, fazendo Kuririn e Tenshinhan suspirarem aliviados com a notícia, pois já não estavam mais agüentando ficar lá dentro, era tudo muito tedioso.

Após o treinamento pesado, os dois homens calvos seguiram o deus da destruição e saíram da sala do tempo, se despediram de Dende e voltaram para onde todos estavam treinando.

Poucos dias se passaram e finalmente o dia do torneio tinha chegado, todos se reuniram confiantes, pois sabiam que tinham uma boa chance de levar um dos prêmios oferecidos. Enquanto Goku estava empolgado porque iria rever antigos rivais e conhecer novos oponentes. Whis estava mais calado do que o normal, muito sério e meditativo, esperando que tudo desse certo, o que o deixava triste era que ainda nutria algo por Bra e não sabia se teria outra oportunidade com ela, pois a garota pareceu muito ligada a Goku.

- Preparem-se! Se dêem as mãos e segurem em mim, que vamos ser teletransportados para o local do torneio – Anunciou o anjo, sendo atendido de imediato pelos participantes.

Logo todos foram deslocados para arena feita pelo sumo sacerdote, que estava os esperando com certa ansiedade, fazia tempo que não os via.

- Nossa! O local parece o mesmo, só que está novinho em folha – Falou o pai de Gohan analisando a arena.

- A única diferença é que agora a luta será em trios, onde equipes de universos diferentes se enfrentam. Será feito um sorteio logo, logo definindo que universos iram se enfrentar e daí depois os trios se enfrentam, e os que vencerem passam para as oitavas de final, contra times de outro universo e vai indo – Explicou o sumo sacerdote de forma serena.

Enquanto os demais conversavam a respeito das regras e como seria a disputa, Goku saiu de lá e foi procurar seus conhecidos, para conversar com eles antes de começar o torneio. Um pouco distraído o moreno esbarrou em Kyabe, que esboçou um sorriso ao reconhecer o outro sayajin.

- Oh Goku! Quanto tempo? – Pediu o sayajin faceiro.

- Estou bem! E você?

- Bem, muita coisa mudou desde a última vez que nos vimos, me casei com a Kale, temos um filho – Contou Kayabe.

- E Caulifla?

- Eu estou bem Goku! – Respondeu a morena antes de abraçar ligeiramente o pai de Gohan.

- Que bom! E aí casou? – Inquiriu Goku.

- Não, eu prefiro ficar solteira. Soube que você ficou viúvo, a Vados nos contou que sua esposa faleceu – Replicou a irmã de Kale.

- Infelizmente sim, foi uma perda terrível para mim – Confessou um pouco triste.

- Um sayajin lindo como você logo arruma outra mulher. Se você quiser estou disponível – Sorriu Caulifla antes acariciar o membro do sayajin por cima da roupa e mordiscar sua orelha, pegando o moreno de surpresa, que a afastou receoso.

Bra percebeu quando seu namorado saiu de perto dela, e o seguiu cuidadosamente, de uma boa distância para ver o que ele iria fazer, viu quando ele esbarrou em Kyabe e depois a chegada de uma mulher morena, que pareceu uma sayajin. Infelizmente, a azulada testemunhou quando Caulifla massageou a parte intima de Goku e mordiscou sua orelha, ao presenciar isso, Bra ficou morta de raiva e seu ki elevou-se muito rápido. Decidida a não deixar as coisas daquela maneira, a garota de madeixas azuis caminhou em passos firmes até o casal, pois queria mostrar para sua rival em potencial de quem era aquele homem.

-

Continua

-


Notas Finais


Bem, esse Goku só se mete em confusão...

O próximo capítulo, promete muita confusão e lutas entre os universos.

Obrigado por ler mais esse capítulo!

Bjs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...