História Mais Que Apenas Amizade (Camren) - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Austin Mahone, Fifth Harmony, Justin Bieber, Shawn Mendes
Visualizações 184
Palavras 2.202
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 20 - Clube das Sapatas


Fanfic / Fanfiction Mais Que Apenas Amizade (Camren) - Capítulo 20 - Clube das Sapatas

Dinah nunca pensou que passar à tarde com Camila e Lauren seria tão divertido.

As três faziam piadas e riam de tudo e o que era para ser uma tarde chata de estudos se tornou algo legal e animado.

Quando Normani e Ally chegaram, a diversão ficou completa.

As cinco cantaram, dançaram, comeram, aprontaram umas com as outras e quando estava anoitecendo Camila e Lauren decidiram que estava na hora de ir embora. Ally as acompanhou, deixando assim Dinah e Normani a sós. A primeira estava na cozinha lavando alguns pratos, quando a morena chegou e abraçou por trás.

- Por que não deixa isso e sobe comigo, hum? – Sugeriu mordendo o nódulo da orelha da outra.

- Não. – Dinah riu. – Se meus pais chegarem e verem a zona que está nesta casa vão me matar. Se eu morrer quem vai ajudar eles a cuidar de meus irmãos?

Normani riu e se afastou. Sentou-se na bancada e ficou observando-a.

Dinah lavava os pratos, perdida em seus pensamentos. Ela não sabia quando o rolo entre ela e Mani havia começado, só sabia que havia.

Isso a chateava. O fato de ser apenas um rolo. Dinah queria mesmo era um relacionamento sério, onde as duas pudessem andar de mãos dadas por aí e trocarem carinhos, não que elas não fizessem isso, elas faziam, mas apenas como amigas. Se fosse por ela o relacionamento das duas seria oficializado e todos saberiam, mas Mani tinha medo e ela não sabia exatamente do quê. Havia apenas dito que não queria isso, não agora, então o que estava acontecendo com as duas seria apenas um rolo, até que a morena tomasse uma decisão e dissesse o contrário.

- Posso saber o quê a senhorita está pensando? – Normani perguntou, tirando-a de seus devaneios.

Dinah sorriu.

- Em nada, Mani. – Virou-se, se aproximou dela e a beijou.

 

 

- E aí? Gostou? – Justin perguntou assim que Ari desceu de sua moto.

- Sim. – Ela assentiu, entregando o capacete a ele. – Agora eu preciso ir. Austin deve estar ficando louco porque não atendi nenhuma de suas ligações.

Justin se segurou para não revirar os olhos.

- Tá bom, então. – Disse se aproximando dela e lhe dando um beijo na bochecha. – Até mais.

- Até. – Sorrindo, ela se virou e saiu.

Ele deu partida em sua moto saindo dali logo em seguida.

Assim que Ari entrou em casa viu Frankie deitado no sofá.

- E aí, maninha? – Ele a saudou.

- Olá, Frankie. – Ela respondeu caminhando em direção as escadas.

Assim que chegou em seu quarto e tirou as sandálias, se jogou na cama e pegou seu celular, ligando em seguida para Austin.

~Ligação On~

- Pensei que tinha morrido. – Ele falou assim que atendeu.

- Bom, não morri. – Ela sorriu do tom irritado dele.

- Onde estava? Te liguei o dia todo.

- Estava com Justin. – Ela explicou. – Desculpa não ter atendido.

Durante alguns breves segundos ele ficou calado.

- Onde vocês estavam? – Perguntou em um tom frio.

- Primeiro ele me levou em uma lanchonete, depois fomos dar uma volta no shopping.

- Shopping?

- Sim, inclusive eu até conheci a namorada dele.

- No shopping? – O tom dele ainda era frio.

- Não. Na lanchonete. – Não era bem verdade, mas também não era bem mentira. Carolin era namorada de Justin, mas ele não tinha lhe apresentado como tal, apenas como uma amiga, mas é claro que Ari era esperta e sacou na hora o que se passava entre eles.

-Hum... Legal.

- E você? – Ela quis mudar de assunto. – Como foi sua tarde?

Ele começou a falar sem muita vontade, mas em seguida, se empolgou e os dois se envolveram em outro assunto, esquecendo-se totalmente de Justin.

 

 

- Eu amo o pôr do sol. – Camila comentou enquanto andava de mãos dadas com Lauren para sua casa.

- Eu amo o sol. – Lauren comentou sorrindo como que de uma piada interna.

Camila sorriu também ao ver o sorriso da outra.

- Seu sorriso é lindo. – Comentou, fazendo a outra corar.

- Obrigada, Camz. – Lauren abaixou a cabeça, tímida.

Achando aquilo engraçado Mila afagou a mão dela e o carinho foi retribuído.

 

 

~Outro dia de manhã~

- Er... Ayumi, não pira, mas a Lauren e a tal de Camila estão entrando abraçadas. – Hadassa disse de maneira hesitante para a loira que mexia em seu celular, distraidamente.

Foi questão de segundos para Ayumi deixar o celular de lado e olhar em direção ao ínicio do corredor.

- Mas que merda é essa?! – Perguntou baixinho.

- Não faça nada. – Hadassa tocou no braço da amiga a fim de detê-la se ela quisesse fazer alguma coisa. – Haja naturalmente. Você ainda não sabe que Camila sabe sobre Lauren e você, lembra?

Ayumi suspirou.

- Sim, lembro. – Abaixou a cabeça. – Eu só queria que essa latina maldita ficasse longe do que é meu.

- Eu te entendo. – A outra disse para tentar reconforta-la.  – Mas eu sinceramente não acredito que ela queira Lauren, até porque até onde você me contou ela é hétero e tem até namorado.

- Sim, é verdade. – Ayumi assentiu uma vez. – Mas é que elas estão tão próximas e isso está me assustando.

Isso fez Hadassa rir.

- Yumi! – Disse em um tom de repreensão. – Eu e você também somos próximas, mas isso não significa que namoramos, nem nada disso. Significa que somos amigas, e Lauren respeita isso desde o primeiro momento.  Você também deve respeitar a delas, porque a amizade de Camila e Lauren não está muito longe da nossa.

Ayumi levantou o olhar no momento em que as duas se aproximaram.

- Hey, Yumi? – Lauren disse de forma doce, tirando o braço dos ombros de Camila e indo até ela para abraça-la.

Quando os braços da outra a envolveram, ela sentiu o coração se apertar. A abraçou de volta e sussurrou em seu ouvido com medo e desespero evidentes na voz:

- Não me deixe, por favor?! Eu preciso de você!

Lauren a soltou com a expressão carregada de preocupação.

- Aconteceu alguma coisa? – Perguntou, em um tom ainda mais preocupado.

- Não. – Ayumi balançou a cabeça, os olhos ficando marejados. – Eu estou bem.

Lauren suspirou e a loira soube exatamente o que o olhar dela queria dizer:

Porque não quer me contar?!

- Eu estou bem. – Ayumi assentiu, em seguida teve uma ideia. Pegou seu celular e digitou uma mensagem rápida para Lauren, que ao sentir o celular vibrar o pegou rapidamente.

Só estou com medo.

- De quê? – Perguntou em voz alta.

Ayumi digitou outra mensagem, rapidamente:

De perder você.

 

 

 

Ayumi está estranha. Lauren mandou em um grupo do WhatsApp que estava Ally, Dinah, Normani e ela.

O grupo se chamava Clube das Sapatas e Dinah havia o criado para as mesmas conversarem entre si quando alguma aula estivesse sendo chata, como aquela. Era de Geografia e como a única coisa que o professor sabia fazer era sentar-se em sua mesa e ler o livro mais para si que para classe, ele não notava os celulares escondidos atrás dos livros dos alunos que fingiam ler, como Lauren e Normani, que estavam na mesma sala.

Estranha como? Normani digitou rapidamente.

Sei lá. Era verdade, Lauren não sabia. Estranha.

Deve ser TPM. Dinah, que também deveria estar em uma aula chata, juntamente com Ally, sugeriu. Depois passa.

Não é isso, DJ. É outra coisa.

O que aconteceu? Ally logo entrou na conversa. Vocês brigaram?

L: Não. Mas ela está estranha. Eu não sei explicar, mas sinto isso.

DJ: Você já falou sobre isso com Camila?

L: Por que eu falaria sobre meus dramas de relacionamento com Camz, Dinah?

DJ: Ah, sei lá! É só que vocês estão tão próximas que achei que já trocassem confidencias, tipo, nós.

A: Também achei.

N: Eu também.

L: Bom, pensaram errado. Eu não falei.

DJ: Mas deveria.

L: Por quê?

DJ: Porque eu acho que ela tem alguma coisa a ver com o fato de sua namorada estar estranha.

A: Como assim, DJ?

DJ: Ah, sei lá. Talvez ela esteja com ciúmes.

A: Será?!

N: Será?!

L: Hahahaha, claro que não. Camila é só uma amiga.

DJ: Explica isso para sua namorada.

A: Não seja boba, Dinah! Camila e Lauren são apenas amigas, assim como nós quatro. Não tem o porquê de Ayumi sentir ciúmes.

DJ: Sim, Camila e Lern são amigas, mas quando Yumi conheceu Lauren nós já éramos amigas dela, então apenas fumos incluídas no pacote. Camila não. Ela veio depois.

N: E?

DJ: E que o groso que Lauren tem com Camila ela não tem com nenhuma de nós a quem ela conhece há anos. Ayumi sente ciúmes por isso, por ela viver junto com a latina gostosa. Ela tem medo de que algum dia nasça uma atração por parte das duas, juntamente com uma curiosidade e role uma colação de velcro.

A: Aí, meu Deus, DJ!!!!!!!!!!!!!!!! Credo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

N: Então que dizer que acha Camila gostosa?!?!?!?!?!

L: Afz, Hansen!

Lauren saiu.

N: Me explique isso de gostosa agora, Dinah!!!!!!

A: Já vão começar.

Dinah adicionou Lauren.

Dinah adicionou Camila.

C: Mas eu não sou sapata.

DJ: Ally também não, mas ela não reclamou quando a coloquei.

A: Reclamei sim, Dinah, mas você me ameaçou dizendo que se eu saísse ia me amarrar, me colocar dentro de um saco e me dar de presente de natal para seus irmãos.

N: Dinah Jane Hansen?!?!?! Qual é essa de latina gostosa, hein?!?!?!

C: Latina gostosa? Essa por acaso sou eu?

DJ: Sim, a Lauren que disse.

 

 

- Então ela simplesmente abraçou ele e disse: “Tchau, Jus”. – Ari disse em um tom enjoado, ao mesmo tempo em que fez uma careta. – Hey, Mila? Está ouvindo?

- Hãm? Sim. – Camila levantou a cabeça, confusa. Estava mexendo em seu celular, distraída, enquanto Ari lhe contava como havia sido sua tarde. – Ela disse: “Tchau, Jus” em um tom meloso.

- Sim. – Ari fez uma cara de brava. – E isso é porque você não viu como ela abraçou ele quando o viu.

Camila riu, mas foi a coisa errada a se fazer no momento, pois a expressão de Ariana tornou-se ainda mais brava.

- Desculpa? – Pediu, ficando séria. – Mas é que você fica engraçada com ciúmes.

- Ciúmes? – Ari riu, em descrença. – Desculpe, Mila, mas não estou com ciúmes.

- Ah, claro que não! – Camila balançou a cabeça, negativamente. – Tenho certeza que o seu tom irritado não tem nada a ver com ciúmes. Na verdade eu acho que você até gostou de conhecer essa tal de Carolin, não é? Gostou de ver como o Justin está feliz com uma linda moça que trabalha em uma lanchonete. Na verdade, eu acho que você gostou tanto dela que deveria me levar lá para conhecê-la, não é?

Ari bufou.

- Eu vou te bater. – Rosnou baixinho.

Camila suspirou.

- Apenas me diga o que sentiu. – Sussurrou. – Quando viu os dois juntus, o que sentiu?

A outra pensou um pouco.

-Não foi algo bom, foi? – Assentiu quando Camila perguntou. – Viu, Ari? Ciúmes.

- Não, Mila. – Ari negou. – Ciúmes não. Só tem uma pessoa nesta sala de quem eu sinto ciúmes e você sabe de quem é.

Austin. A morena pensou sentindo um desconforto tomar conta dela.

Ao notar todo o humor se desvairar do rosto da amiga, Ari abriu a boca para falar algo, mas o sinal tocou no mesmo momento, anunciando o intervalo.

 

 

- Quer que eu vá te buscar? – Shawn perguntou e Camila teve que fazer esforço para ouvi-lo.

Ele havia ligado no momento em que se sentara à mesa para comer com os outros. No mesmo momento ela levantou-se para, em seguida, sair praticamente correndo dali, mas não sem antes ver o olhar de curiosidade no rosto dos outros.

- Seria uma boa. – Respondeu se afastando ainda mais do barulho.

- A gente pode almoçar junto em minha casa, – Ele sugeriu. – O que acha?

- Uma boa ideia. – Ela assentiu. – Mas antes vamos ter que passar em minha casa para eu poder me arrumar.

- Você está linda. – Sorriu ao ouvir a voz doce dele elogia-la.

- Mas você nem me viu. – Fez uma voz manhosa.

- Você sempre está linda, Camila.

- Obrigada, Sr. Mendes. – Ela riu. – Agora preciso ir, tenho que fazer algumas coisas antes do sinal tocar.

- Ok. – O tom dele foi mais formal. – Até mais tarde.

- Até. – E desligou.

~Ligação Off~

Guardou seu celular no bolso de sua calça e virou-se. Se assustou ao dar de cara com Ayumi que sorriu.

- Estava falando com quem? – Perguntou em um tom malicioso.

- Meu namorado. – Camila a observou atentamente.

Ela era bonita, não era atoa que Lauren a havia escolhido como namorada.

Loura, alta, esbelta e seu rosto afinado era perfeito, assim como tudo que havia nele. Seus olhos, sua boca, seu nariz, as bochechas bem acentuadas e sua estrutura óssea, possuíam um formato perfeito.

Imaginou-a ao lado de Lauren e para sua surpresa não gostou do que viu. Era como se faltasse algo, não sabia o quê, mas faltava. As duas não se completavam e aquilo a incomodava.  Estranhando seus pensamentos e sentimentos, balançou a cabeça, como que para afastar os dois.

- Precisamos conversar, Camila. – O tom de Ayumi não foi grosso, apesar de firme.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...